A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Esquerdistas abusam do oportunismo e culpam parte da imprensa nacional pela condenação dos Santos Mensaleiros Inocentes

Esquerdistas abusam do oportunismo e culpam parte da imprensa nacional pela condenação dos Santos Mensaleiros Inocentes

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 17 de novembro de 2013 | 00:34





Pegando carona – Após mais de oito anos da eclosão do Mensalão do PT, o maior escândalo de corrupção da história nacional de que se tem notícia, o Supremo Tribunal Federal conseguiu finalmente chegar ao ponto de mandar à prisão os responsáveis pelo esquema de compra de parlamentares por meio de mesadas.


Como sempre acontece, os partidos ligados aos condenados reforçaram o apelo à teoria da vitimização, como se os envolvidos no imbróglio fossem inocentes.



Na última década, o Brasil foi tomado por uma crescente sensação de impunidade, fase inaugurada com a chegada de Luiz Inácio da Silva ao Palácio do Planalto.


A bordo do discurso maroto de que desconhecia qualquer ato de corrupção, o agora lobista Lula incentivou os brasileiros ao cometimento de transgressões das mais variadas, fazendo com que o Judiciário deixasse a condição de último fio de esperança de uma sociedade diuturnamente vilipendiada em seus direitos.



Os esquerdopatas de plantão começam a postar na rede mundial de computadores textos em que acusam a imprensa de estar comemorando a decisão do ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, de mandar ao cárcere, a qualquer momento, os condenados na Ação Penal 470.


Não se trata de comemorar, mas, sim, de exigir que justiça seja feita, da mesma forma que isso ocorre com um reles cidadão que rouba um pão para matar a fome. Sem recursos para contratar caros e badalados advogados, o gatuno comum via de regra passa bom tempo atrás das grades, sendo algemado e exibido à população nos programas policialescos como se fossem troféus de uma nação amedrontada.



O que a esquerda nacional tenta no momento é faturar com a prisão dos mensaleiros, que quando estavam a cometer crimes não se preocuparam com as consequências de seus atos, até porque à época flanavam nos ares da impunidade.


O Mensalão do PT foi uma operação criminosa ousa e sem precedentes, colocada em prática para saciar a sanha financeira de um partido e para manter nas alturas a aprovação de um político megalômano como Lula.


Se algum cidadão brasileiro comemorar a prisão dos marginais que operaram o esquema palaciano, isso encontrará justificativa na necessidade de a população se vingar dos que cometem seguidos desmandos, como se o Brasil fosse uma terra sem lei.


Ademais, a prisão dos mensaleiros servirá para calar alguns dos condenados, que do alto da soberba bateram no peito e bradaram que a corrupção havia terminado no País com a chegada da esquerda ao poder.



Vale lembrar que, apesar do jogo de palavras, o poder é podre e política continua sendo negócio milionário e privilégio de poucos. Por isso é importante o interesse da população pelo tema, sob pena de a nação ser obrigada a conviver com pelo menos mais alguns séculos de corrupção.



O que não se pode aceitar a essa altura dos acontecimentos é a decisão oportunista de alguns dos condenados serem “vendidos” à opinião pública como vítimas de um sistema comandado pela “elite golpista”. Se há no Brasil, neste momento, “elite golpista”, como vocifera Lula, essa é formada pelo ex-metalúrgico e sua horda de seguidores.




Prevalece agora de forma otimista e positiva o sentimento de que o Brasil começa a dar os primeiros passos na trilha que levará à dignidade do País, o que só é possível com respeito às leis, ordem e progresso.


E para isso é preciso competência e seriedade, mercadorias que estão em falta.




Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger