A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Tecnologia do Blogger.
ÚLTIMAS POSTAGENS

Análise de Teólogos e especialistas Cristãos sobre o filme 'A Cabana' de William P. Young

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 25 de abril de 2017 | 23:08



Baseado no best-seller de William P. Young, a adaptação de “A Cabana” demorou muitos anos para finalmente sair do papel. Apesar de tanto tempo na geladeira, não poderia ter sido lançado num momento melhor. Independentemente de sua crença, Deus sempre é um assunto enigmatístico e que causa curiosidade quanto a sua representação e por isso o filme é um convite a todos que queiram ver como Deus foi apresentando e representado nessa obra.É interessante observar que esse filme traz uma proposta de mensagem diferenciada de outros filmes do gênero. Enquanto em outros filmes temos uma mensagem direta do que Deus quer e é, nesse filme temos uma linha de acontecimentos que vai revelando os anseios e desejos de Deus para com o protagonista, o humanizando de forma simples, mas muito bonita. E quando digo “humanizar” não é no sentido de denegrir a forma divina, mas sim da proximidade entre o Criador e o criado.Na trama, conhecemos a família Phillips, que em uma viagem de fim de semana conhece a maior dor de suas vidas ao perderem a caçula Missy, que após horas de busca é dada como morta. Após isso, seu pai Mackenzie “Mack” Phillips (Sam Worthington) se desconecta de tudo e todos, deixando sua grande tristeza o invadir e consumi-lo cada dia mais. Tudo isso muda quando ele recebe em sua casa um convite para passar o final de semana na cabana onde encontraram as pistas de Missy e o que mais o incomoda é que essa carta estava assinada por Deus. Existem deslizes no roteiro que deixam o filme sem muita profundidade e a direção dificulta um pouco a interpretação dos atores, mas o esforço deles faz com que cada personagem mereça seu lugar ao sol. Destaque da vez, vai para a maravilhosa Octavia Spencer que interpreta Deus, ou como é chamado no filme, Papa.Se existem deslizes, por outro lado existem o “Ás de Ouro”. O desenvolvimento da relação pessoal entre Deus e Mack é particularmente linda. A possibilidade de vivenciar, conversar e se alimentar ao lado de Deus, de forma tão simples e próxima é um dos pontos mais interessantes do filme. Sarayu (Sumire Matsubara) que é a representação do Espirito Santo é a responsável por mostrar mais do interior de Mack e que o ensina que até a raiz morta, pode dar lugar a um novo florescer. Jesus (Avraham Aviv Alush) se mostra mais amigo de Mack por ter vivido como homem e entender os dilemas da dor e por fim, Papa ou Deus que pacientemente aguarda Mack em seu aprendizado, para que ele entenda que Deus nunca o abandonou. A Cabana não deve ser visto como um filme drama para autoajuda ou como referência teológica. Seus pontos bíblicos podem, em algumas vezes, serem questionados, mas ensinam muito aos que sabem extrair aprendizado. No fim de tudo, assistindo-o com uma fé firme e inabalável, vale muito a pena passar seu fim de semana na Cabana.


Saiba toda a verdade sobre o jogo BALEIA AZUL, e como prevenir os jovens de participarem

Written By Beraká - o blog da família on sexta-feira, 21 de abril de 2017 | 12:22






O jogo da "baleia azul", série de 50 desafios cujo objetivo final do jogador é acabar com a própria vida, está movimentando as redes sociais, principalmente desde o início desta semana, quando a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) do Rio divulgou que está fazendo um rastreamento das redes sociais para reunir informações sobre o jogo. Um inquérito foi instaurado depois que a mãe de um menino de 12 anos denunciou que o garoto foi convidado a participar da série de desafios.


A Semana Santa: Sentido Cristão, símbolos e significados

Written By Beraká - o blog da família on sexta-feira, 14 de abril de 2017 | 14:32






A “Semana Santa” surgiu já nos primórdios do cristianismo quando as comunidades cristãs em Jerusalém se reuniam, na Sexta-feira e no Sábado, mediante rigoroso jejum, recordando o sofrimento e a morte de Jesus, ou seja, rememorando “os dias em que nos foi tirado o esposo” (diebus in quibus ablatus est sponsus: Cf. Mt 9,15; Mc 2,20). Dessa forma, se preparavam para a festa da Páscoa, no Domingo, em que celebravam a memória da ressurreição de Jesus. Posteriormente, a observância do jejum passou a ser praticada também na Quarta-feira para lembrar o dia em que os chefes judaicos decidiram prender Jesus, isto é, “porque nesse dia começaram a tramar a morte do Senhor” (propter initum a Iudaeis consilium de proditione Domini: Cf. Mc 3,6; 14,1-2; Lc 6,11; 19,47; 20,19a; 22,2).Tudo isto ocorria mais fortemente em Jerusalém porque provavelmente ali permaneciam mais vivas as lembranças dos últimos dias de Jesus. Essas solenidades passaram a ser imitadas pelas Igrejas do Oriente e depois pelas Igrejas europeias. Esses dias eram também de descanso para todos os servos e escravos, que tinham cargas de horários brutais e ininterruptas de trabalho, sem tempo para parar e meditar no sagrado e na vida, desta forma os dias Santos criados pela Igreja proporcionavam estas paradas de aprofundamentos e reflexão espiritual. Em algumas Igrejas em Jerusalém eram celebradas todas as noites vigílias solenes com orações e leituras bíblicas, e com a celebração da Eucaristia. Em meados do Século III, já se observava o jejum em todos os dias da Semana Santa.A importância da Semana que antecede a festa da Páscoa está evidenciada claramente através dos diversos nomes dados a essa época litúrgica ao longo dos primeiros séculos: “Hebdomada Paschalis”(Semana da Páscoa); “Hebdomada Authentica” (Semana “sem comparação” ou que “tem uma importância toda sua, em si e por si mesma”); “Hebdomada Maior” (Semana Maior); e, por fim, “Hebdomada Sancta” (Semana Santa). As cerimônias litúrgicas particulares da Semana Santa começaram a desenvolver-se a partir do século IV.

Quer queiramos ou não, e apesar das diferenças, esquerda e direita são motivadas pelo sonho das UTOPIAS

Written By Beraká - o blog da família on quarta-feira, 12 de abril de 2017 | 09:55







Não podemos deixar morrer a utopia, porque a utopia não é de esquerda nem de direita, mas faz parte do universo humano. A direita não tem que ficar complexada pelo facto de a esquerda se crer utópica, nem a esquerda tem que ficar complexada se a direita quiser ser utópica.



O Importante é que não deixemos de perseguir a utopia na sociedade, na economia e na política, mas de forma plural, porque só assim se foge ao populismo antissistema. A ausência de pluralidade, não serve a democracia, não serve o Estado de direito, não serve a Constituição e, sobretudo, não serve a humanidade que não é uniforme, mas plural.


Relativismo, absolutismo e a “BURRIFICAÇÃO” da teologia brasileira

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 11 de abril de 2017 | 16:48





(Por Leonardo Gonçalves)


Durante dois anos dediquei parte do meu tempo para discutir com relativistas ateus acerca da existência de uma verdade universal e absoluta. Sabe o que eu descobri? 


1)- Que algumas pessoas têm uma vontade enorme de discordar, mesmo em face das maiores evidências. 


2)- A segunda grande lição que tirei foi que o relativista é um debatedor desleal; como debater a verdade com alguém que crê que todas as proposições são igualmente verdadeiras (não havendo, conseqüentemente, nenhuma verdade?).

A oração mais perfeita por um enfermo

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 9 de abril de 2017 | 22:41





 “Esta doença não é para a morte...” (João 11,14)


Senhor Jesus, sabemos que as enfermidades muitas vezes entram nos admiráveis planos da vossa sabedoria divina. Quantas vezes debaixo da violência das dores e na dependência do padecimento da enfermidade, o ser humano entra mais facilmente em si, ver suas limitações e considera que tudo é pó, e ao pó retornaremos.E assim Senhor, aprendemos melhor a nos desapegar dos bens e das pessoas deste mundo que passa, onde tudo é vaidade das vaidades, que só nos trazem inquietações e angustias.

Idiomas para ver o blog:

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

CATECISMO da ICAR

PESQUISE NA BÍBLIA CATÓLICA

PERGUNTE e RESPONDEREMOS

Acessos

Curta a nossa página!

Postagens mais lidas

COMENTÁRIOS

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger