A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas no todo ou em parte, não significa necessariamente, a adesão às ideias nelas contidas, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Todas postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores primários, e não representam de maneira alguma, a posição do blog. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo desta página.
Home » » A teologia do #Preterismo é Católica, ou protestante?

A teologia do #Preterismo é Católica, ou protestante?

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 4 de fevereiro de 2024 | 19:12

 

(foto reprodução)


O preterismo é uma (entre tantas), "metodologia teológica mais popular que erudita", para o exame do Apocalipse e dos Livros proféticos do Antigo Testamento. O Preterismo propriamente dito, nestes termos, surgiu em 1604, na teologia do jesuíta católico Luis de Alcasar, na sua estupenda defesa contra os batistas e reformados que deturpando a Bíblia de forma claramente tendenciosa, tentavam fazer a associação da Santa Igreja Católica, fundada por Jesus sobre Pedro (cf. Mateus 16,18), com a Babilônia bíblica.Trazemos aqui para nosso leitores essa matéria, de certa forma imparcial com relação ao tema, porém,  feita por protestantes.




 

O Preterismo é uma Invenção do Catolicismo Romano?



Por César Francisco Raymundo*


 

 

Uma forma muito comum para dizer que uma determinada doutrina seja falsa, é argumentar que tal doutrina foi inventada pelo catolicismo romano. Isto é prática muito comum em alguns grupos religiosos. O adventismo do sétimo dia, por exemplo, age assim em relação a doutrina do Sábado. Dizem eles que quem instituiu o Domingo como dia do Senhor foi o catolicismo através do imperador Constantino no século III d.C. As Testemunhas de Jeová, por sua vez, afirmam algo parecido com relação a doutrina da Trindade. Dizem eles que antes do século III d.C., nenhum cristão cria nessa doutrina. O que todas essas religiões não mostram é que a própria história da igreja os desmentem. O mesmo tipo de abordagem tem sido feita em relação ao preterismo. Observe o que um apologista que é contra o preterismo escreveu:





"Em geral os não-preteristas concordam que a primeira exposição sistemática do preterismo foi realizada pelo jesuíta Luis de Alcasar (1554 - 1613), durante a contra-reforma. Moses B. Stuart (1780 - 1852), percebeu que os argumentos preteristas de Alcasar eram de grande valia para a igreja católica durante os debates com os reformistas.Precisamos lembrar que os reformistas identificavam a igreja Católica Apostólica Romana como a "grande meretriz" (Ap 17), além de outras acusações as quais tentavam malabarísticamente enquadra-la dentro do livro do apocalipse. Naquele momento, o catolicismo precisava contra-atacar as idéias protestantes, e com isso surge o compêndio do preterismo, pelas mãos dos estudiosos católicos. A propagação das heresias protestantes, levou muitas pessoas a se inclinar à interpretação das escrituras oferecida pelos protestantes. E era óbvio que a Igreja naquele contexto, tinha todo direito de se defender, e assim o fez, desse modo se foi disseminando este entendimento preterista relativo aos fatos bíblicos Apocalípticos".[1]

 



O que ficou claro conforme o texto citado acima é que o preterismo foi originado dentro do catolicismo. No restante do texto (que não citei), o autor parece não separar muito bem preterismo completo de preterismo parcial. Parece confundir os dois! Mas, isto é um assunto para outra ocasião. Embora eu discorde de muitas doutrinas católicas (por falta de conhecimento - grifo nosso), tais como: o purgatório, intercessão dos santos, imaculada conceição, uso de imagens, infalibilidade papal e etc, mesmo assim não posso negar que algumas coisas tenho em comum com essa instituição. Exemplo disto:



-O catolicismo crê na Trindade. Também creio!


-O catolicismo crê no inferno. Também creio!


-O catolicismo crê no nascimento virginal de Cristo. Também creio!


-O catolicismo crê que Jesus Cristo é Deus verdadeiro. Também creio!




Se o preterismo foi usado pela igreja romana para provar que ela não é a "Grande Meretriz" de Apocalipse 17, isto por sí só não prova a completa falsidade do preterismo. Outro tipo de associação para tentar desacreditar o preterismo é com relação ao comportamento de alguns preteristas no decorrer da história. Veja o que um artigo diz sobre isto:





O "milênio" seria o Reino de Jesus que ele estabeleceu quando veio aqui (o primeiro advento), portanto seria o período atual, quando os cristãos reinam sobre a terra e preparam o mundo para a segunda vinda de Cristo (esta é a crença de uma grande parte dos batistas do sul dos EUA, que inclui o ex-presidente Bush, o qual segue a "Teologia do Domínio", a mesma que o catolicismo romano e o anglicanismo britânico praticaram durante séculos, invadindo e dominando nações inteiras)".[2] (o grifo é meu).




O fato de alguns dominarem nações inteiras por acreditarem que os cristãos reinam atualmente, não faz com que o preterismo e o pós-milenismo sejam doutrinas falsas. Em muitas outras correntes também podemos encontrar equívocos e desvios de seus adeptos. E nem por isto tais correntes de pensamento devem ser totalmente desacreditadas e descartadas (vale o princípio Paulino: observar tudo e ficar apenas com o que é bom: 1 Tessalonicenses 5,21). A grande questão sobre o preterismo é se o mesmo tem ou não base sólida nas Escrituras? Tenho visto muita gente esperneando por causa do preterismo. Qual a razão de tanta repugnância contra o preterismo? Porque o preterismo tem incomodado tanto as pessoas? Por estas e outras questões, acredito que chegou o grande momento para dar um basta e colocar os pingos nos "is". Vamos fazer agora uma breve análise sobre o que algumas correntes teológicas cristã tem concordado entre si a respeito de escatologia bíblica, independentemente se alguns são reformados, dispensacionalistas, pré-milenistas históricos, historicistas, pós-milenistas, amilenistas, metodistas, presbiterianos, batistas e etc, a igreja tem sido unânime em afirmar que:





"Jesus Cristo virá ainda numa segunda e definitiva volta triunfal, descerá dos céus, ressuscitará os mortos, justos e injustos, arrebatará os que estiverem vivos, estabelecerá o Juízo final e o estado de domínio eterno."




Esta tem sido a crença da igreja cristã em dois mil anos de história. É também reconhecido que a "quase totalidade das religiões surgidas antes do século 19 adotam uma visão "preterista" e interpretam um suposto reino de mil anos de Cristo como meramente simbólico".[3] Assim, até a "dois séculos atrás, os cristãos protestantes acreditavam que iriam morrer antes de Jesus voltar à Terra. Isso afetou a forma como eles pensaram, oraram e trabalharam. Eles assim construíram suas comunidades e crenças, e assim caminharam para o futuro. Hoje, muitos protestantes acreditam que Jesus está voltando em breve, para que eles não tenham que morrer. Esta crença afeta a maneira de pensar, orar, trabalhar e pregar a salvação.[4]




Sendo assim, onde está o ponto da discórdia contra o preterismo? 



Pasme! Está justamente na Grande Tribulação, Anticristo e nos terríveis acontecimentos finaisI Infelizmente, as pessoas esperneiam e criticam o preterismo por causa desses acontecimentos. Há crentes que estão esperando o Anticristo e a Grande Tribulação. As pessoas parecem desejar o mal! O problema é que a gramática dos textos bíblicos, os verbos e os pronomes demonstrativos estão todos claros para que não haja dúvida de que a grande maioria dos eventos escatológicos já aconteceram no primeiro século. Os atuais intérpretes rejeitam a gramática do texto bíblico em favor de suas teorias absurdas de "TRIPLO cumprimento" (na encarnação, no milênio e por fim no juízo final - aqui no apostolado Berakash já tratamos do tema neste link: http://berakash.blogspot.com/2010/03/falsa-doutrina-do-arrebatamento-tres.html), e especulações para lá de sensacionalistas. Muita gente ainda subestima a inteligência de centenas de crentes e teólogos que viveram antes de nós nesses dois mil anos de história do cristianismo... Sobre a escatologia ensinada em nossos dias, o reverendo Brian Schwertley foi brilhante ao escrever que "sempre que o cristão encontra uma doutrina que não foi ensinada por alguém de qualquer ramo da igreja de Cristo durante os dezoito séculos passados, ele deveria ter muita suspeita de tal ensino. Esse fato em e por si mesmo não prova que o novo ensino é falso. Mas, deveria definitivamente levantar suspeitas, pois se algo é ensinado na Escritura, não é absurdo esperar que ao menos uns poucos teólogos e exegetas tenham descoberto isso antes".[5] Uma boa parte da moderna igreja institucional anda desviada da verdade. As pessoas trocaram a simplicidade das Escrituras pela fantasia e loucura dos últimos dias. De fato, o preterismo não é uma invenção do catolicismo romano, e por ser uma minoria que o defende - ao contrário das grandes multidões que o repudia - isto por si só deveria fazer o leitor levantar suspeita sobre o que é geralmente ensinado atualmente nas igrejas em matéria de escatologia.




Qual é a tua esperança? A Grande Tribulação? O Anticristo? Você é um pregador das Boas Novas ou de más notícias? Porque os crentes não vivem de modo compatível com a escatologia que ensinam?




Se você, como eu, crê que as coisas tendem a melhorar à medida que se aproxima a Segunda Vinda de Cristo, finalizo com estes dois textos bíblicos: 



"a fim de que, na presença do Senhor, venham tempos de refrigério, e que envie Ele o Cristo, que já vos foi designado, Jesus, ao qual é necessário que o céu receba até aos tempos da restauração de todas as coisas, de que Deus falou pela boca dos seus santos profetas desde a antiguidade". (Atos 3,20-21)

 



"Porque convém que Ele reine até que haja posto todos os inimigos debaixo dos pés.O último inimigo a ser destruído é a morte". (I Coríntios 15,25-26)

 

 


* César Francisco Raymundo é editor da Revista Cristã Última Chamada.




Notas:





1. Artigo: Preterismo - 003. Autor: Rodrigo Souza. Site: www.rmssolascriptura.blogspot.com.br/2013/04/preterismo-003.html (Acessado dia 02 de Junho de 2013).



2. Artigo: As profecias ja se cumpriram? Autor: Mario Persona.Site: www.respondi.com.br (Acessado dia 02 de Junho de 2013).



3. Idem nº 2.



4. Sinopse do ebook "He Shall Have Dominion" de Kenneth L. Gentry, Jr.



5. Artigo: A Origem do Ensino de um Arrebatamento Pré-Tribulacional.Autor: Brian Schwertley. Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto. Site: www.monergismo.com

 




A Interpretação Preterista do Apocalipse foi Inventada pelos Jesuítas?




Por Gary DeMar




Tradução e adaptação textual: por César Francisco Raymundo*

 









Um dos argumentos usados contra a interpretação preterista do Apocalipse é que ela foi desenvolvida pelo jesuíta espanhol Luis De Alcazar (1554-1613) que escreveu um comentário intitulado "Vestigio Arcani Sensus em Apocaplysi ou Investigação do Sentido Oculto do Apocalipse",  e foi publicado um ano após sua morte. 





Neste trabalho dedicado à Igreja Católica, ele fez uma nova tentativa de interpretar o Apocalipse pelo sistema preterista de interpretação, ou seja, a tese de que as profecias se cumpriram no passado".[1] 









Os futuristas usam Alcasar [...] para por o preterismo em descrédito...É claro que os católicos romanos crêem na declaração doutrinária encontrada no Credo dos Apóstolos, como fazem a maioria dos protestantes.Não se pode negar tudo do preterismo. Se fosse assim, poderíamos afirmar que a Volkswagen é um carro mal porque a "Volkswagen foi originalmente proposta em 1933 por Adolf Hitler". Na época em que Alcasar escreveu, os reformadores protestantes consideravam o sistema papal da Igreja Católica Romana como o anticristo e o fim dos tempos. Os reformadores foram quase unânimes em identificar o Papado como a grande Prostituta de Apocalipse capítulo 17. "Para Martinho Lutero," um representante deste ponto de vista, "a Igreja Católica era nada mais nada menos do que a Babilônia e o papa era o Anticristo - "seria de admirar", escreveu ele em 1520," se Deus iria chover fogo e enxofre do céu e afundar Roma para o abismo, como fez com a velha Sodoma e Gomorra". "Se ele não é", exclamou Lutero: "então alguém me diga quem é!"[2] Centenas de anos de retórica anti-católica protestante poderiam encher uma pequena biblioteca. Durante séculos, unanimemente o papado foi o candidato a Anticristo.[3] O sistema papal foi identificado com "o "homem do pecado" bem como a prostituta da Babilônia de que a Escritura fala (2ª Tessalonicenses 2; Apocalipse 17-18). Na convicção dos protestantes do século XVI, em Roma estava o grande Anticristo, e tão firmemente essa crença se estabeleceu que até o século XIX não foi seriamente questionada pelos evangélicos".[4] Por exemplo, o Confissão de Fé de Westminster (1647) incluiu o seguinte no Capítulo 25 da secção 6: "Não há outro cabeça da Igreja senão o Senhor Jesus Cristo. Nem pode o papa de Roma, em qualquer sentido, ser o cabeça dela, mas ele é aquele anticristo, aquele homem do pecado e filho da perdição que se exalta na Igreja contra Cristo e contra tudo que se chama Deus".[5] A designação "anticristo" foi removida em 1789, da edição americana. O artigo revisto diz: "Não há outro cabeça da Igreja senão o Senhor Jesus Cristo. Nem pode o papa de Roma, em qualquer sentido, ser o cabeça dela". Infelizmente, há grupos ainda hoje, que identificam o papado da Igreja Católica Romana como o Anticristo (a visão historicista do Apocalipse),[6], mas a maioria dos evangélicos não mantém esta posição, embora eu não concorde com muitas das reivindicações e práticas doutrinárias da igreja Católica Romana. Depois do último ponto sobre Alcasar ser o fundador da escola preterista de interpretação precisamos agora esclarecer algo. Frank X. Gumerlock, escreveu em seu livro Apocalipse no Primeiro Século, afirmando que "o comentário de Luis Alcasar sobre o Apocalipse, publicado em 1614, não foi o primeiro a adotar uma abordagem preterista ao corpo principal do Apocalipse (capítulos 6-19). [John] Henten escreveu seus comentários quase um século antes da publicação do comentário de Alcasar".[7] Em 1545, Henten fez estes comentários sobre o Apocalipse: "E em primeiro lugar, parece-nos que João, apóstolo e evangelista, que é chamado o Teólogo, foi exilado em Patmos por Nero no mesmo momento em que o mesmo matou os apóstolos de Cristo, os bem-aventurados Apóstolos Pedro e Paulo... . [E] que o Apocalipse foi escrito em Patmos, antes da destruição de Jerusalém.[8] De acordo com Gumerlock, Henten (1499-1566), ou Hentenius como ele também é conhecido, "considerou que os capítulos 6-11 do Apocalipse se refere à revogação do judaísmo, e os capítulos 12-19 se refere à destruição do paganismo romano".[9] Os não-preteristas poderão argumentar que desde que Henten era um católico romano, ele poderia ter tido o mesmo objetivo em mente que Alcasar tinha, mesmo que seus escritos sejam independentes um do outro. Não há muitos comentários sobre o Apocalipse escritos em meados do século 16, escritos por não-católicos, por isso não temos muito para pesquisar. Nem Lutero, nem Calvino escreveram comentários sobre o Apocalipse. Mas aqueles que atacam o preterismo porque reivindicam que um católico romano supostamente o tenha originado, têm um problema similar. Francisco Ribera (1537-1591) foi um médico jesuíta e teólogo na Igreja Católica Romana, que começou a escrever um comentário longo (500 páginas) em 1585 sobre o livro de Apocalipse, intitulado In Sacrum Beati Ioannis Apostoli, e Evangelistiae Apocalypsin Commentarij, e publicou-o no ano de 1590. A fim de eliminar a Igreja Católica de ser considerada como o poder do Anticristo, Ribera propôs que a maioria do Apocalipse refere-se a um futuro distante, pouco antes da Segunda Vinda. "Ele ensinou que o Anticristo seria um indivíduo único, que iria reconstruir o templo em Jerusalém, abolir a religião cristã, negar a Cristo, ser recebido pelos judeus, fingir ser Deus, e conquistar o mundo - e tudo isto, no breve espaço de três anos e meio".[10] A visão de Ribera soa muito parecido com o pré-milenismo moderno. Deixe-me jogar mais lenha na fogueira. As Testemunhas de Jeová seguem um cenário do fim dos tempos que não é muito diferente daquele descrito na série Left Behind.** Apelos são feitos usando 2ª Timóteo 3, seções de Daniel, e, é claro, o Sermão do Monte em Mateus 24. Assim como os dispensacionalistas, o ponto das Testemunhas de Jeová é 2ª Pedro 3,3-4 que é usado para apoiar a afirmação de que aqueles que não acreditam que estamos vivendo nos últimos dias, são "escarnecedores". Como prova de que estamos vivendo nos últimos dias, assim como os dispensacionalistas, as Testemunhas de Jeová apontam para "uma tribulação que seria maior do que qualquer uma que ainda não tinha ocorrido".[11] Em seguida, apontam as referências obrigatórias sobre nação se levantando contra nação, e reino contra reino, terremotos, pestes, e um futuro de pregação do evangelho por todo o mundo em nossos dias. Você também vai constatar que as Testemunhas de Jeová e os dispensacionalistas compartilham a crença de que as guerras mundiais, o terrorismo, tsunamis, e um aumento do tamanho e magnitude dos terremotos, doenças como a malária, gripe e AIDS são a evidência empírica de que o fim deve estar próximo. Há também a crença comum de que o Armagedom está ainda em nosso futuro. Como os dispensacionalistas, as Testemunhas de Jeová "estão convencidos da realidade dessas profecias".[12] Se o preterismo deve ser descartado por causa de suas supostas origens jesuíticas, então o futurismo deve igualmente ser rejeitado por causa de sua associação jesuíta. O preterismo tem uma história mais longa voltando além de Ribera e Alcasar. Ainda há muito a ser traduzido nesta matéria. FW Farrar coloca todo o debate nesta perspectiva:




"Mas me parece que o fundador da Escola Preterista não é outro senão o próprio São João. Ele registra sobre Cristo dizendo a ele quando estava em Espírito, "Escreve as coisas que viste, e as coisas que são, e as coisas que estão prestes a acontecer (no grego: ha mellei ginesthai [...]) após estas 'coisas [Apocalipse 1,19]. Nenhuma linguagem certamente poderia definir mais claramente a influência do Apocalipse. Ele destina-se a descrever o estado atual das coisas na Igreja e no mundo, e os acontecimentos que se seguiriam em seqüência imediata. Se a Escola Histórica pode extender as últimas palavras em uma indicação de que estamos (ao contrário de toda analogia) para ter um quadro simbólico e ininteligível de muitos séculos depois, a Escola Preterista pode, a qualquer custo aplicar estas palavras [...] "as coisas que são", para justificar a aplicação de uma grande parte do Apocalipse descrever eventos quase contemporâneos a [João]...O Vidente diz enfaticamente que os acontecimentos futuros que ele tem prenunciam o que irá ocorrer rapidamente (no grego: en taxei ["na mão"]) e o conteúdo recorrente de todo o seu livro é a proximidade do Advento (no grego: ho kairos engus ["o tempo está próximo"]). A língua fica simplesmente sem sentido se for para ser manipulada por cada sucessivo comentador que tornam os termos "de forma rápida" e "próximo" como significando qualquer número de séculos de atraso.[13] - É curioso ver como que os comentaristas têm extraordinária facilidade para explicar a simples expressão "rapidamente" (en taxei, no grego), para qualquer período de tempo que eles podem optar por escolher. A palavra "imediatamente", em Mateus 24.29, tem sido objeto de tratamento semelhantes [...]. Os comentadores foram levados a uma infinidade de erros devido a incapacidade de ver que a queda de Jerusalém e o fim da dispensação mosaica era a "vinda em juízo", "vinda" esta que era contemplada em muitas das profecias do Novo Testamento.[14]. Como Frank Gumerlock e outros mostraram, com o advento de obras traduzidas que nunca estiveram em Inglês, há uma longa história de cristãos que interpretaram partes do Apocalipse (de uma forma preterista), que viveram muito antes de Ribera ou Alcasar .




Fonte: www.americanvision.org - Publicado em 4 de março de 2013 | por Gary DeMar


 


Nota do Tradutor: ** série Left Behind - "A série de livros Left Behind (Deixados Para Trás) de Tim LaHaye e Jerry B. Jenkins, é uma obra ficcional, de temática religiosa, que narra os últimos dias na Terra após o arrebatamento da igreja, conforme doutrina desenvolvida no século XIX pelo ministro anglicano John Nelson Darby e sua interpretação sobre os eventos descritos no livro de Apocalipse de João na Bíblia Sagrada. A série de livros vendeu mais de 70 milhões de exemplares e foi publicada em mais de 34 idiomas.  A série é também alvo de pesadas críticas, tanto da parte de cristãos quanto de céticos. A história reúne ficção cristã, ação e suspense com lances de alta tecnologia no thriller. O tema principal é o final dos tempos". (Fonte: www.pt.wikipedia.org/wiki/Left_Behind)

 




Notas:




1. Le Roy Froom, A Fé Profética de Nossos Pais: o desenvolvimento histórico da interpretação profética , 4 vols.

 

2. Arthur Herman, The Idea of Decline na história ocidental (New York: The Free Press, 1997), 19.

 

3. Samuel J. Cassels, Cristo e Anticristo ou de Jesus de Nazaré, provou ser o Messias e o ....Papado provou ser o Anticristo (Philadelphia, PA: Presbyterian Board of Publication, 1846).

 

4. Iain Murray, The Puritan Hope: Revival e Interpretação de Prophec y (London: Banner of Truth Trust, 1971), 41.

 

5. Idem.

 

6. Veja Dave Hunt, A Mulher Montada na Besta: A Igreja Católica Romana e os Últimos Dias ....(Eugene, OR: Harvest House, 1994) e www.whitehorsemedia.com

 

7. Francis X. Gumerlock, Revelação e do primeiro século: Interpretações preterista do Apocalipse no Cristianismo primitivo (Powder Springs, GA: American Vision Press, 2012),40.

 

8. Johannes Henten, Enarrationes vetustissimorum theologorvm: em Actaqvidem Apostolorvm ....et omnes em D. Pavli ac Catholicas epistolas ab Oecumenio, em Apocalypsim Vero, ab ....Aretha Caesareae Cappadociae Episcopo mangá cura collectae (Antuérpia: Johannes Steelsius, 1545). A tradução de Gumerlock de Primumque hoc nobis videtur, Johannem ....hunc Apostolum ac Evangelistam, qui et Teólogo cognominatur, um Nerone em Patmos ....relegatum, eodem omnino tempore ille Beatos Christi apostolos Petrum et Paulum interemit... quod scripta sentar em Patmo Apocalypsis ante Ierosolymorum Excidium .

 

9. Gumerlock, Revelação e do Primeiro Século , 42.


10. Froom, A Fé Profética de Nossos Pais , 2:489-490.

 

11. Despertai! (abril de 2008), 4.

 

12. Despertai!, 7.

 

13. Frederic W. Farrar, os primeiros dias do cristianismo (New York: EP Dutton, 1882), 432-33.

 

14. Farrar, os primeiros dias do cristianismo , 432, nota 2.






....................................................................








Link para o catálogo de nossos livros: https://amzn.to/3vFWLq5




GOSTOU Do APOSTOLADO berakash?  QUER SER UM (A) SEGUIDOR (a) E RECEBER AS ATUALIZÇÕES EM SEU CELULAR, OU, E-MAIL?

 


 

Segue no link abaixo o “PASSO-A-PASSO” para se tornar um(a) seguidor(a) - (basta clicar):

 

 

https://berakash.blogspot.com/2023/10/como-ser-um-ser-um-seguidor-e-ou.html

 

 

Shalom!




.............................................

 





 

APOSTOLADO BERAKASH - A serviço da Verdade: Este blog não segue o padrão comum, tem opinião própria, não querendo ser o dono da verdade, mas, mostrando outras perspectivas racionais para ver assuntos que interessam a todos. Trata basicamente de pessoas com opiniões e ideias inteligentes, para pessoas inteligentes. Ocupa-se de ideias aplicadas à política, a religião, economia, a filosofia, educação, e a ética. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre literatura,  questões culturais, e em geral, focando numa discussão bem fundamentada sobre temas os mais relevantes em destaques no Brasil e no mundo. A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. As notícias publicadas nesta página são repostadas a partir de fontes diferentes, e transcritas tal qual apresentadas em sua origem. Este blog não se responsabiliza e nem compactua com opiniões ou erros publicados nos textos originais. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com as fontes originais para as devidas correções, ou faça suas observações (com fontes) nos comentários abaixo para o devido esclarecimento aos internautas. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.Não somos bancados por nenhum tipo de recurso ou patrocinadores internos, ou externo ao Brasil. Este blog é independente e representamos uma alternativa concreta de comunicação. Se você gosta de nossas publicações, junte-se a nós com sua propaganda para que possamos crescer e fazer a comunicação dos fatos, doa a quem doer. Entre em contato conosco pelo nosso e-mail abaixo, caso queira colaborar de alguma forma:

 

 

 

 

filhodedeusshalom@gmail.com


Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 2 Comentário. Deixe o seu!

João Lucas
4 de fevereiro de 2024 às 20:58

Gratia plena Maria,Muito obrigado por postar o post sobre preterismo, muitos católicos não sabem, mais com seu blog muitos vão querer aprender mais sobre isso, abraços de um irmão católico.

Anônimo
6 de fevereiro de 2024 às 10:48

Prezado João Lucas

Neste Apostolado APOLOGÉTICO (de defesa da fé, conforme 1 Ped.3,15), sem fins lucrativos, promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto, toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Defendemos as verdade da fé contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Deus é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade. Este Deus adocicado, meloso, ingênuo, e sentimentalóide, é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo. Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomás de Aquino).Este apostolado tem interesse especial em Teologia, Política e Economia. A Economia e a Política são filhas da Filosofia que por sua vez é filha da Teologia que é a mãe de todas as ciências. CASO VOCÊ QUEIRA "SER APENAS UM SEGUIDOR" E RECEBER NOTIFICAÇÕES DE MATERIAS ATUALIZADAS – SEGUE com apenas 5 toques O "PASSO-A- PASSO":






1º)-Conforme imagem abaixo (imagem 01) digite no Google de seu Celular ou Computador, a palavra: "APOSTOLADO BERAKASH (com SH no final) - Clique no link que aparece "Bloger O BERAKÁ" (conforme imagem abaixo):
2º)- Se você estiver fazendo isso de seu CELULAR, a imagem que vai aparecer (após o click) é semelhante (não igual, devidos novas matérias) a essa da imagem 02. As matérias estarão na vertical, e sem o fundo azul com a imagem do Vaticano.
3º)- ATENÇÃO! Ainda no seu celular, role para baixo até aparecer na sua tela, após a última matéria publicada, conforme abaixo (imagem 03) - Clique em: "Ver versão para Web".
4º)-Após clicar no link ("Ver versão para Web") na tela de seu celular, vai aparecer agora a página inicial do Blog Berakash (com fundo azul do Vaticano), onde você poderá torna-se SEGUIDOR (imagem 04), clicando no link "Seguir" (imagem 05).

5º)-Do lado direito da tela de celular ou computador, role até aparecer conforme imagem baixo (imagem 05). Pronto! Basta agora clicar em "Seguir" e atender as "orientações autoexplicativas" para tornar-se SEGUIDOR e receber informações atualizadas de nosso apostolado.
*OBS. Se você estiver no computador, e não celular, após o passo Nº 1 acima, bastar seguir o passo-a-passo a partir do Nº 04 - Se teve alguma dificuldade com o passo-a-passo, por gentileza nos comunique na caixa de comentários deste post, ou pelo nosso e-mail para que possamos melhorar. Desde já ficamos imensamente gratos e que Deus o(a) abençoe, e seja muito bem vindo(a)!

“Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

Everaldo – Colaborador do Apostolado Berakash

Postar um comentário

Todos os comentários publicados não significam a adesão às ideias nelas contidas por parte deste apostolado, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados. Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

TRANSLATE

QUEM SOU EU?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado APOLOGÉTICO (de defesa da fé, conforme 1 Ped.3,15) promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Defendemos as verdade da fé contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Deus é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade. Este Deus adocicado, meloso, ingênuo, e sentimentalóide, é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomás de Aquino).Este apostolado tem interesse especial em Teologia, Política e Economia. A Economia e a Política são filhas da Filosofia que por sua vez é filha da Teologia que é a mãe de todas as ciências. “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

POSTAGENS MAIS LIDAS

SIGA-NOS E RECEBA AS NOVAS ATUALIZAÇÕES EM SEU CELULAR:

TOTAL DE ACESSOS NO MÊS

ÚLTIMOS 5 COMENTÁRIOS

ANUNCIE AQUI! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com

SÓ FALTA VOCÊ! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com

SÓ FALTA VOCÊ! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com
 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger