A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » O Cinismo de Lula já se tornou cômico

O Cinismo de Lula já se tornou cômico

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 8 de dezembro de 2019 | 11:41






O comportamento cínico de um criminoso, quando não consegue ludibriar o público, geralmente lhe desperta repulsa, asco e nojo por parte daqueles que não compactuam com isto.Mas quanto mais o cinismo se afasta das meias-verdades que o sustentam e parte para a mentira, mais ele recai numa patetice que inevitavelmente desperta graça.O cinismo de Lula está cada vez mais cômico. Melancolicamente cômico.



Em seu depoimento à juíza Gabriela Hardt, substituta de Sergio Moro, Lula já se fez de sonso sobre a própria acusação, dizendo imaginar que pesava contra ele a de ser dono do sítio de Atibaia. Gabriela então se deu ao trabalho de explicar que a acusação principal é de que ele foi beneficiário de reformas feitas no sítio por conta de José Carlos Bumlai e das empreiteiras Odebrecht e OAS. Essas reformas, a propósito, incluíram a construção de uma casa para os seguranças da Presidência da República que atuavam na equipe de Lula, suítes na casa principal, duas áreas de depósitos para adega e quarto de empregada, sauna, conserto de vazamento da piscina e conclusão de um campo de futebol:


“Eu sou dono do sítio ou não?”, insistiu Lula, tentando desestabilizar a juíza.

-“Isso é o senhor que tem que responder. Não eu. E eu não estou sendo interrogada neste momento”, reagiu ela, serena e firme.

“Quem tem que responder é quem me acusou”, disparou Lula.

-“Senhor ex-presidente, esse é um interrogatório e, se o senhor começar nesse tom comigo, a gente vai ter problema”, impôs-se a juíza Gabriela.


Na falta de argumento jurídico, posou novamente de vítima de uma trama para impedi-lo de vencer a eleição.Questionado se ocupava o quarto principal quando frequentava o sítio, já que seus pertences foram lá encontrados pela Polícia Federal, reagiu com sínica insolência:


“Quando me davam, eu ocupava. Era uma deferência que eu recebia, tanto lá na chácara quanto no palácio da rainha da Inglaterra, no palácio da rainha da Suécia, em vários lugares que frequentei. Inclusive no Kremlin. Tive o prazer de ser convidado a dormir no Kremlin. Não sei o que o Ministério Público viu de absurdo nisso.”



Ora, a refutação a este cinismo é muito simples:


Nem os palácios das rainhas da Inglaterra e da Suécia, nem o Kremlin foram reformados por empreiteiras beneficiadas com contratos públicos no esquema de corrupção da Petrobras durante os governos do PT.


Lula ainda foi dizer que o Ministério Público Federal deveria perguntar é para o Léo Pinheiro, da OAS, por que ele não cobrou pela reforma do sítio, ao que um membro da MPF respondeu tranquilamente que Léo Pinheiro disse que não cobrou porque fez a obra em benefício de Lula. Chama-se “propina”  isso, só para registrar.Questionado se perguntou a seu amigo Bumlai ou a Fernando Bittar, acusado de ser seu laranja, por que Bumlai fez ou quis pagar pelas obras, Lula respondeu:


“Nunca perguntei nem pro Bumlai, nem pra ninguém. Eu não sou daquele cidadão que entra na casa dos outros e vai abrindo a geladeira. Olha, eu respeito, o cara tem a propriedade, o cara me emprestava a propriedade, eu usava a propriedade, eu vou ficar perguntando o que você fez ou não fez? Isso não faz parte. Também nunca me falaram. Eles é que deveriam tomar a iniciativa de me falar. Como eles não tinham a obrigação de me falar, eu não tinha obrigação de perguntar. Tem um tipo de gente xereta, que entra na casa dos outros e quer perguntar quem fez aquilo, quem comprou aquilo. Eu não faço.”


É curioso o pacto de silêncio entre beneficiadores e beneficiário:


“eu não pergunto, vocês não me contam, e ninguém sabe de nada...”


Mas Lula não faz mesmo o tipo que entra na casa dos outros e vai abrindo a geladeira. Lula, na verdade, vai abrindo a adega, dormindo no quarto principal, instalando uma cozinha igual à do triplex do Guarujá, usando a piscina, a sauna, o campo de futebol, disponibilizando no lago pedalinhos gravados com os nomes dos próprios netos… essas atividades básicas.Mas a frase do ano veio quando o ressentido Lula atacou delatores, que, segundo ele, roubam, depois fazem delação e ficam com um ou dois terços do roubo:

“Nunca foi tão fácil ser ladrão nesse país.”

Graças à Lava Jato, não é mais tão fácil assim, caro Lula. Por isso a tendência é você ser condenado de novo, e volta para o lugar de onde nunca deveria ter saído, pois lugar de ladrão é na prisão!
Felipe Moura Brasil


Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino) “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger