A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Slawomir Biela: Os sepulcros caiados

Slawomir Biela: Os sepulcros caiados

Written By Beraká - o blog da família on sexta-feira, 20 de março de 2020 | 20:40





Quando já temos o sepulcro limpo e caiado por fora, convencemo-nos de que estamos no limiar da perfeição. Porque fomos capazes de nos vencer no que diz respeito a vários defeitos e fraquezas visíveis, julgamos que a santidade está ao nosso alcance; que apenas será necessário mais um pequeno esforço.


Na soberba dos planos que forjamos, pretendendo atingir a santidade pelas nossas próprias forças, realmente não reparamos que Deus bate à nossa porta. A nossos olhos somos quase santos, e nem nos passa pela cabeça o que está escondido dentro deste túmulo, que com tanto cuidado limpamos.






A perversidade do nosso egoísmo, que pode realmente atingir as proporções dum vasto continente, está como que adormecida; não se dá a conhecer. Parecemos justos aos olhos dos outros, porque a pressão dos acontecimentos é pequena demais para despertar em nós tendências adormecidas. Nem sequer nos ocorre a ideia de que, por dentro, estamos cheios de hipocrisia e maldade.A própria "perfeição" – apenas aparente – é, nesta etapa da vida interior, fonte de satisfação e de grande orgulho, ainda que velado. Tão grandes são as suas proporções  que, se alguém no-lo acusa diretamente, não somos capazes de lhe reconhecer razão. Se, em tais circunstâncias, cedes em reconhecer o teu orgulho, é provável que o faças por respeito humano, por muito simplesmente te parecer que convém concordar.


Nesta etapa da vida interior, o orgulho é precisamente a causa dos frequentes olhares críticos e intolerantes com que alvejamos os outros. Sem seres capaz de te veres a ti mesmo em verdade, estás à vontade para julgar, de forma subjetiva e tendenciosa, aqueles que te rodeiam.


Quando vives concentrado em ti mesmo e na tua aparente perfeição, a tua abertura a Cristo presente nos outros é mínima, e permaneces surdo a Deus, que, com a Sua luz, continua a bater à tua porta, através de pessoas e acontecimentos. Estando convencido da tua própria força e perfeição, não sabes ainda quanto precisas de Deus.


(Excerto de Slawomir Biela – Deus quer limpar seu coração – Edições Shalom)


----------------------------------------------------------




Apostolado Berakash – Trazendo a Verdade: Se você gosta de nossas publicações e caso queira saber mais sobre determinado tema, tirar dúvidas, ou até mesmo agendar palestras e cursos em sua paróquia, cidade, pastoral, e ou, movimento da Igreja, entre em contato conosco  pelo e-mail:



filhodedeusshalom@gmail.com

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino) “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger