A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Tecnologia do Blogger.
ÚLTIMAS POSTAGENS

Aborto e dignidade da pessoa humana: o dilema do filme ‘Perdido em Marte’

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 19 de agosto de 2018 | 01:01


 

 





(Por Ivanaldo Santos)


O filme de ficção científica “The Martian”, traduzido para o Brasil como “Perdido em Marte”, foi dirigido por Ridley Scott. Trata-se da adaptação para o cinema do livro homônimo escrito por Andy Weir: 


Nesse filme, a tripulação da missão espacial Ares 3 recolhe material em certa região do planeta Marte. Devido a uma forte tempestade, os astronautas são obrigados a abandonar a missão. Na evacuação, um deles, Mark Watney, interpretado pelo ator Matt Damon, é atingido por destroços. Os outros astronautas acreditam que ele morreu e vão embora. A Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, informa ao público a morte de Mark Watney e um funeral simbólico é realizado. Entretanto, Watney consegue sobreviver e passa registrar seu cotidiano em vídeo até que, enfim, ele consegue entrar em contato com a Nasa. A partir desse momento, passa a haver uma gigantesca mobilização internacional em prol de Watney, e uma grande soma em dinheiro é utilizada para desenvolver equipamentos para trazer Watney para a Terra, milhares de cientistas e funcionários técnicos trabalham sem parar até que conseguem trazê-lo de volta ao planeta Terra. 


Como confirmar algo que “supostamente” foi revelado por Deus em jejum e oração?

Written By Beraká - o blog da família on quinta-feira, 9 de agosto de 2018 | 21:53





É suficiente, apenas orando individualmente a Deus, ou consultando as colunas da Igreja para confirmar o que foi revelado na oração? É muito comum por parte daqueles que fizeram uma experiência sincera com Deus, diante de alguma dificuldade dizer: Vou jejuar e orar a Deus, para ouvir d’Ele o que Ele me revela, e qual seu direcionamento para determinada situação. Mas quem pode garantir e assegurar, que o que você vai ouvir, não venha apenas de suas próprias convicções, e ou, ainda pior, do demônio, que se disfarça de anjo de luz para enganar até os eleitos de Deus? (Conf. II Cor 11,14). Sabemos que mesmo a pessoa sendo sincera, a sinceridade por si só, não é o critério da verdade, pois uma pessoa pode estar, ou ficar sinceramente enganada pelas suas próprias convicções, ou inspirações do demônio, como ele fez a Eva no paraíso. E tanto Eva como Adão, eram sinceros e tinham intimidade com Deus, com os quais se encontrava com eles todos dias, na brisa suave da tarde, no jardim do Éden, conforme podemos ler em Gênesis 3,8.


Veja os argumentos contra e a favor do aborto no Brasil

Written By Beraká - o blog da família on quarta-feira, 8 de agosto de 2018 | 20:48






1)- ARGUMENTO A FAVOR: “Ricas têm dinheiro e podem pagar uma clínica com bons recursos e segurança, enquanto mulheres pobres e de baixa renda, fazem procedimentos clandestinos de alto risco, e acabam tendo complicações e até morrendo.”


ARGUMENTO  CONTRA: Esse argumento pressupõe que os abortos realizados em clínicas legais são mais seguros que os realizados em clínicas ilegais e que, por isso, o aborto deve ser legalizado para evitar complicações e mortes maternas. Mas, na verdade, “uma das razões que mais frequentemente levam as mulheres à urgência de ginecologia são abortos feitos em clínicas de aborto legais”. Além disso, descobriu-se recentemente que mulheres que abortam são muito suscetíveis a desenvolverem câncer de mama que nunca teriam caso não abortassem.No Brasil, o aborto é crime (artigos 124, 125 e 126 do Código Penal – Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940), sendo permitido em apenas três ocasiões: quando há risco de vida para a gestante, quando a gravidez é resultante de um estupro (Art. 128 do Código Penal –  Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940) e quando o feto é anencéfalo (decisão do STF pela ADPF 54, votada em 2012).Nos casos criminalizados por lei, o aborto é crime independentemente da classe social a qual pertença a mulher. Tentar descriminalizar um crime pela dificuldade ou riscos que enfrentam determinadas classes sociais ao tentar executar o crime é simplesmente absurdo. O que importa é o ato, e não a dificuldade ou riscos que o sujeito enfrentou para cometê-lo. Seria como querer descriminalizar o roubo porque, enquanto ricos e políticos desonestos roubam milhões sem correr risco de vida (crime do colarinho branco), pobres têm que pegar armas e assaltar bancos, trocar tiros com a polícia e, muitas vezes, morrer.Mas, em ambos os casos, tanto o rico como o pobre cometeram crimes. Alguém teria coragem de propor que o roubo seja legalizado por conta da facilidade e segurança que o rico teve ao cometer tal crime e insegurança e risco que o pobre enfrentou?O que importa se classes sociais mais privilegiadas têm melhores condições de matar um inocente e as classes mais pobres enfrentam maiores dificuldades ao matar um inocente? Uma vida foi ceifada, e é isso o que importa!Se a mulher teve mais ou menos recursos para realizar essa atrocidade pouco importa, o produto final será o mesmo em ambos os casos: Uma criança inocente morta por covardes inconsequentes que não assumiram a responsabilidade de seus atos. “Mas, oh, coitadinha da mulher negra e pobre que sofre em clínicas clandestinas de aborto. Ela só tinha ido àquele local para matar cruelmente um feto inocente, estava na melhor das intenções, e lhe ocorre isso? Coitada. Não queremos que outras assassinas a sangue frio corram o mesmo risco, não é? Todas as mulheres deveriam ter à sua disposição os mesmos recursos das classes sociais mais altas para assim matarem inocentes sempre que desejarem.”Esse argumento apenas demonstra o quão deprava está a nossa sociedade!

Pensando e repensando com Ivanaldo Santos - Filósofo: Mulher pobre não aborta?






(Por Ivanaldo Santos – Filósofo)




Atualmente o Brasil e outros países ao redor do mundo passam por uma forte contradição. De um lado, existem amplos segmentos populacionais que são contra o aborto. Esses segmentos representam entre 75% a 95% da população que se apresenta oficialmente contrária ao aborto. Numa sociedade democrática a maioria deve prevalecer. Do outro lado, existem grupos e estruturas sociais que afirmam, dentre outras cosias, que é necessário se legalizar o aborto porque trata-se de uma medida de proteção da mulher pobre e da pobreza. Em tese, a legalização do aborto representa algum tipo de política social de proteção social ao pobre, de diminuição do número de pobres nas ruas das cidades, de incentivo ao combate a pobreza.


Você acredita piamente neste “papo furado” de dívida histórica? – Você deve o que? e a quem mesmo ?

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 7 de agosto de 2018 | 21:04






Como todos sabem (ou deveriam saber) racismo significa: critério de raça. É quando alguém classifica as pessoas de acordo com sua raça e não por seus feitos, talentos e capacidades comuns a todos. É um modelo de ética que nasceu da amizade entre Darwin e Karl Marx (que recebeu o primeiro exemplar de “A Origem das Espécies“) e se estendeu até Heidegger e Hitler. Cuja inspiração seguiu também por Thomas Malthus em 1913 em seus critérios de eugenia. Jamais em toda minha vida apoiei e jamais apoiarei qualquer critério de raça para classificar um único ser humano, pois considero que independentemente de cor e raça, seja índio, branco, negro ou asiático, homem, ou mulher, somos todos capazes.


Quem faz tatuagens será condenado por Deus e perderá a salvação?






Não tenhamos estas vãs preocupações. Seja justo, pratique o bem e seja coerente com a verdade e os ditames de sua consciência. Não basta crer em Deus, o demônio também crer em Deus, e nem por isto está salvo . Está escrito em Atos 10, 25-48:



“Na verdade, eu reconheço que Deus não faz acepção de pessoas, mas, em qualquer nação, aquele que O teme e pratica a justiça é-Lhe agradável”.

Idiomas para ver o blog:

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino) “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

CATECISMO da ICAR

PESQUISE NA BÍBLIA CATÓLICA

PERGUNTE e RESPONDEREMOS

Acessos

Curta a nossa página!

Postagens mais lidas

COMENTÁRIOS

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger