A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Rezar para namorar, ou para sair de uma Vocação?... Existe isto?

Rezar para namorar, ou para sair de uma Vocação?... Existe isto?

Written By Beraká - o blog da família on segunda-feira, 21 de novembro de 2016 | 16:34






Infelizmente é muito comum vermos pessoas que dizem assim junto às suas autoridades: Vamos rezar para eu namorar com fulano, ou para eu sair da Comunidade...Ora, quem vai rezar assim já decidiu em seu coração o que quer, sim, ou não ?



Quando duas pessoas tomadas pela ansiedade e pelo medo de “perder” uma oportunidade qualquer, ou a pessoa que elas gostam e decidem orar juntas, elas comprometem o coração uma da outra de uma forma intensa e submersa em expectativas. Esse comprometimento acontece automaticamente, não tem como evitar. Quando assumimos o compromisso de “orar juntos”, o nosso coração já está na outra pessoa e o nosso desejo é que esse namoro seja da vontade de Deus.





Mas aí eu te pergunto: e se não for? E se Deus responder que não é isso que Ele tem para ele ou para você? E se Deus mostrar que não passa de uma carência numa outra área das nossas vidas que estão tentando compensar num relacionamento amoroso?


Como vamos resolver o problema, jogando simplesmente um “Deus não quis” para a outra pessoa?. Pois bem, as coisas não são tão simples assim quando lidamos com os nossos sentimentos, quiçá com os sentimentos do outro. Criar expectativas que você não consegue suprir é defraudação emocional. Como ficam ambos os corações nessa história toda?


É preciso respeitar a individualidade do outro e entender que se declarar e gerar expectativas, sem ter uma resposta da parte de Deus, é cruel, e só dificultam as coisas. A falta do comprometimento real só nos direciona a um caminho: cobrança, medo, desconfiança e, principalmente, insegurança. Jesus nos convida a viver pela fé, inclusive nessa área. Faz parte do desafio sermos movidos pela fé e convicção, não pelos nossos desejos, carências ou nossos medos (neste caso o medo de “ficar sozinho”, por exemplo). Afinal, tudo o que não provém da fé é pecado (Rm 14,23).


Precisamos viver como cristãos, que realmente creem que Deus cuida de todas as áreas das nossas vidas. Finalmente, o que queremos saber é: temos que rezar para namorar, ou para saber se é vontade de Deus realmente trilhar um caminho vocacional até o definitivo? A resposta é sim, mas é preciso refletir e perguntar ao nosso Pai que nos conhece melhor a nós do que nós a nós mesmos, quais são as VERDADEIRAS motivações do nosso coração ?...






É desta forma que encontraremos convicções em Deus suficientes para decidir compartilhar nossos sentimentos com alguém, e saber qual sua vontade e seu chamado em nossas vidas. Reze antes de namorar, e antes de tomar a decisão de sair talvez até temporariamente do chamado de Deus, mas não reze querendo convencer a Deus, enganando-se a você mesmo e aos outros que você deve namorar alguém, ou que você deve sair do chamado definitivo de Deus para sua vida, pois tudo isto tem consequências de vida eterna, e sabemos que a vontade de Deus é o nosso paraíso já dizia São João da Cruz...

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger