A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » SOBRE O ENUDS: “Gênero e sexualidade” são temas relevantes no presente momento político e social brasileiro

SOBRE O ENUDS: “Gênero e sexualidade” são temas relevantes no presente momento político e social brasileiro

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 14 de dezembro de 2014 | 17:36





Grifo do autor do blog BERAKASH: "O respeito a diversidade é uma via de mão dupla,pois a liberdade de um termina onde começa a do outro,precisamos entender que liberdade não é licença para ofender e agredir quem pensa diferente..."


É crescente a demanda por políticas públicas que possam proporcionar ampliação de direitos na perspectiva da igualdade para mulheres e grupos que divergem da norma heterossexual.


Também são ampliados saberes sobre o assunto e as movimentações políticas e culturais que buscam dar visibilidade aos grupos marginalizados dentro de uma sociedade marcada pela desigualdade de gênero, classe,raça,etnia e orientação sexual.



Encontro Nacional Universitário de Diversidade Sexual (ENUDS), leva para as universidades a discussão (Ou imposição?) sobre gênero e sexualidade com o propósito de fortalecer os grupos e coletivos que se articulam em torno da temática e se construir como espaço de discussão acadêmica e política e manifestação cultural.(Apesar de que, não é isto que estamos vendo até agora).


Um espaço de resistência, de formação, de interação, de "práticas políticas transgressoras"(???), de trocas de experiências, de visibilidade para a diversidade sexual dentro na universidade, de empoderamento dos grupos e sujeitos de debate teórico e de enfrentamento do machismo e da heteronormatividade.



Este ano será em MOSSORÓ – RIO GRANDE DO NORTE 



QUANDO? DO DIA 12 AO 16 DE DEZEMBRO


Fonte:http://pt.scribd.com/doc/237201817/Sobre-o-Enuds#force_seo


A liberdade de expressão versus violação do direito alheio


A Declaração Universal dos Direitos do Homem, em seu artigo 19 dispõe que “todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras,informações e idéias por qualquer meio de expressão”.


O Brasil aderiu à Declaração dos Direitos do Homem e expressa essa adesão em nossa Constituição, em seu artigo 5°, inciso IV:

“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”.


Bem como no inciso IX:

“é livre a expressão da atividade intelectual, artística,científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.



Mas diante dessa liberdade, não podemos deixar de fazer as seguintes perguntas:

Será que a liberdade de expressão não está sujeita a qualquer limite ou controle? Pode-se expressar qualquer informação que se queira, inclusive sobre instituições, religião e a vida alheia de forma ilimitada,chegando a ofender o outro?

A liberdade de expressão, como qualquer outro direito fundamental, não é absoluta. Tem limites! Não deve servir como justificativa ou pretexto para incitar a violência, ofender a honra alheia, desrespeitando, com isso, frontalmente outros direitos fundamentais, igualmente protegidos pela Constituição.


O limite de sua liberdade de expressar o que você pensa é não ofender o outro!


O desafio entre a liberdade de expressão e a violação do direito alheio é o difícil caminho do equilíbrio: expressar-se livremente respeitando o direito alheio. Caso isso não ocorra, esse tipo de conduta estará sujeita a punição, pois, contrariando o que muitos equivocadamente sustentam, a LIBERDADE DE EXPRESSÃO definitivamente não é uma “terra sem lei”, como nos têm revelado os tribunais de todo o mundo.


Vale lembrar: a Constituição Federal do Brasil (CF/88) protege a honra do indivíduo,concede direito de resposta ao ofendido e veda o anonimato.


Além disso, tome cuidado, se você ofender alguém, inclusive pela Internet, poderá ser obrigado a pagar uma indenização por danos morais:Art. 5, IV, V e X, e art. 220, §1° da CF/88.


Cartilha da OAB-SP

Fonte:http://www.crimespelainternet.com.br/a-liberdade-de-expressao-versus-violacao-do-direito-alheio/






Texto e foto do promotor criminal Ítalo Moreira Martins, de Mossoró SOBRE O ENUDS NA UFERSA -  Vale a leitura de cada letra. Uma crítica arrojada, firme e certeira:



Depravando” a Universidade Pública: Cenas de quem pede respeito, mas é incapaz de respeitar e se fazer respeitar.


“DesCUStruindo! Teu cu, teu cu, teu cu”. Antecipadamente pedindo desculpas pela linguagem chula, mas essas palavras foram afixadas no prédio da Universidade Federal do Semi-Árido em Mossoró – UFERSA por alguns dos participantes da edição do ENUDS – Encontro Nacional Universitário de Diversidade Sexual, que se realiza neste fim de semana em Mossoró, alojados no prédio da Universidade.


Não para por aí, além da “decoração libertina” e inadequada ao espaço, para completar, alguns ativistas gays circulavam de trajes íntimos (talvez até sem) pelas dependências do campus.


Segundo a organização do evento o objetivo seria “levar para universidades a discussão sobre gênero e sexualidade com o propósito de fortalecer os grupos e coletivos que se articulam em torno da temática e se construir como espaço de discussão acadêmica e política e manifestação cultural”.


Se o propósito é fortalecer o grupo na minha ótica apenas o enfraquece, pois na medida em que se utilizam de estratégias deliberadamente provocativas, desrespeitosas, de escárnio e deboche, a única coisa que conseguem é aumentar o preconceito e o desprezo de muitos que já têm dificuldade de aceitá-los, jogando por terra o esforço daqueles ativistas sérios que buscam derrubar as barreiras do preconceito.



E que vergonha, uma Universidade Pública ser utilizada de instrumento para tais práticas? Como se permite? Estudantes da UFERSA vocês estão de acordo com isso?


Bem, não sou estudante, mas quase 1/3 do que ganho fica retido na fonte em forma de imposto que financia as Universidades Públicas, portanto, tenho direito como cidadão de me manifestar.


Que vergonha esse tipo de postura ser admitida. Universidade deve sim ser um espaço democrático para o debate dos mais diversos temas de interesse coletivo, a causa gay também sim, por que não? Mas essa prática em nada dignifica a luta por reconhecimento de direitos e fim do preconceito, ao contrário, traz mais repúdio e a torna mais árdua.



Discurso moralista e retrógrado?


Não, discurso do bom senso, válido não apenas porque se trata de um “encontro gay”, mas válido para qualquer tipo de movimento que utilize as dependências de um prédio público para esse tipo de prática.


Aos ativistas gays que lutam de forma incansável e respeitosa por seus direitos meu respeito, a vocês que querem transformar a causa num palco para as mais espúrias demonstrações de afronta e libertinagem meu protesto. Vocês não querem direitos, vocês buscam apenas um pretexto para escandalizar e chamar atenção.


Parabéns, conseguiram mais uma vez!


Jornalista Cezar Alves

Fonte: http://kezitadotco.wordpress.com/2014/12/14/depravando-a-universidade-publica-cenas-de-quem-pede-respeito-mas-e-incapaz-de-respeitar-e-se-fazer-respeitar/

 

*Caso queira saber mais e participar de nosso apostolado, bem como agendar palestras e cursos em sua paróquia, cidade,pastoral, e ou movimento da Igreja, entre em contato conosco  pelo e-mail:  


filhodedeusshalom@gmail.com

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger