A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » , , , » Por que a DOUTRINA CATÓLICA incomoda tanto o mundo moderno ?

Por que a DOUTRINA CATÓLICA incomoda tanto o mundo moderno ?

Written By Beraká - o blog da família on quarta-feira, 13 de abril de 2011 | 15:55



CATÓLICO DEVE TER TOLERÂNCIA COM O ERRO ?






Aborto, celibato sacerdotal e religioso, células tronco embrionárias,homosexualismo, relativismo, seitas, indissolubilidade do matrimônio,relações pré-matrimoniais, camisinhas,teologia da prosperidade, negação do sofrimento humano, secularismo, hedonismo,sincretismo religiosos,salvação somente pela fé sem obras,etc...?


Cristo disse:

Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).

Cristo "absolutizou" ao se dizer A VERDADE? O mundo de hoje diria que sim...

1)-Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus. O diálogo equipara a mentira à verdade, sob a desculpa de respeitar a opinião dos outros. Os que são da verdade, nos ouvem e nos seguem,já dizia Cristo, quem não é, seguem a outros deuses e memstres adaptados à suas vontades e idéias, não é o Deus verdadeiro.

2)-Cristo não tinha opiniões, e como a ICAR não tava preocupado com IBOP, tinha verdades, às quais confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.

3)-Cristo responderia mui duramente aos seus inimigos, e o fazia porque era Deus. Sendo Deus, tinha toda autoridade para responder com conhecimento perfeito de seus interlocutores, pois sabia de suas culpas, de seus pecados, de seus erros. E os verdadeiros seguidores de Cristo o seguiram até a morte, apesar das palavras duras contra seus inimigos, aliás, por causa das palavras duras contra os inimigos, pois o contrário seria respeito humano, Cristo condenou quem se rende ao mundo:


"Todo aquele que quer ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus." (Tiago, 4, 4)

4)-Para que não pareça invenção nossa, lembramos as palavras “DURAS” de Cristo na Bíblia:

"Jesus replicou: Se Deus fosse vosso pai, vós me amaríeis, porque eu saí de Deus. (...) Por que não compreendeis a minha linguagem? É porque não podeis ouvir a minha palavra. Vós tendes como pai o demônio e quereis fazer os desejos de vosso pai. (...) Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira. (S. João, 8, 42-44) "Raça de víboras, maus como sois, como podeis dizer coisas boas? Porque a boca fala do que lhe transborda do coração." (S. Mateus, 12,34).


5)-Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige,a verdade é um exercício da caridade,pois as palavras que Cristo usava eram caridosas, mas às vezes duríssimas. E são no entanto palavras de verdade !!!.


6)-Este Deus adocicado,meloso,igênuo e irreal é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.

7)-O que, porém é mais duro não é a palavra, mas a verdade, que incomoda os maus, e converte os que têm boa vontade.

8)-E isso muitos tem reconhecido, inclusive os que não concordam com a doutrina Católica, embora reconheçam que ela fala a verdade às vezes dura, mas de forma salvífica e libertadora.


" LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO "

Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 4 Comentário. Deixe o seu!

Anônimo
28 de abril de 2011 23:41

Vc quis dizer q Deus naum tem aquelas caracteristica no final desse texto?

Pois saiba q Deus amou tanto o mundo q enviou seu filho unico para nos da salvação!

Anônimo
1 de agosto de 2011 02:57

cara, eu sou a favor do aborto, eu acho que a nossa sociedade está muito violenta e precisa medidas cabiveis, nos estados unidos houve uma diminuição da violencia depois da legalização do aborto

Anônimo
23 de dezembro de 2011 20:46

Por que os cristãos implicam tanto com os gays?


1-Inúmeras personagens famosas foram bissexuais, inclusive David, Saulo, Francisco de Assis, Crisanto, Alexandre “O Grande”, Nero, Calígula, Da Vinci, Sócrates, Aquiles, Marco Aurélio, etc.

2-Na Roma Antiga o homossexualismo era algo tão comum, que as mulheres serviam apenas para reprodução.

3-Cristo nunca falou contra homossexuais, dizia que todos eram filhos de Deus, e que deveriam ser amado por seus próximos, independente de suas diferenças.

4-Foi só após a conversão do arrependido Saulo em Paulo, que o homossexualismo passou ser considerado uma abominação...

Só 17 anos depois que Saulo sofreu um Traumatismo cranioencefálico; arrependeu-se de ter se castrado num ritual de "penalidade corpórea", em homenagem a Deusa pagã Romana Cibele, (Saulo já havia trocado a namorada Abigail por um amante).
E ter emergido metamorfoseado no celibato Paulo, foi que o homossexualismo passou ser considerado uma abominação.

5-Mais de 30% dos Padres ou Freiras são homossexuais, ou sofre de alguma síndrome relacionada com o sexo.

6- Hoje virou “COISA DO PASSADO”, afirmar que o nome de Deus não pode ser pronunciado; que não se pode trabalhar no sábado; que a mulher adultera deve ser apedrejado; que comer carne de porco é pecado; que se o tórax humano for aberto à alma escapa; ou que o cidadão não pode assumir a sua sexualidade biológica...Lisandro Hubris

24 de dezembro de 2011 10:49

Prezado Lizandro,

Só faltou você colocar as sua FONTES NEUTRAS e não de seus sites para estas suas afirmações infundadas de um homosexual desesperado, é sempre assim,quando não tem argumentos partem para mentiras e calunias levianas tentando fundamentar suas promiscuidades.

Como há leis que regem os movimentos dos corpos (leis físicas), suas transformações (leis químicas) e o funcionamento dos organismos (leis biológicas), há também as que dirigem os atos livres dos homens (leis morais).

Em face destas últimas, manifesta-se a liberdade humana, ao passo que aquelas outras atuam, necessariamente, no plano do determinismo.

Todas as leis elaboradas pelos homens na sociedade fundam-se na lei natural, cuja transgressão as torna iníquas.

E dizer que se fundam na lei natural é o mesmo que dizer que são conformes à reta razão e à eqüidade. Fora disso, de lei conservam apenas o nome.

Usa-se, neste caso, a expressão lei natural porque:

1) ela tem sua causalidade intrínseca na própria natureza humana, cujas inclinações naturais a manifestam (elemento ontológico);

2) ordena o homem para os fins ou bens que lhe permitem realizar a sua natureza em toda a plenitude (elemento teleológico);

3) é conhecida universalmente por todos à luz natural da razão (elemento gnoseológico).
Em suma, a lei natural, no sentido de lei moral, consiste em normas segundo as quais o homem viverá como homem – sem se deixar animalizar, arrastado por tendências inferiores ou dominado pelas paixões – observando sempre a justiça e procedendo retamente para com todos.

Seus primeiros princípios são de evidência imediata, a partir daquele princípio primeiríssimo: bonum faciendum, malum vitandum, o bem deve ser feito e o mal, evitado.


Quanto a saber o que é o bem para o homem, isto resulta do conhecimento da natureza humana, quer dizer, da observação e da experiência.

Daí procedem os princípios secundários da lei da natureza, conforme a ordem das inclinações naturais, assim enumeradas por Santo Tomás de Aquino (1225?-1274), no Tratado das Leis da Summa Theologiæ (Ia. IIae., q. 94, a. 2):

1) inclinação conforme à natureza que o homem tem de comum com todas as substâncias (as substâncias tendem para a conservação de seu ser, donde, para o homem, o direito à vida);

2) inclinações fundadas na natureza que lhe é, sob certo aspecto, comum com os animais irracionais (cabe aqui considerar a união dos sexos e conseqüentemente o direito à constituição da família e à educação dos filhos, com as peculiaridades do homem enquanto ser racional e não numa união meramente instintiva);

3) inclinações próprias do ser racional (o conhecimento da verdade, a religião, a vida em sociedade).


Esta análise das inclinações humanas e dos preceitos da lei da natureza que lhes correspondem é feita depois de ter Santo Tomás de Aquino apontado na lei natural uma “impressão da lei divina em nós”, definindo-a como “participação da lei eterna na criatura racional”, participatio legis aeternae in rationali creatura (Ia. IIae., q. 91., a. 2).


Guiados pelo instinto, os animais têm a percepção sensível natural, e estão inflexivelmente submetidos à ordem universal, mas sem o conhecimento dela.


Este conhecimento é alcançado pelos seres inteligentes, e por isso mesmo o homem é capaz de descobrir a ordem da natureza, formulando as leis físicas, químicas e biológicas; e tem ainda a faculdade de distinguir o bem do mal e, partindo daí, conhecer os primeiros princípios de sua conduta moral.

Reveja seus conceitos imorais e não queira generalisar a todos pelo seu padrão de comportamento.

Shalom !!!

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger