A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Se Deus existe - Por que tanta aparente imperfeição na Criação ?

Se Deus existe - Por que tanta aparente imperfeição na Criação ?

Written By Beraká - o blog da família on segunda-feira, 24 de dezembro de 2012 | 10:28




Em Science and Religion: From Conflict to Conversation (1995), John F. Haught.  defende que a ciência não é tão pura e objectiva, nem a teologia tão impura e subjectiva quanto se pensava e que ambas partilham a procura da verdade - mas para as duas áreas entrarem em diálogo é necessária dar uma "explicação em camadas".




1)- "A ciência procura perceber a natureza e deixa de fora questões à volta de valores, do significado da vida, de Deus ou da finalidade. Olha para a natureza apenas do ponto de vista das causas naturais. Isso está correcto, mas não significa que aquelas questões sejam irrelevantes, por isso vejo complementaridade entre a ciência e a religião. Isso é outra crença, a de que a ciência é a única forma de explicação."


2)- No seu novo livro, lança várias perguntas, como: a fé é compatível com a teoria da evolução? Charles Darwin desafia a teologia em três pontos, lembra: foram necessários vários acidentes para que a evolução acontecesse - o acaso lidera o processo; a lei da selecção natural é injusta e cruel porque elimina os organismos que não são adaptáveis e não podem sobreviver; e, por último, se Deus "é amor e é providencial, porque é que demorou tanto tempo a criar a vida há 3,8 mil milhões de anos"?


3)-Haught argumenta que "se tudo fosse desenhado de forma perfeita desde o dia número um da criação, então não existiria futuro, o universo teria acabado". "Se o universo fosse perfeito, a vida e a liberdade não eram possíveis - se Deus tivesse fixado tudo no princípio, o universo estaria morto."


4)- Por isso compara a narrativa da evolução de Darwin à narrativa teológica: "Aquilo que de início parece ser o oposto de um Deus arquitecto é essencial para a vida ter uma narrativa coerente. A minha metáfora é que a vida é um drama e o universo é um drama de transformação - a transformação que a religião procura no caso dos seres humanos tem as suas raízes no universo. Tudo o que está em causa na discussão entre ciência e fé vai dar à questão sobre se alguma coisa com significado se está a criar a si própria no universo. 

5)- Defendo que as probabilidades são muito altas e nenhum de nós está em posição de dizer, como os novos ateus, que o universo não tem sentido nem significado.


CONCLUSÃO: O drama ainda está a desenrolar-se." E se o universo não está acabado então quer dizer "que a religião também não está acabada" - "as religiões também são imperfeitas".


Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 2 Comentário. Deixe o seu!

31 de janeiro de 2013 05:41

Além da “caridade” religiosa precisar dos sofredores e dos necessitados para justificar as suas ações, o infeliz ao receber a “ajuda” dos religiosos também recebe o brinde da catequização, que vem embutida no pacote religioso...

As religiões são métodos de manipulação, e forças vampirizadoras que NUNCA tiveram capacidade de acabar com a FOME, que NUNCA tiveram capacidade de acabar com a IGNORÂNCIA, que NUNCA tiveram capacidade de acabar com a IGNORÂNCIA, de acabar com as DOENÇAS, de acabar com o FANATISMO, de acabar com os VÍCIOS, de acabar com a MISÉRIA, e de acabar com as INJUSTIÇAS...

O máximo que os camelôs da fé conseguem fazer é criar a ilusão de que depois de morto o devoto seria magicamente recompensado...

Pois as antigas lendas pagãs foram transformadas nas versões bíblicas, e se fingiu que Jesus Cristo seria o esperado “Messias”.

Anônimo
2 de fevereiro de 2013 10:32

PERGUNTAS QUE A CIÊNCIA E NEM O ATEISMO CONSEGUEM RESPONDER:

Para a Ciência e para o ateísmo vale esta máxima a incomodá-los sempre:

“ Quando eu tinha todas as respostas mudaram as perguntas...”

1)-Como é que a vida surgiu?

O evolucionista Paul Davies admitiu:

Ninguém sabe como é que uma mistura de químicos sem vida espontaneamente se organizou de modo a gerar a primeira célula.(Davies, Paul, Australian Centre for Astrobiology, Sydney, New Scientist 179(2403):32, 2003.)

Andrew Knoll, professor de Biologia em Harvard, disse:

Na verdade, nós não sabemos como é que a vida se originou neste planeta.(Knoll, Andrew H., PBS Nova interview, How Did Life Begin? July 1, 2004)

Por mais pequena que a célula possa ser, ela necessita de centenas de proteínas para poder levar a cabo as funções mais básicas. Mesmo que todos os átomos do universo fossem uma experiência com todos os aminoácidos presentes para todas as vibrações moleculares possíveis na suposta idade evolutiva do universo, nem uma única proteína funcional se formaria.

Como tal, como é que a vida, com centenas de proteínas, se originou apenas como efeito das forças da química ALEATÓRIAS do SENHOR ACASO (sem design inteligente)?

2)- O que causou a existência do universo?

Duas questões se apresentam: Ou o universo não teve uma causa, seja porque ele é eterno, ou seja porque ele tem uma origem a-causal, não causada e que é a causa de todas as causas, porque senão vamos cair no absurdo de encontrar a causa da causa não causada, pois sabemos que existem realidades não causadas como o nada e a escuridão.

Aqui a armadilha argumentativa é uma faca de dois gumes:Ruim para Ateus e religiosos: Se eu disser que tudo tem que ter uma causa: Deus precisaria de uma causa. Mas se aceitarmos que nem tudo que existe precisa de uma causa, que é a atual tendência da Ciência, então podemos afirmar que a Ciência confirma a fé, e Deus não precisou de uma causa para existir.

Anderson - SP

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger