A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Recomendação do Corpo (Exéquias) para leigos

Recomendação do Corpo (Exéquias) para leigos

Written By Beraká - o blog da família on quarta-feira, 21 de outubro de 2020 | 23:26

 


Qual o significado das exéquias para os cristãos?

 

*Por: Lino Rampazzo

 

 

O Catecismo da Igreja Católica nos ajuda a compreender o que são as exéquias.A palavra exéquias provém do verbo latino exsequi, que significa “seguir” e refere-se ao cortejo fúnebre que segue o corpo do defunto até o túmulo. Para entender o significado cristão disso, encontramos uma profunda explicação das exéquias no Catecismo da Igreja Católica. A primeira parte do Catecismo nos apresenta as verdades da fé, o Credo. A segunda parte se refere à Celebração do Mistério Cristão; a terceira parte à moral cristã, definida como “vida em Cristo”; e a última parte à oração cristã (na qual se destaca o comentário sobre o ‘Pai-Nosso’).A reflexão sobre as exéquias se encontra na segunda parte, depois da explicação sobre os sacramentos (Batismo, Confirmação, Eucaristia etc.).

 

É bom lembrar que todo o Catecismo da Igreja Católica está disponibilizado na Internet e, no seguinte site, encontra-se a parte que se refere às “Exéquias Cristãs” (números 1680-1690):

 

http://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/p2s2cap4_1667-1690_po.html

 

 

 

Reflexões

 

 

Destacam-se, a seguir, algumas reflexões do Catecismo sobre as Exéquias

 

 

Antes de tudo, há um item sobre “A última Páscoa do cristão”. Aqui, lembra-se que a Morte e a Ressurreição de Cristo revelam para nós o sentido da nossa morte: o cristão que morre em Cristo Jesus “abandona este corpo para ir morar junto do Senhor” (2 Coríntios 5,8).

 

 

A Igreja, como mãe, acompanha o cristão no termo da sua caminhada para entregá-lo ‘nas mãos do Pai’. Em seguida, fala-se explicitamente sobre “A celebração das exéquias”.

 

 

Onde acontecem as exéquias?

 

 

A Celebração das Exéquias, aqui no Brasil, acontece, frequentemente, em três lugares:

 

a)-No velório municipal, onde os parentes recebem os amigos do falecido;

 

b)-No cemitério, onde se sepulta o corpo do falecido;

 

c)-E na Igreja onde se celebra a Missa do sétimo dia e trigésimo dia.

 

 

Nesses três lugares, muitos cristãos escutam a Palavra de Deus, especialmente os Evangelhos, e rezam. A Palavra nos transmite o sentido da morte para o cristão, como acima lembrado. E a oração expressa a nossa fé na “comunhão dos santos”. “Santos” são os santificados pelo batismo, que procuram viver sua fé de maneira coerente. A morte não nos separa dos falecidos: nós permanecemos “em comunhão” com eles. Eles estão em Deus e rezam por nós; e vice-versa. Na vida presente, muitas vezes, a fé é misturada com pecados de fraqueza e egoísmo, que, mesmo assim, não rompem de maneira radical a comunhão com Deus e com os irmãos. Então, logo após a morte, os cristãos vão completar sua conversão: e aqui encontramos a fé católica na existência do Purgatório. Vivos e falecidos permanecem, pois, unidos, e rezam reciprocamente uns pelos outros, para que a conversão total a Cristo seja completa.

 

 

A esse respeito, é bom lembrar a origem da palavra “cemitério”. Na língua grega koimeterion (κοιμητήριον) significa “lugar de repouso”, dormitório. Sim, mas quem vai dormir, depois do descanso, levanta. E nós levantaremos, no dia da ressurreição: para viver com Cristo, que destruirá a morte para sempre. A palavra “cemitério” aponta, pois, para o sentido profundamente cristão da morte.

 

 

 

Quanto à Missa de sétimo e trigésimo dia, é importante lembrar que a Eucaristia é a celebração mais solene dos cristãos, na qual anunciamos a morte do Senhor que ressuscitou, que nos ressuscitará e está presente na Eucaristia como semente de ressurreição. Podemos, então, afirmar que este é o “momento forte” das exéquias cristãs. Nos três lugares das exéquias, nós cristãos somos chamados a ser missionários, quer dizer, anunciadores da morte-ressurreição de Cristo, que dá um novo sentido à vida e à morte.

 

 

As exéquias são, pois, um “momento de graça” para renovar a nossa fé e para proclamá-la.

 

 

*Lino Rampazzo: Doutor em Teologia pela Pontificia Università Lateranense (Roma), Lino Rampazzo é professor e pesquisador no Programa de Mestrado em Direito do Centro Unisal – U.E. de Lorena (SP) – e coordenador do Curso de Teologia da Faculdade Canção Nova, Cachoeira Paulista (SP).

 

 

 


CELEBRAÇÃO DAS EXÉQUIAS DIRIGIDAS POR UM LEIGO

 

 

Depois do cântico de entrada, estando todos de pé, fazem o sinal da cruz, enquanto o dirigente leigo diz:

 

. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

. Amém.

 

. Bendito seja Deus, Pai de misericórdia e de toda a consolação, que nos consola em todas as tribulações.

. Amém.

 

Irmãos:

A morte do nosso querido irmão N. enche-nos de comoção e recorda-nos como é frágil e breve a vida do homem. Mas neste momento de tribulação, conforta-nos a nossa fé. Cristo vive eternamente, e o seu amor é mais forte do que a morte. Por isso, não deve vacilar a nossa esperança. O Pai de misericórdia e Deus de toda a consolação vos conforte nesta tribulação.

 

Oremos:

Pela vossa infinita misericórdia, recebei, Senhor, a alma do vosso servo N. e purificai-a de todas as culpas cometidas durante a vida terrena, para que, livre dos vínculos da morte, mereça entrar na vida eterna.

Por Cristo, nosso Senhor.

. Amém.

 

 

LEITURA:

 

Sab 3, 1-6.9 – “Deus aceita os justos como sacrifício de holocausto”

 

 

Leitura do Livro da Sabedoria:

 

 

“As almas dos justos estão na mão de Deus, e nenhum tormento os atingirá. Aos olhos dos insensatos parecem ter morrido; a sua saída deste mundo foi considerada uma desgraça, e a sua partida do meio de nós um aniquilamento. Mas eles estão em paz. Aos olhos dos homens eles sofreram um castigo, mas a sua esperança estava cheia de imortalidade. Depois de leve pena, terão grandes benefícios, porque Deus os pôs à prova e os achou dignos de Si. Experimentou-os como ouro no crisol e aceitou-os como sacrifício de holocausto.Os que n’Ele confiam compreenderão a verdade, e os que Lhe são fiéis permanecerão com Ele no amor, pois a graça e a misericórdia são para os seus santos e a sua vinda será benéfica para os seus eleitos.”

 

Palavra do Senhor!

 

 

Salmo 26 (27), 1.4.7 e 8b e 9a. 13-14

 

O Senhor é a minha luz e a minha salvação!

 

O Senhor é minha luz e salvação:

a quem hei-de temer?

O Senhor é o protetor da minha vida:

de quem hei-de ter medo?

 

Uma coisa peço ao Senhor, por ela anseio:

habitar na casa do Senhor todos os dias da minha vida,

para gozar da suavidade do Senhor

e visitar o seu santuário.

 

Ouvi, Senhor, a voz da minha súplica,

tende compaixão de mim e atendei-me.

A vossa face, Senhor, eu procuro:

não escondais de mim o vosso rosto.

 

Espero vir a contemplar a bondade do Senhor na terra dos vivos.

Confia no Senhor, sê forte.

Tem coragem e confia no Senhor.

 

 

 

 

Aclamação do Evangelho: cf. Mt 11, 25-30

 

 

.  Bendito sejais, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque revelastes aos pequeninos os mistérios do reino.

 

Mt 11, 28: «Vinde a Mim...Eu vos aliviarei»

 

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus!

Glória a vós Senhor!

 

Naquele tempo, Jesus exclamou: «Eu Te bendigo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas verdades aos sábios e inteligentes e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, Eu Te bendigo, porque assim foi do teu agrado. Tudo Me foi dado por meu Pai. Ninguém conhece o Filho senão o Pai e ninguém conhece o Pai senão o Filho e aquele a quem o Filho O quiser revelar. Vinde a Mim, todos os que andais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Tomai o meu jugo sobre vós e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e a minha carga é leve».

 

. Palavra da Salvação.

. Glória a Vós, Senhor.

 

*(Se conveniente, neste momento podem ser dirigidas algumas rápidas palavras aos presentes)

 

 

PROFISSÃO DE FÉ

 

 

Com a esperança posta na ressurreição e na vida eterna que em Cristo nos foi prometida, professemos agora a nossa fé:

 

Creio em Deus, Pai todo-poderoso,

Criador do céu e da terra.

E em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor:que foi concebido pelo poder do Espírito Santo.

Nasceu da Virgem Maria.

Padeceu sob Pôncio Pilatos.

Foi crucificado, morto e sepultado.

Desceu à mansão dos mortos.

Ressuscitou ao terceiro dia.

Subiu aos Céus

Está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso

De onde há-de vir a julgar os vivos e os mortos.

Creio no Espírito Santo.

Na santa Igreja Católica.

Na comunhão dos Santos.

Na remissão dos pecados.

Na ressurreição da carne.

E na vida eterna.

 

Amém.

 

 

ORAÇÃO DOS FIÉIS

 

 

. Irmãos: unidos na mesma fé, oremos ao Senhor pelo nosso irmão falecido, pela Igreja, pela paz do mundo e pela nossa salvação, dizendo com toda a confiança:

. Senhor, escutai a nossa prece.

. Pelos pastores da santa Igreja, para que sejam fiéis à graça que receberam e realizem o seu ministério em favor do povo de Deus, supliquemos:

. Senhor, escutai a nossa prece.

. Pelos que governam a sociedade civil, para que promovam sempre o bem comum, a concórdia, a liberdade e a paz, oremos:

. Senhor, escutai a nossa prece.

. Pelos que sofrem no corpo ou na alma, para que sintam sempre junto de si a presença invisível do Senhor, supliquemos:

. Senhor, escutai a nossa prece.

. Pelo nosso querido irmão N., para que o Senhor o livre do poder das trevas e da morte eterna, supliquemos a Deus:

. Senhor, escutai a nossa prece.

. Pelo nosso querido irmão N., para que o Senhor lhe mostre a sua misericórdia e o receba no reino da luz e da paz, oremos:

. Senhor, escutai a nossa prece.

. Pelos nossos familiares e benfeitores já falecidos, para que o Senhor os conduza à assembleia gloriosa dos Santos,peçamos:

. Senhor, escutai a nossa prece.

. Por todos nós que participamos nesta celebração, para que a providência paterna de Deus nos assista e nos proteja pelos caminhos da vida, oremos:

. Senhor, escutai a nossa prece.

 

 

PAI NOSSO

 

Obedientes à palavra do Salvador e formados por seu divino ensinamento, ousamos dizer:

 

Pai Nosso que estais nos Céus, santificado seja o vosso Nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do Mal. Amém.

 

 

ORAÇÃO FINAL

 

Oremos... “Senhor nosso Deus, Criador e nosso único e verdadeiro Salvador, concedei às almas dos vossos servos e servas que morreram na vossa amizade e praticando o bem,o perdão dos seus pecados, de modo que, pelas nossas humildes súplicas, alcancem a indulgência que sempre desejaram e necessitam pelo tesouro dos vossos méritos da Cruz e da Comunhão dos santos. Dignai-vos Sr ressuscitá-lo gloriosamente com este corpo que agora vos recomendamos, junto com os Vossos santos no dia da ressurreição e da recompensa eterna. Que Tu Deus bom e misericordioso, perdoe todos os seus pecados cometidos por pensamentos, palavras, atos e omissões. Porque não existe homem que viva nesta terra e que não peque, pois Tu mesmo recordas que justo peca sete vezes ao dia (conf Prov 24,16), somente Tu és sem pecado, somente a tua justiça é perfeita e a tua palavra é plenamente verdadeira. Perdoai-lhe Sr os seus pecados para que alcance junto a Vós a vida imortal no vosso reino eterno. 


Por Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém”

 

 Ave Maria, cheia de graças...


FONTES DE CONSULTA:

 

-https://formacao.cancaonova.com/igreja/catequese/voce-sabe-qual-e-o-significado-das-exequias-para-os-cristaos/

 

-https://www.manualdacm.com/p/exequiasleigo.html

 

 

----------------------------------------------------------

 

Apostolado Berakash – Trazendo a Verdade: Se você gosta de nossas publicações e caso queira saber mais sobre determinado tema, tirar dúvidas, ou até mesmo agendar palestras e cursos em sua paróquia, cidade, pastoral, e ou, movimento da Igreja, entre em contato conosco  pelo e-mail:

 

 

 

filhodedeusshalom@gmail.com

 

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino) “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger