A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » ORIGEM DA ORDEM CARMELITA

ORIGEM DA ORDEM CARMELITA

Written By Beraká - o blog da família on quarta-feira, 24 de agosto de 2011 | 08:58


Quanto à origem da ordem carmelitana,  remonta tempos muito antigos. 


O culto especial e a devoção à Santa Mãe de Deus, remonta a origem da congregação carmelitana aos tempos do profeta Elias.  


Na Ordem Carmelitana, é guardada a  tradição, na qual o profeta Elias, ao ver  aquela nuvenzinha que se levantava no mar e a pegada d’homem, teria nela reconhecido a figura da futura Mãe do Salvador. 

Esta congregação teria sido fundada  pelos discípulos dos profeta Elias e  existido até os tempos de Jesus Cristo, sob o título “Servos de Maria”.  Segundo uma tradição, aprovada pela  liturgia da Igreja (dia de Pentecostes),  um grupo de homens devotos aos profetas Eliseu e  Elias,  foram preparados por São João Batista para o advento do Salvador, ocasião em que abraçaram o cristianismo e construíram junto ao Monte Carmelo, um santuário à SS. Virgem, no mesmo lugar onde Elias vira aparecer aquela nuvenzinha, anunciadora da  fecundidade da Mãe de Deus. 



Historicamente documentado,  temos que no século XII,  o calabrês Bertoldo estabeleceu-se no Monte Carmelo com mais alguns companheiros, não sabendo-se se lá encontraram-se com a Congregação dos Servos de Maria ou se fundaram uma com este nome.  



Em 1209,  Santo Alberto, Patriarca de Jerusalém escreveu as regras da Ordem, e por isto é considerado o primeiro legislador da Ordem Carmelita.   



Alguns anos depois, São Simão Stok, um eremita que vivia em solidão, e que tinha por morada um tronco oco de madeira,  dirigiu-se ao Monte Carmelo, onde encontrou-se com os Servos de Maria e  decidiu agregar-se à Congregação. 


Foi ele  quem levou a  regra escrita por Santo Alberto ao conhecimento do Papa Honório III, que aprovou e reconheceu a Ordem Carmelita.  Fundou a Irmandade do Escapulário a  pedido de Nossa Senhora do Carmo. 


A instituição  oficial das Irmãs Carmelitas e da ordem Terceira do Carmo  deve-se ao Beato João Soreth. Apesar de já estarem presentes, em meados do século XV,  deu forma canônica e empreendeu todos os esforços junto à Santa Sé para obter do Papa o reconhecimento e aprovação dos Institutos legais.  

No século XVI, durante o pontificado de  Gregório XIII,  Santa Tereza Dávila  reformou a  Ordem Carmelita, tendo pessoalmente escrito a regra  para o segmento feminino.  Pediu auxílio de São João da Cruz que,  ficou incumbido de escrever  as  regras do segmento masculino. Desde então, existem dois segmentos: Os da Antiga Observância,  e os Descalços (ou Reformados). 


TÓPICOS RELACIONADOS

História de Nossa Senhora do Carmo (Que manifestou-se a São Simão Stok - instituição do Escapulário)
Profeta Elias (Considerado por Santa Teresa o  fundador da Ordem Carmelita) 
São Simão Stok (Fundador da Irmandade do Escapulário de N. S. do Carmo)
Santo Alberto de Jerusalém  (Primeiro legislador da Ordem Carmelitana)
Santa Teresa Dávila (Reformadora da Ordem Carmelitana - Segmento feminino) 
- São João da Cruz (Reformador da Ordem Carmelitana - Segmento masculino) 
- Beato João Soreth (Fundador da Ordem Terceira Carmelita - ou Ordem Carmelita Secular)
- Beato Ciríaco Elias Chavara (Fundador da Ordem Carmelita de Maria Imaculada) 
- Beata Teresa Maria da Cruz (Fundadora da Ordem das Irmãs Carmelitas de Santa Tereza) 
- Beato Francisco Palau (Fundador das Irmãs Carmelitas Missionárias - e Teresianas)  


Clique abaixo para acessar o histórico das Congregações Carmelitas:




Fonte: http://www.paginaoriente.com/
Curta este artigo :

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger