A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas no todo ou em parte, não significa necessariamente, a adesão às ideias nelas contidas, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Todas postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores primários, e não representam de maneira alguma, a posição do blog. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo desta página.
Home » , » Aprender a encerrar e iniciar novos ciclos com gratidão

Aprender a encerrar e iniciar novos ciclos com gratidão

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 16 de janeiro de 2022 | 12:17



 

Ao longo de nossas vidas encerramos e iniciamos vários ciclos e processos, alguns voluntários, outros nem tanto, por força das circunstâncias. Encerramos e iniciamos novos ciclos quando perdemos nossos entes queridos. Quando nascem nossos filhos, quando eles se casam e vão viver suas vidas. Quando mudamos de emprego, cidade, rua, quando ficamos desempregados, nos aposentamos, ou colocamos nosso próprio negócio. Novas amizades surgem, outras se desfazem. Esse ciclos se dão também, quando nos decidimos por Deus em um seguimento vocacional mais próximo a Ele em uma Vocação Específica para melhor viver nossa vocação batismal,  ou quando encerramos este processo por um novo (ou novos) discernimento(s) ainda dentro do mesmo seguimento a Cristo. O que não podemos e nem devemos fazer é de forma deselegante e ingrata, encerrar estes ciclos como quem sai batendo portas e falando mal de todo mundo. O desprezo total por pessoas e experiências de ontem costuma ser um sinal da falta de maturidade! Aquele(a) que, hoje, renega todo o passado, não terá dificuldade alguma de repudiar, amanhã, o hoje que considera maravilhoso. Nem tudo que ficou pra trás foi perfeito, inclusive o(a) revoltadinho(a) com suas revoltas de ocasião. Mudar faz bem, gratidão também! Muitas vezes, frente a algumas situações difíceis, podemos até nos perguntar, o por quê de enfrentar tudo aquilo? Às vezes você lutou e relutou até as últimas consequências para sustentar e ficar em um relacionamento "oficioso" (namoros, noivados ou apenas juntos) nocivo e doentio, quando no fundo, já sabia que não dava mais para continuar pois estavam se prejudicando, ou quando insistiu em ficar naquele emprego que já não lhe fazia mais brilhar seus olhos e mostrar todo seu potencial. Quantas vezes você sentiu que determinadas amizades estavam sendo prejudiciais para você e lhe estavam afastando de Deus e das pessoas que realmente se importam com você? Sempre que iniciamos algo em nossas vidas, seja um relacionamento amoroso, uma amizade, um projeto ou qualquer outra coisa, normalmente não pensamos no fim e, por consequência, não nos preparamos para isto. Temos uma tendência natural em sofrer por abrir mão de algo que muito nos custou. Assusta-nos pensar o que pode vir pela frente sem mais aquilo. Por essência, nossa mente começa a procurar formas de nos proteger da dor e, em decorrência disso, acabamos por dificultar e adiar o desfecho. Precisamos entender que os ciclos existem e são permitidos por Deus, como meios necessários ao nosso processo de amadurecimento! Muitas vezes algo nos é tirado para que possamos dar espaço a Deus para receber coisas maiores! Cada ciclo precisa ser vivido com o melhor de nós, pois há aprendizado em tudo que experienciamos. Precisamos cuidar de nossos pensamentos, nossas emoções, nossos posicionamentos, para que possamos tirar o máximo proveito de tudo e isso vale para todas situações, sejam elas boas ou más. 










As lições aprendidas nos serão muito válidas em futuras situações com as quais podemos nos deparar. Tão importante quanto viver cada um dos ciclos é saber reconhecer quando eles acabaram! Aceitar, ser grato, tomar as atitudes que são necessárias para pôr um ponto final e seguir adiante virando com gratidão aquela página. Não é fácil, mas pode ser tornar menos traumático, se pararmos de focar nessa possível “dor do fim de um ciclo” e colocar toda nossa atenção e fé no que está por vir! Deus sempre serve o melhor vinho no final! Entender que não podemos permanecer em uma situação que já não nos acrescenta mais nada ou que está nos causando incômodo, tristeza, mal estar a nós mesmos e aos que estão próximos a nós. Perceba que quando precisamos fazer força demais para que algo continue a dar certo, tem alguma coisa errada! Quando as coisas já não fluir como antes, ficamos exaustos, e desmotivados, é hora de acender o sinal de alerta! Se nos encontramos assim por um longo tempo, está na hora de entrar em um sadio processo de discernimento percebendo os sinais que o próprio Deus nos permite. Escolha continuar sua caminhada, sem perder seus valores! Não se iluda, muitas coisas e pessoas vão ficam sim pelo caminho, elas também vão ter os seus próprios ciclos e processos. Isso não quer dizer que elas não foram importantes, não é isso! Elas foram sim necessárias e permitidas por Deus para nosso crescimento e o delas! Trazemos suas marcas e deixamos as nossas também nelas, pois o amor deixa marcas! Olhe doravante para frente, e para o alto, para a meta do Cristão: A Santidade! Permita-se recomeçar e perseverar neste novo que Deus lhe abre!

 






 

“Mas uma coisa eu faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.”  (Filipenses 3,13-14)






Pe. ZEZINHO: "CONTINUAM EXCELENTES CRISTÃOS!"









Por Pe. Zezinho - SCJ

 

 

 

Conheci mais de 500 padres e mais de 500 freiras no mundo inteiro onde fui, que deixaram seus votos e seguiram o caminho como leigos, porque o sacerdócio e os votos como consagrados(as) lhes pesaram demais. Não abandonaram Jesus! Só não conseguiram viver como os estatutos de seus carismas lhes propôs. Anos depois continuaram amando Jesus e a Santa Mãe Igreja mas, ou se casaram, seguem solteiros ou solteiras, porém servindo os mais sofridos em comunidades, hospitais, ou no serviço social. Nunca os julguei porque aprendi com a Igreja que uma é a vocação cristã comum a todos (a santidade), e outras são as vocações de serviço. Vejo-os (as) frequentemente e mostram que estão felizes, porque continuam servindo Jesus e a Igreja em colégios, na política, nos hospitais e em novas profissões. Longe mim achar que sou mais santo do que eles(as)! Só Deus sabe porque reoptaram quanto ao modo de servir a Deus e a Igreja, quando o celibato, a vida religiosa ou consagrada em determinado carisma lhes pesou demais! Não é que ficou mais fácil! Mas deixaram claro que estão bem com Deus e com a Igreja! A vocação de seguir Jesus será sempre um desafio que não depende apenas de nossos idealismos, mas da vontade de Deus!










Penso sempre no moço curado que pediu para seguir a Cristo mais diretamente como discípulo no grupo de seguidores mais próximo a Jesus, e quando o mestre lhe disse não e pediu que ele ficasse em casa, na sua cidade, entre os seus parentes, testemunhando o que Deus fizera por ele! Nem todos são chamados a ir lado a lado com Jesus. Muitos ficaram lá junto aos seus em sua comunidade, em nome do Jesus que os libertou e lhes deu uma missão ali naquela localidade. Não existe só um jeito de testemunhar Jesus! Onde houver caridade alguém estará servindo Jesus !





------------------------------------------------------

 

 





APOSTOLADO BERAKASHComo você pode ver, ao contrário de outros meios midiáticos, decidimos por manter a nossa página livre de anúncios, porque geralmente, estes querem determinar os conteúdos a serem publicados. Infelizmente, os algoritmos definem quem vai ler o quê. Não buscamos aplausos, queremos é que nossos leitores estejam bem informados, vendo sempre os TRÊS LADOS da moeda para emitir seu juízo. Acreditamos que cada um de nós no Brasil, e nos demais países que nos leem, merece o acesso a conteúdo verdadeiro e com profundidade. É o que praticamos desde o início deste blog a mais de 20 anos atrás. Isso nos dá essa credibilidade que orgulhosamente a preservamos, inclusive nestes tempos tumultuados, de narrativas polarizadas e de muita Fake News. O apoio e a propaganda de vocês nossos leitores é o que garante nossa linha de conduta. A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos as postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente, a posição do blog. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte. Não somos bancados por nenhum tipo de recurso ou patrocinadores internos, ou externo ao Brasil. Este blog é independente e representamos uma alternativa concreta de comunicação. Se você gosta de nossas publicações, junte-se a nós com sua propaganda, ou doação, para que possamos crescer e fazer a comunicação dos fatos, doa a quem doer. Entre em contato conosco pelo nosso e-mail abaixo, caso queira colaborar:

 

 

 

filhodedeusshalom@gmail.com

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

TRANSLATE

QUEM SOU EU?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado APOLOGÉTICO (de defesa da fé, conforme 1 Ped.3,15) promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Defendemos as verdade da fé contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Deus é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade. Este Deus adocicado, meloso, ingênuo, e sentimentalóide, é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomás de Aquino).Este apostolado tem interesse especial em Teologia, Política e Economia. A Economia e a Política são filhas da Filosofia que por sua vez é filha da Teologia que é a mãe de todas as ciências. “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

POSTAGENS MAIS LIDAS

SIGA-NOS E RECEBA AS NOVAS ATUALIZAÇÕES EM SEU CELULAR:

VISUALIZAÇÃO DE ACESSOS NO MÊS

ÚLTIMOS 5 COMENTÁRIOS

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger