A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » , » João Batista - Perder a vida para agradar a Deus em nome da verdade, ou morrer agradando a todos?

João Batista - Perder a vida para agradar a Deus em nome da verdade, ou morrer agradando a todos?

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 2 de maio de 2021 | 16:18

 



 

(Por: Robson Landim, jornalista)

 

Gálatas 1, 10: “É, porventura, o favor dos homens que eu procuro, ou o de Deus? Por acaso tenho interesse em agradar aos homens? Se quisesse ainda agradar aos homens, não seria servo de Cristo.”

 

 

 

O último dos profetas, o maior homem nascido de mulher, a voz que clama no deserto. Quantos adjetivos? São João Batista, precursor do Messias ficou conhecido por suas poucas, mas grandiosas aparições nos Evangelhos.

 

 

João pregava um batismo de conversão, o que fazia com que muitas vezes a verdade fosse escancarada. Até porque não existe conversão na mentira, não é mesmo? A verdade liberta e abre caminho para uma sincera conversão, uma verdadeira metanóia que transforma o pensamento e as atitudes.

 

 

Sendo assim, João caía matando nas hipocrisias de seu tempo para que a verdade prevalecesse sempre, pois, o “faça o que eu digo e não faça o que eu faço” já era “pregado” pelos fariseus daquele tempo que tinham uma vida religiosa linda, mas uma vida pessoal deplorável.

 

 

Ser profeta não é ficar descobrindo o que vai acontecer no futuro, mas antes, ANUNCIAR a verdade (que é Jesus) e DENUNCIAR toda e qualquer mentira ou atitude contrária ao Reino de Deus. Assim o fez João.

 

 

 

Sem medo do politicamente correto ou da consequência de sua atitude, o profeta denunciou Herodes:

 

 

“Não te é lícito ter a mulher de teu irmão!” (cf. Mc 6, 18).

 

 

Todos sabiam desse casamento ERRADO, mas mesmo assim, apoiavam Herodes apenas porque ele era Rei e tinha um poder temporal (quantas situações semelhantes vemos hoje assim?).Por conta disso, João recebeu como pena, a pedido da “esposa” de Herodes, Herodíades, a decapitação. João perdeu a cabeça, mas não se arrependeu da denúncia, pois, a verdade que ele proclamava podia salvar a vida do Rei, de Herodíades e de tantos outros.

 

 

 “Vê, pois, quanto faz a fúria da concupiscência: pois Herodes, mesmo tendo tão grande reverência e temor por João, delas se esqueceu para se entregar à fornicação” (Teofilacto de Ócrida, Catena Aurea – p. 118).

 

 

 

João Batista não se deixava levar pela inclinação ao pecado, pelo contrário. Combatia à concupiscência com a verdade pregada e vivida. A entrega à inclinação ao mal fazia com que Herodes, mesmo admirando João e escutando suas pregações, escolhesse o errado, o pecado, a conveniência, o prazer pelo prazer.

 

 

CONCLUSÃO:

 

 

 

“Quem fala a verdade perde amizades“, dizia São Tomás de Aquino. São João Batista, mártir do novo testamento, experimentou dessa realidade.

 

 

 

Mais do que perder amizades, perdeu a própria vida, mas testemunhou a graça de pertencer a um Reino que não é deste mundo, o qual demanda dele, não amor próprio e respeito humano mas, configuração ao Coração e à Vontade de Deus, aquele que tem o poder de erguer os caídos e exaltar os humilhados.

 

 

O que vale mais: ter o reconhecimento e a amizade dos homens poderosos deste mundo ou receber de Deus, o selo dos santos e o prêmio dos bem-aventurados?

 

 

 

Essa terra e seus prazeres são passageiros. A mentira também acaba sendo desmascarada hora ou outra.É preferível viver aqui e agora um prelúdio do que será o Céu, o Eterno. A verdade nos aproxima de Deus e nos assemelha a Ele. Que São João Batista nos ajude a perseverarmos na verdade, na justiça e no amor a Deus e às coisas de Seu Reino.

 

São João Batista, rogai por nós!

 

 

_______________________________

 

 

 

APOSTOLADO BERAKASH: “A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.”

 

 

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino) “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger