A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Dez diferenças entre Católicos Normais e Católicos adeptos da Teologia da Libertação

Dez diferenças entre Católicos Normais e Católicos adeptos da Teologia da Libertação

Written By Beraká - o blog da família on segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 | 00:01



Aqui citarei apenas 10 diferenças gritantes entre Verdadeiros Católicos e os adeptos da Teologia da Libertação, que se dizem católicos, porém negam todos os ensinamentos da Igreja, negam dogmas, negam a moral católica, não obedecem aos legítimos pastores, e tantas coisas que fazem com que estejam desligados da verdadeira Igreja.

Obviamente, existem muito mais diferenças porém, citarei aqui as principais, para que muitos que estão desinformados sobre o assunto, não caiam na lábia desses falsos profetas, e saibam reconhecer um quando o encontrar, o que não é nada raro hoje em dia.


A Teologia da Libertação é herética, pois compactuam da heresia Eclesiológica, ou seja uma falsa concepção de Igreja. Seus seguidores a maioria são apóstatas, e excomungados que se fazem de vítimas dizendo-se perseguidos e incompreendidos, mas na realidade, são lobos em pele de Cordeiro, como provarei neste artigo.



Seguem a doutrina marxista [comunista], e tentam de todas as formas conciliar a doutrina católica com ela, sem nenhum êxito, pois é como querer misturar água e óleo.


A doutrina comunista segue o marxismo ateu, ensinado por Karl Marx, um inimigo da religião. É dele aquela famosa frase: "A Religião é o ópio do povo." Aí podemos começar a entender o motivo da teologia da libertação ser incompatível com a Fé Católica. Pode uma arvore má dar bons frutos? Até hoje esta frase bíblica continua mostrando sua legitimidade, podemos responder facilmente a esta pergunta, e não é muito difícil entender isso.

“Na TL não há verdadeiras conversões, mas mera militância”

Espero que através deste artigo os leitores do blog, desinformados a respeito deste grande inimigo da Igreja, a teologia da libertação, possam conhecer melhor este joio que está entre nós.



1° Diferença:

Verdadeiros Católicos: Creem que a Eucaristia é verdadeiro corpo e sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo sob as aparências de pão e vinho, instituído na última ceia para a nossa Salvação. Creem que a primeira missa foi o calvário, e que a cada dia, em toda Santa Missa se renova o sacrifício de Cristo na cruz pra a nossa redenção e perdão de nossos pecados. Por isso eles tem verdadeiro zelo pela Santa Missa, seguem os documentos católicos onde está expressamente proibido utilizar cálices ou âmbulas com materiais que não simbolizem a sacralidade,gostam de oferecer o melhor para Deus. Por que sabem que a Santa Missa é um culto a Deus e não o culto ao homem.




Adeptos da TL: Creem que a Santa Missa é um "banquete", uma "refeição" onde os "irmãos" se unem para "partilhar" o pão, repartir com o irmão. Não creem que é o sacrifício de Cristo, creem que a Missa é para as pessoas se sentirem bem, portanto dispensam todo tipo de parâmetros, cálices e ambulas de ouro, altar digno. Para eles o cálice pode ser até de latão ou madeira, ou até mesmo em copos descartáveis, o Santíssimo não interessa, o que importa é o povo "se sentir bem" onde está, e não se sentir "ofendido" com o ouro oferecido a Deus.




2° Diferença:

Verdadeiros Católicos: Seguem a doutrina social da Igreja a respeito de política. Não são esquerdistas fanáticos, por que sabem que isso constitui excomunhão ipso facto, ou seja, automática. Lutam pelo Reinado de Nosso Senhor Jesus Cristo, e não de Marx, e procuram não votar em candidatos que são contra a Moral Católica e que apoiam a promiscuidade.




Adeptos da TL: São de esquerda, amam Che Guevara,  votam em candidatos de esquerda, PT, PSOL, com bandeiras vermelhas, que são a favor de milhares de atrocidades, inclusive aborto e homossexualismo. Para o adepto da TL, isso simplesmente não tem importância alguma, pois para ele o que interessa são os "direitos do cidadão", o direito a pecar, o direito de ser a favor do homossexualismo, do aborto, etc.



3° Diferença:

Verdadeiros Católicos: São absolutamente a favor da Moral Católica ensinada pela Santa Igreja e por tantos santos. Posicionam-se a favor da castidade, do matrimônio legítimo, contra o homossexualismo, aborto, eutanásia etc. Ou seja, são católicos!




Adeptos da TL: Possuem muitos membros que são homossexuais convictos e que encontraram "dentro da Igreja" uma maneira de viver a promiscuidade e "ser católico" ao mesmo tempo, se é que me entendem. São promíscuos, não guardam a castidade, vão a boates, bailes, apoiam o homossexualismo, o aborto, a eutanásia, para eles o que a Igreja ensina sobre isso não faz sentido algum, pois não obedecem o que está determinado nos documentos ou pelos Santos, para eles, são apenas "opiniões", querem ter direito de "opinião" dentro da Igreja. (Vide: Frei Beto e CIA LTDA).





4° Diferença:

Verdadeiros Católicos: Creem na Hierarquia da Santa Igreja, que é Teocrática. O Papa, legítimo sucessor de São Pedro, é o chefe visível da Igreja, cardeais são nomeados pelo pontífice, arcebispos, bispos, párocos vigários etc. Isso é importante para manter a ordem dentro da Igreja, onde ninguém é dono da doutrina, mas somos fiéis a doutrina imutável deixada por Nosso Senhor Jesus Cristo. Ninguém tem autoridade para ensinar novidades, ou doutrina própria, e sim obedecer aos ensinamentos deixado por nosso Senhor.



Adeptos da TL: Todos são iguais perante eles, são anárquicos, acham que qualquer um tem o direito de expressar suas idéias (dentro da Igreja), são contra a hierarquia. Negam o primado de Pedro, dizendo que ele foi como qualquer outro apóstolo.

5° Diferença:

Verdadeiros Católicos: Leem livros de Santos doutores: São Tomás de Aquino, Santo Afonso de Ligório, São Francisco de Sales, Santa Teresinha do Menino Jesus etc. Leem os documentos da Igreja Católica para conhecer melhor a doutrina e servir nosso Senhor, leem o catecismo, leem a bíblia com a interpretação da Santa Igreja e são fiéis a ela.



Adeptos da TL: Leem Karl Marx, Leonardo Boff, e todo tipo de escritos dos comunistas, seus heróis não são os santos e sim revolucionários. Alguns santos da Santa Igreja eles pegam como exemplo deturpando completamente sua vida, dizendo que foram comunistas, anárquicos como eles, (como por exemplo São Francisco de Assis, a vítima da Teologia da Libertação, que nunca foi infiel a Santa Igreja). Citam os santos [fora do contexto, com mentiras], somente quando convém a eles.





6° Diferença:

Verdadeiros Católicos: Como citado acima, creem que a Missa é sacrifício, e portanto, obedecem as normas Litúrgicas.



Adeptos da TL: Não obedecem as normas litúrgicas, badernam a Santa Missa, que mais parece um terreiro de macumba.


7° Diferença:

Verdadeiros Católicos: Lutam por uma sociedade em que Reine Nosso Senhor Jesus e suas leis morais. Lutando contra o aborto, homossexualismo e tudo o que destrói o matrimônio. Não votam em candidatos que são a favor destas coisas citadas acima, bem como a favor de qualquer coisa que vá contra a moral católica.



Adeptos da TL: São revolucionários, baderneiros, saem para as ruas fazer baderna, lutando contra toda sã doutrina católica, com bandeiras vermelhas, dizendo que estão a favor do povo, enquanto apoiam partidos ateus de esquerda, que são declaradamente anticatólicos, abortistas, etc.


8° Diferença:

Verdadeiros Católicos: Se vestem com modéstia, para lutar pela castidade enquanto solteiros, casados, consagrados , lutam por uma vida Santa conforme os valores Cristãos.



Adeptos da TL: Detestam qualquer coisa que lembre a tradição da Santa Igreja e o que ela representa para a sociedade(Taxam de Romanização). Zombam e debocham de toda Moral Católica e Cristã, dizendo que é ultrapassada, como se a verdade pudesse ser modificada; dizem que o que importa é o coração. E que o mundo evolui  e modernizou-se e a Igreja precisa conformar-se ao mundo.


9° Diferença:

Verdadeiros Católicos: Defendem a Santa Tradição da Igreja, entendem da história da Igreja e consegue reconhecer o Espírito Santo de Deus agindo na Igreja. Tem consciência de que a doutrina da Igreja é imutável, que a verdade não é relativa. O que foi dogma ontem, é hoje e será amanha, ou seja, a verdade do passado nunca muda, pois Deus é perfeito, é eterno e nunca muda.

Adeptos da TL:  Falam mal do que a Igreja foi no passado, dizem que foi opressora, falam mal das cruzadas, da inquisição, criticam a posição da Igreja a favor da pena de morte em determinados casos [ate hoje o é]. Acham que a verdade muda com o tempo e que a Igreja precisa "se converter" e "se aproximar dos pobres", fazendo uma opção EXCLUSIVA E EXCLUDENTE por eles.Mesmo tendo tantas provas e historiadores afirmando que a Igreja Católica é a maior instituição de caridade do mundo [e numa época que não existia teologia da libertação].


10° Diferença:

Verdadeiros Católicos: Sabem que pobres sempre existirão na terra. (Mt 26, 11a) e aqui todos nós sofremos e temos que lutar pela nossa salvação. Nunca existirá uma vida perfeita aqui na terra, por que nosso Senhor mesmo afirmou: : "Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim."(João 15, 18,21). Portanto lutam, sofrem neste mundo e fazem caridade por que sabem que Deus se encontra no próximo.


A Caridade do católico é para mais agradar nosso Senhor, nosso sumo bem. Os Verdadeiros Católicos lutam para conseguir a pobreza de espírito, que é o desapego aos bens deste mundo, por que sabem que ninguém pode servir a dois senhores, e devemos nos contentar com o que Deus nos dá, sendo pobres, ou tendo uma condição social melhor. Sabem que o que Deus condena é o apego às riquezas e não as riquezas em si, como bem disse São Francisco de Sales, doutor da Igreja:

"Grande diferença há entre ter o veneno e ser envenenado. Quase todos os farmacêuticos possuem muitos venenos pra diversos usos de seu ofício, mas não se pode dizer que estejam envenenados porque têm o veneno em suas farmácias. Assim também podes possuir riquezas sem que o seu veneno natural penetre até tua alma." (Filotéia, Introdução à Vida Devota - pag. 197-198, ed. Vozes de bolso)¹.


Adeptos da TL: Acham que podem fazer um paraíso na terra, onde todos devem viver bem e não devem sofrer. Acham que "roubando" dinheiro dos ricos, e dando aos pobres é uma boa maneira de acabar com a pobreza, abominam pessoas ricas, como se elas fossem odiosas aos olhos do Senhor [coitados, não devem conhecer a vida de Santa Edwirges, ou como faz todo TL, ignora].


Para eles os ricos na Igreja não tem vez, a não ser que possam roubá-lo. Como bem ensinava Karl Marx, o 'santo' padroeiro deles. E a frase acima de São Francisco de Sales? Bem os santos doutores não são importantes para os adeptos da TL, para eles todos são "pensadores" e podem ter suas opiniões pessoais (dentro da Igreja), e isso foi mera opinião de São Francisco de Sales (sic).


Considerações finais:


Como bem podem ver os adeptos da teologia da liberação são muito piores que os próprios protestantes. Como bem disse São Pio X:

 "Os piores inimigos da Igreja estão dentro dela mesma."

A TL é a própria destruição da fé católica. Não é preciso explicar muito o motivo desta afirmação, basta ler o artigo todo para perceber o motivo de todo TL estar excomungado da Santa Igreja e não fazer parte dela, mesmo que estejam infiltrados  em tantos movimentos, e sendo até padres católicos legitimamente ordenados. Eles se desligaram da verdadeira fé, saíram da Igreja quando a negaram.

Fontes:

CAIAFARSA


1 - Filotéia, Introdução à Vida Devota - pag. 197-198, ed. Vozes de bolso.
Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 3 Comentário. Deixe o seu!

4 de julho de 2014 10:47

Fazendo perguntas, a quem quiser responder.
Pergunta. O que leva as pessoas a acreditarem na Bíblia sagrada com tanta convicção?

Pergunta, sem a Bíblia seria impossível a humanidade ter o progresso que teve até hoje?

Pergunta, se toda a humanidade bitolasse somente na Bíblia para adquirir conhecimentos, teríamos tido o mesmo progresso?

Pergunta, as pessoas que acreditam na Bíblia tem de fato um conhecimento profundo da historia da humanidade no que tange religiões?

Pergunta, Os adeptos da Bíblia sabem que são 40 autores que a escreveram em um período de 1.600 anos?

Pergunta. Com tantos autores e um período tão extenso, não seria possível ter entre eles alguns falsos profetas?

Pergunta, em um período de 1.600 anos sem nenhum meio de comunicação como foi possível fiscalizar ou comprovar que os escritos eram autênticos?

Pergunta, Os adeptos da Bíblia sabem que naquele tempo a maioria das pessoas eram analfabetas e com poucos conhecimentos?

Pergunta, Existe algum religioso que após ler toda a Bíblia virou ateu ou agnóstico?

Pergunta, Existe algum ateu ou agnóstico, os quais lendo a Bíblia se converteram em religiosos?

Pergunta. Os adeptos da Bíblia sabem que 65% da humanidade não acreditam em tal livro?

Pergunta, Os adeptos da Bíblia sabem que não é democrático criticar 65% que não acreditam, pois na democracia a maioria deve prevalecer?

Pergunta, os partidários da Bíblia quanto ao criacionismo, já estudaram com profundidade o evolucionismo para tirarem suas dúvidas, ou são proibidos de fazê-lo?

Pergunta, há algum cristão que tem convicção que segue a risca os preceitos de Cristo?

Pergunta, há algum cristão que acha fácil seguir os preceitos do mestre?

Pergunta, há algum religioso que sabe que é melhor não seguir nenhuma religião do que segui-la com falsidade?

Pergunta, há algum religioso que descobriu Deus sozinho, sem a ajuda no inicio dos seus pais e depois dos teólogos?

Pergunta, os cristãos sabem que se eles tivessem nascido em pais islâmico eles seriam adeptos de Maomé?

Pergunta, os religiosos sabem que seguir uma ou outra religião quando crianças depende do país onde nascemos, e não da nossa escolha?

Pergunta, os religiosos sabem que quando nascemos nossos pais nos rotulam com a religião que eles professam?

Pergunta, os religiosos sabem que no passado houve vários deuses, os quais foram transformados até em piadas para os seguidores de um Deus mais recente?

Minha resposta, todos nós temos o direito de seguir o caminho que quisermos, mas devemos nunca se esquecer de observar o caminho com muita atenção para não sermos ludibriados e levados ao fanatismo, porque o fanatismo é o bloqueio da nossa inteligência, pois o fanático não tem mais vontade própria ele e guiado por terceiros que os manipulam a seu bel prazer.
Paulo Luiz Mendonça.

5 de julho de 2014 10:01

Prezado ateu evolucionista Paulo Luiz,te respondo perguntando:


1)-Por que deveríamos acreditar em Deus e na sua revelação nas escrituras sagradas ?

RESPOSTA RACIONAL:Porque os argumentos e evidências que apontam para a Sua existência são mais plausíveis do que aqueles que apontam para a negação. Vários argumentos dão força à ideia de que Deus existe. Ele é a melhor explicação para a existência de tudo a partir de um momento no passado finito, e também a para o ajuste preciso do universo, levando ao surgimento de vida inteligente. Deus também é a melhor explicação para a existência de deveres e valores morais objetivos no mundo. Com isso, quero dizer valores e deveres que existem independentemente da opinião humana.


2)-Se Deus é bondade e justiça, por que ele não criou um universo perfeito onde todas as pessoas vivem felizes?

RESPOSTA:O fato de que o desejo de Deus não é realizado implica que os seres humanos possuem livre-arbítrio. Não concordo com os teólogos que dizem que Deus determina quem é salvo ou não. Parece-me que os próprios humanos determinam isso. A única razão pela qual algumas pessoas não são salvas é porque elas próprias rejeitam livremente a vontade de Deus de salvá-las.Penso que o determinismo, racionalmente, não passa de absurdo. Não é possível acreditar racionalmente nele. Portanto, a atitude racional é negá-lo e acreditar que existe o livre-arbítrio.

3)- Se o terrorista é cristão o ato terrorista motivado pela religião é justificável, por ele acreditar no Deus ‘certo’?

RESPOSTA:Não é suficiente acreditar no deus certo. É preciso garantir que os comandos divinos estão sendo corretamente interpretados. Não acho que Deus dê esse tipo de comando hoje em dia. Os casos do Velho Testamento, como a conquista de Canaã, não representam a vontade normal de Deus.

Continua...

5 de julho de 2014 10:02

4)- O textos da Bíblia passaram por diversas revisões ao longo do tempo. Como podemos ter certeza de que as informações às quais temos acesso hoje são as mesmas escritas há 2.000 anos? Além disso, como lidar com o fato de que informações podem ser perdidas durante a tradução?


RESPOSTA:Realmente há variedade de revisões e traduções. Por isso, é imperativo voltar às línguas originais nas quais esses textos foram escritos. Hoje, os críticos textuais comparam diferentes manuscritos antigos de modo a reconstruir o que os originais diziam. O Novo Testamento é o livro mais atestado da história antiga, seja em termos de manuscritos encontrados ou em termos de quão próximos eles estão da data original de escrita. Os textos já foram reconstruídos com 99% de precisão em relação aos originais. As incertezas que restam são trivialidades.



5)- É possível explicar a existência de Deus apenas com a razão? Qual o papel da ciência na explicação das causas do universo?

RESPOSTA:A razão é muito mais ampla do que a ciência. A ciência é uma exploração do mundo físico e natural. A razão, por outro lado, inclui elementos como a lógica, a matemática, a metafísica, a ética, a psicologia e assim por diante. Parte da cegueira de cientistas naturalistas, como Richard Dawkins, é que eles são culpados de algo chamado ‘cientismo’. Como se a ciência fosse a única fonte da verdade. Não acho que podemos explicar Deus em sua plenitude, mas a razão é suficiente para justificar a conclusão de que um criador transcendente do universo existe e é a fonte absoluta de bondade moral.


Esperando tê-lo ajudado em suas dúvidas ,


Shalom !!!

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger