A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » O que a bíblia nos ensina sobre como lidar com o dinheiro e administração dos bens?

O que a bíblia nos ensina sobre como lidar com o dinheiro e administração dos bens?

Written By Beraká - o blog da família on sábado, 1 de maio de 2021 | 20:23

 




A Bíblia é o nosso manual de vida, fonte inesgotável da voz de Deus, que nos revela Suas promessas, exortações e sábios direcionamentos para nossa edificação. A Bíblia é constituída de livros, que falam sobre a aliança e o plano de salvação de Deus para a humanidade. Ela foi inspirada por Deus e pela vontade dEle, e não pela vontade humana; porém, Deus fez com que homens fizessem parte do processo, pelo poder do Espírito Santo, que os moveu na redação dos textos, guardando-os de qualquer erro que nos prejudique e guiando-os para que registrassem essa Palavra para as gerações futuras. Em Timóteo 3,16, temos a confirmação de que toda a Bíblia é inspirada por Deus:

 

 

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra”.

 

 


Aprendemos muito com ela, que é útil para ensino, repreensão, correção e educação na justiça.Ela nos prepara para a boa obra do Senhor, nos molda de acordo com a vontade Dele. Deus nos deu a Bíblia com este propósito:

 

“A fim de que o homem de Deus seja perfeito”. Quando Jesus disse: “Sede perfeitos como é perfeito o vosso Pai que estais nos céus”, foi para vivermos a Palavra.

 

 

Uma visão bíblica de nossa relação com os bens e o dinheiro

 

 

O primeiro passo para lidar corretamente com a economia financeira é entender o que a Bíblia diz sobre o dinheiro. Todo nosso sustento vem de Deus. O dinheiro é útil e devemos trabalhar para sustentar nossas famílias, mas não devemos deixar o dinheiro dominar nossa vida, nós é que devemos dominá-lo. O desejo por riquezas ou bens materiais nunca deve se tornar mais importante que o desejo de agradar a Deus.

 

 

A Bíblia diz que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males (1 Timóteo 6,9-10).

 

 

Quando nosso coração está voltado para a riqueza, esquecendo de Deus, cometemos muitos erros. Somos enganados a pensar que nosso valor e nossa segurança dependem de quantos bens temos, a bíblia chama a estas pessoas de tolos e insensatos:

 

 

“E assim direi à minha alma: tens grande quantidade de bens, depositados para muitos anos; agora tranquiliza-te, come, bebe e diverte-te! Contudo, Deus lhe afirmou: ‘Tolo! Esta mesma noite arrebatarei a tua alma. E todos os bens que tens entesourado para quem ficarão?’. Isso também acontece com quem poupa riquezas para si mesmo, mas não é rico para com Deus”.(Lucas 12,19-21).

 

 

 

Sim, a Bíblia nos dá dicas preciosas para administrar com sabedoria!

 

 

Viva do seu próprio trabalho e não às custas dos outros


“Quando estávamos convosco, nós vos dizíamos formalmente: Quem não quiser trabalhar, não tem o direito de comer. Entretanto, soubemos que entre vós há alguns desordeiros, vadios, que só se preocupam em intrometer-se em assuntos alheios. A esses indivíduos ordenamos e exortamos a que se dediquem tranquilamente ao trabalho para merecerem ganhar o que comer”. (II Tessalonicenses 3, 10-12)

 

 

 

Planeje bem os seus gastos e investimentos

 

 

 

“Quem de vós, querendo fazer uma construção, antes não se senta para calcular os gastos que são necessários, a fim de ver se tem com que acabá-la? Para que, depois que tiver lançado os alicerces e não puder acabá-la, todos os que o virem não comecem a zombar dele, dizendo: Este homem principiou a edificar, mas não pode terminar...”(Lucas 14, 28-30)

 

 

 

Mantenha uma poupança

 

 

 

“Na casa do sábio há reservas de comida e azeite; o homem imprudente, porém, devora tudo o que pode”. (Provérbios 21, 20)

 

 

 

Não seja avarento


“Vivei sem avareza. Contentai-vos com o que tendes, pois Deus mesmo disse: Não te deixarei nem desampararei”. (Hebreus 13, 5)

 

 

 

Não ame o dinheiro

 

 

“Aqueles que ambicionam tornar-se ricos caem nas armadilhas do demônio e em muitos desejos insensatos e nocivos, que precipitam os homens no abismo da ruína e da perdição. Porque a raiz de todos os males é o amor ao dinheiro. Acossados pela cobiça, alguns se desviaram da fé e se enredaram em muitas aflições.” (I Timóteo 6, 9-10)

 

 

Não seja escravo do dinheiro

 

 

 

“Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou odiará a um e amará o outro, ou dedicar-se-á a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e à riqueza”. (Mateus 6, 24)

 

 

 

Reconheça que Deus é o dono de tudo

 

 

“A vós, Senhor, a grandeza, o poder, a honra, a majestade e a glória, porque tudo que está no céu e na terra vos pertence. A vós, Senhor, a realeza, porque sois soberanamente elevado acima de todas as coisas. É de vós que vêm a riqueza e a glória, sois vós o Senhor de todas as coisas; é em vossa mão que residem a força e o poder. E é vossa mão que tem o poder de dar a todas as coisas grandeza e solidez”. (I Crônicas 29, 11-12)

 

 

 

Dedique a Deus o uso dos seus bens

 

 

 

“Honra o Senhor com teus haveres, e com as primícias de todas as tuas colheitas. Então, teus celeiros se abarrotarão de trigo e teus lagares transbordarão de vinho”. (Provérbios 3, 9-10)

 

 

Pague seus impostos e suas dívidas

 

 

“Pagai a cada um o que lhe compete: o imposto, a quem deveis o imposto; o tributo, a quem deveis o tributo; o temor e o respeito, a quem deveis o temor e o respeito. A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, a não ser o amor recíproco; porque aquele que ama o seu próximo cumpriu toda a lei”. (Romanos 13, 7-8)

 

 

 

Cuide bem do que é dos outros caso você o administre

 

 

 

“E se não fostes fiéis no alheio, quem vos dará o que é vosso?” (Lucas 16, 12)

 

 

Cuidado com o apego desordenado aos bens materiais

 

 

Isaías 5,8: “Ai dos que ajuntam casas e mais casas, dos que acrescentam um campo a outro, até que não haja mais onde alguém possa erguer sua casa, e eles se tornem os senhores absolutos da terra...”

 

 

Cuidado com empréstimos e tornar-se fiador

 

 

Se tiver que emprestar algum dinheiro, ou ser seu fiador, deve-se fazer de forma prudente, de tal maneira que a falta dele não comprometa você e sua família. Caso tenha agido impulsivamente de forma a prejudicar a segurança de sua família, a Bíblia orienta:

 

 

“Filho, você é fiador de alguém? Deu a sua palavra e ficou preso na promessa que fez? Então, meu filho, agora você está nas mãos dessa pessoa. Mas há um jeito de sair disso: vá logo e peça que ela livre você dessa obrigação. Não durma, nem descanse; saia dessa armadilha, como um passarinho ou uma gazela escapa do caçador” (Provérbios 6,1-5).

 

 

“...Muitos consideram o empréstimo um achado e causam desgosto aos que os ajudaram. Enquanto não recebem, beijam as mãos do doador e amaciam a fala diante das riquezas alheias; na época do vencimento, pedirão tempo e proferirão palavras de enfado e de críticas e se queixarão do prazo. Mesmo se puderem pagar, ainda farão dificuldades; mal restituirão a metade do capital e o credor a compara a um achado. E se não puderem pagar, fica fraudado de seu próprio dinheiro e ainda ganha um inimigo de graça. Pagam-no com injúrias e maldições e, pelas honras e o benefício, lhe retribuem com a ofensa. Muitos deixam de emprestar, não por maldade, mas porque receiam ser defraudados sem motivo. (Eclo 29,2-10)

 

 

 

Tenha cuidado quando for ser fiador de alguém - A orientação bíblica é clara:

 

 

“Não aceite ser fiador de ninguém, porque, se você não puder pagar a dívida, levarão embora até a sua cama” (Provérbios 22,26 - 27).

 

 

Portanto, todo o homem deve ser justo consigo mesmo e com a sua família. Sendo assim, se não for possível cumprir sua palavra, siga a orientação bíblica:

 

 

“Vá logo e peça que ela livre você dessa obrigação” (Provérbios 6,3). Seja sincero e humilde, peça perdão por ter agido impulsivamente.

 

 

 

Cuidado com empréstimos e juros abusivos:

 

 

"O rico domina sobre o pobre; quem toma emprestado é escravo de quem empresta" (Provérbios 22,7).

 

 

 

“Não faça empréstimo a ninguém mais forte que você. E se já lhe emprestou, pode considerar como coisa perdida.” (Eclesiástico 8, 12)

 





 

Por fim, pratique a caridade e o bem para com o próximo, pois é isto que Deus levará em conta no Juízo final:

 

 

“Quando o Filho do Homem voltar na sua glória e todos os anjos com ele, sentar-se-á no seu trono glorioso. Todas as nações se reunirão diante dele e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. Colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda. Então o Rei dirá aos que estão à direita: – Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo, porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes; nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim. Perguntar-lhe-ão os justos: – Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber? Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos? Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar? Responderá o Rei: – Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes. Voltar-se-á em seguida para os da sua esquerda e lhes dirá: – Retirai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno destinado ao demônio e aos seus anjos. Porque tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber; era peregrino e não me acolhestes; nu e não me vestistes; enfermo e na prisão e não me visitastes. Também estes lhe perguntarão: – Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, peregrino, nu, enfermo, ou na prisão e não te socorremos? E ele responderá: – Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que deixastes de fazer isso a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer. E estes irão para o castigo eterno, e os justos, para a vida eterna.” (Mateus 25, 31-46)

 

 

_______________________________

 

 

 

APOSTOLADO BERAKASH: “A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.”

 

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino) “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger