A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » O Deus da vida apoiaria em alguns casos a morte dos agressores ?

O Deus da vida apoiaria em alguns casos a morte dos agressores ?

Written By Beraká - o blog da família on sexta-feira, 27 de novembro de 2015 | 18:36








DEUS NÃO TEM PRAZER NA MORTE DO ÍMPIO:


"Desejaria Eu de qualquer maneira a morte do ímpio? Não, diz o Senhor, antes desejo que ele se converta dos seus maus caminhos e viva” (Ezequiel  18,19-23)                                      


Eis a vontade do Senhor:


"Deus não quer que ninguém se perca, mas que todos venham ao arrependimento" e à fé salvadora que há em Cristo Jesus (II Pedro 3,9). 



"Quem poupa o lobo, mata as ovelhas" - (Vitor Hugo)



São Tomás, na Suma Teológica, prova que a aplicação da morte ao agressor em muitos casos é legítima do seguinte modo: (Ele trata desse problema na Suma Teológica no Tratado da Justiça II, IIae, Q. 64, a.2.)





Esse artigo 2 reponde à questão: “Se é lícito matar os pecadores” ?


Evidentemente, ele trata, aí, se é lícito à autoridade pública matar os pecadores, porque ao indivíduo enquanto tal, é claro que isso não é lícito, pois o quinto mandamento da lei de Deus diz: “Tu não matarás”.


Dando solução ao problema posto na questão 2 , diz São Tomas:



“Conforme já foi exposto [no artigo 1 da Q. 64] é lícito matar os animais brutos, enquanto eles são ordenados por natureza ao uso dos homens, como o imperfeito se ordena ao perfeito.Pois toda a parte se ordena ao todo, como o imperfeito ao perfeito, e, por isso, cada parte existe naturalmente para o todo.Assim, nós vemos que se fosse necessário para a saúde de todo o corpo humano a amputação de algum membro, por exemplo, se a parte está apodrecida e pode infeccionar as demais partes, tal amputação seria louvável e salutar.Pois bem, cada pessoa singular se compara a toda a comunidade como a parte para o todo.Portanto, se um homem é perigoso para a sociedade e a corrompe por algum pecado, louvável e salutarmente se lhe tira a vida para a conservação do bem comum, pois como afirma São Paulo, “um pouco de fermento corrompe toda a massa”.



Qualquer pessoa que use o bom senso percebe como em alguns casos a morte do agressor não é legítima, mas como extremamente  necessária. O argumento de que poupar o lobo é prejudicar as ovelhas vem bem em alguns casos. Hoje em dia, somente se tem compreensão para com os criminosos e com o crime, esquecendo-se as vítimas.


Navarro Valls, porta voz do Vaticano, tratando do caso Bin Laden, disse que “a reação a um ataque é necessária e legítima. É a questão da legítima defesa, sempre reconhecida e universalmente defendida:os que são atacados têm direito de se defender, inclusive usando a força (e a violência, disse Navarro Valls), desde que de modo proporcionado, quando não há outro meio.”




A explicação de São Tomás de Aquino: O sujeito do quinto mandamento: "Não matarás", é "Tu". E "tu" é uma pessoa particular.Ensina São Tomás que a parte é inferior ao todo. O Todo é superior à qualquer de suas partes (por exemplo, meu computador é mais valioso e superior à tecla que estou digitando agora).Se a parte prejudica o todo, ela precisa ser eliminada para que não destrua o todo.



(Exemplo: Minha mão é parte de meu corpo e vale menos que ele. Se tenho câncer na mão, o médico amputa essa mão, para salvar meu corpo todo).Ora, o homem é parte da sociedade. A sociedade, então, é mais que qualquer dos homens que a compõem.Se um homem agride a sociedade com seu crime, pode ser preciso eliminá-lo para salvar a sociedade (os Radicais Muçulmanos), Logo, a  morte neste caso é legítima e lícita.


A Sagrada Escritura diz em Provérbios 29 que, “por falta de punição, multiplicam-se os crimes.” O que é óbvio.



Jesus Cristo, Deus de Amor, era Ele favorável à morte?


Mas é claro que sim! E só poderia ser! Como contrariaria Ele a Lei de Deus e o bom senso?



Por isso Cristo disse no Apocalipse:


"Aquele que matar a espada, importa que seja morto a espada" (Apoc. 13,10).




Cristo defendeu a pena de morte também diante de Pilatos: Quando o governador romano disse a Jesus que tinha poder de condená-lo à morte, Cristo lhe respondeu: "Não terias esse poder, se não te fosse dado do alto" (Cfr. Jo. 19, 11). Também quando Pedro cortou a orelha do servo do templo, quando da prisão de Cristo, este disse ao chefe dos Apóstolos:


"Pedro, mete a espada na bainha, porque quem com o ferro fere com o ferro será ferido" (Mt 26, 52).



Se fosse proibido usar a espada, Cristo teria mandado jogá-la fora. Ele mandou guardá-la na bainha, porque ela seria necessária para punir quem ferisse outros com o ferro. E porque Cristo, naquela hora, proibiu que Pedro usasse a espada? Porque, naquela hora, Pedro ainda não era o representante de Cristo, pois ninguém representa quem está presente. Pedro seria a autoridade governante da Igreja, Vigário de Cristo, depois que Cristo subisse aos céus. Então Pedro, como toda autoridade soberana, pode condenar à morte, porque o poder do governante vem de Deus e não do povo. (Prov 8, 15; Sab. 6, 4).


Só Deus pode tirar a vida. E Ele ordenou: "Não matarás".

Resposta: O mandamento é muito claro na bíblia, é específico e não é genérico, o problema é que nos baseamos pela fórmula PEDAGÓGICA que a Igreja usou abreviando para melhor fixação e generalizamos este mandamento na sua formulação original e completa:


Ex 23,7: "Abstém-te de toda palavra mentirosa. Não matarás o inocente e o justo, porque não absolverei o culpado."


Na verdade, a ordem divina "Não matarás" significa que ninguém pode matar sem motivo, sem razão. Nada impede moralmente a morte de um agressor em legítima defesa, principalmente quando a vítima está em desvantagem.



Há muitas outras passagens da Sagrada Escritura que confirmam a legitimidade da morte dos injustos e agressores. Consulte as seguintes: Gen. 9, 6; Luc. 12, 36; Mt 10, 34"Mt 11, 12; Rom. 13, 4; Atos 24, 1; Jer. XLVIII, 10.


Haveria ainda muito a dizer sobre isso. Peço-lhes que pesquise na busca interna do blog BERAKASH o tema sobre pena de morte.



Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger