A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » FILTRAR OLAVO DE CARVALHO – Ver tudo, mas ficar apenas com o que é bom ( Cof. I Tessalonicenses 5,21)

FILTRAR OLAVO DE CARVALHO – Ver tudo, mas ficar apenas com o que é bom ( Cof. I Tessalonicenses 5,21)

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 10 de novembro de 2015 | 12:02



Antes de mais dada, gostaria de dizer que não me refiro a nenhuma obra literária do Olavo, mas sim a sua atuação na internet, quer nas redes sociais, quer em vídeos noYouTube. A face que nunca admirei e nem recomendarei pode ser vista na sua página, recheada de pornofonia. Outra coisa: a imagem que ele tem de si (do seu conhecimento) é extremamente narcisista e seus vídeos que tratam de filosofia possuem um viés que, para os que confessam a fé Católica integral e genuína não coadunam com o pensamento do Magistério da Igreja. E são exatamente estas formulações que o Olavo utiliza para desenvolver seu raciocínio filosófico. Ora,a verdadeira espiritualidade abrange toda a realidade. Há coisas que a Bíblia nos mostra como pecaminosas – as quais não estão de acordo com o caráter de Deus. Mas, tirando isso, o senhorio de Cristo toda a vida e toda a vida igualmente. Isto é, a verdadeira espiritualidade abrange não somente toda a vida, mas abrange todas as partes do espectro da vida igualmente. Neste sentido, não há nada na nossa realidade que não tenha caráter espiritual.






"Portanto, que fique claro: Se de um lado rejeito categoricamente toda tentativa de imputar à Maçonaria a autoria dos males modernos, de outro lado me parece um fato que a ruptura entre Maçonaria e tradição católica está na raiz desses males como pretendia aliás o próprio René Guénon, não exclusivamente, decerto, mas ao menos significativamente" (Olavo de Carvalho, op, cit. p. 338, nota 209). E Olavo declara, em outra nota ao pé de página, que não é "nem maçom, nem antimaçom" (Cfr. Olavo de Carvalho, O Jardim das Aflições, p. 316, nota 180).

"Qual é a sua religião?" Olavo respondeu incontinenti:



"Eu sou ecumênico radical: católico-protestante-islâmico-judaico-budista-hinduísta. Eu acredito que essas religiões têm todas um núcleo de verdade metafísica que é eterno, revelado, que o ser humano não poderia ter inventado" (Olavo de Carvalho, A Miséria do Materialismo, entrevista à revistaRepública, Ano IV, n* 40, fevereiro de 2000, p. 96).


A razão que leva Olavo de Carvalho a se dizer adepto de todas as religiões é mais profunda, e ele a dá parcialmente, é claro em suas aulas ou escritos esotéricos, aqueles que são só para alguns, mais iniciados em sua doutrina oculta.Olavo afirma que por trás das religiões haveria um núcleo comum esotérico. É o que se pode ler em seu livro "Fronteiras da Tradição":


"Assim, quem está numa religião já está na Tradição, quem dentro dessa Tradição encontra um caminho espiritual um esoterismo está ‘mais dentro’. E quem chega à suprema realização está ‘no centro’ dessa Tradição, o qual coincide então com o centro da Tradição universal e primordial".E prossegue Olavo, dizendo: "Chegar ao esoterismo sem um exoterismo é tão impossível quanto chegar ao centro de um país sem penetrar as suas fronteiras e percorrer seu território. Se alguém desligado de um exoterismo tem por acaso a felicidade de contatar um mestre espiritual autêntico, a primeira coisa que este vai fazer é mandá-lo aprender e praticar o exoterismo: "É um princípio geral do Sufismo que um firme embasamento no exoterismo é indispensável como preparação no caminho esotérico; e, na Tariqah Darqáwi..., todos os noviços eram obrigados a decorar o Guia dos Elementos Essenciais do Conhecimento Religioso (NB- famoso catecismo islâmico em versos), de Ibn ‘Ashir, como meio de assegurar que possuíam o mínimo necessário de instrução religiosa" (Olavo de Carvalho, Fronteiras da Tradição, Editora Nova Stella- coleção Eixo, São Paulo, 1985, pp. 11 e 12).



Faço-lhes um esquema para elucidar o que disse Olavo repetindo, aliás, o ensinamento de René Guénon.A citação de Guénon está no livro "O Esoterismo de Dante". Como já se sabe agora, Olavo de Carvalho, tal como Guénon, se afirma esotérico e tradicionalista em religião.





Olavo por ser mais filósofo que teólogo, prefere navegar pelos mares escabrosos da filosofia, desta forma não teria que afinar suas ideias com a teologia Magisterial da Igreja.Contudo, diante de toda a recomendação não filtrada feita por líderes e teólogos às obras dele, muitas destas recomendações recheadas de entusiasmo, e que concediam um status quo de mito para o Olavo, acabaram por seduzir muitos jovens despreparados para a idolatria. Quando falo sobre idolatria, me refiro a idolatrarem a pessoa do Olavo, isso tudo por não terem uma visão bem amadurecida tanto da fé que professam como da política.





A maioria das pessoas conhecem o Olavo de Carvalho da internet e sua atuação contra o marxismo, principalmente seu posicionamento anti-petismo. Essa afinidade fez com que muitos não atentassem para as outras questões supra elencadas. O equívoco dos Cristão e Católicos neste caso é achar que “o inimigo do meu inimigo é meu amigo”. O fato do Olavo falar muitas verdades sobre as demandas diabólicas do marxismo não deveria fazer dele um pensador de referência para os Católicos. Afinal, temos ou não temos bons pensadores e teóricos políticos dentro do Catolicismo? Claro que temos, mas vivemos carentes de referências mais “famosas”, digamos assim. Vejo Católicos das mais várias nuances publicando diversos vídeos de criaturas como o Silas Malafaia, que é herege de primeira categoria. Geralmente a saída para este comportamento é uma frase que assim diz: “Não concordo com a teologia do Malafaia, mas estou com ele no posicionamento político”. Por mais que ele tenha dito coisas corretas contra o Governo e os militantes esquerdistas, ele não deixa de ser um corruptor da Escritura Sagrada, assim sendo, não deveríamos associar a sua imagem a nossa. Com o Olavo não pode ser diferente. Se ele, ou outro, diz algo que seja verdadeiro, isso não é o suficiente para que eu compartilhe suas falas sem um filtro, ou ao menos um comentário de ressalva.


Sempre que vejo Católicos e outros cristãos compartilhando vídeos e frases contendo palavrões (sem levar em conta a questão do decoro) apenas por ter sido uma fala que politicamente se alinhava com a sua, fica uma sensação de algo errado.Pior ainda é ver nossos jovens, que infelizmente não leem homens como Hans Urs 
von Balthasar, G.K. Chesterton Karl Josef Erich Rahner,Hilaire Belloc,Tomás de Aquino, Santo Agostinho, etc, para solidificar sua cosmovisão Católica, e ficam horas na net sendo doutrinados pelo Srº Olavo, que por mais conservador que seja, moralmente e politicamente falando não é nem de longe um bom referencial de Magistério Petrino (Pois discorda publicamente de pontos do próprio magistério e dos atuais papas).



Podemos dizer que o Olavo de Carvalho teve e tem sua relevância política, e que as suas obras não precisam ser (de um todo) rechaçadas. Mas, apelo as pessoas de bom senso que aprendam a lição e filtrem suas recomendações e ensinos pseudo infalíveis. Não esqueçam que ensiná-las a cosmovisão abrangente do Catolicismo incluindo a DSI (Que não é nem Comunista e nem Capitalista) é a melhor maneira de prestar um serviço à verdade, evitando cair na achologia. Negligenciar isto é colher no futuro os frutos da má semente que estamos plantando ou deixando germinar agora.
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger