A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » O SANTO ESCAPULÁRIO DE NOSSA SENHORA DO CARMO

O SANTO ESCAPULÁRIO DE NOSSA SENHORA DO CARMO

Written By Beraká - o blog da família on quinta-feira, 24 de outubro de 2013 | 00:44



No dia 16 de julho, há 750 anos, o mais extraordinário penhor de salvação jamais dado ao homem : O Escapulário do Carmo, era entregue a São Simão Stock.

Certo dia, que já vai longe, andando pelas ruas de Roma, encontraram-se três insignes homens de Deus.Um era Frei Domingos de Gusmão, que recrutava membros para a Ordem que fundara, a dos Pregadores, mais tarde conhecida como dos "dominicanos". Outro era o Irmão Francisco de Assis, o Poverello, que havia pouco reunira alguns homens para servir ao que chamava a Dama Pobreza. O terceiro, Frei Ângelo, tinha vindo de longe, do Monte Carmelo, na Palestina, chamado a Roma como grande pregador que era.Os três, iluminados pelo Divino Espírito Santo, reconheceram-se mutuamente, e no decurso da conversa fizeram muitas profecias. Santo Ângelo, por exemplo, predisse os estigmas que seriam concedidos por Deus a São Francisco.E São Domingos profetizou:

"Um dia, Irmão Ângelo, a Santíssima Virgem dará à tua Ordem do Carmo uma devoção que será conhecida pelo nome de Escapulário Castanho, e dará à minha Ordem dos Pregadores uma devoção que se chamará Rosário. E um dia Ela salvará o mundo por meio do Rosário e do Escapulário".

 No lugar desse encontro construiu-se uma capela, que existe até hoje em Roma.



A Grande Promessa:

Não irás para o fogo do inferno”

Se a bula Papal aplacara momentaneamente o furor dos inimigos do Carmelo, não o fizera cessar de todo. Depois de um período de calmaria, as perseguições recomeçaram com mais intensidade. Carente de auxílio humano, São Simão recorria à Virgem Santíssima com toda a amargura de seu coração, pedindo-Lhe que fosse propícia à sua Ordem, tão provada, e que desse um sinal de sua aliança com ela.

Na manhã do dia 16 de julho de 1251, suplicava com maior empenho à Mãe do Carmelo sua proteção, recitando a bela oração por ele composta, Flor Carmelis:

Sendo o Flos Carmeli o Hino e Oração a Nossa Senhora do Carmo, e visto que os carmelitas devem rezá-lo, vamos ver como surgiu essa oração:

"A tradição da Ordem põe na lábios de São Simão Stock um linda oração á Virgem Maria. O texto mais antigo conhecido encontra-se no Officium rhythmicum, manuscrito guardado na biblioteca universitária de Cambridge e que foi escrito depois do ano de 1507." (Como Pedras Vivas... no Carmelo, p.87)

E nós explica frei Henrique Esteve (1905-1990)  sobre esta oração:


- É uma oração rítmica, que em primeiro lugar oferece duas breves estrofes e versos alternativamente consoantes (a, b, a, b, c, d, e, d, e, c), a ideia de perfeitissima e distinata que esta na base daquele profundo e dedicado amor ou devoção.


- Na primeira estrofe Maria é apresentada como é em si mesma, nestes quatro títulos distintos e conexos: “Flor do Carmelo, Videira Florida, Esplendor do céu, Virgem Mãe singular”. Deste, o ultimo, “Virgem Mãe” – que recorda o conceito central mariano, a virgindade fecunda, sobrenatural ou divina, em virtude da qual Maria constitui ela só Virgem Mãe de Deus, uma ordem à parte, de singularidade trancendental, singular, como vem dito especificamente, e a luz dessa doutrina devem ser explicados os demais títulos.


Flor do Carmelo, Maria possui toda aquela beleza fragrante belza espiritual representada simbolicamente no Carmelo. Com efeito Isaias referindo-se a virgem filha de Israel, a esposa de José nos tempos messiânicos, tinha dito: “florescerá... lhe será dada a formosura do Carmelo” (Is 35,2).


Videira Florida, faz menção da graça de fecundidade divina, e que segundo o pensamento dos santos Padres tem relação com Is 11,1 “Sairá um rebento do tronco de Jessé, e de suas raízes brotará um renovo”.


Esplendor do céu, faz refencia ao texto do apocalipse “Um grande sinal foi visto no céu: uma mulher revestida de sol, com a lua sob seus pés e sobre sua cabeça uma coroa com doze estrelas, a qual tinha um filho no seu seio” (Ap 12,1-2).


Mãe afável, mas sempre Virgem, esta invocação em si mesmo não é mais que uma repetição dos versos “Virgem Mãe, singular” porém em uma ordem superior transcendente, constituindo esta admirável união, toda a singularidade de Maria.


Aos Carmelitas sede propicia, é a parte da oração como suplica ou pedido, enquanto expõe aquilo que a Virgem é para nós carmelitas.


Estrela do Mar, Invocação popular a Maria na Idade Media, que esta ligada à explicação de São Jerônimo a etimologia do nome Maria que segundo ele quer dizer estrela.


Segundo ele próprio relatou ao Pe. Pedro Swayngton, seu secretário e confessor, de repente "a Virgem me apareceu em grande cortejo, e, tendo na mão o hábito da Ordem, disse-me:

“ Recebe, diletíssimo filho, este Escapulário de tua Ordem como sinal distintivo e a marca do privilégio que eu obtive para ti e para todos os filhos do Carmelo; é um sinal de salvação, uma salvaguarda nos perigos, aliança de paz e de uma proteção sempiterna.Quem morrer revestido com ele será preservado do fogo eterno.”

Essa graça especialíssima foi imediatamente difundida nos lugares onde os carmelitas estavam estabelecidos, e autenticada por muitos milagres que, ocorrendo por toda parte, fizeram calar os adversários dos Irmãos da Santíssima Virgem do Monte Carmelo.


São Simão atingiu extrema velhice e altíssima santidade, operando inúmeros milagres, tendo também obtido o dom das línguas; entregou sua alma a Deus em 16 de maio de 1265.

Privilégio Sabatino: livre do Purgatório no primeiro sábado após a morte

Além dessa graça específica da salvação eterna, ligada ao Escapulário, Nossa Senhora concedeu outra, que ficou conhecida como privilégio sabatino.No século seguinte, apareceu Ela ao Papa João XXII, a 3 de março de 1322, comunicando àqueles que usarem seu Escapulário:

"Eu, sua Mãe, baixarei graciosamente ao purgatório no sábado seguinte à sua morte, e os levarei daquelas penas e os levarei ao monte santo da vida eterna" .


Quais são, então, as promessas específicas de Nossa Senhora?

1º. Quem morrer com o Escapulário não padecerá o fogo do inferno.

Que desejava Nossa Senhora dizer com estas palavras?- Em primeiro lugar, ao fazer a sua promessa, Maria não quer dizer que uma pessoa que morra em pecado mortal se salvará.
A morte em pecado mortal e a condenação são uma e a mesma coisa. A promessa de Maria traduz-se, sem dúvida, por estas outras palavras:  

2º)- "Quem morrer revestido do Escapulário, não morrerá em pecado mortal".

Para tornar isto claro, a Igreja insere, muitas vezes, a palavra "piamente" na promessa:"aquele que morrer piamente não padecerá do fogo do inferno".

3º. Nossa Senhora livrará do Purgatório quem portar seu Escapulário, no primeiro sábado após sua morte.

Embora freqüentemente se interprete este privilégio ao pé da letra, isto é, que a pessoa será livre do Purgatório no primeiro sábado após sua morte:

"tudo que a Igreja, para explicar estas palavras, tem dito oficialmente em várias ocasiões, é que aqueles que cumprem as condições do Privilégio Sabatino serão, por intercessão de Nossa Senhora, libertos do Purgatório pouco tempo depois da morte, e especialmente no sábado"


De qualquer modo, se formos fiéis em observar as palavras da Virgem Santíssima, Ela será muito mais fiel em observar as suas, como nos mostra o seguinte exemplo:

“Durante umas missões, tocado pela graça divina, certo jovem deixou a má vida e recebeu o Escapulário. Tempos depois recaiu nos costumes desregrados, e de mau tornou-se pior. Mas, apesar disso, conservou o santo Escapulário.A Virgem Santíssima, sempre Mãe, atingiu-o com grave enfermidade. Durante ela, o jovem viu-se em sonhos diante do justíssimo tribunal de Deus, que devido às suas perfídias e má vida, o condenou à eterna danação.Em vão o infeliz alegou ao Sumo Juiz que portava o Escapulário de sua Mãe Santíssima.


         - E onde estão os costumes que correspondem a esse Escapulário? - Perguntou-lhe Este.
         Sem saber o que responder, o desditoso voltou-se então para Nossa Senhora:
         - Eu não posso desfazer o que meu Filho já fez - respondeu-lhe Ela.
         - Mas, Senhora! - exclamou o jovem - Serei outro.
         - Tu me prometes?
         - Sim.
         - Pois então vive.

Nesse momento o doente despertou, apavorado com o que vira e ouvira, fazendo votos de portar doravante mais seriamente o Escapulário de Maria. Com efeito, sarou e entrou para a Ordem dos Premonstratenses. Depois de vida edificante, entregou sua alma a Deus. Assim narram as crônicas dessa Ordem.”


O Escapulário e Fátima

Tem o Escapulário alguma relação com Fátima?

Sim. Após a última aparição de Nossa Senhora na Cova da Iria, surgiram aos olhos dos três videntes diversas cenas:

1)- Na primeira, ao lado de São José e tendo o Menino Jesus ao colo, Ela apareceu comoNossa Senhora do Rosário.

2)- Em seguida, junto a Nosso Senhor acabrunhado de dores a caminho do Calvário, surgiu como Nossa Senhora das Dores.

3)- Finalmente, gloriosa, coroada como Rainha do Céu e da Terra, a Santíssima Virgem apareceu como Nossa Senhora do Carmo, tendo o Escapulário à mão.

         - Que pensa da razão por que Nossa Senhora apareceu com o Escapulário nesta última visão? - perguntaram a Lúcia em 1950.
         - É que Nossa Senhora quer que todos usem o Escapulário - respondeu ela.


"E é por este motivo que o Rosário e o Escapulário, os dois sacramentais marianos mais privilegiados, mais universais, mais antigos e mais valiosos, adquirem hoje uma importância maior do que em nenhuma passada época da História".
          


Oração a Beatíssima Virgem do Carmo

“Oh! piedosíssima Virgem! Vós, que nove séculos antes de existir fostes vista em profecia pelo servo de Deus nosso pai São Elias, e venerada por seus filhos no Carmelo... Vós, que em carne mortal vos dignastes visitar-lhes e lhes dispensastes celestiais alegrias... Vós, que vigiais sempre pela virtuosa família que teve por Superior a vosso estimado filho São Simão Stock, por pais e reformadores a seráfica virgem e mística Doutora Santa Teresa de Jesus e ao esclarecido e extático São João da Cruz, assim como por uma de suas digníssimas filhas a exemplar esposa de Jesus Cristo Santa Maria Madalena de Pazzis, vossa devotíssima serva... Vós, que engrandecestes a Ordem com a estimável prenda do Santo Escapulário.., e, em fim, Vós, que de tantas maneiras haveis demonstrado vosso carinhoso amor aos carmelitas e seus devotos, recebei benévola meu coração ardente de fervoroso entusiasmo dado a mais pura das criaturas e a mais amorosa das mães. Não permitais, Senhora, que o leão rugente assuste meu espírito no caminho da perfeição, e fazei que consiga subir a glória, como o haveis alcançado de vosso Divino Jesus para os que invocando-vos com fé e imitando vossas virtudes, morreram piamente com vossa proteção. Amém.”


Novena de Nossa Senhora do Carmo


Antífona para todos os dias:

“Flor do Carmelo, vinha florida, esplendor do céu,
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, Estrela do Mar”

Oração Final para todos os dias

“Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção. Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza; pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós. Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém.”

Primeiro Dia

Oh! Maria, Virgem Mãe Imaculada, Rainha do Carmelo, que fostes contemplada pelo Profeta Elias na nuvenzinha que subia do mar, depois transformada em chuva copiosa, derramai sobre toda a humanidade as graças de vosso Coração Imaculado e convertei aos pobres pecadores.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

Segundo Dia

Rainha e Mãe do Carmelo, Virgem Mãe Imaculada, que durante séculos fostes honrada em vossa Maternidade Divina no Monte Carmelo pelo Profeta Elias e seus sucessores - os Filhos dos Profetas - fazei reinar em nossas famílias essa mesma entranhada devoção que torne cada vez mais presente em nossos lares os vosso Divino Filho Jesus que nos guarde, para a vida eterna.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

Terceiro Dia

Oh! Maria Imaculada, Virgem Santíssima do Carmo, que visitastes vossos Filhos Carmelitas no Monte Carmelo, consolando-os, dando-lhes graças abundantes, visitai também as nossas almas, ajudando-nos a fugir do pecado e a praticar com amor as obras de misericórdia.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

Quarto Dia

Maria, Virgem imaculada, Rainha do Carmelo, lembrai-vos que vossos Filhos Carmelitas do Monte Carmelo após o Pentecostes abraçaram o Evangelho e o anunciaram por toda parte, ensinado também todos a Vos conhecerem e amarem; e no Monte Carmelo Vos consagraram o primeiro templo do mundo em vossa honra. Dai-nos muitos missionários, que por toda parte vos façam conhecer, para a dilatação do Reino de Jesus.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

Quinto Dia

Maria, Rainha e Mãe dos Carmelitas, que lhes destes como penhor da salvação o Santo Escapulário, nós vos agradecemos e Vos suplicamos a graça de viver na fidelidade à Lei de Deus para que em nossa morte possamos contar com a vossa presença e ir ao céu contemplar-Vos eternamente.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

Sexto Dia

Maria, Virgem Mãe Imaculada, Rainha do Carmelo, que tendes concedido as mais extraordinárias graças através de vosso Santo Escapulário, ajudai-me a trazê-lo dignamente, conservando a pureza de coração e de costumes, repelindo tudo o que possa magoar o vosso olhar puríssimo.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

Sétimo Dia

Rainha e Mãe do Carmelo, que fizestes grandes milagres através do Santo Escapulário, cobri o mundo com o esplendor de Vosso Imaculado Coração para que seja enfraquecido o reino do mal e do pecado, e todos os povos se aproximem de Vós para imitar vossa pureza e caridade.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

Oitavo Dia

Maria, Virgem - Mãe Imaculada Rainha do Carmelo, que sempre concedestes as maiores graças aos Carmelitas, enviai-nos muitas vocações sacerdotais, religiosas e para o Carmelo Secular, para que o vosso Nome seja sempre mais glorificado, para a glória de vosso Filho Jesus Cristo.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

Nono Dia

Maria, Rainha e Mãe do Carmelo, que velais pela Santa Igreja com maternal amor, abençoai o Santo Padre, o nosso Bispo, os sacerdotes, os religiosos e todo o povo cristão. Abençoai a cada um de nós que desejamos vossa proteção agora e na hora de nossa morte.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.



Ladainha de Nossa Senhora do Carmo:


Senhor, tende piedade de nós!
Jesus Cristo, tende piedade de nós!
Deus, Pai Celestial, tende piedade de nós!
Deus, Filho Redentor do mundo, tende piedade de nós!
Deus, Espírito Santo, tende piedade de nós!
Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós!

Santa Maria, rogai por nós!
Mestra da vida interior, rogai por nós!
Caminho seguro na Noite Escura, rogai por nós!
Virgem da fé, rogai por nós!
Virgem do Caminho de Perfeição, rogai por nós!
Virgem fiel, rogai por nós!
Virgem que sabe ouvir, rogai por nós!
Mãe das Fundações, rogai por nós!
Mãe do abandono perfeito, rogai por nós!
Mãe da pequena via, rogai por nós!
Mãe da caridade, rogai por nós!
Mãe da humildade, rogai por nós!
Senhora das Moradas eternas, rogai por nós!
Senhora do "Sim", rogai por nós!
Senhora do Monte Carmelo, rogai por nós!
Fiel esposa de José, rogai por nós!
Esposa da Viva Chama de Amor, rogai por nós!
Perfeita esposa do Cântico Espiritual, rogai por nós!
Estrela do Carmelo, rogai por nós!
Flor do Carmelo, rogai por nós!
Formosura do Carmelo, rogai por nós!
Nossa Senhora da Subida do Monte Carmelo, rogai por nós!
Modelo de oração, rogai por nós!
Modelo de vida interior, rogai por nós!
Caminho que leva a Deus, rogai por nós!
Alma enamorada de Deus, rogai por nós!
Auxílio dos Carmelitas, rogai por nós!
Serva de Javé, rogai por nós!
Sublime filha de Sião, rogai por nós!
Esperança dos Carmelitas, rogai por nós!
Rainha do silêncio, rogai por nós!
Rainha do Castelo Interior, rogai por nós!
Rainha do Carmelo, rogai por nós!

Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, Perdoai-nos, Senhor!

Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, Ouvi-nos, Senhor!

Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, Tende piedade de nós!

Rogai por nós, Rainha e Formosura do Carmelo.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


O ESCAPULÁRIO


"A devoção do Escapulário do Carmo fez descer sobre o mundo copiosa chuva de graças espirituais e temporais". (Pio XII, 6/8/50)


A Ordem do Carmo é uma Ordem Religiosa que desde a sua origem se distinguiu como uma Ordem eminentemente Mariana: o nosso título jurídico é este: Ordem dos Irmãos da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo. Prova desta índole Mariana da Ordem do Carmo está exatamente na existência da primeira capela dedicada a Nossa Senhora construída no Monte Carmelo. AIí naquela capelinha, nasceu entre os Carmelitas, o seu amor e sua devota veneração a SS. Virgem Maria. A nossa devoção a Maria foi crescendo no correr dos anos, criou raízes na Ordem e fora dela e ganhou um impulso extraordinário em meados do século XIII - com a aparição de Nossa Senhora a São Simão Stock entregando-lhe o seu Escapulário.

1)-O que é o Escapulário de Nossa Senhora do Carmo?

O Escapulário de Nossa Senhora do Carmo é um sinal externo de devoção a Nossa Senhora, que consiste na Consagração a SS. Virgem mediante a sua recepção e inscrição na Ordem do Carmo, na esperança da proteção materna de Maria! O Escapulário de Nossa Senhora do Carmo é um Sacramental, isto é, segundo a Doutrina do Vaticano II: Um sinal sagrado segundo o modelo dos Sacramentos, por meio do qual se obtém efeitos sobretudo espirituais pela intercessão da Igreja (Documento Sacrosanto Concilio do Vaticano II, n 60).


2)-Origem do Escapulário

No início do século XIII (1207) nascia no Monte Carmelo na Palestina a Ordem do Carmo, reconhecida e aprovada pelo Papa lnocêncio IV em 1247. Os Eremitas do Monte Carmelo foram logo obrigados a imigrar-se para a Europa. E mesmo na Europa não foram muito bem acolhidos em razão do seu estilo de vida diferente de outras Ordens Religiosas e foram até ameaçados de extinção.

Em meio à angústia e sofrimentos o Superior Geral São Simão Stock, suplicava com insistência a ajuda e proteção da SS. Virgem com esta oração:

“Virgem do Carmo,
Vinha florida,
Esplendor do Céu,
Virgem Mãe incomparável,
Doce Mãe, mas sempre Virgem,
Sede propícia,aos Carmelitas, Õ Estrela do Mar”


3) - O significado simbólico do Escapulário do Carmo:

Ao se revestir do Escapulário durante a vida é bom que se saiba o seu profundo e rico significado simbólico como pertença e afiliação a Ordem do Carmo, com a obrigação de viver conforme a sua espiritualidade e o seu carisma; quem dele se reveste, deve ter sempre presente a SS Virgem, procurando imitá-la em suas virtudes; viver e agir como Ela o fez e, como Ela fazer sempre a vontade de Deus.

O Escapulário do Carmo é um Memorial de todas as virtudes de Maria. Todos nós, religiosos e leigos, que nos revestimos do Escapulário, estabelecemos um vínculo de amor a Maria, pertencemos à sua família. O Escapulário - Memorial da Virgem - deve ser visto como um espelho de humildade e castidade.

Pio XII, em sua carta, exortou os fiéis a que vejam, em sua forma tão simples, um compêndio de modéstia e candura, e que vejam nele como um simbolismo da oração com a qual se invoca o auxílio divino e que, enfim reconheçam nele a Consagração ao Sacratissimo Coração da Virgem Imaculada.


4) - A proteção maternal de Maria

A SS.Virgem, através dos séculos, sempre manifestou a sua poderosa proteção a todos os fiéis devotos que se revestem do Escapulário durante a vida contra todos os perigos do corpo e da alma, além da proteção ao morrer na graça de Deus; é proverbial, entre os Carmelitas, esta sentença referente aos que usam o Escapulário: Na vida protejo, na morte ajudo e depois da morte salvo. (Pio XII, 6 de agosto de 1950).

Algumas informações:

Só pode benzer e impor Escapulário que estiver revestido de ordem sacra, ou seja, sacerdotes e/ou diáconos. Não importa qual seja o tamanho, matéria ou cor de que é feito o Escapulário. O seu uso diário e permanente, embora muito recomendado, não é essencial; essencial é o compromisso de viver cristãmente, à imitação de Maria Santíssima.


A Medalha-Escapulário substitui plenamente o próprio Escapulário. Quanto aos compromissos práticos, recomenda-se muito a recitação e a meditação do terço ou, pelo menos, uma parte dele ou qualquer outra prática de devoção a Maria.



*Textos retirados do livro "Fraternidade do Escapulário do Carmo" escrito por Frei Nuno Alves Corrêa.


O Monte Carmelo, na Palestina, é o lugar sagrado do Antigo e Novo Testamento. É o Monte em que o Profeta Elias evidencia a existência e a presença do Deus verdadeiro, vendo os 450 sacerdotes pagãos do Baal e os 400 profetas dos bosques, fazendo descer do céu o fogo devorador que lhes extinguiu a vida. (III Livro dos Reis, XVIII, 19 seg.).É ainda o Profeta Elias que implora do Senhor chuva benfazeja, depois de uma seca de três anos e três meses (III Livro dos Reis, XVIII, 45).É no Monte Carmelo que a tradição colocou a origem da Ordem Carmelitana.Alí, viviam eremitas entregues à oração e à penitência.Há quem afirme que o primeiro oratório em louvor à Virgem Maria foi levantado no Monte Carmelo. Sempre foi transmitida a crença que aquela nuvem branca que surgiu do mar e se transformou em chuva benéfica é símbolo da Imaculada Conceição de Maria.

São Luis IX, rei da França, sobe ao Monte Carmelo

Encontra-se com aqueles eremitas e fica encantado, quando lhe contam que sua origem remonta ao Profeta Elias, levando uma vida austera de oração e penitência, cultivando ardente devoção à Nossa Senhora.Trinta anos, antes de São Luis IX subir ao Monte Carmelo, dois cruzados ingleses levaram para a Inglaterra alguns monges.Na Inglaterra, vivia um homem penitente, como o Profeta Elias, austero como João Batista. Chamava-se Simeão. Mas, diante de sua vida solitária na convacidade de uma árvore no seio da floresta, deram-lhe o apelido de Stock.Dizem os historiadores que Nossa Senhora lhe apareceu, exortando-o a unir-se aos Monges Carmelitas.Os Carmelitas transferiram-se do Oriente para a Europa, por causa das perseguições sofridas, com seus conventos destruídos, queimados, seus religiosos presos, mortos e os sobreviventes dispersos. Diferente porém não foi sua sorte na Europa.


São Simão Stock, unindo-se aos Carmelitas, tanto se distinguiu por sua piedade, austeridade, visão e liderança, acabando sendo eleito Superior de todos os Carmelitas da Europa, em 1245. Teve coragem de adaptar a vida dos Carmelitas, que devia ser um misto de contemplação e de atividade apostólica e pastoral. Preparou os Religiosos, mandando-os às Universidades. Isto desagradou aos mais velhos. Se não bastassem as dificuldades internas, o clero diocesano que não aceitava os frades mendigantes Franciscanos e Dominicanos, fez guerra também aos Carmelitas. São Simão Stock até pensou em mudar o hábito que tanto chamava a atenção na Europa.

Sentindo ele sempre mais a oposição interna e externa e sendo já nonagenário, reconhecia que as provações eram superiores a suas forças.

Foi então que recorreu com muita confiança à proteção de Nossa Senhora. Na noite de 16 de julho de 1251, no Convento de Cambridge, no condado de Kent, Inglaterra, assim rezava São Simão Stock na sua cela: "Flor do Carmelo, Vinha florífera, Esplendor do céu, Virgem fecunda, singular. Ó Mãe benigna, sem conhecer varão, aos Carmelitas dá privilégio, Estrela do Mar!".Terminada estre prece, levanta os olhos marejados de lágrimas, vê a cela encher-se, subitamente, de luz. Rodeada de anjos, apareceu-lhe a Virgem Santíssima, revestida de esplendor, trazendo nas mãos o Escapulário dizendo a São Simão Stock, com inexprimível ternura maternal: "Recebe, filho queridíssimo, este Escapulário de tua Ordem, como sinal peculiar de minha fraternidade, como privilégio para ti e para todos os Carmelitas. Quem morrer revestido dele não sofrerá o fogo eterno. Eis um sinal de salvação, de proteçao nos perigos, eis uma aliança de paz e de eterna amizade".Nossa Senhora voltou ao céu e o Escapulário permaneceu como sinal de Maria.Na última aparição de Lourdes e de Fátima, Nossa Senhora traz o Escapulário.

São passados 733 anos, desde o dia 16 de julho de 1251. Todos os que trouxeram o Escapulário, com verdadeira piedade, com sincero desejo de perfeição cristã, com sinais de conversão, sempre foram protegidos na alma e no corpo contra tantos perigos que ameaçam a vida espiritual e corporal. É só ler os anais carmelitanos para provar a proteção e a assistência de Maria Santíssima.
O Escapulário é a devoção de papas e reis, de pobres e plebeus, de homens cultos e analfabetos. É a devoção de todos. Foi a devoção de São Luis IX, de Luis XIII, Luis XIV da França, Carlos VII, Filipe I e Filipe III da Espanha, Leopoldo I da Alemanha, Dom João I, de Portugal.
E a devoção dos Papas: Bento XV o pontífice da paz, chamou o Escapulário a "arma dos cristãos" e aconselhava aos seminaristas que o usassem. Pio IX gravou em seu cálice a seguinte inscrição:"Pio IX, confrade Carmelita". Leão XVIII, pouco antes de morrer, disse aos que o cercavam: "Façamos agora a Novena da Virgem do Carmo e depois morreremos".

Pio XI escrevia, em 1262, ao Geral dos Carmelitas:

"Aprendi a conhecer e a amar a Virgem do Carmo nos braços de minha mãe, nos primeiros dias de minha infância". Pio XII afirmava: "É certamente o Sagrado Escapulário do Carmo, como veste Mariana, sinal e garantia da proteção e salvação ao Escapulário com que estavam revestidos. Quantos nos perigos do corpo e da alma sentiram a proteção Materna de Maria".
O Papa João XXIII assim se pronunciou:

"Por meio do Escapulário do Carmo, pertenço à família Carmelitana e aprecio muito esta graça com a certeza de uma especialíssima proteção de Maria. A devoção a Nossa Senhora do Carmo torna-se uma necessidade e direi mais uma violência dulcíssima para os que trazem o Escapulário do Carmo"

Paulo VI afirmava que entre os exercícios de piedade devem ser recordados o Rosário de Maria e o Escapulário do Carmo.
O Papa João Paulo II é devotíssimo de Nossa Senhora e coloca a recitação do Rosário entre suas orações prediletas. Ele quis ser Carmelita. Defendeu sua tese sobre São João da Cruz, o grande Carmelita renovador da Ordem.
John Mathias Haffert, autor do livro "Maria na sua Promessa do Escapulário", entrevistou a Irmã Carmelita Lúcia, a vidente de Fátima ainda viva e perguntou, por que na última aparição Nossa Senhora segurava o escapulário na mão?
Irmã Lúcia respondeu simplesmente: "É que Nossa Senhora quer que todos usem o Escapulário".

*Artigo escrito por Dom Pedro Fedalto, Arcebispo de Curitiba para o Jornal Gazeta do Povo.


O Escapulário de Nossa Senhora do Carmo é um sinal de Maternidade Divina de Maria. Como tal, representa o compromisso de seguir Jesus como Maria, o modelo perfeito de todos os discípulos de Cristo.

O uso do Escapulário a Virgem nos ensina a:

* Viver abertos a Deus e à sua vontade;
* Escutar e praticar a palavra de Deus;
* Orar em todo momento, descobrindo Deus presente em todas as circunstâncias;
* Estar aberto a caridade e as necessidades da Igreja;
* Alimentar a esperança do encontro com Deus na vida eterna pela proteção e intercessão de Maria.

O Escapulário do Carmo não é:

* Um sinal de proteção mágica ou amuleto;
* Uma garantia automática de salvação;
* Uma dispensa de viver as exigências da vida Cristã.

O Escapulário em suas normas práticas:

* O Escapulário é imposto só uma vez por um sacerdote ou pessoa autorizada;

* O uso do Escapulário exige no mínimo a oração de três Ave-Marias em honra a Nossa Senhora do Carmo;

* O Escapulário compromete com uma vida autêntica de Cristãos que se conformam com as exigências evangélicas, recebem os sacramentos e professam uma especial devoção à Santíssima Virgem.

*Textos retirados do livro "Fraternidade do Escapulário do Carmo" escrito por Frei Nuno Alves Corrêa.




Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 2 Comentário. Deixe o seu!

1 de agosto de 2015 11:08

Tem muita coisa errada neste artigo.

3 de agosto de 2015 07:45

Prezado Paulo,

Ficamos aguardando que nos aponte detalhadamente os erros para que possamos fazer as devidas correções.

Obrigado pela visita e volte sempre.


Shalom !!!

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger