A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas no todo ou em parte, não significa necessariamente, a adesão às ideias nelas contidas, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Todas postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores primários, e não representam de maneira alguma, a posição do blog. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo desta página.
Home » , » Tributo dos brasileiros ao eterno Mestre Olavo de Carvalho (*1947+2022)

Tributo dos brasileiros ao eterno Mestre Olavo de Carvalho (*1947+2022)

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 25 de janeiro de 2022 | 13:42




Nota de pesar pelo falecimento do Professor Olavo de Carvalho - 25/01/2022

 

 

O Governo do Brasil lamenta a perda do filósofo e professor Olavo de Carvalho e manifesta seu pesar e suas condolências a familiares, amigos e alunos.De contribuição inestimável ao pensamento filosófico e ao conhecimento universal, Olavo deixa como legado um verdadeiro apostolado a respeito da vida intelectual, com uma vasta obra composta de mais de 40 livros e milhares de horas de aulas. Entre suas inúmeras contribuições, defendeu a primazia da consciência individual; apresentou uma inédita e inigualável teoria sobre os quatro discursos aristotélicos; teceu valiosas considerações sobre o conhecimento por presença e originais análises sobre as etapas do desenvolvimento da personalidade humana; além de inúmeras outras contribuições que inspiraram e influenciaram dezenas de milhares de alunos e leitores – inclusive, levando muitos à conversão à fé, segundo incontáveis relatos.







Intransigente defensor da liberdade e escritor prolífico, o professor Olavo sempre defendeu que a liberdade deve ser vivida no íntimo da consciência individual e na inegociável honestidade do ser para consigo mesmo: "Não fingir saber o que não sabe nem fingir não saber o que sabe", resumia assim o conceito da honestidade intelectual. Olavo de Carvalho oxigenou o debate público brasileiro e inseriu no mercado editorial do país e popularizou centenas de autores, dentre os quais se destacam Mário Ferreira dos Santos, Louis Lavalle e Viktor Frankl. Admirado por proeminentes intelectuais, foi classificado por Roberto Campos como "filósofo de grande erudição"; segundo Jorge Amado, possuía "reconhecida competência na área da filosofia". Para Paulo Francis, "Olavo de Carvalho vai aos filósofos que fizeram a tradição ocidental de pensamento, dando ao leitor jovem a oportunidade de atravessar esses clássicos". E para Ives Gandra Martins, "Olavo é o mestre de todos nós". O filósofo também foi reconhecido por grandes escritores nacionais, como Herberto Salles, Josué Montello, Ariano Suassuna, Antônio Olinto, Hilda Hilst, Miguel Reale, Bruno Tolentino e muitos outros.

 

 




“O amor não é um sentimento: é uma decisão, um ato de vontade e um comprometimento existencial profundo. Os sentimentos variam, mas o amor permanece. Quem não compreendeu isso não chegou nem perto da maturidade. É um juramento interior de defender o ser amado até à morte, mesmo quando ele peca gravemente contra você. O amor é mesmo, como dizia Jesus, morrer pelo ser amado. Quando a gente espera que o amor torne a nossa vida mais agradável, em vez de sacrificar a vida por ele, a gente fica sem o amor e sem a vida. O amor é o mais temível dos desafios, porém, quando você o conhece, não quer outra coisa nunca mais”.  (Olavo de Carvalho)



 


 

 

Quando Chesterton falece em 1936, conta a lenda que T.H. White, escritor da Série sobre o Rei Arthur "O Único e Eterno Rei", em cinco volumes, ao receber a informação da morte do autor, parou a aula que dava na Stowe School, saiu atropelado pelos corredores e foi à sala de um amigo seu, que também dava aula, para declarar em alta voz a quem quisesse ouvir: “G. K. Chesterton morreu. P. G. Wodehouse é, agora, o maior mestre da língua inglesa vivo”.  Ao sabermos da morte de Olavo de Carvalho, nos perguntamos algo parecido: com a morte do maior escritor brasileiro dos últimos 20 ou 30 anos, quem agora ocupa este posto? Os ingleses tinham Wodehouse, e nós temos quem?  






Esse é o tamanho de Olavo de Carvalho, que declarou em muitas oportunidades na sua vida que lia Chesterton e não só que o lia, mas que Chesterton era um dos que “fazia a sua cabeça”.  Ao ler alguns capítulos de Hereges e depois dar uma espiada nuns de "O Imbecil Coletivo", não há como não notar algumas semelhanças. Olavo bebeu certamente da fonte Chestertoniana, e quando lemos um ou outro temos certeza de que estamos diante de um grande mestre das palavras, de um escritor singular que quando vem a morrer, não morre. 






Está mais vivo do que nunca! Eles estão muito vivos e agora completos e inteiros, disponíveis para que nós e para que as pessoas nascidas nos inumeráveis séculos que ainda virão possam acessar suas essências e dali tirar o substrato da verdadeira vida intelectual e da vida do espírito.

 


 

(Um resgate de sua moralidade)




 

Professor Olavo de Carvalho e a oração do Rosário - Depoimento do Prof. Rodrigo Gurgel, crítico literário e professor de escrita criativa e de literatura 



 

(Olavo e sua Esposa Roxane)

 



"Durante nossas viagens entre Petersburg e Richmond, na Virgínia, meu lugar no automóvel era atrás de Olavo, que jamais dirigia, mas sentava no banco do passageiro, ao lado da motorista, sua esposa Roxane.  Raramente conversávamos durante a viagem. Olavo permanecia num silêncio, nos primeiros dias, estranho para mim, como se fosse uma espécie de copiloto, responsável por algum mecanismo escondido sob o porta-luvas.  Quem já percorreu a região sabe das árvores imensas que margeiam as estradas, principalmente as vicinais. 






Concentrava-me, portanto, na paisagem, que se torna especialmente diversa no outono.  O silêncio de Olavo, contudo, intrigava-me. Roxane conversava, tranquila. E se houvesse outros passageiros, tudo transcorria como se Olavo não estivesse presente.  Certo dia, contudo, entendi. Passávamos por um trecho de arvoredo, cujas sombras envolviam o carro na estrada vazia — e então, olhando através da janela de Olavo, vi seu reflexo: ele sorria e balbuciava; seus olhos estavam presos a um ponto perdido no horizonte estreito; e a mão direita desfiava o Rosário.  






É o que também eu deveria estar fazendo, pensei. E muitas vezes rezei, não o terço, mas uma breve Ave-Maria.  A cena, presenciada dias e dias seguidos, agora jamais se repetirá. Mas quem pode arrancá-la da minha memória? Aqui, no centro da minha consciência, eu a preservo como a síntese — uma das muitas possíveis — desse homem que ainda estamos muito longe de conhecer.  Sua efusiva complexidade, sua arrebatadora inteligência e sua extraordinária bondade estão para sempre atadas ao rosário."   

 

 

Por: Rodrigo Gurgel – O texto está no Instagram do Prof. Rodrigo Gurgel - Fonte: https://www.instagram.com/p/CZKGMkMryxn/?fbclid=IwAR0vSfSUQobuF6KvQN5QF4f63crJBV6LhzJmpTWC5zOnvXsp-hcZSr_fFZM

 

 


 




Olavo de Carvalho publicou mais de 40 livros, que alcançaram mais de 1 milhão de cópias vendidas!

 

 

 

Suas obras foram traduzidas para várias línguas; seus livros já alcançaram liderança de vendas na Amazon e nas editoras que os lançaram. Os livros contém coletâneas de seus artigos de crítica social, política e filosófica, publicadas em jornais brasileiros, a maioria dos livros contém inovações, comentários e análises de densa filosofia; seu pensamento foi elogiado por vários intelectuais brasileiros, inclusive vários expoentes da Academia Brasileira de Letras, como Jorge Amado e Josué Montello.  Ele também possui uma plataforma de curso de filosofia. São quase 1000 h de aulas de filosofia que foram frequentadas por mais de 20 mil alunos, estudantes, juízes, advogados, filósofos, sociólogos, historiadores, antropólogos, de onde também saiu publicado uma outra coleção adicional de mais de 30 livros reproduzindo uma parte de suas aulas. Demonizado pela mídia por não ser aliado das ideologias que permeiam os cérebros dos jornalistas, do clube do pensamento único, do politicamente correto, a única coisa que divulgam são uma seleção de suas reações destemperadas no twitter ou no YouTube, espaço, onde, nem de longe, reproduz a densidade de seus livros e suas aulas, o que faz a cabeça de muita gente pensar que sua obra é o que dizem os jornais, sem nunca ter assistido nenhuma de suas aulas, nem lido nenhum de seus livros. 






Na verdade, Olavo de Carvalho, com obra extensa, foi omitido por décadas pela mídia, que só resolveu falar dele (e só falar mal), quando reconheceu que sua influência de pensamento contribuiu nas discussões políticas nos últimos 6 ou 8 anos; isto acabou lhe dando conhecimento a um público ainda maior. Além de sua obra e do reconhecimento de muitos dos seus milhares de alunos e seguidores, o impacto da obra de Olavo de Carvalho também pode ser entendida, pela militância política e jornalística, que o acham insignificante e desprezível, mas mesmo assim passam muita parte do seu tempo tentando criticar Olavo, demonstrando justamente o contrário do que acham. Incrível por exemplo, a quantidade de manifestações nas redes sociais, e na mídia, de palavras depreciativas ao professor, sem nunca terem lido nenhum livro sequer, nem assistido suas aulas, só preconceito mesmo, um preconceito reforçado pela ignorância do conteúdo da obra agora imortal de quem criticam. Srs. e Sras. Conservadores(as), vamos eternizar o nome do professor Olavo de Carvalho! Vamos sugerir aos políticos e autoridades competentes de linha conservadora, a colocar o nome dele em:

 

 

 

1° Bibliotecas

 

 

2° Escolas públicas

 

 

3° Praças Públicas

 

 

4° Faculdades

 

 

5° Ruas e Avenidas

 

 

6° E principalmente: Prêmios de literatura

 



Entrei em contato com o pensamento de Olavo de Carvalho meio por acaso com a leitura do livro “O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota”, que é uma coletânea de vários de seus artigos publicados e reunidos neste livro que continua um Best seller. Foi um dos livros que veio me ensinar a dar nomes à aquilo que eu não sabia dar, realmente este livro mudou definitivamente a minha forma de ver o mundo. O título realmente chamativo me chamou a atenção. Nele encontrei uma inédita mistura de clareza intelectual e coragem moral.  Naquele livro Olavo de Carvalho me ensinou a não ter medo da verdade e a dar o nome certo às coisas erradas.   Olavo buscava a verdade, sem medo das consequências.   Para Olavo, a consequência foi o confronto com o establishment e seus pseudo-intelectuais esquerdistas, encastelados em recursos públicos e no monopólio da mídia. Para ele chegou, também, o exílio.  O preço que se paga no Brasil por coerência e honestidade intelectual é altíssimo!   Olavo foi responsável pelo fim da hegemonia esquerdista sobre o pensamento brasileiro.  Nunca mais seremos servos silenciosos - e, quase sempre, inconscientes - da mentalidade totalitária de esquerda.  Se o gigante acordou, Olavo foi o despertador.  Obrigado pela luz Professor Olavo! Gratidão eterna! Em tempo: o Dr Ítalo Marsili está catalogando depoimentos e testemunhos de mudança de vida e de fé, alcançadas por pessoas que por meio do contato com a pessoa ou a obra do professor Olavo de Carvalho. Se você tem uma história de conversão ou de retorno da esperança na sua vida que envolva professor Olavo, e quiser compartilhar sua experiência, por favor escreva para causaolavo@gmail.com  - Em poucos dias desta iniciativa,   já estão catalogados milhares de depoimentos - Ajude a divulgar para chegar a pessoas que queiram compartilhar sua história!




------------------------------------------------------

 

 



APOSTOLADO BERAKASHComo você pode ver, ao contrário de outros meios midiáticos, decidimos por manter a nossa página livre de anúncios, porque geralmente, estes querem determinar os conteúdos a serem publicados. Infelizmente, os algoritmos definem quem vai ler o quê. Não buscamos aplausos, queremos é que nossos leitores estejam bem informados, vendo sempre os TRÊS LADOS da moeda para emitir seu juízo. Acreditamos que cada um de nós no Brasil, e nos demais países que nos leem, merece o acesso a conteúdo verdadeiro e com profundidade. É o que praticamos desde o início deste blog a mais de 20 anos atrás. Isso nos dá essa credibilidade que orgulhosamente a preservamos, inclusive nestes tempos tumultuados, de narrativas polarizadas e de muita Fake News. O apoio e a propaganda de vocês nossos leitores é o que garante nossa linha de conduta. A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos as postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente, a posição do blog. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte. Não somos bancados por nenhum tipo de recurso ou patrocinadores internos, ou externo ao Brasil. Este blog é independente e representamos uma alternativa concreta de comunicação. Se você gosta de nossas publicações, junte-se a nós com sua propaganda, ou doação, para que possamos crescer e fazer a comunicação dos fatos, doa a quem doer. Entre em contato conosco pelo nosso e-mail abaixo, caso queira colaborar:

 

 

 

filhodedeusshalom@gmail.com



Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

TRANSLATE

QUEM SOU EU?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado APOLOGÉTICO (de defesa da fé, conforme 1 Ped.3,15) promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Defendemos as verdade da fé contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Deus é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade. Este Deus adocicado, meloso, ingênuo, e sentimentalóide, é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomás de Aquino).Este apostolado tem interesse especial em Teologia, Política e Economia. A Economia e a Política são filhas da Filosofia que por sua vez é filha da Teologia que é a mãe de todas as ciências. “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

POSTAGENS MAIS LIDAS

SIGA-NOS E RECEBA AS NOVAS ATUALIZAÇÕES EM SEU CELULAR:

VISUALIZAÇÃO DE ACESSOS NO MÊS

ÚLTIMOS 5 COMENTÁRIOS

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger