“Existem pouquíssimas pessoas neste mundo que realmente odeiam CEGAMENTE a Igreja Católica, mas infelizmente há milhões que odeiam o que eles PENSAM ser a Igreja Católica, pois se o que eles odeiam, realmente fosse a religião Católica – os católicos também a odiariam. (Fulton J. Sheen)”.
Tecnologia do Blogger.

NOTÍCIAS ATUAIS

Loading...
ÚLTIMAS POSTAGENS

Carmadélio fala sobre religião e política no Jornal O POVO ON LINE

Written By Beraká - o blog da família on sexta-feira, 19 de setembro de 2014 | 16:36







“A democracia autêntica respeita as crenças e não crenças dos cidadãos, que têm o direito de expor suas percepções no debate”


A religião é elemento importante da constituição histórica e cultural do povo brasileiro e não poderia ficar fora dos debates no período eleitoral. O bom político não é aquele que traz ideias prontas, mas aquele que é capaz de interpretar os anseios da população. Isso inclui os valores religiosos dos que votam e escolhem seus candidatos. Esses valores se não podem ser impostos ao Estado em sua saudável laicidade, não podem muito menos serem desprezados como de menor importância.


Um debate que não exclua os valores religiosos e éticos interessa a grande parte da população brasileira que é confessadamente cristã. A laicidade do Estado é exatamente a neutralidade e o respeito às manifestações religiosas e culturais, inclusive dos que não tem credo. Entender os valores religiosos como pertencentes apenas a consciência individual e escondê-los do debate público é uma deformação da laicidade.


O AMOR NÃO É AMADO !!! O AMOR NÃO É AMADO !!!






Um dia, Frei Leão, o fiel "secretário" do Poverello, sempre atento a tudo o que acontecia na vida do Pai e Irmão Francisco, o ouviu a chorar, a poucos metros desta Basílica, e, mesmo com certa dificuldade, conseguiu ouvir aquelas célebres palavras do “Estigmatizado da Verna”:


“o amor não é amado”, “o amor não é amado”.


Com muito respeito, como o que tem aquele que entra no santuário da mais profunda intimidade de um homem de Deus, Leão pergunta:


“Porque choras, Frei Francisco?”. Francisco não responde, apenas continua a dizer: “o amor não é amado”, “o amor não é amado”…

A doutrina Católica sobre o MAL MENOR

Written By Beraká - o blog da família on quinta-feira, 18 de setembro de 2014 | 15:47





O princípio do mal menor



Apresentamos uma explicação da Doutrina do Mal Menor, retirada do verbete "Princípio e argumento do mal menor" do Léxicon  - Termos ambíguos e discutidos sobre família, vida e questões éticas, publicado em Roma no ano de 2002.


Diante das circunstâncias em que se encontram os católicos neste pleito, onde nenhum dos candidatos apresenta uma clara convergência com o que diz os Princípios da Doutrina Social da Igreja, consideramos que esta leitura poderá iluminar a decisão dos eleitores para o dia 31 de outubro. Leia e divulgue:

“Toda forma de amar é amor? e é querida por Deus ?”

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 16 de setembro de 2014 | 16:53





Vou contar apenas o milagre sem revelar o nome do santo (ou dos santos) :

Um irmão viu em uma postagem aqui do face,um convite feito por uma pessoa da RCC a um de nossos Seminaristas da diocese de Mossoró que segue a linha da Teologia da libertação, do qual teve a seguinte resposta:

“Não vou e não posso participar destes eventos porque isto vai contra meus princípios e convicções, a minha IDENTIDADE não permite...”, e logo depois a mesma pessoa que o convidou, viu-se envolvida em um debate sobre liberdade e homossexualidade e este mesmo seminarista diz:

“Toda forma de amar é amor”

1)-TODA FORMA DE PAIXÃO É AMOR ?

O grande problema que vejo aqui nessa questão é que muitas "formas de amar" são consideradas amor e estão longe de ser. Expressar ilusões e pretensões em lugar de amor é vazio. Se todos falassem apenas do que sentem e do que têem de concreto em seus corações, em suas experiências de vida, então saberiam que o amor só existe de verdade de uma forma: a do amor verdadeiro, onde não há distorções, não há pretensões nem fugas.


Qual a única Igreja que cumpre a profecia de proclamar Maria nossa senhora, de BEM AVENTURADA?

Written By Beraká - o blog da família on sábado, 13 de setembro de 2014 | 21:34





Nossa Senhora (seja Aparecida, das Graças, do Perpétuo Socorro, etc...) é um título e pronome de tratamento respeitoso que a Igreja atribuiu pela tradição popular desde os primeiros séculos do Cristianismo.


Não é dogmaticamente atribuído a Maria o título de senhora no mesmo nível de Senhor atribuído a Jesus seu filho, mas apenas por respeito, ou seja pronome de tratamento, que é uma só e a mesma mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo (Conf. Lucas 1,42).




Portanto, tudo isto são meras representações da mesma Virgem Maria, que para nós, católicos, é Santíssima, pois ela foi preservada pela graça de Deus do pecado em virtude de sua missão:


“Gerar aquele que não tinha pecado”, pois o impuro não pode jamais gerar o Puro( Livro de Jó14,4).



O que quer dizer isso?



1)- Maria foi o Tabernáculo da Nova e Eterna Aliança, foi cheia da Graça Divina e cheia do Espírito Santo; ela abrigou o próprio Deus Salvador em seu ventre, por nove meses! Depois que Ele nasceu, em forma de uma frágil criança, ela cuidou dele, o alimentou e protegeu, até que chegasse a idade adulta. Impossível imaginar o tamanho da Graça que havia e há sobre ela!




2)- A pedido dela, Jesus, que é Deus Todo Poderoso, Princípio e Fim de todas as coisas, adiantou a sua hora nas bodas de Caná (Jo 2, 1-12). 



3)- Quando a situação ficou feia e os discípulos fugiram, tentando salvar suas vidas, foi ela quem permaneceu até o fim, aos pés da cruz. No Dia de Pentecostes ela também estava lá.



4)- Então, se a Arca da Antiga Aliança era tão sagrada que não podia sequer ser tocada, pois abrigava o Poder de Deus (1 Cr 13, 10-12), imagine então a Virgem Maria, que gerou segundo a carne o Senhor Jesus Cristo, o próprio Deus feito homem, em seu corpo? Quão santificada e sagrada teria que ser esta mulher, destinada a ser mãe de Deus, considerada por Ele como digna de ser sua mãe?



5)- Os Apóstolos, tão lembrados e homenageados pelos "evangélicos", viveram com Cristo por três anos. Maria conviveu com Ele pelos trinta e três anos em que esteve no mundo, e mais os nove meses em que viveu no seu ventre, humanamente falando, totalmente dependente dela! Ninguém, absolutamente ninguém conheceu Jesus Cristo melhor do que ela! Já parou para pensar que o Sangue de Jesus, que salva do pecado, é o mesmo sangue que circulava nas veias de Maria? Já parou para pensar que a carne de Jesus Cristo é a mesma carne de Maria? Sim, pois Jesus, segundo a carne, foi gerado em Maria, e por meio dela veio ao mundo. É neste sentido que Maria é mediadora de todas as graças: se todas as graças fluem de Cristo, e Cristo veio ao mundo por Maria, ela é mediadora das graças divinas para nós, não pelo poder ou vontade dela própria, mas pelo Poder e Vontade de Deus!




6)- Já parou para pensar que ela, cheia do Espírito Santo, profetizou de que todas as gerações a proclamariam Bem-aventurada (Lucas 1, 48), e que a única Igreja que cumpre essa profecia bíblica é a Igreja Católica? Sim, pois as "igrejas" evangélicas a chamam de "mulher como outra qualquer"... Pense nisso!




7)- As imagens católicas têm sempre a função de homenagear ao Criador, seja diretamente, seja por suas obras ou por suas criaturas, mesmo no caso de uma criatura tão especial quanto Maria Santíssima. A Igreja não ensina, e jamais ensinou ninguém a "adorar" Maria ou suas imagens. A Igreja ensina e sempre ensinou que devemos adorar somente ao Criador, nosso Deus. O que horamos e veneramos nos santos e em suas imagens é exatamente a Glória e o Poder do Altíssimo, nada além e nem aquém disso.




CONCLUSÃO:


Esta é a doutrina católica verdadeira. Quem não é católico não é obrigado a aceitar, mas na mesma medida ninguém tem o direito de propagar mentiras sobre ela, e muito menos afirmar coisas que não são verdadeiras.


Conheço protestantes históricos (luteranos,Anglicanos, Batistas, Metodistas e Presbiterianos) de outros países que ficam indignados com essa postura de certos "pastores" aqui no Brasil, de caluniar a Igreja Católica abertamente e sem nenhum conhecimento de causa.



Por fim é sempre bom lembrar:

Uma Igreja que não cabe Maria, a “MÃE DO MEU SENHOR” (conforme Lucas 1,43) - Também não cabe um verdadeiro Cristão.



“Santa Maria mãe de Deus encarnado e mãe nossa, rogai por nós!!!”

Olavo de Carvalho afirma na Folha: O PSDB É UM PARTIDO DE ESQUERDA




QUAL A ORÍGEM E PRINCÍPIOS DO PSDB ?

Em 25 de junho de 1988 um grupo de dissidentes do PMDB capitaneados por pessoas de São Paulo e Minas Gerais levou a termo sua insatisfação com o governo Sarney, que haveria "de se constituir no primeiro da Nova República para se fazer o último da Velha República".


Tal disparidade se acentuou durante a Assembleia Nacional Constituinte, onde os membros do partido votaram pelos quatro anos de mandato para o Presidente da República apesar de a tese dos cinco anos ter prevalecido, capitaneada pela maioria da bancada do PMDB e de políticos conservadores agrupados no "Centrão", liderados pelo deputado Roberto Cardoso Alves, grupo suprapartidário formado em fins de 1987.

Idiomas para ver o blog:

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

CATECISMO da ICAR

PESQUISE NA BÍBLIA CATÓLICA

PERGUNTE e RESPONDEREMOS

Acessos

Curta a nossa página!

Postagens mais lidas

COMENTÁRIOS

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger