A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Você sabia que existem Cristãos que não acreditam na ressurreição e imortalidade da alma logo após a morte ?

Você sabia que existem Cristãos que não acreditam na ressurreição e imortalidade da alma logo após a morte ?

Written By Beraká - o blog da família on sábado, 16 de setembro de 2017 | 08:05




A alma espiritual é imortal? Os animais também têm alma? O que a Bíblia diz sobre isso? O que a tradição dos primeiros Cristãos e  doutores da Igreja dizem sobre isto?



Uma pessoa é composta unicamente de um corpo físico e uma alma espiritual. O corpo é o físico: carne-sangue, os órgãos do corpo humano, enfim, a “couraça” que funciona como uma casa para a alma espiritual e psíquica. A alma psíquica e espiritual é a parte imaterial do homem: a mente, os sentimentos, a vontade, inteligência, memória, etc. Na morte a alma espiritual deixa o corpo e continua a viver conscientemente para sempre no céu ou no inferno, ou temporariamente no fogo do purgatório para cumprir por um tempo designado por Deus, a purificação para entrar no Céu, pois lá nada de impuro pode entrar.(Apoc 21,27).




O significado da palavra hebreia (“nephesh”), traduzida como “alma” na Bíblia, é essência da vida, o ato de respirar, tomar fôlego. O sistema Hebreu de pensamento não inclui a combinação ou oposição do “corpo” e “alma” da qual são de fato origens latinas e Gregas.“Nephesh” (ou “Psuchi” no Novo Testamento grego), alma, é, de acordo com a Palavra de Deus simplesmente um fôlego da vida. Gênesis 2:7 demonstra esta verdade claramente em Gênesis 2,7


E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente. [“nephesh” em hebraico].



Veja que a Palavra não fala da alma como algo separado do corpo. “O homem foi feito alma vivente.” Cada um de nós que respiramos hoje é uma alma vivente. Quando dermos nosso último suspiro, não mais seremos almas viventes.Se adotarmos a definição que a Palavra de Deus nos dá para alma e não a versão “greco-latina”,não teremos então problemas quando entendermos que animais também tem alma, conforme podemos constatar em Gênesis 1,20-21:



“E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de alma vivente [nephesh, alma]; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus. E Deus criou as grandes baleias, e todo o réptil de alma vivente que as águas abundantemente produziram conforme as suas espécies; e toda a ave de asas conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom.”







E em Gênesis 1,29-30:


“E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento. E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra, em que há alma vivente [nephesh em hebraico], toda a erva verde será para mantimento; e assim foi.”




Obviamente não há nada metafísico na alma. Qualquer ser que respira, seja homem ou animal, é uma alma vivente. De onde vem então esta crença da imortalidade da alma? Isto é algo que veremos a seguir na marcha ascendente da revelação, feita pela própria escritura, e corretamente interpretada e transmitida pela Igreja ao longo de sua história. Igreja esta, que é coluna e sustentáculo da verdade (I Tim3,15).



É preciso saber que o corpo sem a alma é inerte. A alma precisa do corpo para expressar sua vida funcional e racional. A alma é identificada no hebraico do Velho Testamento por nephesh e no grego do Novo Testamento por psiquê. Esses termos indicam a vida física e racional do homem. Os vários sentidos da palavra alma na Bíblia, como sangue, coração, vida animal, pessoa física; devem ser interpretados segundo o contexto da escritura em que está contida a palavra “alma”. De modo geral, em relação ao homem, a alma é aquele princípio inteligente que anima o corpo e usa os órgãos e seus sentidos físicos como agentes na exploração das coisas materiais, para expressar-se e comunicar-se com o mundo exterior.



O espírito no hebraico, é ruach, ou nephesh, e no grego, pneuma. O espírito do homem não é simples sopro ou fôlego, é vida imortal (Ecle 12,7; Lc 20,37; 1Co 15,53; Dn 12,2). O espírito é o princípio ativo de nossa vida espiritual, religiosa e imortal. É o elemento de comunicação entre Deus e o homem. Um antigo ensino Cristão, afirma que “corpo, alma e espírito não são outra coisa que a base real dos três elementos do homem: consciência do mundo externo, consciência própria e consciência de Deus”.



Ao contrário dos animais, o ser humano tem uma alma espiritual imortal, já os animais apenas a alma psíquica, que morre com eles. O homem foi criado e modelado diretamente pela Trindade ao dizer: Façamos o homem nossa imagem e semelhança. Já aos animais, dizia apenas faça-se (Gn 1,16-26; Gn 2,7) e dEle recebeu o fôlego de vida, o que não aconteceu com os animais. Além disso, o homem também foi criado à imagem e semelhança de Deus, com capacidade de pensar, sentir e querer. Assim o homem, ao contrário dos animais, consegue viver no hoje, pensar no ontem, planejar o amanhã, e refletir sobre seus atos pessoais e comunitários. A razão de ser e a missão do homem também, é diferente da dos animais no plano da criação:



Os animais, e com eles toda a criação, existem para mostrar a grandeza de Deus e proclamar a glória do Senhor enquanto alegram o coração dos homens e servem para seu proveito (Gn 1,28; Gn 9,3; Sl 8,6-7). O homem, porém, foi criado por Deus à Sua imagem. Essa criação à imagem e semelhança de Deus define a tarefa dos seres humanos, ou seja, ter comunhão com o seu Criador e viver para a Sua glória, louvor e adoração (Gn 3.9; Sl 8,4-5; 1 Jo 1,3; Tg 3,9).Portanto, existe uma enorme diferença entre homens e animais: o homem foi criado para Deus, o animal para o homem. Além disso, os animais são destinados apenas para o tempo presente enquanto o homem está destinado para a eternidade. Pois, em contraste com os animais, como já dissemos, Deus soprou o fôlego de vida nas narinas do homem (Gn 2,7). O fôlego de vida soprado por Deus fez do homem um indivíduo único, predestinado para a eternidade. Isso demonstra a honra e responsabilidade do ser humano para com seu amoroso e misterioso Criador.


Em Gênesis 39 vemos Deus chamando à responsabilidade o homem caído em pecado: "E chamou o Senhor Deus ao homem e lhe perguntou: Onde estás?" De nós Ele também exige prestação de contas, como está escrito em Eclesiastes 12,14:


"Porque Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más." Eclesiastes 12,14



Nossa morte não encerra nem acaba com tudo. A Bíblia ensina que nossa personalidade não deixará de existir (Lc 16,19-31; Hb 10,31). Por essa razão, as Sagradas Escrituras nos exortam com insistência a reconhecermos hoje a nossa responsabilidade.Sobre nosso estado depois da morte a Bíblia diz:


“Aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo" (Hb 9,27).


Para entendermos melhor, acompanhemos as refutações acompanhadas de Estudo TEOLÓGICO, que esclarecem as indagações de um Cristão com dúvidas:




1)- INDAGAÇÃO: A imortalidade da alma foi concedida ao homem na Criação, e, no caso se tratava da imortalidade do corpo, da alma ou do espírito? O Homem Recebeu a Imortalidade Na Criação. Mas ela era condicional. Ele poderia viver eternamente se tivesse Obedecido a Deus e não houvesse se alimentado do fruto do conhecimento do bem e do mal (Gêneses 2,16-17).


RESPOSTA: Certo, com o sopro divino DIRETO em suas narinas, ato de Deus que não houve em referência às demais almas viventes, que não receberam essa imortalidade.


2)- INDAGAÇÃO: Mas para entendermos se a Imortalidade se tratava da Alma do Espírito ou do corpo, é preciso saber o que cada uma dessas coisas realmente é.


RESPOSTA: Era total, pois o homem foi feito completo.



3)- INDAGAÇÃO: E o espírito é o mesmo que Fôlego de Vida?


RESPOSTA: Certo, mas não é o que ocorre nos animais, porque NÃO receberam o fôlego de vida DIRETAMENTE DE DEUS, via SOPRO nas narinas.


4)- INDAGAÇÃO: Podemos perceber isso Primeiramente quando vamos a Gêneses 2,7 que diz: "Então, formou o SENHOR Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente".


RESPOSTA: Certo, e isto aconteceu somente com o homem e não mais com nenhuma outra criatura.


5)- INDAGAÇÃO: Nessa passagem o termo fôlego de vida que no Original é NESHAMAH, significa: "espírito de vida". Ou seja; fôlego e Espírito é a mesma Coisa.


RESPOSTA: Do hebraico NAPHACH, que significa exalar,soprar, inflar, soprar forte - Gênesis 2.7; Ezequiel 7.9.Também do hebraico NESHAMAH, que significa respirar, inalar e exalar o ar, respiração.Gênesis 2.7; 7.22; Jó 33.4; 37.10; Isaías 2.22; 30.33; 42.5.Respiração NÃO é a alma ou o espírito do homem. Em Jó 34.14,Há uma distinção ENTRE espírito e respiração. Se ele pusesse o seu coração contra o homem, e recolhesse para si o seu espírito E O seu fôlego,Jó 34.15 Toda a carne juntamente expiraria, e o homem voltaria para o pó. Logo, fôlego e espírito NÃO é a mesma coisa. Gênesis 2.7.Ainda temos do hebraico: CHAYIM (respiração de vidas);HAYAH (tornar-se); NEPHESH, equivalente do grego que é PSUCHE (alma, a parte invisível do homem).NEPHESH é abrangente.



6)- INDAGAÇÃO: E para compreendermos isso Melhor tbm podemos citar Salmo 104:29 que Diz: "Se Ocultas o rosto, eles se perturbam; se lhes cortas a respiração, morrem e voltam ao Pó."



RESPOSTA: Do hebraico CHAYIM, que significa vidas, RESPIRAÇÃO DE VIDAS, porque a vida é feita de corpo, alma e espírito, que funcionam juntos. O termo NEPHESH dá descrições mais amplas ao vocábulo alma, que pode ser sobre animais, animais e homens, o homem e ser individual, homem como ser, etc. Portanto, o que volta ao PÓ é o corpo e não a alma no sentido específico de consciência. Na morte a alma do justo, sua alma vai para o céu (paraíso, depois da morte de Cristo) - 2 Coríntios 5.8; Filipenses 1.21-24; Hebreus 12.22,23; etc.Na morte do ímpio sua alma vai para o inferno (hades) - Isaías 14.9; Lucas 16.19-31; Apocalípse 20.11-15.


7)- INDAGAÇÃO: Agora Vamos comparar essa passagem a Salmo 146:4 que diz: "Sai-lhes o Espírito, e eles tornam ao Pó; nesse mesmo dia perecem todos os seus desígnios."



RESPOSTA: Ora, se sai o espírito, então é o corpo que morre e volta ao pó.Portanto, a alma e o espírito saem do corpo porque perecem seus pensamentos quanto ao plano exterior/horizontal, ou seja, o cérebro (alma psíquica) deixa de funcionar nesse campo - Gênesis 3.19; Eclesiastes 3.19.A alma e o espírito saem do corpo na morte desse corpo, que volta do pó - Tiago 2.26.No entanto, isso não tem nada a ver com a continuidade do pensamento do homem interior(alma espiritual), e neste contexto NÃO PODE ser usado para argumentar que a alma e o espírito são mortais.Do hebraico NEPHESH, equivalente ao grego PSUCHE as várias descrições do vocábulo alma em seus vários aspectos, que o adventismo se confunde e confunde a tantos.espírito e fôlego NÃO é a mesma coisa, muito menos em animais como o boi.A alma psíquica e a alma espíritual do homem são distintas: 1 Tessalonicenses 5.23; Hebreus 4.12.A alma espiritual sai do corpo na morte - 1 Pedro 2.11.A alma espiritual dos santos é preservada - Salmos 97,10.A alma pode ver e ser visualisada após sair do corpo na morte, e isso em fatos específicos, mostrando, assim que a alma não morre ao morrer o corpo ou sair do corpo físico, portanto IMORTAL: Mateus 17.3; Lucas 16.19-31; Hebreus 12.22,23; Apocalípse 6.9-11.Essas são algumas das definições do vocábulo ALMA quanto ao termo hebraico NEPHESH ou o equivalente PSUCH, do grego.Portanto, os vocábulos ESPÍRITO, ALMA, FÔLEGO tem vários significados, observando-se no texto onde estiverem esses vocábulos. Em alguns casos são até figuras de linguagem metafóricas.




8)- INDAGAÇÃO: Esse mesmo fato encontrado nestes versos tbm vemos em Jó 27:3 e Tiago 2:26.



RESPOSTA: Jó 27.3 Que, enquanto em mim houver alento, e o sopro de Deus nas minhas narinas.Aqui Jó fala que enquanto VIVER NO CORPO FÍSICO, que morre QUANDO A SUA ALMA SAIR DO CORPO em referência à Gênesis 2.7. Já em Tiago 2.26 - Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.Não se trata de respiração, pois todos os animais a tem, mas se trata do espírito, pois, tão certo como o home interior deixa o corpo na morte física e não está mais no corpo, também a fé sem obras é fé morta (separada).Essas são as variantes dos significados do termo Hb NEPHESH e Gr PSUCHE, que o adventista entende em um só sentido, não sabendo distinguir os sentidos nos textos por ele mesmo apresentados.


9)- INDAGAÇÃO: E para comprovar mais ainda a minha interpretação: Palavra no Velho testamento que aparece para definir Espírito é RUACH, que é Fôlego, Vento, e Etc.


RESPOSTA: Realmente, é sua interpretação pessoal, e não de toda a Igreja. O Adventismo errou na transliteração: A personalidade do Espírito é enfatizada à custa do rígido procedimento gramatical em João 14.26; 15.26; 16.8, 13, 14, onde o pronome enfático EKEINOS, “Ele, é usado para se referir a Ele, no masculino, considerando que o substantivo PNEUMA é NEUTRO EM GREGO, ao passo que a palavra correspondente em ARAMAICO, é feminina (RÛCHÂ, cf em hebraico RÛACH)”.A tradução "mesmo" em Romanos 8.16,26, tem o sentido de "Ele mesmo".


10)- INDAGAÇÃO: E no Novo Testamento a Palavra é PNEUMA, que se refere a Vento. Resumindo: Espírito é o mesmo que Fôlego de Vida, Respiração.



RESPOSTA: O tema do "Espírito Santo”, que confunde com espírito e fôlego de vida, no NT podem ser considerados no que toca aos Seus atributos divinos; Sua Personalidade distinta na deidade; Sua operação concernente ao Senhor Jesus, etc.Considerando ainda sobre PNEUMA: denota primariamente "vento" (cognato de PNEÕ, "respirar, soprar"P; também "respiração"; então, especialmente "espírito", que como vento, é invisível, imaterial e poderoso.Os usos da palavra encontrados no NT poder ser analisados assim: "Vento” - João 3.8; Hebreus 1.7; "a respiração" - 2 Timóteo 2.8; Apocalípse 11.11; "a parte imaterial, invisível do homem - Lucas 8.55; Atos 7.59; 1 Coríntios 5.5; "o homem desencarnado - ou "despido", ou "desnudo" - 2 Co 5.3,4 (Lucas 24.37,39; Hebreus 12.23; 1 Pedro 4.6);O corpo da ressurreição - 1 Coríntios 15.45; 1 Timóteo 3.16.Elemento consciente do homem, pelo qual ele percebe, reflete, sente, deseja - Mateus 5.3; 26.41; Atos 17.16; Gênesis 26.35, Isaías 26,9; Ezequiel 13.3.



11)- INDAGAÇÃO: E Alma nós já podemos ver no o que realmente é, no primeiro verso que fora citado, que diz que o Homem passou a "SER" uma Alma vivente.


RESPOSTA: Sim, de forma especial com o sopro de Deus, DIRETAMENTE EM SUAS NARINAS, o que não ocorreu com nenhum outro ser vivente.O termo hebraico NEPHESH, como já explicado, tem varias significações, conforme estiver no texto a ser analisado.Gênesis 2.7 apresenta algum termo hebraico, que devem ser cuidadosamente analisados, como:YATSAR, APHAR; NAPHACH, NESHAMAH, CHAYIM, HAYAH, NEPHESH, todos, vinculados a Gênesis 2.7 e por extensão aos textos posteriores à criação. Ou seja, o Homem é uma Alma, então uma alma não passa nada mais nada menos de uma pessoa viva. Estaria coerente a afirmação acima se o adventismo estivesse se referindo ao boi e não ao ser humano. Alma vivente no sentido geral da vida do corpo que é abrangente tanto ao boi quanto ao ser humano. Morrendo o corpo do boi, essa alma não passa da existência do ser vivente, o boi, porque o boi, sem consciência mostra que a ALMA do boi só podia continuar viva se o corpo continuasse vivo. Morrendo o ser humano, essa alma é perpétua por cauda da consciência e não dependeu de continuar viva POR CAUSA do corpo, mas o corpo que dependeu está vivo POR CAUSA da alma.


.
12)- INDAGAÇÃO: Em Provérbios 27:7 menciona q uma alma Farta, Pisa o favo de mel, mas para uma alma faminta, todo amargo é doce; ou seja uma alma pode ficar farta, e tbm ficar Faminta.



RESPOSTA: A alma psíquica sim, porém, a alma espiritual não se farta de coisas materiais. Aqui tem dois sentidos tanto quanto a alma no sentido da existência física, de uma pessoa que se alimenta em abundância, quanto a alma no sentido de necessidades sentir necessidades no campo do ego.Ou seja, aqui mostra duas descrições do termo hebraico NEPHESH, que o adventista NÃO SABE DISTINGUIR.



12)- INDAGAÇÃO: Em Lucas 12:19 menciona que uma alma descansa come e bebe.




RESPOSTA: O termo NEPHESH tem várias descrições e uma delas e essa:Aqui fala sobre paixões e apetites - I Co 2.11 Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.São expressões relacionadas ao termo NEPHESH, cuja tradução mais frequente é "alma", "mente", "espírito" e "coração". Uma das descrições de NEPHESH é angustiar-se (Gênesis 42.21) e, no entanto, NÃO É o corpo físico que se angustia, mas a ALMA PSÍQUICA.


13)- INDAGAÇÃO: Em Ezequiel 18:4, diz que a alma que pecar essa morrerá,ou seja uma alma peca, e tbm Morre.


RESPOSTA: O termo NEPHESH também descreve a morte da alma, significando SEPARAÇÃO e NÃO aniquilamento. conforme 2 Coríntios 5.8; Filipenses 1.21-24 etc. quanto aos justos:Isaías 14.9; E Apocalípse 20.11-15 etc. quanto ao ímpio.A ALMA ESPIRITUAL sai do corpo na morte deste: Tiago 2.26; Apocalípse 6.9-11.O termo NEPHESH tem várias significações, dependendo do texto onde estiver o vocábulo alma, e isto confunde o adventismo, porque misturam morte no sentido de separação com morte no sentido meramente físico.


13)- INDAGAÇÃO: Tbm para comprovar mais, podemos usar o original: no Velho testamento a palavra que aparece para traduzir Alma é NEPHESH que significa Vida, Pessoa e Etc.Certo e, assim deve-se separar a alma nos seus respectivos sentidos no assunto, pois pode está sendo referente ao corpo (que é MORTAL) e, em outros textos ser referente à parte imaterial (ALMA ESPIRITUAL que é IMORTAL).


13)- INDAGAÇÃO: No Novo Testamento a palavra é PSYCHÊ, que significa Vida, Pessoa e Etc.Resumindo: uma alma é um ser Vivo Uma Pessoa.



RESPOSTA: Disse-o bem "PODE" está se referindo à uma pessoa na sua existência física, assim como PODE está se referindo a essa pessoa na sua existência espiritual, que é IMORTAL.E bom que o adventista aprenda que NEPHESH do hebraico e PSUCHE, do grego, são equivalentes, que podem se referir a: ANIMAIS (Gênesis 1.20,21, 24, 30; 2.19; 9.10, 12; Levíticos 11.26).ANIMAIS e HOMENS (Gênesis 9.15,16; Levíticos 17.11,14; Números 21.28).HOMEM e SER INDIVIDUAL (Gênesis 2.7; 12.5; 46.15-27; Êxodo 1.5; 12.4; 16.16; 2 Reis 12.4.Também mostra que alma e o espírito do homem são distintos (1 Tessalonicenses 5.23; Hebreus 4.12).A dificuldade que o dogma adventista apresenta é quanto à GENERALIZAÇÃO da alma apenas como ALMA PSÍQUICA, não tendo o cuidado de achar o sentido ESPECÍFICO do vocábulo CORPO, ALMA e ESPÍRITO.


14)- INDAGAÇÃO: O Corpo é o Pó da Terra, que junto com o Espírito faz com que o Homem passe a ser uma Alma vivente, uma pessoa Viva.

RESPOSTA: Quando Deus soprou diretamente nas NARINAS do outrora "boneco" de barro, não lhe fez APENAS, ALMA VIVENTE, mas algo superior a quaisquer outras almas vivente da criação, que NÃO RECEBERAM O SOPRO DIRETO DE DEUS.



15)- INDAGAÇÃO: Podemos resumir isso tudo dizendo que Corpo + Respiração (espírito) é Igual a Uma pessoa Viva(Alma).

RESPOSTA: O corpo pode significar alma; como o espírito, Consciência e não meramente respiração, que qualquer outro animal tem, MAS SEM CONSCIÊNCIA.



16)- INDAGAÇÃO: Então se uma alma é a junção do corpo com o espírito, a Imortalidade concedida na Criação se trata tanto da Alma como do Corpo e do Espírito.


RESPOSTA: Foi o que aconteceu, conforme Gênesis 1.26-30 com Gênesis 2.7


17)- INDAGAÇÃO: Os animais também foram criados em estado de imortalidade?

RESPOSTA: As escrituras dão um entender que os animais não foram criados em imortalidade, porque Paulo disse que por causa do pecado entrou a morte e se referiu somente ao homem (ser humano) e não se referiu aos animais: Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram. Romanos 5:12. Não está afirmando que a morte teria passado aos animais, logo não deduz-se que os animais teriam sido criados com mortalidade.Assim dizem as escrituras antes do pecado:

“E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento. E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra, em que há alma vivente, toda a erva verde será para mantimento; e assim foi.”(Gênesis 1:29,30)




17)- INDAGAÇÃO: A Morte seja de Animal ou Humana só passou a Existir após o Pecado (Romanos 5:12; 6:23)



RESPOSTA: Como SER ou ALMA vivente, evidentemente por viverem no corpo, essa alma no sentido natural existiu, MAS somente o ser humano foi criado com a imortalidade condicional.Como ALMA no sentido específico da CONCIÊNCIA na existência do corpo físico, a alma espiritual no ser humano NUNCA deixou de existir.Com o pecado o corpo natural que era condicionalmente imortal perdeu essa imortalidade por causa do pecado.Romanos 5.12 Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também A MORTE passou a todos os HOMENS por isso que todos pecaram.Aqui fala da herança da morte pela desobediência de Adão a todos os homens (humanidade) e não se refere aos animais.NÃO diz que passou a todos os animais, mas somente aos HOMENS.Mostra que os animais já foram PRODUZIDOS pela água e terra, SEM A CONDIÇÃO DE IMORTALIDADE, portanto MORTAIS.Romanos 6.23 Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.Aqui NÃO fala que os animais terão vida eterna; porém as pessoas que se propuserem a estar em Cristo, e isto ocorrer no campo da CONSCIÊNCIA, que nenhum animal produzido pela água e pela terra NÃO POSSUI.



18)- INDAGAÇÃO: A mortalidade do corpo, após o pecado, será permanente eternamente? Acho que depende da sua decisão, se vc decidir ser Ímpio morrerá Eternamente. Mas se vc escolher ser uma pessoa justa em Jesus, vc terá o corpo imortal (1 Coríntios 15:42)



RESPOSTA: 1 Coríntios 15.42 Assim também a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção. Sim, os corpos dos santos serão REVESTIDOS (voltarão à IMORTALIDADE), com a diferença que os ímpios ressuscitarão também em corpos imortais, PORÉM em IGNOMÍNIA (VERGONHA E DESPREZO ETERNO - Daniel 12.2).Apocalípse 14.10 Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será ATORMENTADO COM O FOGO e enxofre DIANTE dos santos anjos E DIANTE do Cordeiro.Apocalípse 14.11 E a fumaça do seu tormento sobe para TODO O SEMPRE; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome. NÃO é só para SEMPRE, mas para TODO O SEMPRE. Logo, TODOS terão que ressuscitar um dia e receberão corpos revestidos de imortalidade, quer tenham morrido como ímpios ou com justos, para receber as consequências de suas opções no seu ser ressurreto integral: Com corpo e alma espiritual.



19)- INDAGAÇÃO: Se a pessoa ao morrer fosse de imediato para o céu, o inferno ou um lugar intermediário entre os dois, que necessidade haveria de Jesus voltar e ressuscitar, se nosso ente querido já estivesse num desses lugares?


RESPOSTA: Os fieis que morreram ANTES do Ministério da Redenção de Jesus, foram para o Hades,ou seja, mansão dos mortos. Esses fiéis, na MORTE DE JESUS, foram levados do Hades para o PARAÍSO. Os fieis que foram levados para o Paraíso, estão lá CONSCIENTES SEM CORPOS, mas que ressuscitarão e receberão corpos IMORTAIS e GLORIOSOS. Habitarão na NOVA TERRA e NOVOS CÉUS.Os infiéis que morreram ANTES do Ministério da Redenção de Jesus, foram para o inferno, ou HADES INFERIOR. Esses infiéis que AINDA estão CONSCIENTES no HADES, ressuscitarão em corpos IMORTAIS, porém em ignomínia (desprezo e vergonha eterna).Ou seja, TODOS que já morreram, fieis ou infiéis estão aguardando a Ressurreição definitiva para a Vida Eterna no Céu, ou no inferno, e já gozam, ou padecem em suas almas espirituais esta recompensa. Quanto ao fogo purificador do purgatório, estado intermediário da alma espiritual para entrar no Céu, portanto já com a salvação garantida, aguardam apenas a purificação completa de suas falhas e impurezas para entrar no gozo eterno. Apocalípse 20.6 Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a SEGUNDA MORTE; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo. A 1ª morte: Juízo particular por causa do pecado pessoal, COM chance de RECONCILIAÇÃO.A 2ª morte: Juízo Final e universal, SEM chance de RECONCILIAÇÃO.



20)- INDAGAÇÃO: É ilógico Jesus enviar-nos do céu "em espírito" à sepultura para depois ter de nos ressuscitar, para voltarmos ao céu.


RESPOSTA: Como Deus deu o Espírito de vida ao pó, TORNARÁ a fazê-lo no dia do Juízo final, pois a Deus nada é impossível:


Vi também os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono e alguns livros foram abertos. Então, abriu-se um outro livro, o Livro da Vida, e os mortos foram julgados pelas observações que estavam registradas nos livros, de acordo com as suas obras realizadas. O mar entregou os mortos que jaziam nele, e a morte e o Hades entregaram os mortos que neles havia; e um por um foi julgado, de acordo com o que tinha feito...” ( Apoc 20,12-13)


21)- INDAGAÇÃO: Como crer que ao morrermos vamos para o Céu? se em Hebreus 11:39 e 40 os heróis da fé ainda não obtiveram a concretização da promessa, pois Deus não quer que sem nós eles sejam aperfeiçoados?


RESPOSTA: Os heróis da fé citados nesse capítulo 11 de Hebreus morreram na promessa da Vinda do Messias, e Jesus Cristo já veio e executou essa promessa, portanto, eles já não mais estão no Hades, mas no Paraíso.Creio que eles ainda estão no Paraíso, como todos que morrem em fidelidade a Cristo na Graça que vivemos e, somente no Arrebatamento dos Santos, que esse APERFEIÇOAMENTO na Ressurreição em corpo imortal, incorruptível e glorioso, os santos já APEFEIÇOADO, estarão, NÃO NO CÉU DOS CEUS, mas na Nova Terra e Novos Céus que Deus estabelecerá para todos os seus fiéis. E eu junto com você, que almejamos e desejamos ardentemente estaremos lá estaremos lá se Deus quiser!!! Hebreus 11.8 PELA FÉ Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia. Abraão NÃO contemplou a concretização da promessa, MAS CREU. Hebreus 11.9 Pela fé habitou na terra da promessa, como em terra alheia, morando em cabanas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa.Ele habitou na terra da promessa, MAS PELA FÉ e não literalmente.Hebreus 11.10 Porque esperava a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus.A fé de Abraão era muito além da promessa no âmbito terreno, assim como Moisés e outros heróis da fé, criam na promessa de chegar à Canaã, não simplesmente à terrena, MAS CRIAM NA CANAÃ CELESTIAL.Todos os HEROIS DA FÉ, de Hebreus 11, creram na habitação na cidade PROMETIDA POR JESUS, que veio, JUSTAMENTE, para APERFEIÇOAR A FÉ de todos aquele que crer:Em João 14.1-4 Jesus fala sobre as moradas Celestial.Em Isaías 65.17; 66.22; Jeremias 31.22; 2 Pedro 3.13; Apocalípse 21.1 fala da promessa do NOVO CÉU e da NOVA TERRA, onde os fiéis habilitarão em CORPOS INCORRUPTÍEIS,IMORTAIS e GLORIOSOS por TODO o sempre.Todos OS CONVERTIDOS EM CRISTO; cremos que Jesus no Juízo final, tanto aos ressuscitados naquele glorioso dia, quanto aos que tinha já morrido, CORPOS IMORTAIS e GLORIOSOS.Todos os fiéis em Cristo, já começaram a desfrutar da recompensa que Cristo nos trouxe de forma CONSUMADA com a EXPIAÇÃO CONCLUIDA na Cruz do CalvárioEssa recompensa é ASCENDENTE, pois falta ainda receber corpos imortais e gloriosos e a habitação na Nova Terra e Novos Céus.Apocalípse 21.1 E VI um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe.Apocalípse 21.2 E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido.



22)- INDAGAÇÃO: Como crer na doutrina da imortalidade da alma sendo que a eternidade do homem era condicional à obediência a Deus, e, por desobedecerem, Adão e Eva foram privados da árvore da vida para que não se tornassem imortais como Deus? Nós não comemos da árvore da vida… (Gênesis 3:22).




RESPOSTA: Como os adventistas deviam saber, a imortalidade do homem era condicional à obediência, pois ainda não era absoluta, pois ainda dependia de o homem obedecer a Deus ou não.Gênesis 3.13 E disse o Senhor Deus à mulher: Por que fizeste isto? E disse a mulher: A serpente me enganou, e eu comi.Quem afirmou que a serpente a enganou foi Eva, pois a intenção da serpente era que o casal comece do fruto proibido e, posteriormente comeria a da Vida e, assim, realmente não morreria no sentido da visão do casal, mas no sentido da visão, de Deus, eles viveriam eternamente mortos espiritualmente, em pecado; pois, se comessem da Arvore da Vida, NUNCA MORRERIAM, mas viveriam eternamente na morte espiritual E NÃO TERIAM MAS CONDIÇÕES DE REVESTIMENTO DA VERDADEIRA VIDA. Genesis 3.15 E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.A Semente da mulher se trata de Jesus, para REVESTIR da imortalidade em corpos gloriosos e incorrupíveis quem nEle acreditasse.Gênesis 3.22 Então disse o Senhor Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente.Foi esta parte que satanás quis ocultar do casal, mas Deus NÃO permitiu que tal fato ocorresse, dando à humanidade chance na 1ª morte para se voltarem em reconciliação a Deus.Satanás queria que o casal, após o pecado, vivesse em morte eterna, se comecem da Arvore da Vida e Deus, por misericórdia, os expulsou do Jardim do Éden, mas com a promessa de RETORNO por Jesus Cristo.No momento da desobediência, ocorreu: Morte espiritual, ou seja, perderam a COMUNHÃO COM DEUS.Morte física passou a ser normal, e Adão MORREU, 930 anos depois.MORTO (SUBSTANTIVO E ADJETIVO) NEKROS é usado para designar:A morte do corpo - Tiago 2.26 em seu sentido mais frequente.Tiago 2.26 – Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.O texto COMPROVA que a MORTALIDADE se resume ao corpo, ser vivente e assim mesmo até o dia da Ressurreição, mas não à alma, ser espiritual da consciência e essa ALMA (CONSCIÊNCIA) é o Espírito IMORTAL que volta para Deus.A atual condição espiritual dos homens NÃO salvos, mas que VIVEM fisicamente - Mateus 8.22; João 5.25; Efésios 2.1,5; 5.14; Filipenses 3.11; Colossenses 2.13; cf Lucas 15.24.Mateus 8.22 Jesus, porém, disse-lhe: Segue-me e deixa aos mortos sepultar os seus mortos.Aqui Jesus fala sobre duas situações de morte:Os mortos espirituais, embora vivos no corpo e os mortos fisicamente.João 5.25 Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão.O texto bíblico comprova que a pessoa, mesmo morta fisicamente, sua alma, ser espiritual, a consciência, não deixa de OUVIR a voz de Deus.Efésios 2.1 E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados.Aqui mostra que embora a morte esteja na pessoa, física ou espiritualmente, a consciência, a alma no sentido espiritual, permanece viva porque é IMORTAL.No caso do texto acima a morte aqui é a MORTE ESPIRITUAL, ou seja, a pessoa VIVA fisicamente vive em pecado consentido.Efésios 2.2 em que, noutro tempo, andastes, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que, agora, opera nos filhos da desobediência.Mostra que as pessoas que vivem segundo o curso pecaminoso do deus deste mundo, se encontra MORTA ESPIRITUALMENTE mesmo vivendo fisicamente, e por escolha própria a pessoa vive na condição de FILHA DA DESOBEDIÊNCIA.A pessoa morrendo fisicamente no estado de filho da desobediência, a morte espiritual, entrará na SEGUNDA MORTE, que é a ETERNA.O Texto mostra que a pessoa que deixou de viver, em vida de Pecado, agora convertida à Cristo, recebe o Milagre da Vida Espiritual, passando, por sua escolha a ser FILHA DA OBEDIÊNCIA e morrendo ELA no corpo nessa fidelidade à Cristo, passa à VIDA ETERNA.Efésios 2.3 entre os quais todos nós também, antes, andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também.Quando andávamos no desejo da nossa carne, estávamos MORTOS ESPIRITUALMENTE, e quando na vida de pecado, assume a natureza de filhos da ira.Ao aceitarmos a Jesus Cristo como nosso Salvador, pelo Espírito Santo, passamos da MORTE ESPIRITUAL, filhos da ira; para VIDA ESPIRITUAL, passando a ter o direito de sermos FILHOS DE DEUS.Efésios 2.4 Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou.Quando escolhemos o Amor de Deus para ter Jesus Cristo como Senhor e Salvador, passamos a sentir em nossas almas o Amor com que Deus nos amou – João 3.16.Em Efésios 2.2.5 estando nós ainda morto em nossas ofensas nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos).A pessoa que rejeita a Salvação em Jesus Cisto, está morta espiritualmente por causa de sua ofensa; as nós que os que aceitamos a Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador Eteno, ELE nos vivifica pela Sua Graça nos concedendo a VIDA ESPIRITUAL e por fim a VIDA ETERNA.



Efésios 5.14 Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá.A mensagem de Deus fala aos mortos espiritualmente, mas que ainda vivam no corpo natural e, esses que ouvirem a voz de Deus, se desejar, Deus o desperta ENTRE os que dormem (morte espiritual) a passam a ter vida espiritual.Comprova o texto que mesmo a pessoa estando morta, quer seja espiritualmente, mas viva no corpo; quer seja morta fisicamente com Cristo ou sem Cristo, suas consciências nunca deixam de ouvir a voz de Deus; quer seja os ímpios na sua expectação do Juízo, quer sejam os justos em Cristo em sua alegria da VIDA ETERNA.Filipenses 3.11 para ver se, de alguma maneira, eu possa chegar à ressurreição dos mortos.Aqui Paulo fala do REVESTIMENTO da imortalidade do corpo físico na Vinda do Senhor Jesus e, pela sua Consciência IMORTAL, ele aguarda na promessa dessa ressurreição, quer no corpo ou fora do corpo depois da morte desse corpo, aguardando o REVESTIMENTO DA IMORTALIDADE DO CORPO.Nessa busca vemos os seguintes aspectos:Conhecer a Cristo pessoalmente, bem como a seus caminhos, sua natureza e caráter, segundo a revelação da Palavra de Deus. O verdadeiro conhecimento de Cristo envolve ouvirmos a sua palavra, seguirmos o seu Espírito, atendermos a seus impulsos com fé, verdade e obediência, e identificar-nos com seus interesses e propósitos. Ser achado em Cristo (Filipenses 3.9), i.e., ser unido e ter comunhão com Ele produz a justiça que somente é experimentada como dom de Deus (Filipenses 3.1.10,11; 1 Coríntios 1.30.Conhecer o poder da sua ressurreição (Filipenses 3.10), i.e., experimentar a renovação da vida espiritual, o livramento do poder do pecado (Romanos 5.10; 6.4; Efésios 2.5,6) e o poder do Espírito Santo para levar a efeito um testemunho eficaz, a cura, os milagres e, finalmente, a nossa própria ressurreição dentre os mortos (Filipenses 3.11; Efésios 1.18-20). Compartilhar das aflições de Cristo mediante a abnegação, a crucificação da carne e o sofrimento por amor a Cristo e à sua causa (Filipenses 1.29; Atos 9.16; Romanos 6.5,6; 1 Coríntios 15.31; 2 Coríntios 4.10; Gálatas 2.20; Colossenses 1.24; 4.13).


Colossenses 2.13 E, quando vós estáveis mortos nos pecados e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas.Mesmo uma PESSOA morta, quer seja ESPIRITUALMENTE vivendo no corpo, ou mesmo esse CORPO JÁ MORTO, a pessoa na sua CONSCIÊNCIA (ALMA IMORTAL) não consegue impedir que Deus pudesse falar com ela.O texto afirma: “estáveis mortos nos pecados” mostra que a pessoa em MORTE ESPIRITUAL, mesmo vivendo nos pecados, não lhe é possível deixa de ouvir a voz de Deus, embora uns a ouvindo endureçam seus corações, mas outras escolhem e aceitam a Mensagem de Salvação – Hebreus 3.8-15.



QUANTO A NÃO TERMOS COMIDO DA ÁRVORE DA VIDA? – Ora errais e pereceis por falta de conhecimento:




“Eu sou o pão da vida. Vossos pais comeram o maná no deserto, e morreram. Este é o pão que desce do céu, para que o que dele comer não morra. Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo. Disputavam, pois, os judeus entre si, dizendo: Como nos pode dar este a sua carne a comer? Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne verdadeiramente é comida, e o meu sangue verdadeiramente é bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele...” ( João 6,48-56)



“Portanto, todas as vezes que comerdes deste pão e beberdes deste cálice proclamais a morte do Senhor, até que Ele venha.Por esse motivo, quem comer do pão ou beber do cálice do Senhor indignamente será culpado de pecar contra o corpo e o sangue do Senhor.Examine, pois, cada um a si próprio, e dessa maneira coma do pão e beba do cálice. Pois quem come e bebe sem ter consciência do corpo do Senhor, come e bebe para sua própria condenação...”( I Cor 11,26-29






“julgai vós, quanto maior castigo merecerá quem feriu os pés do Filho de Deus, profanou o sangue da aliança pelo qual Ele foi santificado, e insultou o Espírito da graça?...” (Hebreus 10,29)




  


A “Árvore da Vida” é um dos elementos presentes na descrição que o livro do Gênesis dá do jardim em Éden (2,8 seguintes). A palavra Éden, em hebraico, significa “jardim”. A primeira tradução da Bíblia em grego, a Setenta, traduziu esse termo como “paraíso” e até hoje identificamos “éden” com “paraíso”. Mas essa identificação não deriva da Bíblia. Éden parece efetivamente ser uma região geográfica no livro da Gênesis, mas a sua localização não conhecemos. Alguns exegetas dizem que pode ser comparado à expressão assíria “bit adini”, que significa a região fértil às margens do rio Eufrates. Porém provavelmente a concepção hebraica faz referência à “delícia”, que tem como raiz a palavra hebraica “‘dn”, a mesma raiz. Nos outros livros bíblicos o Éden é o oposto ao deserto e à estepe e é o jardim de Deus (Ezequiel 28,13; 31,9; Isaías 51,3).



No Éden existem duas árvores: a “da vida”, que está no meio do jardim, e a “árvore do conhecimento do bem e do mal”. Em Gênesis 2,16-17 Deus diz ao homem: “Podes comer de todas as árvores do jardim. Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás, porque no dia em que dela comeres terás que morrer”. 


A interpretação da “árvore da vida, que está no meio do jardim” deve ser iluminada por Gênesis 3,22. Depois do pecado, YHWH diz: “Se o homem já é como um de nós, versado no bem e no mal, que agora ele não estenda a mão e colha também da árvore da vida, e coma e viva para sempre”. Portanto a árvore da vida dá a vida eterna.A mensagem fundamental dos primeiros capítulos do Gênesis é que o ser humano é criatura de Deus. O autor consegue trasmitir essa verdade não com conceitos abstratos, como talvez estamos acostumados a fazer e escutar hoje em dia, mas de forma muito concreta, paupável. Gênesis diz que o ser humano não é Deus, embora seja criado à sua imagem e semelhança.




Comendo da “árvore do bem e do mal” adquire uma característica atribuída a Deus, a capacidade de discernir entre o que é bem e o que é mal. Outra característica atribuída a Deus é a vida eterna. Se o ser humano ganhasse também a vida eterna poderia se iludir e pensar definitivamente que fosse ele mesmo Deus. Invés a morte para o ser humano é importante, pois graças a ela fica evidente a situação humana, de criatura. O ser humano é, então, expulso do Éden para evitar que se engane, pensando que é Deus, ao comer da árvore da vida.Durante toda a Bíblia esse tema ficou ‘adormecido’, mas a literatura apocalíptica o ressuscitou (sobretudo 4 Esdras). Além de aparecer nos apocalipses dos judeus, é presente também no Apocalipse de João. De fato, um dos últimos versículos da Bíblia fala da ‘árvore da vida’ (22,19) que forma, dessa maneira, uma moldura para a Bíblia, pois o tema está presente no início e no fim do livro sagrado.


O Apocalipse promete a “árvore da vida” como prêmio ao “vencedor” (2,7): “Ao vencedor, conceder-lhe-ei comer da árvore da vida que está no paraíso de Deus.” O termo usado em grego é “xulon”, que pode ser traduzido, além de árvore, como “ lenho”.


Em prática, aquilo que Gênesis proíbe a Adão, o Apocalipse promete ao “vencedor”. Essa promessa só é possível graças à morte de Jesus Cristo, no “lenho” da cruz. João, então, vê na cruz a ‘árvore da vida’, que dá vida, na qual pendeu a salvação do mundo, e estende este entendimento posteriormente no discurso eucarístico ao próprio Cristo: O pão da vida eterna.


LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO


Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino) “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger