A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » , » Quem são os FORTES NA FÉ ? São os que usam a liberdade ao extremo ?

Quem são os FORTES NA FÉ ? São os que usam a liberdade ao extremo ?

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 15 de setembro de 2013 | 19:06



Romanos 15, 1-7:

Nós que somos fortes na fé devemos ajudar os que são fracos. Devemos ajudá-los nas suas fraquezas e não tentar somente agradar a nós mesmos. Que cada um de nós procure agradar os outros, para o bem deles, a fim de ajudá-los a crescer na fé. Nem mesmo Cristo viveu para fazer o que lhe era agradável. Assim como as Escrituras [a]disseram: “As ofensas daqueles que ofenderam o senhor caíram sobre mim” [b]Tudo o que foi escrito anteriormente, foi escrito para nos ensinar, para que tenhamos esperança. E essa esperança vem da paciência e da coragem que as Escrituras nos dão. A paciência e a coragem vêm de Deus. E eu peço a Deus que Ele os ajude a viver em harmonia uns com os outros, assim como Cristo Jesus quer. Assim, todos vocês, juntos e unidos, poderão dar glória a Deus, Pai do nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, como Cristo os aceitou, aceitem uns aos outros, para a glória de Deus.”


A LIBERDADE CRISTÃ - O QUE É E COMO USUFRUI-LA CORRETAMENTE ?


"Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pela caridade. Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede não vos consumais também uns aos outros. Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne", Gálatas 5:13-16.


Em Gálatas 5,1, Paulo exorta os Gálatas e a nós ficarmos "firmes na liberdade com que Cristo nos libertou", e não mais meter-nos "debaixo do jugo da servidão".

Um estado ou condição que o crente tem diante de Deus em Cristo, e um sentimento que corresponde a esta condição. "Livres do medo temos ficado, Jesus morreu levando o pecado".

É um estado de justificação e liberdade da condenação, o qual temos em Cristo.

Romanos 8:1 diz: "Portanto agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito".

Vejam também João 8:36 e Gálatas 5:1. Se pois o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres". "Estai pois firmes na liberdade com que Cristo vos libertou, e não torneis a meter-vos debaixo do jugo da servidão".

Este sentimento será determinado pelos dois  sistemas particulares de escravidão, no qual se vivia antes de confiar em Cristo:


1)- Quem tentava ser salvo guardando os dez mandamentos se sentirá aliviado da incerteza e mal-estar que sentia, tentando ser salvo assim.

2)- Quem estava escravizado a um sistema pagão, no qual tentava agradar os deuses através de ofertas e sacrifícios para acalentar as suas iras que se, sentir-se-á feliz ao ver a verdade que a salvação vem, através do sacrifício de Cristo.

Hebreus 9:26 diz: "Doutra maneira, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo: mas agora na consumação dos séculos uma vez se manifestou, para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo. Eu mesmo senti como se um fardo terrível fosse tirado da minha consciência, quando vi que não tinha que estabelecer minha própria justiça vivendo sem pecado e que Cristo se torna para o o que Crer: sabedoria, justiça, santificação e redenção.”

MAS COMO  USAR ESTA LIBERDADE DE FORMA CRISTÃ ?

Um intérprete muito sábio disse que a “liberdade cristã é uma coisa e a maneira como a usamos é outra.”

Alegramo-nos nesta liberdade através da comunhão com Deus, sentindo-nos felizes pela redenção dada por Cristo que nos livrou da maldição da lei, do domínio do pecado e porque agora estamos debaixo da graça e não da lei.

Os Gálatas estavam sendo pressionados a deixarem sua liberdade em Cristo e voltarem a viver sob a escravidão da lei humana:

Ao dizer aos Gálatas como usarem sua liberdade em Cristo, Paulo diz:
"Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pela caridade".

Vamos tentar fazê-los entender o significado desta exortação e depois mostrar os motivos pelos quais Paulo a reforça:

“Não usem esta liberdade para satisfazer as paixões carnais, mas, pelo amor, sirvam uns aos outros.”

A carne é o símbolo da natureza humana caída e sua condição depravada. Não significa o corpo em si, mas os desejos humanos como uma criatura caída. O corpo não é fonte de pecado, mas pode ser usado como instrumento do pecado. O coração humano como fonte de pecado nunca significa o órgão físico.

Lemos em Mateus 15:19:

"Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias".

Do mesmo modo como o coração é o receptáculo da vida física, assim também o coração moral é o receptáculo da vida espiritual.

A religião verdadeira é a do coração no qual há amor a Deus e ao homem. E o modo de usar a liberdade cristã é servir ao outro, e não servir-se do outro.

O amor é o cumprimento da lei. Enquanto se tenta ser salvo pela lei, não se age pelo amor, mas simplesmente por medo:

E o modo de cumprir a lei como regra de conduta por escel~encia é amar ao próximo. Paulo cita Levítico 19:18, mas não o usa como Moisés fez. "Próximo" segundo Moisés era um dos filhos de teu povo. Isto é um judeu ou israelita. Mas "próximo", segundo Paulo, eqüivalia a cada pessoa.

Paulo aprendeu de Cristo quem é nosso próximo. Cristo nos diz quem ele é na Parábola do Bom Samaritano (Lucas 10:25).

Em Romanos 13:10 Paulo nos diz como o amor cumpre a lei. "O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor".

Outro motivo surge das consequências más de um temperamento ou disposição contrários.

"Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede não vos consumais também uns aos outros", Gálatas 5:15.

A linguagem aqui é altamente figurativa, embora não seja obscura. Morder e devorar uns aos outros é o modo do Apóstolo se referir às brigas e discussões violentas que aconteciam no meio dos Gálatas, por causa do ponto de vista nova que os mestres do judaísmo haviam introduzido. O resultado era que eles estavam se machucando entre si e também à igreja.


Um sábio disse:

"Quando cães e lobos se mordem está de acordo com a natureza deles, mas sem dúvida é triste se ver as ovelhas fazendo o mesmo".


“Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém ” (I Cor 6,12)


“Tudo me é permitido, porque eu sou filho de Deus, eu tenho a liberdade dos filhos de Deus, mas nem tudo me convém; nem tudo convém a um filho de Deus! Tudo me é permitido porque eu sou filho, mas não me deixarei dominar por coisa alguma...”


Observe o que o Senhor fez com você! Assuma isso, e viva a beleza do que Ele fez por você:

Você foi resgatado! Você foi resgatada! Não perca mais o que o Senhor resgatou.’


“Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo”
Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 1 Comentário. Deixe o seu!

28 de setembro de 2013 17:44

Parabéns pela postagem!ficou ótima!ajudou muito!

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger