A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » A DITADURA DO CENTRALISMO DEMOCRÁTICO COMUNISTA

A DITADURA DO CENTRALISMO DEMOCRÁTICO COMUNISTA

Written By Beraká - o blog da família on segunda-feira, 6 de abril de 2015 | 00:53




É dito pelos defensores de carteirinha deste sistema que,o centralismo-democrático é a forma mais democrática de funcionamento partidário. Depois de uma ampla discussão interna, as diretrizes são aprovadas com direito ao voto para todos os membros do partido. Depois de aprovada a política, todos os membros devem implementar a mesma política, mesmo que tenham divergido. Assim prevalece a vontade da maioria do partido.




A verdade dos fatos: A ditadura do Centralismo Democrático


Com especial atenção e dedicação aos militantes comuns dos Pstu's, Pco's, Pcb's, Pcdb's, Lbi's e a outros grupos que tenham no centralismo democrático a base de sua direção e organização.

Abaixo as ditaduras de ideias e decisões !!!  Que o poder emane das bases e não dos burocratas dos Partidos. Pelos conselhos, com voto secreto e inalienável. Que as teses e sínteses sejam votadas secretamente(Evitando chantagens e pressões)e dai sim a unidade de ação. Abaixo as coações !!!.



O centralismo democrático despreza o voto na forma de sufrágio universal. Utiliza a dialética de forma tergiversada ou seja: Ampla discussão, teses e mais teses e por fim a síntese, sem voto, apenas na discussão, onde o líder a exemplo de LENIN ou TROTSKY impunha a sua tese. Portanto, defender este sistema é o mesmo que sujeitar-se aos desmandos de uma elite dirigista partidária. O método, criado e adotado por Lênin, consistia num processo em que as bases de sustentação partidária deveriam ser tratadas de cima para baixo e não de baixo para cima.



Rosa Luxemburg, uma das mais proeminentes figuras do marxismo, criticava o CD por questões muito mais der prática, que por teses. E venceu a razão de Rosa, pois, o que se anos mais tardes no PCUS e nos demais partidos marxistas eram uma linha anti-democrática, dirigista e autoritária. O centralismo enfraqueceu as bases de sustentação das ações partidárias, favorecendo o clientelismo e favores internos. Aliás, os partidos hoje, não representam qualquer base de sustentação.




No Bonde da História prevalece sempre a razão, e assim caminha a humanidade, pois não acredito em cultura e nem em ideologia de escritório, ou seja, naquelas criadas em uma sentada ou canetada por pseudo iluminados, mas naquela testada na história da humanidade com tentativas de erros e acertos e naturalmente prevalecida, pois este tal Comunismo dito científico, de científico não tem absolutamente nada, pois tudo que é científico se caracteriza pela repetibilidade em laboratório, coisa que nenhum laboratório social Comunista mundo afora em suas tentativas de implantação o fez até agora, pois tudo descambou em ditaduras sanguinárias e desumanas de esquerda.



Por que o capitalismo venceu?



O capitalismo do século XIX era realmente uma coisa abominável, com um nível de exploração inaceitável. As pessoas com espírito de solidariedade e com sentimento de justiça se revoltaram contra aquilo. O Manifesto Comunista, de Marx, em 1848, e o movimento que se seguiu tiveram um papel importante para mudar a sociedade.A luta dos trabalhadores, o movimento sindical, a tomada de consciência dos direitos, tudo isso fez melhorar a relação capital-trabalho.


O que está errado é achar, como Marx diz, que quem produza riqueza é o trabalhador e o capitalista só o explora. É bobagem. Sem a empresa, não existe riqueza. Um depende do outro. O empresário é um intelectual que, em vez de escrever poesias, monta empresas. É um criador, um indivíduo que faz coisas novas.A visão de que só um lado produz riqueza e o outro só explora é radical, sectária, primária. A partir dessa miopia, tudo o mais deu errado para o campo socialista.


Mas é um equívoco concluir que a derrocada do socialismo seja a prova de que o capitalismo é inteiramente bom. O capitalismo é a expressão do egoísmo, da voracidade humana, da ganância. O ser humano é isso, com raras exceções.


O capitalismo é forte porque é instintivo. O socialismo foi um sonho maravilhoso, uma realidade inventada que tinha como objetivo criar uma sociedade melhor. O capitalismo não é uma teoria. Ele nasceu da necessidade real da sociedade e dos instintos do ser humano. Por isso ele é invencível.A força que torna o capitalismo invencível vem dessa origem natural indiscutível. Agora mesmo, enquanto falamos, há milhões de pessoas inventando maneiras novas de ganhar dinheiro. É óbvio que um governo central com seis burocratas dirigindo um país não vai ter a capacidade de ditar rumos a esses milhões de pessoas. Não tem cabimento.


O que não pode é a esquerda criticar o Capitalismo, quando seus dirigentes e intelectuais querem todo o conforto e benesses Capitalista, e não quererem arcar com todo o ônus, pois a nossa incomodada ESQUERDA CAVIAR, título extremamente oportuno que nos remete a uma expressão de nossos irmãos mais velhos os Portugueses, para descrever a “esquerda festiva” (como dizia o grande Nelson Rodrigues), é a marca de um grande desvio de caráter no mundo contemporâneo: A esquerda Caviar é exatamente este tipo de gente que frequenta jantares inteligentes, seminários,defendendo a África,falando  dos pobres e excluídos da sociedade, enquanto bebem suas cervejas e vinhos caros,cercados em seus condomínios fechados.São pessoas,que nunca tiveram o desprazer de usar o SUS como única alternativa a tratamento de saúde,pois tem seus planos de saúde,também nunca pegaram um coletivo, ou transporte urbano,pois andam com seus carrões importados,usam roupas de marca caríssimas, e só matriculam seus filhos nas escolas particulares e ainda humilham as amigas menos magras. Enfim, são aqueles, da classe média e alta, que se consideram fora deste universo, como a guru deles: a filósofa  Marilena Chauí.Os membros da esquerda caviar adoram criticar o Capitalismo, mas hipocritamente não renunciam a nenhum dos benefícios trazidos pelo mesmo.Nelson Rodrigues usava a expressão para esta esquerda de: “amante espiritual de Che Guevara” para nomear a esposa de um casal burguês com “afetações revolucionárias”, o típico “casal caviar”. Em meio às festas da “festiva”, o casal de grã-finos, donos da casa, levava Nelson até o pequeno altar onde uma foto de Che posava para os suspiros da esposa apaixonada pelo revolucionário.De onde vem este fenômeno? Antes de tudo, estamos diante do velho problema de caráter. Nada de questões políticas. Apenas questões morais de fundo: mentira, hipocrisia, luta por autoestima social, narcisismo, oportunismo carreirista, mamadores do sistema paralisante da estabilidade estatal,na tentativa de se ver como pessoa pura de coração, enfim, uma fogueira de vaidades. Como dizia o filósofo britânico Edmund Burke, do século XVIII: "antes de qualquer problema político, existe um drama moral.”
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger