A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » , , » Por que nas aparições de Maria, o Comunismo é sempre condenado por ela ?

Por que nas aparições de Maria, o Comunismo é sempre condenado por ela ?

Written By Beraká - o blog da família on sexta-feira, 14 de julho de 2017 | 23:56



MENSAGENS MARIANAS SOBRE O COMUNISMO E ACONTECIMENTOS NO MUNDO:


O comunismo (do latim communis - comum, universal) é uma ideologia política e socioeconômica, que pretende promover o estabelecimento de uma sociedade igualitária, sem classes sociais e apátrida,baseada na propriedade comum e no controle dos meios de produção e da propriedade em geral, ou seja,ninguem tem direito a possuir propriedade de modo comercial ao estilo economia de mercado. Parte da convicção que a causa dos problemas sociais está na propriedade privada e na sua acumulação.





Para a sua instalação, numa primeira fase, a propriedade privada seria estatizada, sendo o Estado gerido por um Partido político que se encarregaria de distribuir de forma igualitária a riqueza gerada por todos. Numa segunda fase,o Estado seria abolido, sendo o poder entregue ao povo.



O comunismo pode ser subdividido em 7 doutrinas distintas:



1)- O comunismo marxista (queda da burguesia e a dominação do proletariado).

2)- O comunismo leninista (a ditadura do proletariado).

3)-O Comunismo stalinista (o comunismo como instrumento de desenvolvimento industrial e tecnológico da URSS),

4)- O Comunismo maoísta (nascido da revolução agrário-militar na China, liderada por Mao Tse-Tung, que posteriormente descambou para o CAPITALISMO DE ESTADO,com a máxima:"Não importa a cor do gato, o que importa é que der conta do rato.."),

5)- O Comunismo titoista (comunismo adaptado à realidade iugoslava, implantado por Josef Tito),

6)- O Comunismo castrista  (a experiência comunista de Cuba sob a tutela de Fidel Castro)  

7)-O eurocomunismo (baseado na autonomia dos partidos comunistas europeus em relação a Moscou).


Nossa Senhora, em La Sallete, França, há mais de cento e sessenta anos (1846), já informou-nos do que viria a ocorrer:



“Serão abolidos os poderes civis e eclesiásticos. Toda ordem e toda justiça serão calcados aos pés. Não se verá outra coisa senão homicídios, ódio, inveja, mentira e discórdia, sem amor pela pátria e sem amor pela família.”


A abolição dos poderes civis e principalmente eclesiásticos não só significa a ruptura com o modelo de sociedade como nós o conhecemos hoje, como também caracteriza claramente a atuação dos regimes de força, de exceção, ditaduras de esquerda.Como exemplos recentes e atuais podemos citar a U.R.S.S., a China, a Coréia do Norte, Cuba, dentre outros menos conhecidos. Inclusive esta estratégia hoje está mais elaborada, pois aliena e corrompe o povo pobre e iletrado com a hipocrisia do Estado assistencialista na intensão velada de “comprar votos” para perpetuar-se no poder. Além disso aparelham e corrompem os demais poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) no sentido de “eliminar” opositores e orgãos fiscalizadores. Neste último caso temos hoje o modelo perfeito e acabado: a Venezuela de Chaves/Maduro, com o regime do terror revolucionário e uso da Força. No Manifesto Comunista Marx e Engels afirmam que:



"Os seus objetivos só podem ser alcançados derrubando pela violência toda a ordem social existente".


Segundo Marx:


"Só existe um modo pelo qual as agonias assassinas de morte da velha sociedade e o nascimento sangrento da nova sociedade pode ser encurtado, simplificado e concentrado, e esse modo é o terror revolucionário."


"A força, diz Marx em O Capital, é a parteira de toda velha sociedade em trabalho de parto de uma nova".



O Manifesto Comunista (Das Kommunistische Manifest), originalmente denominado Manifesto do Partido Comunista (em alemão: Manifest der Kommunistischen Partei), publicado pela primeira vez em 21 de Fevereiro de 1848, é historicamente um dos tratados políticos de maior influência mundial.Comissionado pela Liga dos Comunistas e escrito pelos teóricos fundadores do socialismo científico Karl Marx e Friedrich Engels, expressa o programa e propósitos da Liga.


O Plano de guerra Comunista contra a democracia:


Este documento, escrito por Marx e Engels, era, como Marx disse numa carta para Engels (13 de Julho, 1851), "no fundo nada mais do que um plano de guerra contra a democracia".Segundo Robert Payne , (Marx, p. 239), "Embora pouco conhecido e raramente estudado", a "Mensagem" é "uma dos mais importantes e seminais do século XIX", ela "agiu como uma bomba que possuía um fusível atrasado, explodindo somente no século XX".



O programa e as táticas recomendas por Marx e Engels incluíam:


1)- A organização secreta e pública do partido dos trabalhadores, com o "armamento de todo o proletariado, com fuzis, carabinas, canhões e munições", assumindo a direção "aos chamados excessos, aos atos de vingança popular contra indivíduos odiados ou contra edifícios públicos que o povo só relembre com ódio", montando os "conselhos municipais revolucionários", estabelecendo "governos dos trabalhadores revolucionário ao lado dos novos governos oficiais".



2)- Durante o conflito e imediatamente após o combate, os operários, antes de tudo e tanto quanto possível,têm de agir contra a pacificação burguesa e obrigar os democratas a executar as suas atuais frases terroristas.


Os trabalhadores deveriam:


1)-Obrigar os democratas a intervir em tantos lados quanto possível da organização social até hoje existente, a perturbar o curso regular desta, a comprometerem-se a concentrar nas mãos do Estado o mais possível de forças produtivas, de meios de transporte, de fábricas, de caminhos de-ferro, etc.


2)- Se esforçar para garantir "a mais decidida centralização do poder nas mãos do Estado".


3)- Levar ao extremo as propostas dos democratas" e "ditar-lhes condições tais que a dominação dos democratas burgueses contenha em si desde o início o germe da queda".



O que Nossa Senhora fala sobre o Comunismo


1)- Nossa Senhora fala ao Padre Gobbi:



A explicação de Nossa Senhora é clara quando fala do enorme dragão vermelho e de seu grande triunfo: difundir em toda a parte a negação a Deus e a recusa em aceitá-lo. Alguém tem dúvida sobre isto?


14/05/89 - O enorme dragão vermelho é o comunismo ateu que difundiu em toda a parte o erro da negação e a obstinada recusa de Deus... é o ateísmo marxista, que se apresenta com dez chifres, isto é, com a potência de seus meios de comunicação, para conduzir a humanidade a desobedecer os dez mandamentos de Deus, e com sete cabeças, tendo sobre cada uma delas um diadema, sinal de poder e realeza. As cabeças coroadas indicam as nações nos quais o comunismo ateu se estabeleceu e domina com a força do seu poder ideológico, político e militar.


14/05/89 - A enormidade do dragão manifesta claramente a vastidão das terras ocupadas. A sua cor é vermelha, porque usa a guerra e o sangue como instrumento das suas numerosas conquistas. O enorme dragão vermelho conseguiu, nestes anos, conquistar a humanidade com o erro do ateísmo teórico ou prático, que já seduziu todas as nações da terra.


02/09/96 – Agora, porém sois ameaçados por um perigo ainda mais grave e mais insidioso. O ateísmo prático é o mal do vosso século. Comparem-se estas revelações com as previsões fatimitas de 13 de julho de 1917: “Se atenderem os meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz. Se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja”.Nossa Senhora identifica a maciça divulgação do ateísmo marxista pela propaganda comunista,usando todos os meios de comunicação disponíveis (“dez chifres”) e a sua ampla difusão por todo o mundo(“a Rússia vai espalhar os seus erros pelo mundo”), para criar uma civilização materialista e sem Deus,arrastando no caudal desta avalanche ideológica um grande número de nações e populações.



A derrocada do comunismo constituiu uma intervenção direta de Nossa Senhora na história dos povos do Leste da Europa e um prenúncio da derrota definitiva de Satanás:


01/01/89 - Por isso hoje, no início de um período de tempo muito importante, porque nele se realizará um desígnio por Mim mesma preparado e atuado. (Em 1989, ocorreu a derrubada dos regimes comunistas na URSS e nos países satélites do regime soviético. Em novembro, ocorreu a queda do Muro de Berlim, marco emblemático do fim dos regimes socialistas no Leste Europeu).


08/09/91 – O dragão vermelho exerceu todo o seu poder sobre vós(*), marcando em toda parte, com lágrimas e sangue, o seu domínio.Estive sempre a vosso lado, nos momentos decisivos em que o comunismo foi por vós derrotado para sempre e intervim pessoalmente para que esta passagem ocorresse sem lutas fraticidas, sem derramamento de sangue e destruições subsequentes.


02/09/96 - ... nestas nações do Leste da Europa... viveram na terrível escravidão do comunismo e obtiveram a sua libertação por uma especial intervenção do meu Coração Imaculado. (A URSS foi desmantelada em dezembro de 1991, com a independência das repúblicas do Báltico e a criação da CEI (Comunidade dos Estados Independentes), constituída por 11 das repúblicas que formavam a ex-URSS (menos Estônia, Letônia, Lituânia e a Geórgia). Como consequência direta das reformas de Gorbatchov na URSS, os regimes socialistas do Bloco Soviético foram caindo um a um, numa sequência vertiginosa).


“Se atenderem os meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz. Se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja”.



Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz, 03/10/2006:


"Queridos filhos, rezai. A força da oração transformará os corações endurecidos. Rezai pelo Brasil. Graves conflitos afligirão os Meus pobres filhos. O terror se espalhará e os homens viverão momentos de angústia. Eu sou a vossa Mãe dolorosa e sei o que vos espera. Não cruzeis os braços. Deus tem pressa".


Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz, transmitida em 17/02/2007:


"Chegará o dia em que três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) serão dominados.Rezai pelo Brasil. Deus quer salvar-vos. Não cruzeis os braços. (...)”


Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz, transmitida em 19/05/2007:


"(...) A Capital do Brasil (Brasília) será vítima do seu próprio povo. Haverá grande destruição. Rezai. Rezai. Rezai".



Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz, transmitida em 23/02/2010:


"(...) A humanidade distanciou-se da verdade e os Meus pobres filhos caminham cegos espiritualmente. O demônio conseguiu enganar os Meus pobres filhos e eles não aceitam mais as Leis Divinas. A cada dia cresce o número daqueles que já não acreditam e a humanidade caminha para o abismo da autodestruição. Dobrai vossos joelhos em oração. A vossa nação (o Brasil) beberá o cálice amargo da dor. Uma grande revolta se espalhará pelo Brasil e a morte estará presente em muitas praças e ruas. Sofro por aquilo que vem para vós. Eu sou a vossa Mãe. Escutai o que vos digo". Não vim do céu por brincadeira. Tudo aquilo que aqui vos anunciei vai realizar-se. Estai atentos..."



As aparições de Nossa Senhora no agreste pernambucano em 1936 caíram no esquecimento. Mas a Santíssima Virgem Maria anunciara que viriam tempos calamitosos e três Grandes Castigos para o Brasil. A mensagem abaixo foi transcrita, de forma resumida, a partir do que foi dado a público pelo saudoso e combativo Pe. Júlio Maria, em seu livro “O Fim do Mundo está Próximo”, editado (2ª edição) em julho de 1939, pela Livraria Boa Imprensa – RJ.A Virgem Santíssima, mãe de nosso Deus e redentor Jesus Cristo, apareceu no dia 6 de agosto de 1936, para duas meninas, Maria da Luz e Maria da Conceição, num lugarejo denominado Sítio da Guarda, localizado no Distrito de Cimbres, pertencente a cidade de Pesqueira, no agreste pernambucano. Naquele dia, enquanto trabalhavam na colheita de mamona, conversavam sobre o que se passava na região e é neste momento que Maria da Conceição, olhando para uma pequena montanha bem próxima do local onde estavam, disse para Maria da Luz: “Veja lá uma Senhora”. Era uma Senhora com um belo menino segurado pelo braço esquerdo e que acenava para elas, chamando-as. Enquanto falavam entre si como chegariam até o local, a mãe de Maria da Luz chamou-as para almoçarem. Eram onze horas da manhã. As meninas disseram-lhe que queriam antes subir até a montanha, contando tudo o que viam para a mãe de Maria da Luz. O assunto chegou ao conhecimento do pai de Maria da Luz, o senhor Artur. Este interrogou as meninas e dando crédito às meninas, tomou uma foice para abrir uma trilha e foi com elas até o local. Logo seguiu a eles a mãe de Maria da Luz com demais filhos menores.


Maria da Luz e Maria da Conceição alegavam estarem vendo diante delas uma bela senhora com um belíssimo menino. Nada, no entanto viam os demais. O pai de Maria da Luz mandou então que perguntassem àquela senhora o que desejava. Ao fazerem a pergunta, a senhora respondeu:


“Minhas filhas,virão tempos calamitosos para o Brasil! Dizei a todo o povo que se aproximam três grandes castigos, se não fizer muita penitência e oração”.



Logo a notícia se espalhou por toda a redondeza, chegando ao conhecimento do Pároco e do Bispo da Diocese.As advertências de Nossa Senhora eram reiteradas. Ela sempre pedia insistentemente que era preciso rezar e fazer penitência caso contrário o Brasil receberia um severo castigo.O bispo diocesano designou um sacerdote para investigar o caso e este padre entregou às meninas,seis perguntas que elas deveriam apresentar à Senhora. Mencionarei apenas a quarta e a sexta pergunta e as respostas dadas pela Senhora:


1)- Dizei quem sois e que quereis? – “Sou a Mãe da Graça e venho avisar ao povo que se aproximam três grandes castigos”.


2)- Que significa o sangue das vossas mãos? – “Representa o sangue que será derramado no Brasil”.


O mesmo sacerdote designado pelo bispo, por várias vezes, interrogou as meninas, em separado e por fim foi ao local com elas e fez cerca de noventa perguntas em alemão, língua que as meninas nada compreendiam e a Senhora respondia, através das videntes, em português. Dentre estas perguntas, em alemão, o padre procurou saber por que Nossa Senhora estava aparecendo ali e esta respondeu: “Para avisar ao povo que três grandes castigos cairão sobre o Brasil”.Por mais duas vezes, em dias diferentes, a mesma pergunta foi feita e a mesma resposta foi dada. O sacerdote perguntou também, sempre em alemão, o seguinte:


1)- Que é necessário fazer para desviar os castigos? – “Penitência e oração”.


2)- Qual a invocação desta aparição? – “Das Graças”.


3)-  Que significa o sangue que corre das vossas mãos? – “O sangue que inundará o Brasil”.


4)- Virá o comunismo a penetrar no Brasil? – “Sim”.


5)- Em todo o País? – “Sim”.


6)- Também no interior? – “Não”.


7)- Os padres e os bispos sofrerão muito? – “Sim”.


8)- Será como na Espanha? – “Quase”.


9)- Quais as devoções que se devem praticar para afastar esses males? - “Ao coração de Jesus e a mim”.


10)- Esta aparição é a repetição de La Salette? – “Sim”.



Comentários:


1ª) São três castigos, sendo um deles uma sangrenta revolução promovida por homens ímpios para implantar no Brasil uma ditadura comunista;


2ª) Será semelhante à revolução espanhola de 1936.


3ª) É uma repetição da aparição de Nossa Senhora em La Salette, França, aparição esta devidamente reconhecida pela Igreja.



Quem conhece as revelações de Nossa Senhora em Fátima, Portugal, em 1917, percebe que há uma grande semelhança entre esta, a de La Sallete e a de Nossa Senhora no Brasil em 1936.Em Fátima, Nossa Senhora apareceu para alertar o mundo e a Igreja do perigo da ideologia comunista, nos avisando que esta se espalharia pelo mundo todo.


Vale lembrar que a Igreja, por várias vezes, já condenou o comunismo e o socialismo, de sorte que um católico fiel não pode jamais apoiar qualquer forma de socialismo, marxismo ou comunismo, nomes diferentes para o mesmo mal ou o mesmo veneno.


Relembremo-nos das palavras de alerta da Virgem Santíssima, em Fátima, Portugal, em 1917:


“Se atenderem a meus pedidos a Rússia se converterá e terão paz. Se não, espalhará seus erros (comunismo Russo) pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja. Os bons serão martirizados...”.



Haverá qualquer coisa de tão singular numa aparição da Mãe de Deus em terras brasileiras?



Não somos nós uma nação consagrada à Virgem Imaculada da Aparecida?Não somos nós, também, um povo amoroso e dedicado ao culto de nossa Mãe Celeste?Se ela se dignou mostrar-se um dia em Lourdes, La Salette, Pontmain, Pellevoisin, na França; em Fátima (Portugal) e ultimamente em Bauraing e Baneaux, na Bélgica, porque ela não se mostraria também no Brasil, dando-nos deste modo, uma prova de seu amor maternal e da sua solicitude para com o povo brasileiro?Cada um poderá acreditar ou não acreditar nos fatos aqui narrados. A Igreja nada determinou; há,pois, liberdade de aceitá-los ou de rejeitá-los; como há liberdade de silenciar os fatos ou de publicá-los.



O COMUNISMO NO BRASIL


"Os homens pretendem a paz sem Deus. De nada lhes servirá. Se não fizerdes penitência, oração e sacrifício, o Brasil se tornará uma nova Rússia." "Mas, se não fizerdes penitência... O tempo é grave, a nuvem maldita do comunismo quer cobrir o Brasil. Rezai, filhos meus, para que se aplaque a ira de Deus. Porque ela está derramada sobre as nações e não tardará chegar ao Brasil se não fizerdes penitência”.


"Os homens querem a paz, mas a paz sem Deus de nada lhes servirá. A paz voltará só quando o povo voltar para Deus". A ira de Deus está derramada sobre as nações e não tardará a chegar no Brasil se não fizerdes penitência. Eu vos prometo, se todos os católicos rezarem o Terço todos os dias, o Anjo da paz não tardará a descer sobre a terra. Mas, se não fizerdes penitência, os tempos serão graves. Rezai, rezai, filhos meus, para que se aplaque a ira de Deus!”




Ela fala sobre os comunistas:


“Não dormem para difundir a sua doutrina e enganar o povo, muitos cairão na infâmia por não ter instrução. 03-05-1952. • Pede a reza do Santo Rosário em família: que a trincheira mais forte para afastar o castigo Divino e suster o avanço do comunismo. 14-09-1953. • Os comunistas assistem à Missa para depois explorar o povo católico. Venho pedir a reza do Santo Rosário nas famílias. Quem rezar o terço diariamente receberá de mim uma graça especial. A quem rezar o Rosário prometo singular proteção e grandes favores. 03-03-1954.


A profecia de Garabandal sobre o comunismo Conforme o que Nossa Senhora do Carmo disse aos videntes de Garabandal, o comunismo irá novamente entrar em cena e causar grande sofrimento, antes que seu reino de terror acabe de repente. Nas duas noites que precederam a festa de Corpus Christi, em 1962, as jovens videntes de Garabandal tiveram visões; mas as visões destas noites foram diferentes das outras que elas tinham habitualmente. Elas ouviram gritos de terror, enquanto os eventos futuros se cumpriam diante de seus olhos. Os gritos das garotas eram tão terríveis que chocaram a multidão, causando intenso medo. Uma testemunha, Manolin Diez, disse que estes gritos não eram normais em garotas de 12 ou 13 anos de idade. A segunda noite foi a pior, quando as videntes viram cenas do Castigo que Deus irá enviar, se o mundo não mudar depois do Aviso e do Milagre. Nosso foco aqui é sobre o que as garotas viram na primeira destas duas noites, que são chamadas de "As Noites dos Gritos". Na primeira noite, elas viram o tempo antes do Aviso, um tempo de grande sofrimento para a Igreja e para o mundo. Conchita não estava presente com as outras três nesta primeira noite. Mas ela entrou em êxtase em sua casa e caiu de joelhos com tal força, que começou a sangrar. Ela viu as mesmas coisas que as outras, e algumas das revelações parecem ter sido dadas a ela também. Depois, em outras visões, ela iria aprender mais.


A PERSEGUIÇÃO


Quando a Igreja sofrer a confusão, as pessoas vão sofrer também. Alguns padres que são comunistas irão criar tal confusão, que as pessoas não saberão o que é certo e errado. (Obs: Portanto, agora podemos entender o fato de os marxistas da Teologia da Libertação (alianças pretas) estarem tomando conta do Vaticano e da Igreja pelo mundo).





COMO IRÁ TERMINAR ?




Sem nenhuma força capaz de deter a perseguição, Deus irá intervir. Jacinta disse a Ramon Perez e a Jacques Serre, em 1979: "Estes eventos difíceis ocorrerão antes do Aviso, porque o Aviso mesmo irá ocorrer quando a situação estiver no seu pior momento". Os sacerdotes terão de se esconder, as igrejas serão lacradas e se tornará muito difícil para os fiéis praticarem a sua religião. Parecerá que a Igreja terá desaparecido. A duração desta perseguição não é conhecida, mas irá exigir um ato de Deus, o Aviso, para detê-la. (A profecia de Garabandal sobre o comunismo- Reeditado do JOURNAL November-December 2003 por Barry Hanratty fonte:http://servosdarainha.wordpress.com/category/aparicoes-marianas/).



ACONTECIMENTOS NO MUNDO:



O mundo está envolvido pela ideologia comunista. Forças Armadas pára-militares cubanas e de Maduro não param de fazer vítimas na Venezuela. Manifestante é morto por protestar contra a fome e a miséria da ditadura de maduro. As maravilhas do comunismo afundaram a Venezuela em inflação, caos social, fome, miséria, desemprego, alienação, escassez de alimentos e produtos, falência de empresas e grupos financeiros, desapropriações de imóveis, censura explícita, perseguições, torturas, saques, invasões e em uma ditadura que viola direitos humanos e políticos, que ordena invasões, torturas e perseguições políticas, que reprime e age em violência contra seu povo. A qualquer momento Maduro poderá implantar o “Toque de Recolher” no país e promete agir com mais força e repressão contra os Venezuelanos. Mais inocentes terão de morrer pela luta de uma liberdade trucidada e esmagada pelo comunismo.


Presidente da Rússia: Putin move perseguição contra sacerdotes católicos na Criméia (26.03.2014) - Fonte: pco.org.br/ipco/


Assim que o presidente russo Vladimir Putin iniciou a manobra de anexação ilegal da Criméia, a Igreja Greco-Católica, fiel à Santa Sé, começou a sofrer uma “perseguição total” na península, segundo as autoridades religiosas.


Na Colômbia inicia-se uma perseguição a cristãos como jamais visto na América do Sul. Guerrilheiros das FARC estão ameaçando cristãos e católicos em área rurais que estão sob controle deles. Eles estão extorquindo pastores e padres das igrejas nos grandes centros. Foram fechadas 150 igrejas, 100 católicas e 50 evangélicas, dentre elas a igreja pastoreada pelo Pastor Sá Junior, missionário da Igreja Assembléia de Deus na Colômbia. O pastor está em Caracas aguardando liberação para retornar ao Brasil. Pastor Assembleiano, que responde na Central da AD no Acre, foi obrigado a fechar a igreja para proteção da família. “Ou eu fechava a igreja ou eles matariam minha esposa e filhas na minha frente, lamento, mas não tive forças para mantê-la aberta, eles são agressivos.”


A frente 32 das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia/Exército do Povo (FARC-EP) lançou uma ofensiva proibindo a celebração de missas e cultos em cidades e vilas menores. Para se reunir, a maioria das congregações precisa pagar uma espécie de “taxa de proteção” ao grupo rebelde. Os cristãos que correm maior risco são aqueles que ainda se reúnem nas casas e os líderes que viajam para se encontrar com eles.


Antes de tudo, é preciso mencionar como responsáveis pela atonia de tantas pessoas em face do problema comunista, as doutrinas, e os hábitos mentais de uma formação liberal que data de há mais de cem anos. O liberal tem certezas, ou pelo menos pode tê-las. Mas são certezas débeis, vacilantes. Uma certeza só é vigorosa quando, posta em face da contradição, se mantém firme, e até cresce em vigor. E esta firmeza não consiste apenas em recusar a tese oposta, mas em estigmatizá-la como errada, em denunciá-la, em persegui-la. Pois diante do erro, ou do mal, a coragem não está simplesmente em recusar a cooperação, em manter neutra a fisionomia e cruzados os braços, mas em reagir, em denunciar, em lutar. Ora, é infenso a isto o espírito liberal. Não se opõe o liberalismo a que alguém afirme qualquer das verdades elementares e básicas que o comunismo brutalmente nega: o direito para cada qual, de professar e difundir a Religião Católica, o direito de constituir uma família reconhecida e protegida pela lei, o direito de possuir bens e dispor livremente de seu próprio trabalho. Mas daí a declarar erradas, evidentemente erradas, monstruosamente erradas as posições opostas, há para o liberal um abismo. E para combater com energia, com perseverança, com perspicácia a propaganda soviética, vai outro abismo. Estes abismos, o liberal não os transpõe. Inerte, tíbio, comodista, cruza os braços. Em tese, é a favor de um mundo baseado sobre a Religião, a família e a propriedade. Na prática, nada fará para impedir que o mundo se construa - se é que a isto se pode chamar "construir" - sobre o ateísmo, o amor livre e o coletivismo.


Claro está que uma atitude tão aberrante nem sempre é consciente. Ela se traduz por vezes em formulas sonoras mas ocas, que revelam um terrível desejo de não brigar.Uma delas consiste em afirmar que o comunismo não se combate com a força das armas ou das polêmicas, mas única e exclusivamente com escolas, com obras de assistência e com "diálogos".Nesta proposição, há alguns fragmentos de verdade, em que estão incubados numerosos erros, dos mais palmares.


É certo que a desorganização da vida temporal, em seu aspecto intelectual ou material, cria uma atmosfera propícia ao comunismo. De onde, em tese, trabalha contra o comunismo quem difunde a boa instrução, a assistência social, a fartura.Mais ainda. Na medida em que as classes dirigentes negligenciarem o dever de velar pelos interesses espirituais e materiais do povo, estarão fornecendo às intrigas comunistas alguns dos pretextos necessários para desencadear a luta de classes.Assim, pois, ninguém discute a legitimidade, a necessidade, a urgência, de se proporcionar assistência espiritual e material às classes desamparadas.Tudo isto é tão claro, tão evidente, que chega a ser banal. Afirmamo-lo taxativamente, só para evitar explorações.



Mas enumeremos agora os erros e os equívocos que nestas verdades estão incubados:


Antes de tudo, um equívoco. Não se pense que a razão principal pela qual se deve fazer bem aos pobres é o medo do comunismo. A razão principal é o amor de Deus. Ainda que o perigo comunista não existisse, seriamos obrigados a agir para com o pobre com justiça e caridade.


Em segundo lugar, não se pense que o perigo comunista resulta da ignorância e da miséria, de sorte que, eliminadas estas, o comunismo deixaria de existir. Há uma diferença essencial entre causa e circunstância favorável.Assim, por exemplo, a má conduta do Clero em um dado país poderia constituir fator favorável ao anticlericalismo. Entretanto, seria absurdo depreender daí que o anticlericalismo existiu neste ou naquele país em razão da má conduta do Clero. Primeiramente, porque o anticlericalismo é em si mesmo um fenômeno de irreligião que tem causas ideológicas e morais muito mais profundas. Em segundo lugar, porque há regiões muito anticlericais, com Clero modelar, e finalmente houve também cidades com Clero tíbio ou até escandaloso, em que não nasceu qualquer surto de anticlericalismo.


Do mesmo modo, a indiferença de tantos burgueses à miséria do povo certamente favoreceu o alastramento do comunismo. Mas seria ridículo ver nisto a causa principal ou única de tal fato. Este resulta de todo um clima espiritual, cultural e moral. Se o comunismo fosse mero produto da fome, não poderia surgir em ambientes ricos. Ora, é notório que ele se desenvolve vigorosamente em certos círculos burgueses onde não há fome: professores, estudantes de universidade, escritores. E, mais ainda, em certos círculos "ultraburgueses" onde a fartura atinge seu máximo: pessoas de sociedade, altos financistas, políticos de grande projeção, etc.E, pois, é falso que abrir escolas e instituições de assistência, melhorar salários, etc. baste para eliminar o comunismo. Confinar a reação anticomunista a este campo meritório embora, mas pacífico, e flagrantemente insuficiente, é quase o mesmo que cruzar os braços ante o adversário.


O mesmo se diga, mutatis mutandis, no plano internacional. Há entre nós quem espere que a inauguração de um regime de encontros internacionais, acompanhados de banquetes, de "toasts", de sorrisos, e de muitas concessões ao Oriente, produza atrás das cortinas de ferro e de bambu uma distensão psíquica, um clima de tepidez, bonomia e cordura, que salve a paz. De onde a luta contra o comunismo se resumiria em sorrir, banquetear-se e ceder.Que haja utilidade para a causa da paz, em tratar os problemas com o Oriente num ambiente polido, e até cortês, ninguém o pode negar. Que algumas pequenas concessões possam ser necessárias para alimentar este ambiente, é obvio. Mas pensar que as vantagens dessa política possam ir além, e que nossos sorrisos tenham o dom dos acordes maviosos da lira de Orfeu, tornando mansas e meigas as feras, fazendo dos dirigentes comunistas políticos paternais, e até bonachões, é o que só pela ingenuidade mais extrema, ou pela mais funda vontade de não lutar, se pode explicar.


Não desejamos ser contundentes. Mas para tratar do presente assunto inteira e honestamente, é preciso que digamos ser de todo em todo primária tal concepção. Pois ela revela uma ignorância total do que seja o mal, seu fascínio sobre as paixões desregradas do homem decaído, o poder do erro e do demônio, etc. Só assim se compreende que se imagine destruir só com sorrisinhos, com banquetórios diplomáticos, com pequenas amenidades de salão, a fortaleza do anti-Cristo marxista.


Falando em Fátima aos Pastorinhos, Nossa Senhora recomendou outros remédios, bem mais profundos, entre os quais a regeneração moral e a penitência. E o Santo Padre Pio XII, aliás tão cioso de apresentar a todos os homens bons e maus, um semblante paternal e um coração aberto, parecendo fazer eco à mensagem de Fátima, e considerando o assunto "sub specie aeternitatis", deitou o melhor de sua esperança de solução do problema comunista, na consagração da Rússia ao Coração Imaculado de Maria.Assim, não há meio de destruir o comunismo só por uma ação extramilitante. É preciso tomar claramente posição contra ele. À propaganda comunista, é preciso opor uma reação nitidamente anticomunista.


Mas o espírito liberal, hostil a qualquer luta, ainda aqui levanta uma dificuldade. "Sou absolutamente contrária a qualquer ação anticomunista, disse-me certa pessoa. Pois toda ação anti é negativa. E todos os ideais que se apresentam sob forma negativa não são senão negação e, portanto, não passam de falsos ideais!"Pobre subterfúgio, que parece não atender às limitações naturais da linguagem humana, a qual, pela insuficiência que lhe vem da queda original, exprime conceitos dos mais altos e positivos, dignos de constituírem ideais de vida, sob forma negativa.


A menos negativa das coisas é a in-falibilidade do Papa. Não se poderia chamar de negativo o estado de in-dependência de um povo, a in-nocência de uma donzela, a in-abalabilidade de um católico em sua fé, a honra in-acusável de uma esposa, a glória in-alienável de um varão, a in-amovibilidade de um mestre em sua cátedra, o valor in-apreciável de uma jóia, a riqueza in-calculável de um financista, a bondade in-comensurável de um coração, a constância in-defectível de um amigo, o serviço in-dispensável de um cooperador, o direito in-disputável do trabalhador ao seu salário, o vínculo in-dissolúvel do matrimônio, a palavra in-dubitável do homem de bem, a indulgência in-esgotável da mãe, a beleza in-efável de um panorama, a duração in-finita da felicidade eterna, a vida im-mortal da alma, a alvura im-maculada de uma veste, a sabedoria in-sondável de um teólogo, o veredicto in-suspeito de um juiz, a solidez in-vulnerável de um raciocínio, a segurança de alma in-quebrantável de um missionário, etc.


Dizer, portanto, que a ação anticomunista é negativa só porque se delineia em termos negativos, é falso.Muito melhor se prova entretanto o caráter positivo de uma tal ação, quando bem compreendida, analisando-a em seu próprio conteúdo.


Por que em tantas aparições de Nossa Senhora, ela mesma nos alerta sobre o perigo do comunismo?


Será que o comunismo (e as suas variações mais modernas como o socialismo) são tão más assim ou é coisa de católico radical, fundamentalista e conservador? Ou será Nossa Senhora mentirosa? A resposta eu lhe dou em alguns fatos:


Fato 1: Outubro de 1917


Comunistas russos realizam o golpe de estado e tomam o poder. Uma das primeiras ações dos soldados vermelhos foi apossar-se de uma imagem de Nossa Senhora — de vários séculos de antiguidade, da feliz época em que a Rússia ainda era católica — e furar-lhe os olhos. A imagem encontrava-se na parte posterior da catedral ortodoxa (cismática) de São Basílio, na Praça Vermelha. Logo depois colocaram na boca do menino Jesus um cigarro, como símbolo de desprezo e irreverência. [Link original aqui]


Fato 2: 29 de julho de 1936


Berja, sul de Espanha. Comunistas espanhóis atacam um santuário de Nossa Senhora. Jóias e objetos de valor tinham sido previamente retirados pelos fiéis, como medida de proteção. Os vermelhos pegaram todos os móveis que conseguiram, fizeram uma pequena fogueira e colocaram sobre ela a imagem da Virgem, destruindo-a completamente. Como não conseguiram destruir uma pintura representando os milagres de Nossa Senhora, que se encontrava no teto, crivaram-na de balas. Depois disso, transformam o santuário em curral para gado. [Link original aqui]


Fato 3: 6 de dezembro de 2003


Caracas, Venezuela. Manifestantes comunistas, partidários do presidente Chávez, tomaram a praça Altamira, na capital, onde os oposicionistas se reuniam em torno de imagens de Nossa Senhora. Em abominável sacrilégio, jogaram as imagens ao chão, fizeram sobre elas suas necessidades fisiológicas e chegaram ao cúmulo de simular a realização de ato sexual com elas. O então vice-presidente do país, presente no local, não tomou nenhuma providência para evitar a diabólica profanação. [Link original aqui]


Fato 4: 21 de junho de 2007


China. Um decreto oficial do governo comunista ordenou a demolição com dinamite do santuário de Nossa Senhora do Monte Carmelo, em Tianjiajing. A imagem da Santíssima Virgem, de cem anos de antiguidade, deveria ser destruída, e também as estações da Via Sacra. Devido à pressão internacional, os atos sacrílegos foram, por ora, adiados, mas os católicos foram proibidos de realizar qualquer manifestação, peregrinação ou função religiosa no local. [Link original aqui]


Exemplos como os anteriores poderiam contar-se às centenas. São países diferentes, épocas diversas, culturas distintas, mas o ódio é o mesmo. Vem desde o início do regime comunista na Rússia.Maria é a Rainha dos anjos e o terror dos demônios. A Virgem, pelo simples fato de existir, presta uma imensa glória a Deus e anima todos aqueles que desejam ser de Deus. Além disto, Ela é a medianeira universal de todas as graças, com as quais ilumina a inteligência, fortalece a vontade e estimula a ação dos fiéis na luta da luz contra as trevas. Ora, se Nossa Senhora é medianeira das Graças de Deus e os comunistas a combatem veementemente, de que lado eles estão? Quem é o inimigo sobrenatural da Santíssima Virgem Maria?



São Luís Grignion de Montfort, ensina:


“Uma única inimizade Deus promoveu e estabeleceu, inimizade irreconciliável, que não só há de durar, mas aumentar até o fim: a inimizade entre Maria, sua digna Mãe, e o demônio; entre os filhos e servos da Santíssima Virgem e os filhos e sequazes de Lúcifer; de modo que Maria é a mais terrível inimiga que Deus armou contra o demônio”. (Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, Ed. Vozes – 6a Edição, Petrópolis, 1961, p. 54.)




Porém existe um outro aspecto: A natureza da Virgem Maria.


Veja, Maria é real. Maria existe. Ela é uma pessoa assim como você e eu. E age muitas vezes por meio de suas aparições, várias delas bem conhecidas, como em Fátima, outras ainda desconhecidas por diversos motivos. Ela atua segundo a sabedoria de Deus, para promover e ensinar os caminhos de Deus aos homens. Ao contrário da luta de classes promovidas pelos ideais marxistas, a Virgem nos inclina ao amor ao próximo e à harmonia social. Isso é da natureza da Virgem. Esta Nela e assim permanecerá por todo sempre. Portanto se a doutrina marxista prega a divisão, Maria prega a unidade. Se o comunismo prega a luta de classes, Maria prega a paz entre os povos. Não dá para conciliar água e óleo, pois eles jamais se misturam.


A inveja marxista opõe-se à virtude da humildade e ao desprendimento dos bens da Terra. Ao espírito de revolta, de punho erguido, opõe-se a resignação ante os desígnios divinos. Contra a impureza, a blasfêmia, a preguiça, o gosto pela imundície e pelo chulo, Nossa Senhora representa para nós um modelo de Virgem puríssima, de espírito elevado, que vive para louvar a Deus. Ela ama a pobreza digna e sublime como a riqueza desprendida e dadivosa, sempre realizando aquilo que mais glória dá ao Criador.


Eis ai o grande motivo do ódio dos comunistas contra Nossa Santa mãezinha, Maria Santíssima a mãe de Deus.




Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 1 Comentário. Deixe o seu!

11 de setembro de 2017 20:41

Não desista de escrever no seu blog. Parei aqui para ler sobre determinismo psíquico. Agora já estou lendo todas as postagens e que esclarecimentos sobre variados assuntos. Um abraço e obrigada!!!!

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger