A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » , » Existem diferenças e semelhanças entre o Bolsonarismo e Luloptismo?

Existem diferenças e semelhanças entre o Bolsonarismo e Luloptismo?

Written By Beraká - o blog da família on sexta-feira, 29 de janeiro de 2021 | 11:22

 


Jair Bolsonaro é perfeito? Não! É polêmico? Sim! Porém, as pessoas tendem a crer primeiro no que falam de mal de alguém, e tendem a acreditar em tudo o que a mídia diz. Felizmente hoje com a internet temos como pesquisar informações, sem passar pelo intermédio de meia dúzia de idiotas que querem dominar e manipular a mídia. E como em todo meio profissional, seja ele qual for, é preciso separar os bons profissionais dos picaretas, ou seja, joio do trigo.Com o jornalismo não pode ser diferente. Nisso resulta que alguns jornalistas agem de má fé, outros por ignorância, outros por tendências ideológicas, outros por interesses e promoções pessoais. São poucos os jornalistas e meios de mídia que entrevistam Jair Bolsonaro de forma isenta e imparcial. Entendo-o como um sujeito íntegro, apesar de não concordar com algumas de suas ideias e posturas pessoais. Jair Bolsonaro é um conservador íntegro, o qual podem acusa-lo de tudo, menos de corrupto. Mas governabilidade política infelizmente, não se faz apenas com integridade, mas também, com estratégia política. Isso não significa defender o abandono de seus valores e princípios morais, mas entender o jogo político por trás das eleições para enfim poder existir uma chance de se obter um resultado efetivo. Acho que Bolsonaro pode se tornar vítima das raposas da nossa velha política, especialmente aquelas da extrema-esquerda. Não o vejo suficientemente capaz de se desviar sozinho do amontoado de estratagemas que estas pessoas são capazes de fazer a ele para diminuí-lo. Imagino-o combatendo sem muitas armas os pensadores de plantão das esquerdas infiltrados em todas as nossas instituições. Não estou questionando a inteligência de Bolsonaro, ele é muito inteligente, mas sua a perspicácia em termos de guerra política. Para que a direita seja bem representada por um politico de linha conservadora é preciso que este saiba controlar o frame, manter uma postura combativa, saber ser pragmático e objetivo em suas propostas e daí por diante. Para isso, é preciso, antes de tudo, de um pensamento orientado à estratégia política. Eu particularmente, apesar de desejar muito, duvido que Bolsonaro consiga se desvencilhar das artimanhas que já laçam e ainda serão lançadas contra ele. Assimilar os conceitos da guerra política não é algo que se faz do dia para a noite. Falamos de uma mudança de mindset e até mesmo da percepção em relação ao mundo que nos rodeia. Se Bolsonaro conseguir fazer isso confesso que me surpreenderá. (eu demorei mais de anos  para assimilar em termos conscientes a nova forma de visualizar a nova  e velha política, por exemplo).Entenda o porque Bolsonaro não é, e não precisa ser mito, nem muito menos herói. Ele também não é TODAS as mentiras que falam a respeito dele (homofóbico, nazista, fascista, taxista, etc, e todas as bobagens que todos já estamos acostumados a ver e ouvir). Bolsonaro NÃO É MITO, até mesmo porque o mito é uma figura criada para as pessoas idolatrarem. Bolsonaro NÃO É HERÓI, ou salvador da pátria. Engraçado como o povão ainda acredita que exista essa baboseira de herói. Achavam o mesmo de Collor e  Lula, e vejam no que deu e no fundo do poço em que nos encontramos. Isso não significa que Bolsonaro seja igual a Lula ou Collor, pois entre Bolsonaro e Lula há um grande abismo de caráter, conduta, princípios, meios e fins.E ninguém precisa ser um gênio para saber disso, a não ser as pessoas que somente enxergam ele como homofóbico, nazista, etc, ou seja, pessoas que acreditam em tudo que a mídia lhes fala. Mas o maior legado e desafio de Bolsonaro, não será a Economia, e sim: A RESTITUIÇÃO DOS VALORES MORAIS E DA PLENA LIBERDADE DE EXPRESSÃO, respeitando as diferenças e o contraditório que a esquerda tanto prega, mas não cumpre. O presidente da República Jair Bolsonaro discursou dia 24/05/2020 no Palácio do Planalto, para responder às acusações proferidas por Sergio Moro durante a manhã do mesmo dia:

 

 

 


 

“Falaram que eu estava dificultando operações da PF (Polícia Federal). Se as nossas indicações não passavam por indicações partidárias, está na cara que a fonte da corrupção não era tão abundante quanto antes. Isso começou a (se) abater sobre mim como se eu fosse contrário à Lava Jato. Poderosos se levantaram. Eu estou lutando contra um sistema, contra um establishment...”

 



 

Muitos dizem que Bolsonaro usa agora a mesma NARRATIVA VITIMISTA que antes Lula usava contra as "ZILITIS DESTE PAIS". No caso de Bolsonaro, além das ZILITES tem todo um SISTEMA que não o quer no poder. Mas a narrativa se desfaz em seus fundamentos quando damos os nomes dos bois deste SISTEMA que fazem oposição covarde e ferrenha para manterem suas pautas progressistas bem como seus interesses e benefícios pessoais intocados:


 

-Banda podre da CNBB (aquela que defende: Aborto, Sincretismo Religioso, Loby Gay, invasão de Propriedades, opção EXCLUSIVA E EXCLUDENTE PELO POBRE como massa de manobra ideológica, ódio de Classes, o NÓS CONTRA ELES,  e o Comunismo Revolucionário Armado).

 

-Parte do STF

 

-Membros da OAB

 

-Banda Podre do Congresso e Senado

 

-Banda Podre da Cultura Nacional

 

-CUT

 

-MST

 

-Comunistas, Partidos de Esquerda e Centro Esquerda

 

-A maioria de Funcionários Públicos e de Estatais. Reitores e Educadores de Faculdades Públicas, acostumados a mamatas, benesses e da cultura do direito sem deveres, a ofrecerem serviços da pior qualidade só porque acham que são concursados(das).

 

 

-LGBTS

 

-ISENTÕES e TRAÍRAS

 

-Desafetos históricos e pessoais de Bolsonaro

 

-Foro de São Paulo

 

-China, Cuba, Rússia e Coréia do Norte.

 

-Radicais e Terroristas de Esquerda

 

-Crime Organizado (Nacional e Internacional)

 

-Pedófilos e Narcotraficantes de alto poder aquisitivo.

 

-Rede Globo e imprensa oposicionista que vivia de Verbas do Governo.

 

-George Soros e seus asseclas por ele patrocinados.

 

A grande verdade é que existe um enorme hiato entre as intenções de Lula ao fazer conchavos políticos com partidos, que objetivavam entre tantos outros fins escusos: Recursos para manter-se no poder, alimentar o PROPINODUTO, beneficiar seus apoiadores empreiteiros e os governos Comunistas mundo afora.  As intenções de Bolsonaro são apenas duas:

 

 

1ª)-Governabilidade (Bom, se você tiver uma solução melhor, como diria o Presidente: "APRESENTA PORRAA!!!").

 

 

2ª)-E principalmente, o bem de toda população, inclusive daqueles que não votaram nele e que lamentavelmente, torcem pelo QUANTO PIOR MELHOR.

 

 


 

Nunca nossas estatais deram tanto lucro, nunca os políticos ladrões ficaram tanto tempo sem mamar, nunca tivemos ministros tão técnicos, nunca tivemos um governo sem nenhum escândalo de corrupção, nunca em nossa história republicana foi tentado moralizar tanto esse Brasil da forma como Bolsonaro estar a fazer. Acontece que concomitantemente a esse sucesso, os que faziam parte do sistema, passaram a atacar Bolsonaro dia e noite, tirando o foco das coisas boas desse governo, desviando a atenção para coisas banais. Esse país sempre parou no Carnaval e Futebol. A política do pão e circo sempre funcionou em terras tupiniquins. Mas agora, discutimos em outro nível jamais visto:

 

 

 

1)-Discutimos quando Bolsonaro dá entrevista de havaianas, que ele fala demais, que ele não tem postura de presidente, que ele não aceita provocações e acusações baratas.

 

 

 

2)-Discutimos que ele é tudo, menos que ele é corrupto, que está moralizando e colocando o Brasil nos eixos.

 

 

 

3)-Sabemos quase de cor o nome e o que cada um de seus ministros andam fazendo e dizendo, principalmente os das pastas mais importantes: Economia, saúde e educação, coisa que não nos interessava no passado.

 

 

 

Já tinham parado para observar tudo isto? Agora que já pensou na resposta, pergunto: já parou para pensar por que toda essa corja é contra Bolsonaro? Por que você acha que são contra Bolsonaro? Só porque Bolsonaro é mal educado e fala demais? Já pensou nisso? ou a forma como a Folha Fake e a Globo lixo orquestram milimetricamente as notícias não lhe permite pensar de outra forma? Se não consegue, você desgraçadamente acabou se tornando um IDIOTA ÚTIL. Ao querer fazer desse país um lugar melhor, Bolsonaro está tampando os vazamentos da máquina Brasil, onde perdíamos muito dinheiro. O feliz e incômodo problema é que a cada buraco tampado, uma equipe de conserto ficava sem sua boquinha.

 

 

Em tempo, é bom esclarecer que antes de Bolsonaro estas equipes nunca empregavam a melhor solução para consertar o Brasil e sim, formas de ludibriar, ou seja, um faz de conta que consertavam para continuar mamando destes vazamentos AD AETERNUN.

 

 


 

Então, a cada buraco tampado, novas equipes perdiam sua teta até a hora que eles vendo seu próprio fim, se reuniram e compreensivelmente decretaram:

 

 

 

“Cumpanheiros, ou nós acabamos com esse cara, ou vamos ficar sem nossas boquinhas. Pior, ou tiramos ele de lá, ou vão descobrir aqueles vazamentos que criamos e iremos todos presos, porque o cerco com a Lava Jato e agora para piorar ainda mais, com PF não estando mais a nosso favor, está tudo conspirando contra nós, portanto, vamos acionar os nossos aparelhos!”

 

 

 

Esse mecanismo está partindo para o desespero na base do tudo ou nada, e a todo vapor, envolvendo a Globo Lixo ,Folha Fake, Brasil 171(247), UOL, Leitão, blogueiros, todos os vira-casacas, velhos caciques, empresários desonestos, banda podre da CNBB, STF, parlamentares, toda oposição Zueira, Feminazis, LGBT e o Crime organizado, estão a todo custo tentando recuperar o que perderam ou estão a perder.

 

 

E como farão isso?

 

 

Inventarão a todo e qualquer custo, um motivo para criar um impeachment e pronto, por terem maioria no congresso, tiram Bolsonaro, e então já é meio livre, depois é só trazer Mourão para o lado deles e tá tudo dominado. Entrarão no congresso se necessário até com PEC para aprovarem lei onde Morão não possa assumir e sim, trocar por eleições indiretas, ou seja, eles proprios decidem quem será o novo presidente e pronto, tudo volta ao “normal”. O normal em benefício deles, como sempre, claro e evidente!

 

 

 


 

Há uma turma na imprensa que tenta forçar uma comparação entre o PT e Bolsonaro, como se ambos fossem equivalentes

 

*Por: Rodrigo Constantino

 

Usam como pano de fundo a suposta rachadinha do filho do presidente quando era deputado, uma prática infelizmente comum na política, ou o recente escândalo do senador do DEM, que era vice-líder do governo no Senado. Balela!

 

 

Esse tipo de narrativa visa a amenizar o que fez Lula e sua quadrilha e exagerar defeitos do atual governo. Bolsonaro não pode governar sozinho, e isso sequer é desejável. Aqueles que acusavam o presidente de ser autoritário e cobravam articulação com o Congresso agora atacam justamente a necessidade de Bolsonaro montar uma base parlamentar com esse Congresso, que foi eleito.

 

 

 

Todo presidente é refém do Parlamento, pois sem ele não se governa!

 

 

E temos uma Câmara e um Senado fragmentados e dominados por partidos cujos caciques estão quase todos enrolados com a Justiça. Não há santos num bordel, e a política não se assemelha exatamente a um convento de freiras. Qual a alternativa concreta para governar e aprovar reformas? Quando os detratores do governo vêm com esse discurso de compara-lo ao PT, esquecem que o PT era uma quadrilha organizada, ligada ao Foro de SP, que tomou o estado de assalto para implementar um projeto totalitário de poder, que quase nos levou ao trágico destino venezuelano. Não há nada parecido no governo Bolsonaro.

 

Essa narrativa tenta reduzir o estrago petista ao centrão fisiológico, como se o grande mal da passagem do PT pelo poder fossem alguns escândalos de corrupção, e não o projeto totalitário em si de poder da quadrilha esquerdista, que usou o Congresso para suas finalidades abjetas.

 

 

Cadê o mensalão? Cadê o petrolão? Cadê os apaniguados da quadrilha lotados em ministérios e empresas estatais? Quem diz que o governo Bolsonaro é igual ao petista tem uma narrativa IDEOLÓGICA e cafajeste, uma agenda de poder. Mas o público não é otário e percebe isso. Daí a queda acentuada de credibilidade de certos veículos de comunicação...

 

 

*Rodrigo Constantino - Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC.

 

 


 

Hoje, no Brasil, o sistema político está polarizado por duas lideranças carismáticas capazes de despertar na sociedade afetos tão opostos como o amor e o ódio. É claro que estou falando de Lula e Bolsonaro, do lulismo e do bolsonarismo. Nesses 30 anos de “Nova República”, com a exceção desses dois, nenhuma outra liderança política brasileira teve um “ismo” para chamar de seu.

 

 

É certo que entre Lula e Bolsonaro há semelhanças também. Ambos se tornaram objetos de um tipo de culto cívico que diz muito sobre a cultura política brasileira. Somos um país de tradição republicana frágil, de mentalidade cristã arraigada, o que nos torna sensíveis à toda sorte de messianismos.

 

 

 

Entre nós, a representação política mais genuína acontece através da projeção de afetos, de idolatria aos líderes carismáticos. Parte da sociedade brasileira se sente representada por Lula. A outra parte se sente representada por Bolsonaro. Entretanto, seria um equívoco acreditar que o lulismo e o bolsonarismo são iguais. Não são. As energias afetivas que os impulsiona são bastante diferentes:

 

 

-O lulopetismo distribuía cartilhas sexuais e camisinhas nas escolas públicas e favorecimento da “balbúrdia”. O bolsonarismo quer distribuir manuais de boas condutas, escolas cívico-militares e sem partido. Ensinar as matérias realmente necessárias e não ideologias.

 

-O lulopetismo pregava socialismo, invasão de terras e luta de classes nas escolas públicas, e o pensamento único. O bolsonarismo prega patriotismo, o conservadorismo judaico-cristão, o respeito às instituições e às autoridades, a democracia, e principalmente a liberdade de expressão não só por parte da imprensa oposicionista, mas por todo cidadão.

 

 

-O lulopetismo demonizava a oposição, doutrinava os alunos com a pedagia do oprimido comunista de Paulo Freire, e calava opositores nas escolas e universidades públicas. O bolsonarismo quer a escola sem partido e sem balbúrdias.

 

-O lulopetismo desinformou uma geração inteira e formou um exército de zumbis ideologizados e analfabetos funcionais. O bolsonarismo quer com um projeto educacional pragmático e eficaz, melhorar os índices educacionais do Brasil que nas últimas décadas luloptista galgou os piores lugares.

 

 

-O lulopetismo nunca aceitou críticas e sempre tratou os críticos como inimigos. O bolsonarismo ao contrário do que se propaga, recebe e acata sim críticas internas e externas que sejam construtivas, se autoavalia, se refaz, e se fortalece não pensando na próxima eleição, mas nas próximas gerações.

 

 

-O lulopetismo nunca reconheceu seus criminosos, os defende a todo custo, e sempre culpou a imprensa. O bolsonarismo, não tolera criminosos e corruptos dizendo que lugar de bandido é na cadeia!.

 

 


 

Enfim, há dois tipos de “lulodependentes”:

 

 

1)-Aqueles que se beneficiam financeiramente – direta ou indiretamente.

 

 

2)-E os afetivamente abandonados, eternamente em busca do colo paterno ou de sentido para a própria vida; de pertencimento a um grupo. Pessoas carentes, ávidas pela salvação do pai projetado.

 

 

Essa massa humana, jocosamente apelidada de manada, é o fermento que faz crescer o pão do atraso e da miséria brasileiros. São esses pobres órfãos que acreditam, votam e defendem os populistas cretinos que governaram o Brasil antes de Bolsonaro e querem voltar a todo custo ao poder, fazendo as mudanças para continuar tudo do mesmo jeito, ou seja, no atraso. Lula rouba, e há quem o defenda. Dilma destrói o País, e há quem diga que não.

 

Quando a cleptocracia lulopetista saqueava os cofres do País,os atuais bolsonaristas ainda sem uma identidade os combatiam (e com razão!) e era confrontada pelos fanáticos do lulopetismo. Hoje são chamados de bolsominions, enquanto os tais petralhas babam ódio e rancor dizendo que é o “ódio do bem.” No livro 'A Prisioneira', o escritor francês Marcel Proust anotou o seguinte:

 

 

"Habitualmente detestamos o que nos é semelhante e nossos próprios defeitos vistos de fora nos exasperam."

 

 

O bolsonarismo é uma versão do molusco de nove dedos melhorada? Bom, o tempo que é senhor da história nos dirá. Na minha época de adolescência, fui da geração que ajudava nossos pais dentro e fora de casa.Trabalhar nunca atrapalhou minha infância, e na escola cantávamos orgulhosamente o hino nacional. Hoje esses mesmos jovens de 13 a 17anos matam por causa de um celular. Ahhh, mas roubou apenas um celularzinho, defende-o Luladrão. E se a vítima se recusar a entregar o celular que ainda nem pagou? É justificado pelos luloptistas a tomar um tiro na cara e se tornar mais um nas estatísticas, e se possível nas balas perdidas dos policiais. Não haverá nenhuma comoção da parte destes que apoiam este tipo de crime. O cidadão trabalha, compra um celular com o maior sacrifício, na maioria das vezes parcelado, e ai vem uma vítima da sociedade, que não quer saber de trabalho, pois só o ensinaram a ter e exigir direitos e nada de deveres, rouba, as vezes tira a vida por este celular, ou coisa menor. Ora, todos sabemos que com trabalho, esse mesmo moleque como tantos outros, conseguiria sim comprar seu celular, sem precisar roubar e matar, mas rouba e mata porque o ensinaram a maneira mais fácil através da pedagogia do oprimido, roubando (tomando o que lhe é de direito, segundo Paulo Freire) e não trabalhando.

 

 

Alguém me perguntou: “Quanto eu estou ganhando para defender o governo Bolsonaro?”

 

 

Estou ganhando um país sem mensalão, sem petrolão, sem bandidos condenados protegidos em ministérios, sem 237 mil ONGs sugando 7 bilhões por ano para sustentar vagabundos inúteis, sem a Globo levando 6 bilhões por ano para abafar a roubalheira de um ladrão cachaceiro e de uma senhora com déficit cognitivo avançado, que nunca conseguiu formular uma frase inteira sem se perder em devaneios.

 

 

Estou ganhando o fim de patrocínios bilionários a artistas medíocres, música de M... artes pornográficas para crianças, rabiscos de pedófilos expostos em museus chamados de arte.

 

Estou ganhando o prazeroso sumiço do MST e muito, muito mais que o pão com mortadela que davam aos desgraçados mortos de fome, que já não tinham mais dignidade, nem o país que venderam por 30 reais e um pão, aos que lhes prometeram igualdade.

 

Estou ganhando o prazer de ver hipócritas deixando cair suas máscaras, outrora pedindo "mais amor", hoje possuídos porque um cantor de direita doou oxigênio, enquanto todos os de esquerda faziam o de sempre: passavam vergonha.A propósito, não defendo o governo, defendo a verdade!

 

 

 

O Bolsonarismo é uma ideia que já ultrapassou Bolsonaro!

 

Se você olhar para o Bolsonarismo, ele consegue unir mais diversidades que o esquerdismo. Há o liberal, representado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e o militar, que é nacionalista e os Cristãos que são conservadores na moral e bons costumes. São ideias que se confrontam. Evangélicos querem ter presença forte e os liberais são contra a presença da religião no governo, mas mesmo assim, conseguem conviver e lutarem juntos com bandeiras comuns tais como a do conservadorismo, do Estado mínimo, da meritocracia e do equilíbrio entre direitos e deveres, e não só aquela do estado de direito esquerdista.

 

 

 

 

É um movimento sociopolítico sustentado por diversas correntes de pensamento que não são necessariamente complementares e às vezes antagônicos, como o liberalismo econômico, o militarismo, o cristianismo conservador, os pensamentos de Olavo de Carvalho, Felipe Pondé, entre outros.O presidente se utiliza dessas correntes para justificar a militância para o patriotismo, os bons costumes, os valores familiares, a lei, a ordem, e o sepultamento da ideologia Comunista fracassada historicamente mundo afora.

 

 

 

 

A grande verdade é, quer gostem ou não, o bolsonarismo vai permanecer por muito tempo além da figura do Bolsonaro, mesmo que, em próximas eleições, algum candidato de esquerda ou de centro ganhe. Haverá agora reações desta nova corrente politica. Estudar e compreender o bolsonarismo não é coisa de momento, é algo que já vem sendo construído por um tempo e que vai ficar por muito tempo.

 

Então, esses que apoiam o governo olham o cenário todo e não apenas o que a imprensa quer destacar!

 

 

-Veem os defeitos de Bolsonaro, comportamentos que poderiam ser diferentes, mas observamtambém os contornos, os adversários, as narrativas absurdas contra ele e, assim, mantêm o apoio e explicitam isso sem receio. Porque sabem pelo que lutam e contra o que lutam! Um Brasil igualitário e plural é um país que não se feche no ódio identitário, mas alimente a igualdade na dignidade da pessoa humana; é o país que não persiga a fé e as tradições por uma minoria organizada que odeia a transcendência e o sagrado. É o país das oportunidades que não se deixa escravizar por patrulhamentos, por sectarismo, pelo discurso asfixiante do politicamente correto, que busca constranger e intimidar quem somos e o que somos por uma moral amoral pautada por uma agenda de esquerda.É por isso que Bolsonaro continua com tanto apoio. Porque olhamos para os que o odeiam e vemos que lhes faltam méritos para lhe darmos o mínimo de apoio.

 

 


Para a galera do impeachment:

 

 

 

Vocês acham que se essa grana tivesse sido investida na Saúde, educação e segurança hoje você estaria vivendo como está?

 

 

● 38,26bilhões de reais com os Jogos Olímpicos;

 

● 40 bilhões de reais com a Copa do Mundo de Futebol;

 

● 121 bilhões de reais desviados da Petrobras;

 

● 12,6 bilhões de reais repassados a 7.700 ONGs, governo Lula;

 

● 9 bilhões de reais em publicidade, em 4 anos do governo Dilma. O último não tenho;

 

● 7 bilhões de reais em publicidade, governo Lula;

 

● 1 bilhão de reais ao MST e outros movimentos ligados ao PT, governo Dilma.

 

● 152 milhões de reais repassados ao MST, só no governo Lula;

 

● 154 milhões de reais com cartão corporativo (gastos secretos), gestão Dilma;

 

● 65,9 milhões de reais repassados à UNE nos governos Lula e Dilma;

 

● 50 milhões de reais com cartão corporativo (gastos secretos), gestão Lula

 

● 11 milhões de reais repassados por Dilma a blogueiros petistas às vésperas do impeachment

 

● 6,5 bilhões de reais em obras na República Dominicana;

 

● 1 bilhão de reais/ano de mesada à ditadura cubana, sob o disfarce de “Mais Médicos

 

● 2,9 bilhões de dólares investidos a fundo perdido na construção da primeira fábrica de medicamentos contra Aids da África, em Moçambique; fazendas experimentais de arroz no Senegal e de algodão em Mali; projetos agropecuários, de combate ao trabalho infantil e de capacitação de docentes para o ensino de português no Timor-Leste, e a implantação de bancos de leite humano de 22 países da África

 

● 1,5 bilhão de dólares de prejuízo naquela falsa tomada de assalto às refinarias da Petrobras na Bolívia. Na verdade foi um ato nojento e covarde de traição do governo petista ao povo brasileiro. Conforme posteriormente Lula confessou, ele e o índio cocaleiro já haviam acertado toda a farsa, anteriormente: Evo faria o teatrinho de “ocupação“ das instalações da Petrobras e ele doaria tudo à Bolívia. E assim foi feito;

 

● 1,22 bilhão de dólares na construção de uma 2ª ponte de 3.156 m sobre o rio Orinoco, Venezuela;

 

● 1,5 bilhão de dólares na construção de um trem subterrâneo na Argentina (o famoso soterramento do Ferrocarril Sarmiento, ligando Buenos Aires a Moreno)

 

● 1 bilhão de dólares para o metrô Cidade do Panamá;

 

● 900 milhões de dólares de perdão de dívidas a ditaduras africanas para com o Brasil;

 

● 792,3 milhões de dólares de prejuízo na compra da refinaria sucateada de Pasadena, Texas e depois revendida abaixo do preço.

 

● 732 milhões de dólares na construção do Metrô de Caracas, Venezuela;

 

● 692 milhões de dólares para o porto de Mariel, Cuba;

● 636,8 milhões de dólares na expansão de gasodutos da distribuidora Cammesa, Argentina

 

● 400 milhões de dólares em auxílio para compra de alimentos para Cuba;

 

● 200 milhões de dólarespara compra de máquinas agrícolas para Cuba(bolsa agrícola cubana);

 

● 650milhões de dólares para melhorias no porto de Mariel, em Cuba;"

 

"Só" isto acima totaliza a bagatela do rombo de R$ 229.412.000.000,00

 

 

Se você chegou até aqui e não concordou com nada, me desculpe a sinceridade, mas seu lugar é num estábulo, comendo alfafa, sendo chicoteado no lombo e dizendo “amém” para tudo o que seus ídolos esquerdopatas e cheios de ódio fazem.

 

 


Apostolado Berakash: A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.

 

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Como Católicos, defendemos a verdade contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino) “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger