A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » , , » Você sabia que Freud considerava a HOMOSEXUALIDADE um distúrbio psicológico ?

Você sabia que Freud considerava a HOMOSEXUALIDADE um distúrbio psicológico ?

Written By Beraká - o blog da família on quarta-feira, 23 de outubro de 2013 | 00:16



Segundo Freud, a homossexualidade se explica como uma saída “negativa” do complexo de Édipo.


Quando o pai da criança não consegue impor limites ao filho, que está literalmente grudado na mãe, o filho não passa a se voltar para as características do pai, e interioriza as características femininas da mãe, inclusive seu objeto de desejo, o homem.



Freud cita a relação “pai passivo/mãe dominadora” para este novo triângulo.

Isto se explica pois, uma relação de pai passivo e uma mãe superprotetora, faz com que o pai não consiga “vencer” a disputa com o filho, pela “posse” da exclusividade da mãe.



O filho então torna-se homossexual. 


Esta é  a coluna mestra, da teoria de Freud, para explicar uma pessoa se tornar homossexual. 
Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 3 Comentário. Deixe o seu!

21 de janeiro de 2014 12:36

Existe várias teoria para a homossexualidade, em partes essa teoria pode está correta, por que ela não só se refere a homossexualidade, um pai que não faz o seu papel, que é colocar limites,ditar regras, que é sua função na família, pode gerar muita consequência para a criança no futuro, entre outras coisas, jovens delinquentes, usuários de de drogas etc.Na verdade em uma família o pai não pode ser passivo, não pode ser um pai ausente, não pode a mãe acha que pode fazer tudo, mãe dominadora é aquela que coloca a "mão na cabeça do filhinho" ou seja ele não faz nada de errado ele é o coitado e o pai não entra na história, não corrigi.esse filho.Pense por que na atualidade existe tanto jovens, matando, delinquente , faltou a função do pai, ou seja pai " passivo" e também segundo a teoria de comportamento pode tb está relacionado a homossexualidade, como também a genética etc. De qulquer forma tudo no ser humano tem alguma influencia.Mas pai não pode ter função de ausente, mole, na familia nem mãe pode ser dominadora.

22 de janeiro de 2014 12:18

Prezado Jorgete,


Pesquisas com gêmeos confirmam: A homossexualidade não é genética, NÃO EXISTE GENE GAY , e os ex-gays superam os gays reais.


Oito estudos feitos com gêmeos idênticos mostram que a homossexualidade não é genética, se não é genética a explicação para a homossexualidade terá que vir de fatores sociais e psicológicos.


Boa parte daqueles que estudam o assunto já sabiam disso, mesmo porque há décadas gays procuram explicações em fatores genéticos tentando identificar uma novo tipo de ser humano, o gay. Mas não é o caso.





O Dr. Neil Whitehead, PhD. trabalhou para o governo da Nova Zelândia como pesquisador científico durante 24 anos, em seguida, passou quatro anos trabalhando para as Nações Unidas e a Agência Internacional de Energia Atômica. Mais recentemente, ele serve como um consultor para universidades japonesas sobre os efeitos da exposição à radiação. Seu doutorado é em bioquímica e estatística.

Gémeos idênticos têm os mesmos genes ou DNA. Eles são alimentados em condições pré-natais iguais. Se a homossexualidade é causada pela genética ou condições pré-natais e um deles é gay, o co-gêmeo também deveria ser gay.

"Porque eles têm DNA idênticos, o resultado deveria ser 100%," Dr. Whitehead observa. Mas os estudos revelam que não.

"Se um gêmeo idêntico tem atração pelo mesmo sexo as chances do co-gêmeo ser gay são de apenas cerca de 11% para os homens e 14% para as mulheres."

Como os gêmeos idênticos são geneticamente idênticos sempre, a homossexualidade não pode ser ditada geneticamente.

"Ninguém nasce gay", observa ele. "As coisas predominantes que geram a homossexualidade em um gêmeo idêntico e não no outro têm de vir de fatores pós-parto."

Dr. Whitehead acredita que a atração pelo mesmo sexo é causada por "fatores não-compartilhados," coisas que acontecem com um irmão gêmeo, mas não com o outro, uma resposta pessoal a um evento de um dos gêmeos.


Nos estudos com gêmeos idênticos, Dr. Whitehead ficou impressionado pela forma como a identidade sexual é fluída e mutável pode ser.

"Pesquisas acadêmicas neutras mostram que há mudança substancial. Cerca de metade da população homossexual / bissexual (em um ambiente não-terapêutico) se move em direção a heterossexualidade ao longo da vida. Cerca de 3% da atual população heterossexual por vez que acreditou firmemente se ser homossexual ou bissexual ".




Em outras palavras, os ex-gays superam os gays reais.


A fluidez é ainda mais pronunciada entre os adolescentes, como o estudo do Bearman e Brueckner demonstrou. "Eles descobriram que entre os 16-17 anos de idade, se uma pessoa teve uma atração romântica para o mesmo sexo, quase tudo tinha mudado um ano mais tarde."

"Os autores eram pró-gay e eles comentaram que a única estabilidade que ficava era entre os heterossexuais, que ficaram no mesmo ano após ano. Os adolescentes são um caso especial, geralmente mudando suas atrações de ano para ano ".



"Os acadêmicos que trabalham no campo não estão feliz com as representações por parte dos meios de comunicação sobre o assunto," Dr. Whitehead observa.

"Mas eles preferem ficar com a sua pesquisa acadêmica e não se envolver com o lado ativista."

Mesmo que a atração pelo mesmo sexo não seja genética, Dr. Whitehead não concorda com aqueles que dizem que os homossexuais "escolhem" sua orientação”.

"Não pode haver uma escolha informada, responsável envolvida se a primeira atração é de cerca de 10 anos de idade", observa ele.


"Nessa idade, ninguém escolhe vida orientação sexual ou estilo de vida, em qualquer sentido habitual.





FONTE: http://thyselfolord.blogspot.com.br/2013/06/ninguem-nasce-gay.html

26 de abril de 2014 22:10

Concordo com ele, também acho que a homossexualidade é psicológica,bem como vários outros tipos de disfunções mentais como depressão,traumas,síndromes,fetiches,etc;o que nos leva a perceber que ela sofre um maior preconceito ,pelo fato de ter maior relevância com
teor pejorativo;ou seja deveria ser bem menos superdimensionada e tratada como as demais,na minha opinião claro. ;)

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger