A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » A prostituição do teólogo: Quando prioriza buscar os aplausos e não a verdade, assegura Papa.

A prostituição do teólogo: Quando prioriza buscar os aplausos e não a verdade, assegura Papa.

Written By Beraká - o blog da família on quarta-feira, 24 de julho de 2013 | 09:54





Recomenda aos membros da Comissão Teológica Internacional a contemplação

CIDADE DO VATICANO, sexta-feira, 6 de outubro de 2006 (ZENIT.org)

“É, porventura, o favor dos homens que eu procuro, ou o de Deus? Por acaso tenho interesse em agradar aos homens? Se quisesse ainda agradar aos homens, não seria servo de Cristo...” (Gálatas 1,10).



O teólogo se prostitui quando, em vez de buscar a verdade, persegue os aplausos da «ditadura das opiniões comuns», explicou Bento XVI nesta sexta-feira aos membros da Comissão Teológica Internacional. 



O Papa presidiu a eucaristia na Capela «Redemptoris Mater» do Palácio Apostólico Vaticano, junto aos teólogos e teólogas eram menos de trinta, nata da teologia católica, e lhes dirigiu uma espontânea homilia de comentário às leituras litúrgicas desse dia.


«Falar para encontrar os aplausos, falar orientando-se pelo que os homens querem escutar, falar obedecendo à ditadura das opiniões comuns, é considerado como uma espécie de prostituição da palavra e da alma», disse, citando o primeiro capítulo da primeira carta de São Pedro (versículo 22).


O teólogo precisa de uma forma de «castidade», afirmou, que implica
«não se submeter a estes padrões, não buscar os aplausos, mas buscar a obediência à verdade».


«Creio que esta é a virtude fundamental do teólogo reconheceu o Papa teólogo , esta disciplina inclusive dura da obediência à verdade, que nos torna colaboradores da verdade, boca da verdade, para que não falemos nós neste rio de palavras de hoje, mas que realmente sejamos purificados e castos e pela obediência à verdade, que a verdade fale em nós.»


O cardeal Joseph Ratzinger, que foi durante muitos anos presidente da Comissão Teológica Internacional, havia escrito em seu escudo arcebispal e cardinalício o lema «Cooperatores Veritatis» («Cooperadores da Verdade»). 



Permanece como sua aspiração e programa pessoal, ainda que não apareça no escudo papal, segundo a tradição dos escudos pontifícios dos últimos séculos.


Recordando uma expressão de um dos maiores teólogos de todos os tempos, São Tomás de Aquino (1221-1274) explicou que:


«na teologia, Deus não é o objeto do qual falamos. Esta é nossa concepção normal. Na realidade, Deus não é o objeto; Deus é o sujeito da teologia».


Quem fala na teologia deveria ser o próprio Deus

“E nosso falar e pensar só deveria servir para que possa ser escutado, para que possa encontrar espaço no mundo a Palavra de Deus.»


«Este é o objetivo: que em nossa alma esteja sempre presente a unção com Deus e transforme todo nosso ser.»


Silêncio e contemplação, acrescentou, «servem para poder encontrar, na dispersão de cada dia, esta profunda, contínua união com Deus».

Agora, reconheceu, a bela vocação do teólogo é falar.

Esta é sua missão: “em nosso tempo e em outros tempos, na inflação das palavras, tornar presentes as palavras essenciais”.


«Nas palavras, tornar presente a Palavra, a Palavra que procede de Deus, a Palavra que é Deus», concluiu.


Fonte: Zenit
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger