A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas no todo ou em parte, não significa necessariamente, a adesão às ideias nelas contidas, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Todas postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores primários, e não representam de maneira alguma, a posição do blog. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo desta página.
Home » » HOJE É DOMINGO! DIA DO SENHOR! – 2º DOMINGO DO TEMPO COMUM (16/01/2022) – Evangelho: João 2, 1-11

HOJE É DOMINGO! DIA DO SENHOR! – 2º DOMINGO DO TEMPO COMUM (16/01/2022) – Evangelho: João 2, 1-11

Written By Beraká - o blog da família on sábado, 15 de janeiro de 2022 | 16:40



 

Salmo Responsorial -  95(96): “Cantai ao Senhor Deus um canto novo,  manifestai os seus prodígios entre os povos!

 

 

 

Anúncio do Evangelho: João 2,1-11

 

 

— Glória a vós, Senhor!

 

 

Reunidos pelo Espírito, que age em nós em vista do bem de todos, somos convidados a tomar parte no banquete da Eucaristia, celebrando o primeiro sinal realizado por Jesus nas bodas de Caná. Sempre atenta e servidora, Maria nos instrui a fazer tudo o que seu Filho disser. Com toda a humanidade, cantemos louvores ao Deus altíssimo.

 

 

 

Aleluia, aleluia, aleluia!

 

 

 

 

“Abriram-se os céus e fez-se ouvir a voz do Pai: Eis meu Filho muito amado; escutai-o!”

 

 

 

 

Naquele tempo, 1houve um casamento em Caná da Galileia. A mãe de Jesus estava presente. 2Também Jesus e seus discípulos tinham sido convidados para o casamento. 3Como o vinho veio a faltar, a mãe de Jesus lhe disse: “Eles não têm mais vinho”. 4Jesus respondeu-lhe: “Mulher, por que dizes isso a mim? Minha hora ainda não chegou”. 5Sua mãe disse aos que estavam servindo: “Fazei o que ele vos disser”. 6Estavam seis talhas de pedra colocadas aí para a purificação que os judeus costumam fazer. Em cada uma delas, cabiam mais ou menos cem litros. 7Jesus disse aos que estavam servindo: “Enchei as talhas de água”. Encheram-nas até a boca. 8Jesus disse: “Agora tirai e levai ao mestre-sala”. E eles levaram. 9O mestre-sala experimentou a água, que se tinha transformado em vinho. Ele não sabia de onde vinha, mas os que estavam servindo sabiam, pois eram eles que tinham tirado a água. 10 O mestre-sala chamou então o noivo e lhe disse: “Todo mundo serve primeiro o vinho melhor e, quando os convidados já estão embriagados, serve o vinho menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora!” 11Este foi o início dos sinais de Jesus. Ele o realizou em Caná da Galileia e manifestou a sua glória, e seus discípulos creram nele.

 

 

 

— Palavra da Salvação!

 

 

 

— Glória a vós, Senhor!

 

 

 

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

 

 

Assim como nas bodas de Caná, o melhor vinho não foi servido no começo, mas no fim, do mesmo modo Deus vai nos preparando para que possamos dar o melhor de nós não na nossa primeira conversão, mas na dolorosa, provada e maturada segunda conversão, e para isto se utiliza de tudo, até de nossos contra-testemunhos para transforma-los em grandes testemunhos, como fez com Pedro e os apóstolos que mesmo tendo experimentado de sua pessoa, ainda disputavam entre si quem seria o maior, e qual seria colocado à sua direita e à sua esquerda, bem como na vida de muitos santos do passado e do presente.O chamado Efeito Borboleta se baseia na ideia de que uma revoada de borboletas na África pode se somar a um número infindável de outros fenômenos e forças, e, assim, gerar um tufão no outro lado da terra, nas águas do Pacifico, por exemplo. O filme “O Efeito Borboleta” mostra que não importando quais sejam as mudanças que possam ser feitas no Passado, isso a fim de se evitar no Presente o que no Ontem foi ruim.O resultado obtido pelas mudanças feitas nesse suposto Passado Alterável, nunca tornam o Presente melhor; ao contrário: tornam-no sempre pior!Assim é que por causa de um trauma de natureza sexual, aquele menino do filme faz tudo o que pode para evitar aquilo que aconteceu como resultado do trauma, pensando que o problema estava no abuso sexual perpetrado contra ele e os amigos, sem saber que a verdadeira química do mal não estava exatamente ali  no ato do abuso ; mas sim naquilo que ele nem suspeitava que pudesse ser errado: o amor adoecido dele pela menina, que, no filme, era gente boa. Desse modo, ele se oferece como “salvador” do passado, voltando a ele por todas as “entradas” possíveis, e sempre constatando que o resultado só tendia a piorar. E é assim para ele (o jovem do filme) até que ele vem a compreender que o mal não estava no que houve, mas na incapacidade dele aceitar o que não pode ser mudado; ou seja: na obstinação dele por “organizar a queda”.Até que chega o dia em que a luz acende, e ele discerne... Sim, ele discerne que aquela química estava em si mesma fadada a produzir resultados ruins, independentemente das pessoas serem boas ou não.No fim, meu amigo, se a gente chega perto do drama de cada um até mesmo daquele “pai tarado” apresentado no filme, todos são redimíveis individualmente (mas não coletivamente); posto que a proximidade dos indivíduos não nos permite deixar de ver a desgraça de cada um; até mesmo a desgraça do desgraçador. Então, fica impossível não se apiedar de quem quer que seja. Portanto, a questão não é quem é e quem não é gente boa; pois, de perto, até o mais louco é digno de misericórdia, visto que é doente.Sendo assim, as grandes lições do filme são as seguintes: Não há passado melhorável, por mais trágico que tenha sido, posto que todo e qualquer outro passado alternativo, apenas tornaria pior aquilo que hoje chamamos de ruim, culpando o passado-havido por isto.Não são necessariamente as pessoas “más” aquelas que nos fazem mal, posto que no filme a moça que é tão gente boa, e tão digna de ser “salva”, é justamente a “peça” que caotiza todas as possíveis combinações; e isto em qualquer versão do passado. Ora, o que isto faz pensar e avaliar é acerca do quanto aquilo que nós chamamos de “bem e bom” e lutamos para salvar pode ser justamente o elemento catalizador das catástrofes, mantendo o “salvador” buscando soluções que não existem, visto que o mal está escondido justamente naquilo que ele julga ser bom e digno de salvação. Daí o moço, ao final, discernir que a única coisa a fazer com o Passado, é deixá-lo passar!O que, de fato, foi o que ele fez, quando, ao final, encontrou a moça na rua, já adulta, e decidiu não se reapresentar. Mas ao contrário disso deixou-a seguir o seu caminho.Certas pessoas só têm a capacidade de nos fazer mal, e nós a elas, se houver permissão interior. Em tais casos, mais claramente ainda, o melhor a fazer é ficar o mais longe possível. Posso falar por mim, e posso falar de um monte de coisas doídas que já me aconteceram, e de um monte de soluções de salvação que já tentei dar ao passado, buscando variações e alternativas para ele, sempre chegando à mesma conclusão: "O que aconteceu não posso voltar atrás e mudar! Não posso mudar meu passado, mas posso ordenar meu futuro para o ORDO AMORIS" - Portanto, mais uma vez dou razão à Palavra de Deus: "Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus".  (Filipenses 3,13-14). “alvo” não é o que passou, mas o que ainda está por vir, pois o melhor de mim não está em meu passado, mas no vinho novo, que Deus tem guardado e preparado para servir no futuro.Tenho dito aqui que naquela lista de Romanos 8,35-39 acerca das coisas e dimensões que não nos podem “separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus”, tudo é mencionado: 

 

 

-O presente

 

-O porvir

 

-As alturas e profundidades

 

-Os poderes 

 

-As camadas dimensionais e até mesmo qualquer outra criatura.

 

 

 

 

No entanto, o Passado não é incluído na lista; pois, embora ele não tenha o poder de nos afastar do amor de Deus, ele tem, todavia, o poder de nos impedir de experimentar o amor de Deus por nós. Dizendo isto não estou advogando nenhum tipo de fatalismo determinista Freudiano,  mas apenas afirmando minha confiança no amor de Deus, apesar deste mundo ser perverso e caído em suas manifestações de iniqüidade e injustiça. Assim, muitas vezes sem entender nada, apenas confio que Deus sabe por mim e sabe o que é melhor para o meu bem, e assim, vou vivendo a cada dia dando apenas o cuidado que lhe basta , pois o futuro a Deus pertence. Ora, isto me põe sempre outra vez no mesmo chão de confissão, no qual, juntamente com uma grande nuvem de testemunhas, eu tenho que dizer:“O justo vive pela fé"! - De fato, não é nossa tarefa organizar o caos, e nem salvar o mundo, mas sim aprender o caminho pessoal do bem que se oculta nos males que nos acometem, pois Deus sempre tira um bem permanente de um mal aparente. Não é nossa tarefa determinar o tempo de colher frutos, mas tão somente lançar as sementes e confiar.Quando a gente deixa de tentar entender as coisas (como conjunto de realidades) e passa a buscar melhorar os resultados não como quem pode mexer na história, mas apenas pode viver o presente; o que surge é uma nova realidade, e que nos ensina que o importante nunca é o que aconteceu, nem como aconteceu, nem porque aconteceu, mas sim o que fazemos com o acontecido, e quais são as escolhas que fazemos baseados no que é e no que foi; não no que um dia foi. Deixemos que nosso passado seja apenas passado, e não venha impor e impedir o que Deus quer e pode operar em nós no futuro. Nunca esqueçamos: "eu não sou o que eu penso de mim, nem o que os outros pensam de mim, mas eu sou aquilo que Deus pensa de mim". como dizia Santa Teresinha.Desse modo, a vida sempre nos força a viver "O TEMPO QUE SE CHAMA HOJE" - No filme NÃO RECOMENDÁVEL: “Proposta Indecente, há uma frase dita pelo marido de Demi Moore, que bem define o que se pode fazer em relação àquilo que no passado nos magoou. Lá está dito pelo marido a esposa:“Aprendi que se duas pessoas ficam juntas uma vez tendo se ferido, não é porque elas esquecem, mas sim porque elas perdoam”. (It is not because they forget, but because they forgive!”) - Assim, chegou a sua hora de perdoar o mundo, a vida, o passado, a história e todos os seus agentes, descongelemos nosso passado, para que possamos viver plenamente nosso presente. Esquecer você não irá. Porém, pelo perdão, as lembranças serão desemocionalizada; e, por tal realidade, seu coração será pacificado. Agora o que resta é saber o que você fará com você mesmo: se se entregará vitimado à vida, ou se aceitará todas as coisas como refugo (adubo), para ganhar em Cristo uma compreensão mais madura da vida, e, por tal entendimento, conseguir crescer sem amarguras na alma. É seu direito no Dia Chamado Hoje buscar o caminho mais equilibrado, conforme o seu bom senso e a sua consciência iluminada pela graça. Não imite os vulcões de ninguém. Basta a cada um o seu próprio vulcão. Portanto, não anteveja lavas catastróficas, mas sim aquilo que sendo verdade há de se manifestar como luz e de forma natural no tempo de Deus, pois o tempo também é obra de Deus, o tempo esconde o que é eterno e o tempo esconde e revela a verdade daquilo que somos e deveremos ser e de quem Deus verdadeiramente “É”. Se tais “derrames de lavas” são fruto de condicionamentos criados pelos abusos e traumas que vocês sofreu, não se odeie por isso; mas apenas busque apresentar a Deus a sua dor, sem culpa e sem questão, pedindo a Ele que o ajude a lidar com sabedoria e fé em relação às pulsões que hoje emergem como fruto de seu passado. Mas também se pergunte: Será que tudo isto é apenas fruto do passado? Ou terá isto acontecido no passado apenas por que isso também já existia em mim independente dos acontecimentos?O grande problema Hoje não é o que aconteceu Ontem, mas sim o que está acontecendo agora, não como possibilidade de que haja derrame de lavas interiores, mas como possibilidade de que por tais coisas você entre no “Efeito Borboleta”, e fique tentando concertar o passado... Sempre o piorando, claro.“Dos teus pecados eu já nem me lembro mais” diz o Senhor, o único que sabe não apenas perdoar, mas também esquecer para sempre. O amor nunca está no passado, mas no Hoje, e cresce para amanhã. Portanto, ao invés de se entregar à culpa, abra sua alma para receber o sacramento do Perdão que Deus lhe servirá, posto que é somente pelo amor que o ontem, o hoje, e o amanhã poderão lhe aproveitar. Deixe o amor guiar a sua vida; e não permita aos traumas determinarem como será a sua existência. O passado não tem autoridade de determinar quem você é no presente ou no futuro. Não podemos mudar nosso passado,mas podemos ordenar tudo para o amor. O amor não é mero sentimentalismo, mas decisão, decida amar, apesar de....Decida amar não como mero fruto do esforço humano, mas decida amar com o auxílio da graça de Deus. Quanto mais água, mais Vinho! Imagina se os servos aos invés da talhas tivessem trazido para encher apenas alguns copos, por desconfiança e não passarem vergonha? Nosso esforço é importante como a água de Caná, mas apenas com o toque da Graça acontece a transformação! Quanto mais água aqueles homens trouxessem, mais vinho teriam! Jesus toca na água e acontece uma verdadeira TRANSFORMAÇÃO! O agricultor coloca a semente na terra, mas é Deus quem provoca a germinação! O que não se pode é esperar colher se não jogou nem ao menos a semente! Só o nosso esforço é inútil sem a graça de Deus. Por isso façamos a nossa parte, façamos até aquilo que aos olhos do mundo possa parecer ridículo para Deus operar o maravilhoso!  Façamos a nossa parte como se tudo dependesse de nós, mas reconheça que só Deus pode transformar as nossas migalhas, os nossos cinco pães e dois peixinhos em alimento para saciar uma multidão!



OREMOS: “Senhor, sem a tua graça nada somos nesta vida, sem a tua força não podemos fazer nada, pois somos tão fracos como vasos de argila, mas se vens em nosso auxílio maravilhas acontecem, pois Tu podes tudo restaurar. Por isso vem, Espírito de Deus, transforma nosso coração, e renova nossa vida pra teu louvor. Por isso vem, Espírito de Deus, inunda nosso coração, pois queremos para sempre te adorar...”

 

 

 

“Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!”

 

 

 

Oração do dia:

 

 

Deus eterno e todo-poderoso, que governais o céu e a terra, escutai com bondade as preces do vosso povo e dai ao nosso tempo a vossa paz. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

 

 

MOTIVAÇÕES PARA A LITURGIA DIÁRIA E DOMINICAL:

 


 




 

A Liturgia Diária é uma ótima ocasião para que se opere a “conversão diária!” - A leitura da Liturgia Diária forjou e moldou muitos Santos:

 

 

1)-Santo Agostinho foi um deles. “Tolle et lege” (Toma e lê) foi a frase que o conduziu a ler um trecho do Evangelho que mudou sua vida.

 

 

2)-O grande Santo Antão, que deu origem à vida monástica, foi tocado pela graça ao ler a parábola do moço rico no Evangelho.

 

 

3)- São Francesco (Francisco) cujo nome é adotado depois de uma viagem à França, onde o menino teria ficado cativado pela vida francesa, sua música, sua poesia e seu povo, seu pai teria começado a chamá-lo de "francesco", que significa "francês" em italiano. Também, como Santo Antão,a passagem do jovem rico é tão significativa que inspirou também São Francisco de Assis a elaborar sua Regra de Vida baseada no desapego aos bens e o amor aos pobres: “Se queres ser perfeito, vai, vende teus bens, dá-os aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me”. (Mt 19, 21).

 

 

4)-Também para Santo Inácio de Loyola a ocasião escolhida por Deus para sua mudança de vida foi a leitura de consagrados livros Cristãos. Gravemente ferido na batalha de Pamplona (20 de Maio de 1521), passou meses inválido, no castelo de seu pai. Durante o longo período de recuperação, Inácio procura ler livros para passar o tempo, e começa a ler a "Vita Christi", de Rodolfo da Saxônia, e a Legenda Áurea, sobre a vida dos santos, de Jacopo de Varazze, monge cisterciense que comparava o serviço de Deus com uma ordem cavalheiresca.A partir destas leituras, tornou-se empolgado com a ideia de uma vida dedicada a Deus, emulando os feitos heroicos de Francisco de Assis e outros líderes religiosos. Decidiu devotar a sua vida à conversão dos infiéis na Terra Santa.

 

 

Os Santos recomendam com empenho a Liturgia Diária:

 

 


1)-São Bernardo: “A leitura espiritual nos prepara para a oração e a prática das virtudes. Leitura e Oração são as armas com as quais se vence o demônio e se conquista o céu”.

 

 

2)-São Cipriano (bispo de Cartago -África): “Permanece na oração e na leitura: desse modo conversarás com Deus e Deus estará contigo”.

 

 

3)-Santo Afonso de Ligório: “Quantos Santos abandonaram o mundo e se deram a Deus por meio da leitura espiritual!”

 

 

4)-São Gregório Magno, Papa: “Eu te rogo: empenha-te em meditar cada dia as palavras do teu Criador. Assim aprenderás a conhecer o coração de Deus através das palavras de Deus”.

 

 

 

A Liturgia Diária ajuda-nos a compreender e amar a Liturgia Católica:

 

 

O Catecismo da Igreja Católica ensina que “a liturgia é participação na oração de Cristo, dirigida ao Pai no Espírito Santo. Nela, toda a oração cristã encontra a sua fonte e o seu termo. Pela liturgia, o homem interior lança raízes e alicerça-se no «grande amor com que o Pai nos amou» (Ef 2, 4).

 

 

A Liturgia Diária prepara nossa alma para recebermos o Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo

 

 

Na Liturgia Diária, as orações e as leituras da Palavra de Deus são ocasião para alimentar a nossa fé. Em cada leitura Deus fala a seu povo e o alimenta.Por esse modo a Santa Igreja prepara o coração dos fiéis para poder receber o Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, na Sagrada Comunhão.Na Liturgia da Palavra o fiel ouve com atenção as leituras da Bíblia que são uma carta escrita por Deus para cada um de nós.Na Liturgia Eucarística somos preparados para receber o Pão dos Anjos, que transformará nossa vida, e como Elias nos dar força para continuar a caminhada alimentados por este pão (I Reis 19,4-10).

 

 

 

Como viver de forma prática a Liturgia Diária?

 

 


Este é um método de “leitura orante da Palavra de Deus”, da Liturgia Diária, praticado e ensinado pelos Padres da Igreja desde os seus primeiros séculos. Foi batizada com esse nome por Orígenes no Séc. III, e generalizou-se nos séculos IV e V como maneira predominante de ler a bíblia. Esta pode ser feita diariamente, por exemplo, meditando o Evangelho proposto pela liturgia diária da Santa Missa.

 

 

 

Após suplicar a luz do Espírito Santo, o método se desenvolve em 4 passos:

 

 

 

1)-Leitura: o que a Palavra diz em si?

 

2)-Meditação: o que a Palavra diz para mim; o que ela me ensina, me revela, como ela me forma, como a vejo em minha vida?

 

3)-Oração: Qual minha resposta a palavra de Deus?

 

4)-Contemplação: O que a palavra de Deus fez em mim? O que devo mudar concretamente em minha vida? Que postura devo tomar? O que me proponho a viver doravante durante a minha vida? - O fruto dessa nova dinâmica de vida ao ritmo da Palavra é uma transformação real e concreta que nos elevará em fé, esperança e caridade, além disso, nos proporcionará uma vida junto de Deus mais constante e digna de Seu amor! Por último, que possamos perseverar neste caminho. Auxiliados pela graça de Deus já provaremos aqui nesta terra das riquezas do céu, e possamos cantar esperançosos com São Tomás de Aquino:

 

 

“...Ó Jesus, que nesta vida pela fé eu vejo

Realiza, eu te suplico, este meu desejo:

Ver-te, enfim, face a face, meu divino amigo

Lá no céu, eternamente, ser feliz contigo!”

 

 

------------------------------------------------------

 

 

APOSTOLADO BERAKASH: Como você pode ver, ao contrário de outros meios midiáticos, decidimos por manter a nossa página livre de anúncios, porque geralmente, estes querem determinar os conteúdos a serem publicados. Infelizmente, os algoritmos definem quem vai ler o quêNão buscamos aplausos, queremos é que nossos leitores estejam bem informados, vendo sempre os TRÊS LADOS da moeda para emitir seu juízo. Acreditamos que cada um de nós no Brasil, e nos demais países que nos leem, merece o acesso a conteúdo verdadeiro e com profundidade. É o que praticamos desde o início deste blog a mais de 20 anos atrás. Isso nos dá essa credibilidade que orgulhosamente a preservamos, inclusive nestes tempos tumultuados, de narrativas polarizadas e de muita Fake News. O apoio e a propaganda de vocês nossos leitores é o que garante nossa linha de conduta. A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos as postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente, a posição do blog. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte. Não somos bancados por nenhum tipo de recurso ou patrocinadores internos, ou externo ao Brasil. Este blog é independente e representamos uma alternativa concreta de comunicação. Se você gosta de nossas publicações, junte-se a nós com sua propaganda, ou doação, para que possamos crescer e fazer a comunicação dos fatos, doa a quem doer. Entre em contato conosco pelo nosso e-mail abaixo, caso queira colaborar:

 

 

 

filhodedeusshalom@gmail.com

 

 

 

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

TRANSLATE

QUEM SOU EU?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado APOLOGÉTICO (de defesa da fé, conforme 1 Ped.3,15) promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Defendemos as verdade da fé contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Deus é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade. Este Deus adocicado, meloso, ingênuo, e sentimentalóide, é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomás de Aquino).Este apostolado tem interesse especial em Teologia, Política e Economia. A Economia e a Política são filhas da Filosofia que por sua vez é filha da Teologia que é a mãe de todas as ciências. “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

POSTAGENS MAIS LIDAS

SIGA-NOS E RECEBA AS NOVAS ATUALIZAÇÕES EM SEU CELULAR:

VISUALIZAÇÃO DE ACESSOS NO MÊS

ÚLTIMOS 5 COMENTÁRIOS

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger