A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Como a Igreja Católica ver Os Adventistas (Sabatistas) : Os Seguidores de Ellen Gould White ?

Como a Igreja Católica ver Os Adventistas (Sabatistas) : Os Seguidores de Ellen Gould White ?

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 17 de abril de 2012 | 14:44



Os adventistas se tornaram bastante conhecidos entre nós pelos seus hospitais e seus programas radiofônicos intitulados “A voz da Profecia”.


Vejamos a sua origem e mensagem.

O fundador da denominação adventista é William Miller (1782-1849), camponês nascido de pais piedosos batistas. Em 1816, comparando os textos sagrados entre si, chegou à conclusão de que a segunda vinda de Cristo se daria em 1843.

Com efeito, os 2300 dias mencionados em Dn 8, 5-11 deveriam ser tidos como anos, que ele começava a contar a partir do retorno de Esdras a Jerusalém, ou seja, a partir de 457 a. C. Donde 2300 – 457 = 1843. O fim do mundo, portanto, haveria de se dar, precisamente, entre 21/3/1843 e 21/3/1844; nesse período de tempo, Cristo reapareceria sobre a terra e reinaria com os santos pelo espaço de mil anos, durante os quais se daria a exaltação dos bons e a condenação dos maus, como parecia sugerido por Ap 20, 6s.

Em 1842–1843 Miller realizou 120 assembléias nos campos, com a participação global de 1500 ouvintes. A comunidade batista o excomungou. Miller tinha cinco mil discípulos em 22/10/1843.

Na verdade, porém, o prazo previsto passou sem novidade alguma... Então, o discípulo de Miller, S.S. Snow, refez o cálculo, alegando que o ano hebreu não correspondia ao ano cristão; por conseguinte, o termo exato da segunda vinda do Senhor seria o dia 22/10/1844.

Foi por esta ocasião que os seguidores de Miller tomaram o nome de “adventistas”. Todavia, também esta nova data decorreu sem alteração da história, e o entusiasmo de muitos discípulos se arrefeceu.

Surgiu então a figura ardorosa da Sra. Ellen Gould White. Era metodista, quando aderiu à pregação de Miller e esperou a vinda de Cristo em 1844. Ellen dizia ter revelações que ela assim explicava: em 1844 se deu realmente algo de novo, não na terra, mas no céu.

O santuário de que fala Dn 8,14 é o santuário celeste, do qual trata também Hb 9, 11s; Jesus, naquele ano, entrou no “Santo dos santos” do céu. A Sra. White dizia tê-lo visto com seus próprios olhos: podia atestar que, a partir de 22/10/1844, Jesus Cristo estava a examinar os homens defuntos, aprovando ou reprovando cada um deles. Quando essa obra gigantesca acabasse, os vivos passariam por semelhante julgamento, e o fim do mundo estaria próximo.

A tese, assim proposta pela “vidente”, conseguiu convencer muita gente. Depois que Miller morreu (1848), tornou-se Ellen White a grande mestra do adventismo. Outra tese que a profetisa incutiu aos adventistas foi a da observância do sábado.… Entre 1840 e 1844, alguns grupos batistas passaram a observar o sábado em lugar do domingo.

Os adventistas do sétimo dia (sabatistas) exigem a fé não somente nas Escrituras, mas também no espírito da profecia de Ellen Gould White.

Eis a pergunta decisiva feita a todo candidato:

“Aceita o espírito de profecia tal como se manifestou no seio da Igreja escatológica pelo ministério e os escritos de E. G. White?”.


Impunha-se também aos novos crentes a abstinência de fumo e álcool, sob pena de excomunhão da Vida Eterna. A Ceia do Senhor era celebrada com suco de uva, sem álcool. Este rigorismo contribuiu para que os adventistas do sétimo dia se tornassem uma comunidade de elite, exigente e fanática, à semelhança das seitas.

À medida que os adventistas foram se organizando, as cisões se multiplicavam em seu âmbito, originando ramos diversos: adventistas evangélicos, cristãos adventistas, a Igreja de Deus, a União da Vida e do Advento, os adventistas da era vindoura...


Traços doutrinários

1)- Os adventistas acreditam em Deus uno e trino. Aceitam Jesus como Deus e homem (à diferença das testemunhas de Jeová).


2)- O homem é por si mortal. Mas a morte física não é senão um sono das almas. Os mortos, inconscientes como estão, ignoram por completo o que ocorre na terra. Todos os defuntos, bons e maus, permanecerão em seus túmulos até a ressurreição.

3)- Os santos receberão o dom da imortalidade quando Cristo voltar, ao passo que os ímpios serão aniquilados.

4)- O batismo é conferido, por imersão, somente aos adultos. É símbolo da conversão realizada anteriormente; não é meio eficaz de santificação.


5)- Os adventistas do sétimo dia promovem campanhas em favor da higiene e da saúde do corpo. Chegam a distribuir livros de dietética e revistas de arte culinária ou de higiene. Tais impressos, às vezes, precedem os livros religiosos que os adventistas oferecem; servem, portanto, para abrir caminho ao proselitismo adventista. São banidos a carne de porco, o álcool, o café, o chá, os produtos excitantes, os narcóticos; o regime vegetariano é fortemente recomendado.

6)- O adventista que não se conforma com essas normas é excluído da comunidade; dizem-lhe que não poderá obter a Vida Eterna.

Em síntese: a propaganda adventista é muito marcada por preceitos de higiene e pela notícia insistente de que o fim do mundo está próximo.


Uma avaliação

O adventismo pretende basear suas doutrinas sobre as Escrituras Sagradas, dando, porém, certa ênfase a proposições do Antigo Testamento, proposições estas que o cristianismo elucidou e reformulou.

Tenhamos em vista os seguintes pontos:


1) A tese de que as almas adormecem, pela morte, e se tornam inconscientes na outra vida, equivale à crença judia no cheol, região subterrânea onde se encontrariam inconscientes os bons e os maus (cf. Sl 87, 11-13; Is 38, 18s...). O Novo Testamento, ao contrário, ensina que, logo após a morte, o homem entra na sua sorte definitiva; os bons verão a Deus face a face (cf. Fl 1, 21-23; 2 Cor 5, 6-10; 1 Jo 3, 1-3 ...).

2) O cálculo adventista da data do fim do mundo (1844) se apóia em interpretações fantasistas do Livro de Daniel... Cristo não precisa de 151 anos para fazer o discernimento dos bons e dos maus. O mundo pode durar ainda muitos séculos. O próprio Jesus se recusou a revelar aos apóstolos a data do Juízo Final; apenas quis incutir nos homens vigilância, a fim de que possam, a qualquer momento, receber o Juiz de toda a humanidade (cf. Mt 25, 2; 24, 42.44; Mc 13, 32). Por conseguinte, não é de se crer que a data do juízo Final possa ser deduzida das Escrituras.


3) A crença num reinado milenar de Cristo sobre a terra tem suas raízes na literatura     apocalíptica judaica, tendo sido professada por alguns escritores cristãos. Mas,     sem demora, a Igreja Católica a abandonou, consciente de que não corresponde à    pregação de Cristo.( O que implicaria acreditar em TRÊS VINDAS DE CRISTO) - Com efeito, o texto de Ap 20, 6s, que faz alusão a esse reino     milenar, há de ser lido sob a luz de Jo 5, 25-29 (São João é o autor tanto do quarto              Evangelho como do Apocalipse). Ora, naquela passagem do Evangelho, Jesus fala     de duas ressurreições (cf. vv. 25 e 28-29): a primeira se dá imediatamente (“já     veio ...”); a segunda é futura. Essas duas ressurreições correspondem à ressurreição  primeira e à ressurreição segunda de Ap 20, 5-7. Significam a passagem da morte     para a vida que se dá pelo batismo e pela graça santificante (ressurreição primeira)     e a que ocorrerá no fim dos tempos, quando os corpos ressuscitarão, para que o homem – em corpo e alma – possua a sua sorte eterna (ressurreição segunda).Entre uma e outra ressurreição, existe um intervalo de mil anos, conforme Ap 20, 5-7... O número mil, aqui, designa bonança, vida... E com razão, pois viver em graça é viver desde já a Vida Eterna; é, pois, viver mil anos (segundo o simbolismo dos antigos).



4) Quanto à observação do sábado, notemos: a palavra hebraica “shabbath” significa     sete e repouso, de modo que qualquer sétimo dia (na seqüência dos dias do ano)     consagrado ao repouso é sábado. Os cristãos deslocaram, de um dia, a observância     do repouso ou do sétimo dia, porque foi no dia posterior ao sábado – ou no     domingo – que o Senhor Jesus ressuscitou dos mortos, apresentando ao mundo a     nova criatura. Observemos que esse deslocamento se deve aos próprios apóstolos,     como atestam 1 Cor 16, 2; At 20, 7 e Ap 1, 10. O próprio Deus, colocando a     ressurreição de Cristo no dia seguinte ao sábado, deu a entender que o dia do   Senhor, por excelência, ou o sábado dos cristãos, deveria ser deslocado de um dia.


5) A proibição de certos alimentos também é vestígio do Antigo Testamento,ultrapassado pelos textos do Novo Testamento. Estes recomendam sobriedade e mortificação, mas já não proíbem os alimentos que a Lei de Moisés, por motivos     de higiene e de pureza ritual, prescrevia. Diz, por exemplo, o Senhor Jesus: “Não     percebeis que tudo quanto entra de fora no homem não o pode tornar impuro,     porque não penetra no coração...?” (Mc 7, 18s). São Paulo, por sua vez, escreve: Alguns impostores proíbem o uso de alimentos que o Senhor criou para que, com   ação de graças, participem deles os fiéis e aqueles que conhecem a verdade.    Porque tudo o que Deus criou é bom e não é para desprezar, contanto que se tome    com ação de graças, pois é santificado pela Palavra de Deus e pela oração” ( 1 Tm 4, 2-5).

  
Vemos, pois, quanto os adventistas estão longe de representar o autêntico cristianismo.

Por isto exortamos aos verdadeiros católicos a perseverarem na única e verdadeira Igreja fundada por Cristo e entregue a Pedro (Mateus 16,18), que é a coluna e o sustentáculo da verdade (I TIM.3,15).

Quanto aos covardes que a abandonam, está escrito:

1Jo 2,19 - "Eles Saíram do nosso meio, mas não eram dos nossos; pois, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco. Mas, [saíram] para que se mostrasse que nem todos são dos nossos, nem do número dos eleitos.”



Trecho extraído do livro: “Crenças, religiões, igrejas e seitas: quem são?”, de Dom Estevão Bettencourt

Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 28 Comentário. Deixe o seu!

Anônimo
5 de setembro de 2012 07:59

Mas esse último trecho não é do velho testamento? ou seja também judaíco. Sou católica e fico confusa, pois Deus disse que o céu e a terra passará mais a minha palavra não passará. a questão não é os adventistas e sua doutrina, mas sim a coragem de dizer algo que Deus menciona todo o tempo no velho testamento, e a igreja católica nunca o anulou. Em várias passagens do novo também posso observar a observância do sábado, pois Cristo foi judeu, e se ele quisesse mudar será que não teria falado claramente? Fico em dúvida, pois percebo que o sabádo deva ser guardado e o domingo nos reunirmos para celebrara a eucaristia. (espero que as minhas conclusões não me torne uma herege) Amar a Deus sobre todas as coisas e a o próximo como a ti mesmo, este mandamento não deixa de ser cumprido com a guarda do sábado.
Talvez o melhor seria não julgarmos aqueles que lêm a Bíblia, alguns não querem trocar um mandamento direto, por algumas suposições.

5 de setembro de 2012 08:17

Prezada Católica anônima e cofusa,

Aqui não julgamos pessoas mas doutrinas heréticas e errôneas.

Seu total desconhecimento das escrituras e magistério da Igreja é que a está levando a esta confusão, O próprio Cristo condenou o ritualismo do sábado foi condenado por Cristo e ultrapassado pelos apóstolos, veja só o que disse Cristo:

O SÁBADO FOI FEITO PARA O HOMEM E NÃO O HOMEM PARA O SÁBADO – ( Marcos 2,27)


1)-É completamente falso que foram os cristãos de Roma que, para agradar aos romanos pagãos, teriam adotado o dia do sol, o domingo, como dia dedicado ao culto.

2)-Cristo ressuscitou no Domingo, os Apóstolos e discípulos reuniam-se no Domingo, e, portanto, o Domingo obedece o preceito divino e aperfeiçoa sua obediência ao separar a Antiga Aliança (preparatória) da Nova Aliança selada por Cristo, e por consagrar a Deus não o último, mas o primeiro dia da semana.

3)-Se o você ler bem o texto dos Atos dos Apóstolos, verá que lá está escrito que os cristãos se reuniam no primeiro dia da semana:

"No primeiro dia da semana, tendo-nos nós reunidos para a fração do pão”(Atos 20, 7).

E São Paulo, escreveu: "No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte e junte o que lhe parecer..." (I Cor.16, 2).

E no Apocalipse, diz São João:"Um dia de domingo, fui arrebatado" (Apocal. I, 10).

4)-São João morreu nos anos 90. Santo Inácio de Antioquia, no ano 107, diz aos cristãos de seu tempo que "de nenhuma maneira os cristãos devem sabatizar". São Justino, no ano 152, diz que os cristãos festejavam o primeiro dia da semana e não o sábado. (Apologia). E Tertuliano, lá pelo ano 200, diz que os cristãos festejavam o dia da Ressurreição de Cristo, que foi no domingo.


5)-A Didaché, que é um dos documentos mais antigos da era cristã diz:

"No dia do Senhor (no domingo) reuni-vos todos juntos para a fração do pão E dai graças (oferecendo a Eucaristia) depois de confessar os vossos pecados para que vosso sacrifício seja puro" (Didaché, XIV).

6)-E o historiador romano Plínio, em carta ao imperador Trajano, no ano 96, escreveu: "Os cristãos tem um dia fixo para reunir-se e louvar o seu Deus".


Já no Antigo Testamento mesmo, em que se considera como dia do descanso às vezes o PRIMEIRO, às vezes o OITAVO DIA !!!???!!!

Veja Levítico 23, 36 sobre a festa da Expiação: Deus reserva o oitavo, e não o sétimo dia ao descanso:

"E durante sete dias oferecereis holocaustos ao Senhor; o dia OITAVO será também soleníssimo e santíssimo, e oferecereis um holocausto ao Senhor, PORQUE É DIA DE AJUNTAMENTO E ASSEMBLÉIA...”

7)Aliás, todo o trecho que vai do versículo 23 até o final do capítulo (XXIII), mostra que o dia santificado é ora o primeiro, ora o oitavo, mostrando que o espírito da lei (descanso e santificação) não se prende ao nome do dia (sábado).

O FILHO DO HOMEM É Sr. DO SÁBADO – E O SÁBADO FOI FEITO PARA O HOMEM E NÃO O HOMEM PARA O SÁBADO – ( Marcos 2,27)

COM RELAÇÃO AOS PROTESTANTES - 1Jo 2,19 - "Eles Saíram do nosso meio, mas não eram dos nossos; pois, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco. Mas, [saíram] para que se mostrasse que nem todos são dos nossos, nem do número dos eleitos.

Sugiro vc fazer um curso de FB da Comunidade Católica Shalom

Anônimo
5 de setembro de 2012 08:39

Esta ai nunca foi católica nem aqui e nem em lugar algum, não passa de uma protestante incubada querendo se passar por sabida.

Anderson Leitão - Paraiba

8 de outubro de 2012 00:48

NA VERDADE, EXISTE FALSIDADES NESTAS AFIRMAÇÕES,POIS OS MANDAMENTOS NÃO PODEM SER ANULADOS S.MATEUS 5:18-19. o MESSIAS NÃO VEIO MUDAR A LEI, E SIM OFERECER A SUA VIDA COMO CORDEIRO.ELE MORREU POR OCASIÃO DA PASCOA,E O CaLENDArio era lunar o calendario biblico, no dia 14 de nisan,era a preparação, e no dia 15 era a primeiro dia dos pães asmos, (sem fermento)leia lucas cap 13:10, e veras que ele foi traido no 3 dia a noite , e no 4 dia fora morto, e o 5 dia fora o primeiro dia dos paes asmos(paes sem fermento)portanto 5 feira foi um shabat nacional(feriado,)em lembranca da libertação do egito, e no outro shabat (o shabat do setimo dia) ele ressuscitou, segundo são mateus cap 28:verso 1, e no primeiro dia apareceu para mirian,conforme prova s.lucas cap 24:01.la diz no primeiro dia da semana foram elas de madrugada, mas o corpo de jesus não estava la,note:não estava la,portanto esta de que jesus ressuscitou no domingo, e mais uma mentira de roma,a igreja catolica mentem.para forcar que o domingo era guardado, em lembranca da ressurreição.mas isto não e verdade.shalom!!!!!!!!!!!!!

8 de outubro de 2012 02:59

"No primeiro dia da semana, tendo-nos nós reunidos para a fração do pão”(Atos 20, 7).

E São Paulo, escreveu: "No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte e junte o que lhe parecer..." (I Cor.16, 2).

E CATOLICA ARROGANTE DIZ :no Apocalipse, diz São João:"Um dia de domingo, fui arrebatado" (Apocal. I, 10).
DAVID JUDEU DIZ: ELE NÃO DISSE NO DOMINGO,,ALGUMAS VERSOES REZAM NO DIA DO SENHOR.A PROPRIA PALAVRA DOMINGO, JA MOSTRA A FARSA.FORA DADO EM HONRA DO IMPERADOR CUJO NOME SE CHAMAVA FLAVIO CONSTANTINO DOMINGOS, E NÃO TEM LIGAÇÃO ALGUMA COM ESTES TEXTOS,NO DIA DO SENHOR SABDO 7 DIA, E NÃO DOMINGO

8 de outubro de 2012 03:00

CATOLICA ARROGANTE DIZ:4)-São João morreu nos anos 90. Santo Inácio de Antioquia, no ano 107, diz aos cristãos de seu tempo que "de nenhuma maneira os cristãos devem sabatizar". São Justino, no ano 152, diz que os cristãos festejavam o primeiro dia da semana e não o sábado. (Apologia). E Tertuliano, lá pelo ano 200, diz que os cristãos festejavam o dia da Ressurreição de Cristo, que foi no domingo.
DAVID JUDEU DIZ COMPARE A AFIRMAÇÃO DESTA CATOLICA ARROGANTE COM ATOS 16:13 ONDE DIZ :No sabado saimos porta afora para a beira do rio,onde julgavamosa haver lugar de oraçãoe, sentados falavamos as mulhers reunidos.....

8 de outubro de 2012 03:01

CATOLICA ARROGANTE 5)-A Didaché, que é um dos documentos mais antigos da era cristã diz:
DAVID JUDEU DIZ SOBRE TAL AFIRMAÇÃO :FALTA DE CONHECIMENTO ???????????????????????????.SEM BASE ALGUMA

8 de outubro de 2012 03:02

CATOLICA ARROGANTE DIZ"No dia do Senhor (no domingo) reuni-vos todos juntos para a fração do pão E dai graças (oferecendo a Eucaristia) depois de confessar os vossos pecados para que vosso sacrifício seja puro" (Didaché, XIV).Compare com atos 16:13.
DAVID JUDEU No sabado saimos porta afora para a beira do rio,onde julgavamosa haver lugar de oraçãoe, sentados falavamos as mulhers reunidos.....

CATOLICA ARROGANTE 6)-E o historiador romano Plínio, em carta ao imperador Trajano, no ano 96, escreveu: "Os cristãos tem um dia fixo para reunir-se e louvar o seu Deus".Já no Antigo Testamento mesmo, em que se considera como dia do descanso às vezes o PRIMEIRO, às vezes o OITAVO DIA !!!???!!!

8 de outubro de 2012 03:03

DAVID JUDEU DIZ: Depende,pois o calendario biblico era lunar, e o primeiro dia da festa comecando no dia 15,mais precisamente, a primeira lua cheia depois de 21 de marco.poderia cair 2 feira 5 feira, enfim depende da lua, Diferente do setimo dia , que é um dia fixo, o 7 dia da semana,que comecava no domingo", e termminava com o 7 dia ,chamado de shabat "sabado, e não domingo,que é primeiro dia Veja Levítico 23, 36 sobre a festa da Expiação: Deus reserva o oitavo, e não o sétimo dia ao descanso:

DAVID ( JUDEU RESPONDE) :MAIS uma vez apelo para o contexto, esta passagem não tem nada a ver com o setimo dia(sabado, mas trata-se de uma festa que segundo o calendario biblico, era lunar e comecava no dia 15, que poderia ser 3 feira ou 4 feira, e o oitavo dia , podia ser tambem 2 feira 3 feira, dependendo da lua. MAS O SETIMO DIA E UM DIA FIXO .ESTA CATOLICA NÃO TEM CONHECIMENTO E LEVAM OS OUTROS AO ERRO

8 de outubro de 2012 03:05

"E durante sete dias oferecereis holocaustos ao Senhor; o dia OITAVO será também soleníssimo e santíssimo, e oferecereis um holocausto ao Senhor, PORQUE É DIA DE AJUNTAMENTO E ASSEMBLÉIA...
7)CATOLICA ARROGANTE DIZ: Aliás, todo o trecho que vai do versículo 23 até o final do capítulo (XXIII), mostra que o dia santificado é ora o primeiro, ora o oitavo, mostrando que o espírito da lei (descanso e santificação) não se prende ao nome do dia (sábado).
DAVID JUDEU RESPONDE:MAIS uma vez apelo par o contexto, estea passagem não tem nad a ver com o setimo dia(sabado, mas trata-se de uma festa que segundo o calendario biblico, era lunar e comecava no dia 15, que poderia ser 3 feira ou 4 feira, e o oitavo dia , podia ser tambem 2 feira 3 feira, dependendo da lua. MAS O SETIMO DIA E UM DIA FIXO .ESTA CATOLICA NÃO TEM CONHECIMENTO E LEVAM OS OUTROS AO ERRO
CATOLICA ARROGANTE DIZ O FILHO DO HOMEM É Sr. DO SÁBADO – E O SÁBADO FOI FEITO PARA O HOMEM E NÃO O HOMEM PARA O SÁBADO – ( Marcos 2,27).
DAVID JUDEU DIZ: Depende do contexto,pois o homem não para de crescer, e nem as plantas por que é sabado,mas o hoMem deve guardar, como memorial da criação.foi dado como benção....NÃO DEVEMOS ENCHER DE REGRAS, ESTE DIA,SDEM EXCESSOS, MAS DEVEMOS RESPEITAR,E NUNCA DESPREZAR O 7 DIA(SABADO)

COM RELAÇÃO AOS PROTESTANTES - 1Jo 2,19 - "Eles Saíram do nosso meio, mas não eram dos nossos; pois, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco. Mas, [saíram] para que se mostrasse que nem todos são dos nossos, nem do número dos eleitos.

DAVID JUDEU diz:Isto não tem fundamento , pois no tempo apostolico,os primeiros servos do Eterno pai, não eram conhecidos como cristãos, e vivam juntos leia Atos cap 2:Estavam todos juntos no mesmo lugar....

CATOLICA ARROGANTE DIZ Sugiro vc fazer um curso de FB da Comunidade Católica Shalom.
DAVID JUDEU diz: Sugiro voce a estudar e conhecer melhor a lingua hebraica, para entender o real sentido do texto,proucure uma comunidade judaica,ou visite o blog leitorah.blogspot.com

Anônimo
8 de outubro de 2012 10:13

Prezado David Judeu,

Nós Cristãos, já vivemos na antiga aliança da lei e sacrifícios de animais para Salvação e remissão dos nosso pecados como vc ainda estão presos a este legalismo hipócrita e condenado por Cristo. Vivemos na nova aliança da graça inaugurada por Cristo e seu sacrifício redentor.

Cristo disse: O sabado foi feito para o homem e não o homem para o sábado e ponto final nesta sua confusão que não leva a nada, converta-se.


Shalom !!!

Anônimo
8 de outubro de 2012 10:33

Quanto à observação do sábado, notemos: a palavra hebraica “shabbath” significa sete e repouso, de modo que qualquer sétimo dia (na seqüência dos dias do ano) consagrado ao repouso é sábado. Os cristãos deslocaram, de um dia, a observância do repouso ou do sétimo dia, porque foi no dia posterior ao sábado – ou no domingo – que o Senhor Jesus ressuscitou dos mortos, apresentando ao mundo a nova criatura. Observemos que esse deslocamento se deve aos próprios apóstolos, como atestam 1 Cor 16, 2; At 20, 7 e Ap 1, 10.

O próprio Deus, colocando a ressurreição de Cristo no dia seguinte ao sábado, deu a entender que o dia do Senhor, por excelência, ou o sábado dos cristãos, deveria ser deslocado de um dia.

Vemos, pois, quanto os adventistas estão longe de representar o autêntico cristianismo.

Por isto exortamos aos verdadeiros católicos a perseverarem na única e verdadeira Igreja fundada por Cristo e entregue a Pedro (Mateus 16,18), que é a coluna e o sustentáculo da verdade (I TIM.3,15).

Quanto aos covardes que a abandonam, está escrito:

1Jo 2,19 - "Eles Saíram do nosso meio, mas não eram dos nossos; pois, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco. Mas, [saíram] para que se mostrasse que nem todos são dos nossos, nem do número dos eleitos.”

Anônimo
12 de fevereiro de 2013 16:40

Prezados,

Ainda não tenho um religião definida, mas acredito muito em Deus. Recentemente assistir um DVD da igreja Adventista do sétimo dia chamado " O grande conflito", na qual destaca alguns pontos em questão das falsas doutrinas e na luta constante que vivemos do bem contra o mal. Alguns pontos gostaria de questionar, pois não tenho muito conhecimento no assunto, mas me deixou extremamente preocupado, caso realmente seja verdadeiro. Vamos lá: Na bíblia, pelo que eu entendi, alguns símbolos das profecias nos passas outros significados como por exemplo: Mulher em profecia é igual a Igreja, água é igual a povos, multidão etc... Bem, em apocalipse 17:1 informa que o diabo usaria um igreja para transformar a verdade em mentira, segue o trecho: "
3 Então o anjo me levou no Espírito para um deserto. Ali vi uma mulher montada numa besta vermelha, que estava coberta de nomes blasfemos e que tinha sete cabeças e dez chifres.
4 A mulher estava vestida de púrpura e vermelho e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas. Segurava um cálice de ouro, cheio de coisas repugnantes e da impureza da sua prostituição.
5 Em sua testa havia esta inscrição: MISTÉRIO:BABILÔNIA, A GRANDE;A MÃE DAS PROSTITUTAS E DAS PRÁTICAS REPUGNANTES DA TERRA.
6 Vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos, o sangue das testemunhas de Jesus. Quando a vi, fiquei muito admirado".
Pelo que eu conseguir entender essa mulher = Igreja é pecadora, pois os” habitantes da terra se embriagaram com o vinho da sua prostituição”, também podemos notar que é um igreja muito rica "A mulher estava vestida de púrpura e vermelho e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas", essa igreja assassinou muitos santos "Vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos, o sangue das testemunhas de Jesus" Essa igreja seria usada por satanas para pisar na verdade, transformando verdade em mentira, as pessoas seriam atraídas, Apoc 18:23. Em apoc 17:9 esclarece qual é essa igreja "Aqui se requer mente sábia. As sete cabeças são sete colinas sobre as quais está sentada a mulher." mas roma não conhecida como cidade das sete colinas? Ou seja, esta igreja esta estabelecida em um lugar geográfico que tem 7 colinas. Outra questão é refente ao 10 mandamentos, na bíblia na igreja católica não consta o 2° mandamento e o 10° foi divido em 2 para compensar o 2, mas na biblia diz que não podemos tirar e nem acrescentar nada, Apoc 22:19. Outra questão, porque a igreja católica tem mais 7 livros? Quero deixar bem claro que não quero julgar a igreja católica, até porque já frequentei varias vezes e fico preocupado com este trecho da bíblia e alguns outros no que se refere que Maria (que tenho um profundo respeito , e acredito que será salva pela sua vida de santidade, mas não acredito que seja mediadora, segundo a bíblia) e aos santos, que também tenho um profundo respeito. Segundo ao pastor Luiz Gonçalves da igreja Aventista do 7° dia, ele já foi católico, mas não continuou devido varias heresias na igreja, mas sei que sempre a os 2 lados da moeda, por isso, gostaria que uma resposta. Quero parabeniza-lo belo blog que bem explicativo e aborda tudo de uma forma bem didática.

Anônimo
12 de fevereiro de 2013 22:48

Prezado Adventista incubado e com vergonha de professar a própria fé,

Apresento cinco Critérios bíblicos para você confirmar QUAL É A VERDADEIRA IGREJA DE CRISTO:



1. Possui unidade – consenso de doutrina e crença (Atos 2:46; Efésios 4:3 e 13)

2. É universal: prega o mesmo evangelho INTEGRAL no mundo todo (Hebreus 12:23; Apocalipse 14:6; Marcos 16:15)


3. Está de acordo com a doutrina dos apóstolos – Apostolicidade (Atos 2:42)


*Pergunta: Teologia da Prosperidade e Dizimolatria é bíblico ?

4. NÃO É POPULAR NEM DEMOCRÁTICA, MAS TEOCRÁTICA, e não está interessada em agradar e fazer a vontade dos homens, mas a de Deus(Apocalipse 12:17; Romanos 9:27; Lucas 12:32)


5. Ensina a salvação pela fé em Jesus Cristo, acompanhada da BOAS OBRAS: Mateus 25,35


Analise e veja em qual Igreja você encontrará estes 5 pontos em um só lugar ?

Observação final: Não fiquem espantados com a saída de falsos católicos e a diminuição meramente estatística dos números de não fieis, pois os fieis permanecem, saem os infiéis que nem influem nem contribuem para a propagação da Igreja e do Evangelho da Salvação e da Glória de Deus e de sua Santa Igreja,diga-se de passagem. E tudo isto por três motivos:

a)- Quando Jesus vier buscar a sua igreja ele não irá levar a maioria, pois será salvo apenas um resto como está profetizado em Romanos 9,27


b)- 1Jo 2,19 - "Eles Saíram do nosso meio, mas não eram dos nossos; pois, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco. Mas, [saíram] para que se mostrasse que nem todos são dos nossos, nem do número dos eleitos.

c)- A Igreja não está preocupada em IBOP, ou ser maioria pois está escrito:

“Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela. E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem...”(Mateus 7:13-14)

Analise e veja em qual Igreja você encontrará todos estes critérios em uma só Igreja ?


“Pregando a Verdade e confirmando os irmãos na verdadeira fé, com a graça de Deus construo Catedrais nas almas para que nelas possam habitar o Espírito Santo de Deus” ( Pierry de Craon).

O Jesus dos Evangelhos, realmente não é o Jesus dos "evangélicos"

Anônimo
13 de fevereiro de 2013 00:01

Caro dono do blog,

Em primeiro lugar não sou adventista incubado e muito menos com vergonha de professar minha fé, apenas queria uma resposta sobre este trecho da bíblia, mas sinceramente fiquei surpreso pela sua resposta totalmente equivocado ao dizer que sou adventista. Quero destacar novamente que não tenho um religião, mas respeito todas, e por este motivo, queria uma explicação de uma pessoa estudada sobre o assunto, alias vc não respondeu a minha pergunta. Concordo com vc em vários aspectos sobre as religiões protestantes, na qual frequentei por algum tempo, porém sai devido a alguns exageros que não tem na bíblia. Caro irmão, vamos ser sinceros, todas as religiões, sem exceção, comentem muitos erros no que desrespeito a palavra, mas acredito que a uma só fé, apenas uma igreja, porém até hoje não encontrei. Sou Cristão, pois acredito em Deus.
Att,
Rogério

Anônimo
13 de fevereiro de 2013 13:56

Prezado Rogério o protestante sem Igreja e sem religião e que “por enquanto” ainda acredita em Deus,

Não sou dono do blog não sei de onde vc tirou esta conclusão, mas apenas um assíduo frequentador.

Vou tentar responder suas dúvidas:

1)- Assim vc propõe sua primeira missiva: “Vamos lá: Na bíblia, pelo que eu entendi, alguns símbolos das profecias nos passas outros significados como por exemplo: Mulher em profecia é igual a Igreja, água é igual a povos, multidão etc... Bem, em apocalipse 17:1 informa que o diabo usaria um igreja para transformar a verdade em mentira, segue o trecho: "Então o anjo me levou no Espírito para um deserto. Ali vi uma mulher montada numa besta vermelha, que estava coberta de nomes blasfemos e que tinha sete cabeças e dez chifres...”

RESPOSTA CATÓLICA:Sua chave de leitura e sua hermenêutica é protestante, mas é compreensível porque vc é oriundo de um meio Protestante.Lamento informar-lhe que na Teologia Mulher e água tem outros significados- Por exemplo: Cristo ao tratar Maria sempre por mulher não estava querendo menospreza-la e nem negar sua maternidade divina, pois Ele sabe que devemos honrar pai e mãe concorda ? Nem quis dizer que ela é a Igreja, mas A NOVA EVA, ou seja aquela que ao contrário da primeira Eva foi obediente , feliz e bem aventurada por que creu(Lucas 1,45-48)- Com relação a água não significa apenas povos: Mas regeneração pelo batismo, unção pois quando a lança transpassou Cristo saiu sangue a água, Cristo disse também: E do seu seio brotarão rios de água viva...teria outros exemplos , mas por enquanto estes bastam para o decepcioná-lo.Apoc 17,1 se vc leu direito não fala nada disto que vc já se antecipou em erroneamente interpretar de forma pessoal contradizendo as escrituras que diz: Nenhuma profecia é de interpretação particular (II Ped.1,20) trata apenas da sentença imposta à Grande prostituta( O império Romano perseguidor dos Cristãos incluindo OS CATÓLICOS ROMANOS que estavam em Roma a NOVA BABILÔNIA e não a própria Igreja nascente tão elogiada por Paulo na Carta aos Cristãos de Roma).

2)- Assim vc propõe sua segunda missiva: Pelo que eu conseguir entender essa mulher = Igreja é pecadora, pois os” habitantes da terra se embriagaram com o vinho da sua prostituição”, também podemos notar que é um igreja muito rica "A mulher estava vestida de púrpura e vermelho e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas", essa igreja assassinou muitos santos "Vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos, o sangue das testemunhas de Jesus" Essa igreja seria usada por satanas para pisar na verdade, transformando verdade em mentira, as pessoas seriam atraídas, Apoc 18:23. Em apoc 17:9 esclarece qual é essa igreja "Aqui se requer mente sábia....

RESPOSTA CATÓLICA:Esta é mais fácil de responder, pois vc novamente está indo contra as escrituras (II Ped.1,20) dando sua interpretação pessoal ou a de seu antigo pastor da seita a qual vc pertencia e assim torna-se papagaio de pastor, prefiro ficar com a tradição dos primeiros Cristãos. Vamos a questão: Era costume dos imperadores Romanos usarem a púrpura, é tanto que na flagelação de Cristo os soldados colocaram uma veste de purpura (vermelha) nele,o coroaram com espinhos e o aclamaram Rei.E com relação às suas passagens, como já disse elas se referem a Roma a capital do império Romano perseguidor dos Cristãos, e entre estes perseguidos a própria Igreja Romana que estava na BABILÔNIA (Roma conf.I Pd 5,13))e que Paulo escreveu a sua mais bela carta para nós os CATÓLICOS ROMANOS.Detalhe: O Vaticano fica sobre a colina Vaticana - donde seu nome - situando-se à oeste do Tibre; as sete colinas citadas por você estão a Leste do rio, conforme vc pode conferir em qualquer mapa de Roma pela internet.

Continua caro Rogério...

Anônimo
13 de fevereiro de 2013 13:57

3)-Assim vc propõe a sua terceira missiva: As sete cabeças são sete colinas sobre as quais está sentada a mulher." mas roma não conhecida como cidade das sete colinas? Ou seja, esta igreja esta estabelecida em um lugar geográfico que tem 7 colinas. Outra questão é refente ao 10 mandamentos, na bíblia na igreja católica não consta o 2° mandamento e o 10° foi divido em 2 para compensar o 2, mas na biblia diz que não podemos tirar e nem acrescentar nada, Apoc 22:19.
RESPOSTA CATÓLICA: A primeira parte desta sua missiva já foi respondida na anterior – Com relação aos 10 mandamentos a Igreja não mudou nada(Nem autoridade para isto temos), mas apenas ordenou de forma pedagógica sem alterar o conteúdo, para melhor entender, pois como está nas escrituras fica difícil de DECORAR.

4)- E por fim eis a sua última missiva, a qual terei todo prazer em elucidar: - Você diz: Outra questão, porque a igreja católica tem mais 7 livros? Quero deixar bem claro que não quero julgar a igreja católica, até porque já frequentei varias vezes e fico preocupado com este trecho da bíblia e alguns outros no que se refere que Maria (que tenho um profundo respeito , e acredito que será salva pela sua vida de santidade, mas não acredito que seja mediadora, segundo a bíblia) e aos santos, que também tenho um profundo respeito. Segundo ao pastor Luiz Gonçalves da igreja Aventista do 7° dia, ele já foi católico, mas não continuou devido varias heresias na igreja, mas sei que sempre a os 2 lados da moeda, por isso, gostaria que uma resposta. Quero parabeniza-lo belo blog que bem explicativo e aborda tudo de uma forma bem didática.

RESPOSTA CATÓLICA: Vc fez bem ao citar Apc 22,19 – Repito aqui para RESFRESCAR SUA MEMÓRIA CAUTERIZADA por anos no protestantismo ouvindo pastores fanáticos e cheios de ódio à única Igreja fundada por Cristo (Conf. Mateus 16,18): NÃO TIRAR E NEM ACRESCENTAR, vc destacou apenas o acrescentar menosprezando o TIRAR A Igreja Católica sempre usou e como os primeiros Cristãos sempre usaram a SEPTUAGINTA ( A bíblia dos Setenta) que contem todos aos atuais livros. Foi seu fundador o herege Lutero que RETIOU sete livros que o incomodavam e se pudesse ele ainda teria tirado mais como a carta aos Hebreus ( que defende o sacerdócio) e a carta a Tiago que diz que a fés em obras é fé morta.... Lutero o fundador de sua religião dizia que Estas cartas eram cartas de palha e ele se julgava acima das escrituras.

Quem está com a verdade agora ?

Reflita nisto e volte para a única Igreja de Cristo, pois se uma casa está com goteiras a solução não é abandonar a casa caro Rogério, mas concertar o telhado e evite cair em predestinação a quem abandona a Igreja fundada sobre Pedro:
1Jo 2,19 - "Eles Saíram do nosso meio, mas não eram dos nossos; pois, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco. Mas, [saíram] para que se mostrasse que nem todos são dos nossos, nem do número dos eleitos.

Anderson – São Paulo

Anônimo
14 de fevereiro de 2013 00:27

Caro Anderson,

Agradeço pelo esclarecimento, mas ainda tenho algumas dúvidas. Porque a Igreja Católica da à Maria (Que tenho um profundo respeito) papel de mediadora? sendo que em I A Timóteo 2:5 diz que que há um só mediador que é Jesus. Quando era criança, sempre me foi ensinado que devemos pedir tudo em nome de Jesus para que Deus possa perdoar nossos pecados, não estou tirando o mérito de Maria e dos Santos que tiveram uma vida de exemplo a ser seguido, contudo não consigo encontrar na bíblia a passagem que diz que Maria e os Santos podem exercer a função de mediador. Hoje em dia, varias pessoas se prostram diante de uma imagem fazendo pedidos ou agradecendo por curas, milagres, etc... Porque a igreja católica não ensina que não devemos nos prostrar diante de imagem alguma, eu até concordo em guardar imagem com exemplo de santidade é valido, mas em hipótese alguma podemos tirar a Gloria do nosso senhor Jesus para dar aos Santos e à Maria. Na bíblia em apocalipse 19:10 nem mesmo João diante de um anjo se prostrou para adora-lo, pois o próprio anjo disse para adorar a Deus. Outro fato que quero salientar, me perdoa minha ignorância, mas ouvir falar que Maria já estaria no Céu. Como assim? Todos estão aguardando ainda o juízo, certo. Outro fato interessante é que há mais igrejas com homenagens a santos e a Maria do que com próprio Senhor Jesus que morreu por amor a todos nós. Vc acha isso Justo? Caro Anderson, estou fazendo todas essas indagações, pois minha família é toda evangélica, ou pelo menos a maioria, mas estive um tempo na Igreja Católica e me sentir muito bem, posso até dizer que sentir a presença do espirito santo; porém sai da igreja não por pressão da minha família mas o momento que estava passando em minha vida acabou me afastando. O tempo passou e entrei em uma forte depressão, meu irmão estava frequentando uma igreja evangélica e me convidou, após algum tempo comecei a frequentar e quase cheguei ao batismo, mas não fiquei por encontrar alguns erros a meu ver com a doutrina. Quero deixar bem claro Anderson que não sou “adventista incubado” ou “com vergonha de professar a minha fé” que vc disse com certa ironia, apenas quero buscar a verdade, João 8:32. As vezes penso que deveríamos reunir todas as igrejas cristã (Católica, ortodoxa e protestante) entrar em um consenso a formar um só rebanho. Uma coisa tenho que concordar não é possível que exista mais de 10000 denominações evangélicas, visto que apenas uma igreja é a verdadeira, fora os Testemunhas de Jeová que também diz ser a única igreja cristã verdadeira. Agradeço pelas dúvidas esclarecidas e tenho certeza que o espirito santo irá que guiar para a verdade. Forte Abraço!

Att,
Rogério

Anônimo
14 de fevereiro de 2013 20:52

Caro Rogério respondendo as suas missivas:

1)- Primeira missiva:Porque a Igreja Católica da à Maria (Que tenho um profundo respeito) papel de mediadora? sendo que em I A Timóteo 2:5 diz que que há um só mediador que é Jesus. Quando era criança, sempre me foi ensinado que devemos pedir tudo em nome de Jesus para que Deus possa perdoar nossos pecados, não estou tirando o mérito de Maria e dos Santos que tiveram uma vida de exemplo a ser seguido, contudo não consigo encontrar na bíblia a passagem que diz que Maria e os Santos podem exercer a função de mediador.
RESPOSTA CATÓLICA: Caro Rogério, espero que realmente esteja em busca da verdade,e esteja sendo honesto, pois a maioria dos protestantes que tem aparecido por aqui são extremamente irônicos( E possa ser que eu esteja errado, mas senti um certa ironia em suas missivas também), e têm apenas tentado nos doutrinar. Vamos às sua dúvidas: Você está confundindo intercessão com mediação, que são duas coisas totalmente diferentes. Há um só mediador: Jesus Cristo, porém intercessores temos vários (Mediar= Advogar e Interceder=Suplicar, pedir em favor de). Ora a própria escritura nos aconselha a orar e interceder uns pelos outros caro Rogério,confira em: At 12,5; Rm 15,30; 2Cor 13,7; Ef 6,18; Cl 4,3; 1Ts 5,25; 2Ts 3,1; Hb 13,18; Tg 5,16. Se a intercessão for negada e dada somente a Cristo, então não podemos mais pedir orações à Igreja nem aos irmãos e nem rezar, orar e ou, interceder uns pelos outros concorda ?. Maria e os Santos não são mediadores, em nenhum documento ou pronunciamento da Igreja diz que os Santos são MEDIADORES , mas apenas intercessores. Se diz que maria é medianeira (Não Midiadora), mas é junto ao seu filho Jesus como ela fez nas bodas de Caná, onde Cristo a pedido dela antecipou a sua hora.


2)- Segunda missiva: Hoje em dia, varias pessoas se prostram diante de uma imagem fazendo pedidos ou agradecendo por curas, milagres, etc... Porque a igreja católica não ensina que não devemos nos prostrar diante de imagem alguma, eu até concordo em guardar imagem com exemplo de santidade é valido, mas em hipótese alguma podemos tirar a Gloria do nosso senhor Jesus para dar aos Santos e à Maria. Na bíblia em apocalipse 19:10 nem mesmo João diante de um anjo se prostrou para adora-lo, pois o próprio anjo disse para adorar a Deus.
RESPOSTA CATÓLICA: Rogério e preciso que se esclareça que um Católico ao ajoelhar-se diante de uma imagem de Cristo, ou de um santo, não está em adoração à imagem, mas em oração a Deus pedindo a intercessão e auxílio do Santo Canonizado que já se encontra reconhecidamente a direita de Deus (Conf.Apoc. 3,21), o qual pode interceder com grande poder sim, pois foi dado pelo próprio Deus esta prerrogativa(Conf.Apoc. 2,26-29), e não diretamente à imagem em si, que não tem poder algum.Ora, os próprios protestantes ajoelham-se também diante da representação da Arca da Aliança, da Cruz sem Cristo (Como saber se é a de Cristo ou do mal ladrão ?),do Candelabro de 7 braços e diante da bíblia, que tem personagem não Cristãos, entre eles o próprio diabo.Podemos dizer com isto que estão adorando indiretamente ao diabo ao se ajoelharem diante da bíblia que apesar de ser a palavra de Deus, não passa de papel e letras e desta forma a idolatria do livro (bibiolatria=Adoração do livro)?Se a resposta é não Rogério, o mesmo princípio vale para as representações dos Católicos também , concorda ?

Continua...

Anônimo
14 de fevereiro de 2013 20:53

Continuando a responder caro Rogério:

3)- Terceira Missiva:Outro fato que quero salientar, me perdoa minha ignorância, mas ouvir falar que Maria já estaria no Céu. Como assim? Todos estão aguardando ainda o juízo, certo.
RESPOSTA CATÓLICA: Errado caro Rogério,pois segundo as escrituras somos rodeados por uma multidão de Santos: Hb 12,1. Caro Rogério o próprio Cristo disse que o nosso Deus não é o Deus dos mortos, mas dos vivos: Mc 12,26-27. Os santos estão unidos com Deus: 1Cor 13,12; 1Jo 3,2. Também Lot intercedeu por Segor (Gen 19, 21).E o próprio Deus disse a Abimelec:"Agora, pois, entrega a mulher a seu marido, porque ele [Abraão] é profeta; e rogará por ti e tu viverás" (Gen 20, 7).Caro Rogério Será que não tem nenhum Santo com Jesus ? Veja o que dizem as escrituras: Apoc.3,21: “Ao vencedor farei sentar-se comigo no meu trono, como também eu venci e estou sentado com meu Pai no seu trono. “ Existem mais provas bíblicas Rogério, mas por enquanto creio que estas são suficientes. Em Apoc 12 diz que a mulher que deu luz a um filho varão que governará para sempre o Mundo(Jesus) foi arrebatada por um tempo e a metade de um tempo.






4)-Quarta Missiva:Outro fato interessante é que há mais igrejas com homenagens a santos e a Maria do que com próprio Senhor Jesus que morreu por amor a todos nós. Vc acha isso Justo?
RESPOSTA CATÓLICA: Totalmente justo caro Rogério,pois eles são fieis seguidores de Cristo e devemos imitar sim o exemplo dos santos pois é a própria escritura que nos aconselha através de Paulo: Sede meus imitadores como eu sou de Cristo. Caro Rogério lhe pergunto: Deus não divide sua glória com ninguém: (Is 42,8) – SERÁ MESMO ?Quem nunca viu um protestante soltando este versiculo como se Deus não honrasse seus santos?Em hebraico:אֲנִי יְהוָה הוּא שְׁמִי וּכְבוֹדִי לְאַחֵר לֹא־אֶתֵּן וּתְהִלָּתִי לַפְּסִילִים ׃Tradução :“Eu sou o Senhor e no meu nome está a minha honra e não a darei a ídolos (לַפְּסִילִים).”Caro Rogério,deixo em parenteses a palavra idolos para que vejam que a tradução protestante não corresponde com os originais em hebraico onde nunca aparece como imagens.Superado esta fase mostraremos que esta honra não se da a falsos deuses(idolos) mas aos santos que a recebem por parte de Cristo.AFINAL CARO ROGÉRIO O QUE DIZ A BÍBLIA SOBRE DEUS DAR OU NÃO SUA GLÓRIA A OUTROS ?1)-“Eu lhes dei a glória que me deste” (Jo 17,22)
2)-“Deus concede graça e glória“ (Salmo 84,11) ou (Salmo 83,12);
3)-“O que… Deus preparou para nossa glória“ (1 Cor 2,7);
4)-“Os que chamou, também os justificou, e os que justificou, também os glorificou“ (Rm 8,30);
5)- “Vi outro Anjo descendo do céu, tinha um grande poder e a terra ficou iluminada com a sua glória” (Ap 18,1);
6)-”Eu lhes dei a glória que me deste” (Jo 17,22);
7)-“Glória, honra e paz para todo aquele que pratica o bem” (Rm 2,10).
O pior Cego é o que não quer ver, concorda Rogério ? É o pecado de Satanás: O pecado do orgulho que sabe que Deus é a verdade, mas prefere a mentira.Prezado Rogério,quando enaltecemos uma obra, a glória é recebida pelo seu autor. Quando admiramos e elogiamos o quadro “Monalisa”, estamos elogiando o autor dele, Leonardo da Vinci.Quando homenageamos (veneramos) os santos, não estamos dividindo glória alguma, mas estamos glorificando a Deus, pois a santificação é obra d'Ele: “EU SOU o Senhor que vos santifico.”(Ex 31,13; Lv 20,8; 21,8; 21,15; 21,23) !

Continua...

Anônimo
14 de fevereiro de 2013 20:54

Continuação Rogério:


5)- Quinta Missiva: Caro Anderson, estou fazendo todas essas indagações, pois minha família é toda evangélica, ou pelo menos a maioria, mas estive um tempo na Igreja Católica e me sentir muito bem, posso até dizer que sentir a presença do espirito santo; porém sai da igreja não por pressão da minha família mas o momento que estava passando em minha vida acabou me afastando. O tempo passou e entrei em uma forte depressão, meu irmão estava frequentando uma igreja evangélica e me convidou, após algum tempo comecei a frequentar e quase cheguei ao batismo, mas não fiquei por encontrar alguns erros a meu ver com a doutrina. Quero deixar bem claro Anderson que não sou “adventista incubado” ou “com vergonha de professar a minha fé” que vc disse com certa ironia, apenas quero buscar a verdade, João 8:32.


MINHA RESPOSTA PESSOAL: Não estamos no mundo para agradar os homens mas a Deus Rogério, seja um bom Católico e sem vergonha de mostrar sua fé e suas fraquezas e mostre a sua família que ser Católico é a maior graça de Deus.

Anônimo
14 de fevereiro de 2013 20:56

Finalizando a resposta a suas missivas Rogério:

6)- Sexta Missiva:As vezes penso que deveríamos reunir todas as igrejas cristã (Católica, ortodoxa e protestante) entrar em um consenso a formar um só rebanho. Uma coisa tenho que concordar não é possível que exista mais de 10000 denominações evangélicas, visto que apenas uma igreja é a verdadeira, fora os Testemunhas de Jeová que também diz ser a única igreja cristã verdadeira. Agradeço pelas dúvidas esclarecidas e tenho certeza que o espirito santo irá que guiar para a verdade.
RESPOSTA CATÓLICA:Prezado Rogério, faço-lhe uma pergunta e vou tentar responder com sinceridade: É possível esperar União e entendimento entre Católicos e Protestantes ? Respondo-lhe A União é impossível !!!Seria o mesmo que misturar água suja no vaso de água limpa de sua mesa, para depois beber essa água impura.Será conveniente, justo e correto unir mentira e verdade? Claro que não.Entretanto Rogério, é isso que o SINCRÉTICO e PSEUDO ECUMÊNISMO com seus seguidores preconizam: unir a religião verdadeira às falsas. Unir o verdadeiro (MAGISTÉRIO CATÓLICO ) ao herético (o PROTESTANTISMO DE LUTERO) faz tudo se tornar sujo. Portanto,não pode haver nunca esperança de união entre a verdade católica e a mentira protestante.Pergunta São Paulo: "Que união pode haver entre Cristo e Belial?" ( II Cor 6,14-18).A Doutrina protestante é a doutrina de ( Mistura verdades com mentiras): Prega: Ódio a Maria e aos Santos,ao papa e à única Igreja de Cristo(Mateus 16,18), divisão dos Cristãos, teologia da prosperidade,defendem o aborto, uso de camisisnhas,o casamento não é indissolúvel, entre outras heresias demoníacas.Caro Rogério a união entre católicos e protestantes não é um sonho. É um pesadelo infernal.Eles devem antes se converterem, aceitarem a sã doutrina dos apóstolos, que SUBSISTE em sua INTEGRALIDADE unicamente na ICAR ( I Tim 3,15 : Coluna e sustentáculo da verdade) e provarem não só pela fé mas, pelas boas obras e depois unirem-se a nós.Precisam acreditarem na infalibilidade do MAGISTÉRIO PETRINO em virtude do auxílio do Esp. Santo que não erra em virtude da nossa Salvação.O papa é infalível somente quando ensina para toda a Igreja, e não expressando opinião pessoal. Só é infalível usando o poder dado por Cristo a Pedro, ao tratar de Fé e de moral e definindo uma questão que implica questão de Salvação, ou condenação eterna.Precisam parar de pregar TRÊS VINDAS DE CRISTO: Jesus Cristo virá apenas no fim do mundo para julgar os vivos e os mortos. São alguns protestantes que esperam uma segunda vinda de Cristo ANTES DA ÚLTIMA para reinar na terra. Isso não é católico.A Igreja é mãe e mestra, como mestra ensina a verdade, e como mãe está sempre disposta a acolher os filhos que a ela retornam.

“Pregando a Verdade e confirmando os irmãos na verdadeira fé, com a graça de Deus construo Catedrais nas almas para que nelas possam habitar o Espírito Santo de Deus” ( Pierry de Craon).

Junte- se a nós Rogério e Lutemos contra os erros espalhados que corrompem até aos eleitos.

Anderson - São Paulo

Anônimo
14 de fevereiro de 2013 23:22

Caro Anderson,

Muito obrigado pelas dúvidas esclarecidas!
Estou tendo outra visão sobre a igreja católica, tenho certeza que estou próximo de um recomeço.
Anderson, precisava saber mais sobre essas questões, pois já presenciei inúmeras vezes debates entre amigos, familiares, ou até mesmo entre religiosos, na qual os próprios católicos não sabem responder essas perguntas, com isso, na maioria das vezes, se sentem acuados e ficam com a fé abatida e acabam saindo da igreja e procurando outra igreja cristã. Quero saber o máximo possível, pois tenho que ter expertise e saber debater na mesma altura, por isso te faço outras perguntas que costumo ouvir sobre a igreja católica: A doutrina do purgatório é bíblica? É correto orar pelos mortos? Porque confessar com um padre se ele é um "pecador" como todos nós? Caro Anderson, deste já agradeço sua atenção e peço a Deus que abençoe vc e sua família. Forte Abraço!
Att,
Rogério – Juiz de fora – MG

Anônimo
15 de fevereiro de 2013 21:09

Amado irmão em Cristo Rogério,

Muito me alegra que nas minhas limitações tenha servido a vc de canal da Graça para seu retorno a Igreja de Sempre: Una, Santa, católica e apostólica que subsiste na Igreja de Roma, a única que sobreviveu e que as portas do inferno não prevaleceram contra ela.

Sobre o tema do purgatório já tem neste blog uma matéria esclarecedora sobre o tema que sugiro vc da uma olhada, segue o link interno:http://berakash.blogspot.com.br/2010/12/escatologia-e-novissimos-ensinamentos.html

Com relação ao Sacramento da Confissão instituído pelo próprio Cristo e ordenado aos apóstolos, chamado de sacramento da Reconciliação, penitência, ou mais popularmente de confissão.
A Penitência reconcilia o pecador com a comunidade de crentes: 2Cor 2,5-8.
A Reconciliação foi instituída por Cristo e ordenada aos apóstolos: Jo 20,22-23.
A Reconciliação provém de Cristo Rm 5,11; Cl 1,20; Hb 1,3.
Cristo tem o poder de perdoar os pecados: Mt 9,6; Mc 2,10; Lc 5,24; Cl 3,13.
Deus perdoa os pecados: Mc 2,7; Lc 5,21.
Há graus de pecado (mortal e venial): 1Jo 5,16.
Liga/desliga no céu e na terra: Mt 18,18.
Ministério da Reconciliação: 2Cor 5,18.
O perdão é dado através de Cristo: 2Cor 2,10.
O poder de perdoar é delegado por Cristo: Jo 20,23; 2Cor 5,18.
Perdão dos pecados, unção dos enfermos e confissão: Tg 5,14-16.
Reconcilia com Cristo: 2Cor 5,18.
"Se vocês perdoarem os pecados... serão perdoados": Jo 20,22-23.

Amado irmão Rogério,bem vindo de volta à sua casa que está sempre de portas abertas, estou por aqui sempre disponível a responder suas dúvidas. Procure em sua paróquia o sacerdote responsável, de seu testemunho, faça uma boa confissão e procure se engajar em um grupo de oração, se não tiver feito o Seminário de Vida no Espírito Santo faça-o.
Se quiser nos enviar seu testemunho nos envie que teremos a grande honra de publica-lo para a glória de Deus e de sua santa Igreja que prega a verdade imutável de sempre.

Anderson

Anônimo
15 de fevereiro de 2013 21:56

Caro irmão Anderson,

Mais uma vez agradeço pela atenção prestada, tenha certeza que vc faz parte desta minha mudança. Acredito que em breve estarei aqui prestando meu testemunho para honra e gloria do nosso senhor Jesus.
Att,
Rogério José Gonçalves - Juiz de Fora - MG

Anônimo
16 de fevereiro de 2013 00:29

Amado irmão Rogério,

Pelas suas dúvidas sinceras e salutares que irão ajudar a muitos, estamos preparando uma postagem só sobre a ORAÇÃO PELOS MORTOS se é bíblica ou não.

A paz de Cristo e o amor de mãe de Maria esteja com vc

Anderson

13 de fevereiro de 2016 07:31

Vemos então que Deus se enganou ao dar a Lei para os judeus, já que ela não poderia ser cumprida conforme dada ou precisava ser melhorada, achei que um dos atributos de Deus fosse não mudar, pois como Ele conhece o futuro como todo o passado deveria ser perfeito, sem erros. Ainda bem que o Deus que acredito não muda, antigo e novo testamento se harmonizam revelando um Deus de amor que também é justiça. Deus morreu na cruz por que a lei não pode ser mudada, ela é eterna, sempre existiu. Eva pecou (transgrediu a lei I João 3:4) quando deu ouvidos a Satanás em forma de serpente e COBIÇOU ser igual a Deus (10 mandamento Êxodo 20:17) e Adão pecou (transgrediu a lei) quando amou Eva mais que a Deus e para não ficar sem ela resolveu morrer com ela e comeu do fruto. Divisão entre carne impura e pura existe muito antes de Moisés, Deus mandou que Noé colocasse 7 pares dos animais puros e 1 par de animais impuros dentro da arca, porquê? como não haveria vegetação depois do diluvio teriam que se alimentar de carne e se comessem animais impuros? acabariam com aquela espécie. o sábado é um memorial da criação, é o ÚNICO dia na bíblia que é abençoado por Deus (Gênesis 2:3, Isaías 58:13,14), é guardado para que todos e principalmente nós mesmos reconheçamos que Deus fez todas as coisas (Êxodo 20:8-11) e reconheçamos que a bíblia é a palavra de Deus como foi escrita, sem alterar um jota ou til de toda ela (Mateus 5:17, 18)
portanto nos resta concluir que qualquer mudança que houve na bíblia foi pela empáfia de homens que resolveram mudá-la, o que não é de admirar, já que o atual líder prega que a criação como descrita na bíblia não é verdadeira e este é um livro que não deve ser lido literalmente mas interpretado por pessoas de conhecimento, acho que já vi essa história na inquisição...

14 de fevereiro de 2016 23:15

Prezado Fernando da Silva Santos,

Faltou vc especificar claramente a qual ponto da matéria defende a mudança da lei de Deus. Pelo que nós sabemos foi Lutero seu fundador que quis mudar as escrituras retirando 7 livros da Septuaginta, que era a bíblia usada por Cristo e os apóstolos e que contem todos os atuais livros da bíblia católica. Estude um pouco mais e deixe de ser mero papagaio de falsa pastora.

Shalom !!!

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger