A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » , » O Julgamento da Igreja Católica pelos Protestantes

O Julgamento da Igreja Católica pelos Protestantes

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 13 de setembro de 2020 | 14:13

 


 

 

Protestantes: Estamos aqui reunidos para exercer a justiça de Deus. A Igreja Católica se desviou do verdadeiro Evangelho, e isso precisa ser esclarecido, corrigido, julgado, e possamos dizer: Saiam dela povo meu!

 

-Igreja Católica: "Onde está este Verdadeiro Evangelho?"

 

-Protestantes: "Na Bíblia, e somente nela!"

 

 

-Igreja Católica:  "Muito bem. Quais são então as acusações que a Bíblia traz contra nós Católicos?...”

 

-Protestantes Batistas: "A primeira é que vocês batizam bebês !!! A Escritura diz claramente que o batismo deve ser dado somente aos que crêem, e bebês não crêem, portanto, não podem ser batizados!!!

 

-Protestantes Presbiterianos: "Não, não amados... a Escritura diz que o reino dos céus é das criancinhas, portanto, elas devem sim receber o batismo. E nós protestantes Presbiterianos batizamos também, nossas crianças. Não vamos perder o foco amados!!! O problema maior é que a ICAR faz imagens e pratica a idolatria,  e a Escritura proíbe!!!

 

-Protestantes Luteranos: "Amados, a questão das imagens não é bem essa. Nós protestantes Luteranos que começamos a Igreja protestante com a REFORMA PROTESTANTE em 1540, até hoje as fazemos. Não vamos perder o foco! A questão maior aqui é que a justificação se dá somente pela fé, e a ICAR se desviou dessa verdade bíblica acrescentando as obras como necessárias a salvação”

 

-Protestantes Anglicanos: "Pela fé, sem dúvidas, mas também pelas obras e ministração dos SETE sacramentos"

 

-Protestantes Anabatistas: Ora, meus amados (as), NÃO PERCAMOS O FOCO!!! "Sacramentos são apenas símbolos. Mas pera lá, me expliquem novamente essa questão do batismo???!...”

 

-Protestantes Adventistas: "Foco pessoal, FOCOOO!!!  Todos nós nos desviamos das Escrituras se não guardamos o dia que o Senhor nos ordenou: Sábado e não o Domingo!

 

-Protestantes Presbiterianos: "Domingo! Mas isso não tem relevância aqui, NÃO VAMOS PERDER O FOCO! O essencial é saber que só serão salvos os PREDESTINADOS!”

 

-Protestantes Metodistas: “Foco meus amados! Este negócio de Predestinação NÃO EXISTE NA BÍBLIA!”

 

 

-Protestantes Testemunhas de Jeová: Meu amados(as), não percamos o FOCO! Até agora não ouvi vocês acusarem o maior desvio da ICAR é a doutrina da Trindade, Jesus não é Deus!


 

-Protestantes Pentecostais: "Shiralabarakanta olabariê !!! Ohhhh Glórias!  Aleluias irmãos! NÃO VAMOS PERDER O FOCO MEUS IRMÃOS! Vamos pregar a bíbria, não vamos nos preocupar com estas vãs discussões, SEREMOS ARREBATADOS e vamos viver MIL ANOS com Jesus e pronto! Amém Igrejaaa!?"

 

 

-Igreja Católica: "Meus queridos, será que vocês não podem se unir e em consenso, decidir de uma vez sobre onde nos desviamos...?”

 

-Protestantes: "Já estamos unidos! É que nossa união é invisível. Vocês não conseguem ver. Nem nós...”

 

-Igreja Católica: "Ok Muito bem, então SEM PERDER O FOCO, quais são as acusações que a Bíblia prova que nos desviamos?...”

 

-Protestantes Batistas: “Ora,o batismo de bebês!"

 

-Protestantes Presbiterianos: “NÃO ACREDITOOO IRMÃOS! Vai começar tudo de novo?...”

 

 

 

REFLEXÃO



Ora meu amados(as), se todos dizem que Lutero foi necessário para consertar os “erros” do catolicismo, por que todos estes grupos não permaneceram com Lutero na denominação Luterana? Lutero foi levantado por DEUS ou pelo Diabo ? Se foi por DEUS, por que não permaneceram com Lutero ? Se foi pelo Diabo, por que lhe dão ouvidos e o tem por mestre e ícone exemplar da reforma protestante? Se alguns dizem que mesmo antes de Lutero já existiam grupos que se opunham a “opressão” da Igreja Católica e segundo esta tese protestante tais grupos representam a Igreja primitiva, pergunta-se: Como é possível a Igreja primitiva (que não tinha ainda o NOVO TESTAMENTO), gritar em alto e bom som o dogma de Lutero “Só a Bíblia” ? Como é possível aos que se dizem representantes atuais da igreja primitiva utilizarem a Bíblia como única fonte de revelação se o NOVO TESTAMENTO não existia no tempo da Igreja primitiva? Como é possível aos que se dizem representantes da igreja primitiva aceitarem a Bíblia de Lutero que foi produzida a partir da Bíblia produzida pela Igreja Católica que seria a Grande Babilônia? Não é uma contradição? Como podem aceitar algo de que dizem ser uma Igreja do diabo e não de Deus? Se todos os grupos, crentes e denominações são inspiradas pelo Espírito Santo na leitura da Bíblia, pergunta-se: Por que tantas divisões e doutrinas diferentes ? Por que precisam de pastores, se cada um pode interpretar livremente e pessoalmente a Bíblia com a simples “assistência” do Espírito Santo ?

 

O Senhor nosso Deus não quer que entremos em julgamento entre membros da Igreja diante dos infiéis, a fim de não darmos um mau testemunho ao nome do nosso Senhor Jesus Cristo:

 

 

1 Cor 6,1: “Ousa algum de vós, tendo algum negócio contra outro, ir a juízo perante os injustos, e não perante os santos ?”

 

 

 

Nosso irmão Tiago também fala de julgamento, dizendo:

 

 

Tiago 4,12: “Há só um legislador que pode salvar e destruir. Tu, porém, quem és, que julgas a outrem?”

 

 

A Igreja do Senhor Jesus deve absolutamente entender que não há contradição alguma na palavra de Deus. Há apenas dificuldades de entendimento ou torção deliberada das Sagradas Escrituras. Portanto, a Bíblia nos revela dois tipos de julgamento:


 

1º)-Enquanto Paulo nas cartas aos Coríntios fala do julgamento como juizo de valor, da capacidade de avaliar, de discernir, de determinar ou de constatar algo.

 

 

2º)-Já o irmão Tiago na sua carta nos fala de outro julgamento, que é uma forma de sentenciar com sentimento de condenação. De fato, essa forma de julgamento só pode ser exercida por Deus que em sua qualidade de Juiz supremo sonda os corações.

 

 

E como filhos limitados do Altíssimo, podemos julgar, com nossa faculdade de discernir entre o bem e o mal, constatar o erro interior de alguém, medir qualidades e provar os espíritos, sem sentimento de condenação? Porque somos chamados a amar até mesmo aos nossos inimigos.


 

1 Cor 4, 3-4: “Quanto a mim, pouco me importa ser julgado por vós, ou por qualquer tribunal humano; em verdade, nem eu tampouco julgo a mim mesmo. Porquanto, ainda que esteja consciente de que nada há contra mim, nem por isso me justifico, pois quem julga é o Senhor.”

 

 

 

Nós, que somos cristãos, devemos imitar o nosso Senhor Jesus e a Paulo que nos pediu para imita-lo (1 Cor 11,1) quando ambos em sua peregrinação terrena andaram ensinando, pregando o evangelho da Salvação e misericórdia para todos! O Senhor Jesus Cristo frequentava os criminosos, e todos os rejeitados da sociedade, mas unicamente visando salvá-los pela pregação do evangelho. Paulo imitando a Cristo dizia também:

 

 

“Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais. E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei. Para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei. Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. E eu faço isto por causa do evangelho, para ser também participante dele” (1 Coríntios 9,19-23).

 

Jesus e Paulo não comiam, bebiam e se identificavam com os pecadores por mera amizade mundana e prazerosa a se divertir com eles sem ter uma santa motivação, mas tão somente, para pregar o evangelho e salvar-lhes de uma vida desregrada, sem sentido e distante de Deus. Nosso Senhor Jesus de fato pregava a grandes multidões, andava com pecadores, ladrões, beberrões e prostitutas, mas vivia a maior parte de seu tempo com seus discípulos fazendo e testemunhando o verdadeiro discipulado sem eu seguimento.

 

 

Amar a todos significa trabalhar pela salvação alheia, para a glória de nosso Deus. É muito frequente no meio daqueles que se dizem Cristãos e se congregam em torno de uma denominação, pessoas reivindicando para si e sua denominação a verdadeira Igreja de Cristo e condenando aos demais, sem nem sequer praticar os dois principais mandamentos de Cristo: “Amar a Deus sobre todas as COISAS, e ao próximo com a si mesmo”. Nem mesmo sabem o que significa viver em santidade: carregando a cruz de Cristo, crucificando os desejos carnais, andando pelo Espírito Santo, separando-se não do mundo onde exercemos nossa missão, mas renunciando aos valores do mundo contrários ao evangelho da Salvação, purificando o coração das coisas e circunstâncias que não glorificam a nosso Deus. Ao invés disso, presenciamos egolatrias, com shows até mundanos dentro das congregações, verdadeiros desfiles de moda, mulheres sem pudor algum trajadas e maquiladas como prostitutas para provocarem e glorificarem a si mesmas e não a Deus. Vemos e ouvimos homens de ternos e gravatas, que parecem mais empresários que pastores do rebanho, exibindo-se com seus adornos de ouro, seus carrões, testemunhando as ostentações desse mundo, e pior ainda, associando estas conquistas, muitas delas fraudulentas, ao nome do redentor que morreu pobre e numa Cruz e não em leitos de quartos luxuosos para libertá-los e salvá-los de tudo isto que orgulhosamente ostentam.

 

 

Será que poderíamos dizer: "Senhor, perdoais-lhes porque não sabem o que fazem ?..." A palavra de Deus responde:

 

 

“Se eu não viera e não lhes falara, não teriam pecado; agora, porém, não têm desculpa do seu pecado.” (João 15,22)

 

 

 

Já não tem mais desculpas, pois sabem porque tem a Bíblia, sua palavra cortante que os advertem:

 

 

“O meu povo vem a ti, como costuma fazer, e se assenta para ouvir a tua pregação, mas não coloca a Palavra em prática. Com a boca eles chegam a expressar louvor e devoção, mas o coração dessa gente dá mais importância ao lucro, estão ávidos por ganhos injustos” (Ezequiel 33,31-33).

 

 

 

CONCLUSÃO

 

 

Enfim, nesse final dos tempos, não somente está crescendo número de lobos assumidos (já nem mais disfarçados de ovelhas), de falsos pastores mercenários, falsos profetas, mas também, de falsos discípulos que ficam a querer ouvir e a fazer apenas o que gostam, não o que precisam para sua salvação. Suplicamos a Deus que a espada da verdade dilacerante da palavra de Deus, que divide as nossas juntas, acorde os adormecidos, e que recebam plenamente em si o Espírito Santo de Deus, para que seus olhos enxerguem, seus ouvidos ouçam, seus entendimentos percebam, para a glória do nosso Pai do céu, que nos ama tanto que nos deu o seu Filho, a fim de que, todos sejamos salvos e reconciliados com Ele:

 

 

“Porquanto a Palavra de Deus é viva e eficaz, mais cortante que qualquer espada de dois gumes; capaz de penetrar até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é sensível para perceber os pensamentos e intenções do coração. E não há criatura alguma incógnita aos olhos de Deus. Absolutamente tudo está descoberto e às claras diante daquele a quem deveremos prestar contas, o grande sumo sacerdote, Jesus.” (Hebreus 4,12-13).

 

 

 

Encerramos esta reflexão, sugerindo que vejam este vídeo abaixo de um grande líder protestante (infelizmente já falecido), um grande e verdadeiro Pastor:  “David Wilkerson”, que  chora no final, ao ver a atual situação da Igreja Protestante (copie e cole o link abaixo):

 

 

https://www.youtube.com/watch?v=mTDgIpoocRM



----------------------------------------------------------

 

 

 

 

Apostolado Berakash – Trazendo a Verdade: Se você gosta de nossas publicações e caso queira saber mais sobre determinado tema, tirar dúvidas, ou até mesmo agendar palestras e cursos em sua paróquia, cidade, pastoral, e ou, movimento da Igreja, entre em contato conosco  pelo e-mail:

 

 

 

filhodedeusshalom@gmail.com

 

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino) “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger