A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Me perguntam de modo um tanto provocativo: “Que faço na Igreja ?”

Me perguntam de modo um tanto provocativo: “Que faço na Igreja ?”

Written By Beraká - o blog da família on quinta-feira, 18 de junho de 2020 | 17:40





Mas será que você ainda não o percebeu? Defendo a verdadeira Fé. Faço o que fiz a vida inteira: ensino a sã doutrina da salvação!



-Que faço na Igreja?


Mas o que pode fazer um pecador, como eu, na Igreja? Rezo e peço perdão a Nosso Senhor todos os dias pelos meus inúmeros pecados. Rezo, e sempre que posso me confesso, participo da Missa, procuro ajudar quem precisa, e comungo sempre que posso.





Consagração DEFINITIVA no Carisma Shalom junto a outros irmãos(ãs)


-Claro que interessam-se em saber, e me perguntam com uma certa indignação, que sou eu na Igreja ?






Bom, quem sou na Igreja? Praticamente nada. Ou quase poeira. Um simples leigo Consagrada na Igreja, e um já cinquentenário teólogo de araque, gastando tempo em velhos livros, buscando os traços sanguinolentos dos mártires e dos heróis nas veredas da História, que já não conseguimos encontrar nos livros atuais.




(Sempre que posso levo alguns livros onde vou pregar)



-Que faço na Igreja?


Faço o que devo e que Deus me inspira a fazer. Deixando meu velho coração cansado se entusiasmar na conquista de alguma alma para Cristo e sua igreja.


-Que sou na Igreja?


Sou um simples leigo consagrado. Apaixonado por Cristo e sua Igreja!


-Estilo antigo?...


Perdão...Na Igreja Católica, nada há propriamente de antigo. Só há as coisas de sempre, e para sempre. Porque a verdade católica é eterna. É para sempre. A essência da verdade católica não muda, pois, a verdade é imutável.

(Aprofundamento para casais em Aracati-CE)


-Perguntar-me-á você: mas o senhor não pertence, hoje, a nenhum movimento “progressista e libertador dos pobres?”...


Não. Graças a Deus, não. Repudio tudo o que é progressista e que prega uma falsa libertação, que quer libertação de tudo: Da Igreja, de Deus, de "tabus", menos dos pecados. Que odeia as virtudes em troca da valorização dos vícios. Sou pelo que é eterno, e por aquilo que não passa, pois a Igreja católica é filha da certeza. E a bem da verdade, Jesus não se encarnou e deu a sua vida no calvário apenas por uma classe social: os pobres, mas por todos os pecadores, sejam pobres ou ricos. Faço questão de que ouçam meu brado ecoar os argumentos da verdade. Por isso falo bem claro, para que tudo fique bem claro, doa a quem doer, pois prefiro como São Paulo: "Agradar a Deus que aos homens".




(Aprofundamento para membros RCC de Areia Branca - RN)


-Que faço na Igreja?


Mas você não percebeu ainda? Ensino, aos que ignoram e têm boa vontade para aprender, algo daquilo do pouco que sei, mas reconheço que se enxerguei algo de verdadeiro além do que outros não viram, é porque estava sentado no ombro de gigantes da fé do passado. Você não percebeu ainda, que também martelo argumentos em quem se atreve a negar a Verdade Católica ou contra quem ousa atacar a Fé?



(Ministrando Formação para casais - Paróquia N. Sra. de Fátima-Mossoró-RN)



(Ministrando Formação para casais - Paróquia N. Sra. de Fátima-Mossoró-RN)








-Que faço na Igreja?


Peço a Nossa Senhora minha mãe e rainha, que faça de minha alma uma espada. E com ela, faço almas-espadas para combaterem o bom combate. E mais que isso, procuro construir catedrais nas almas, para que nelas possam habitar o Espírito Santo de Deus.




(Pregando sobre Falsas Doutrinas no Renascer)


-Que faço ainda na Igreja?



Combato as profanações, que os progressistas e libertadores tanto defendem, pois entendo e estou convencido que é o clamor destemido que atrai. É a Cruz que atrai, pois disse Jesus:  “Quando Eu for levantado, atrairei tudo a Mim” (João 12, 32). Quando se levanta a Cristo, e a Verdade, bem alto, Ele atrai, tudo e todos, a Si. Pois os homens, e especialmente a juventude, são atraídos pelo heroísmo, e nunca pela frouxidão e pela covarde complacência, por um pacifismo falso, que só adia a derrota para amanhã. E que recebe, já hoje, imediatamente, a vergonha do silêncio cúmplice e covarde. Quanto a alguns me julgarem que não sou feliz, porque estou sempre polemizando, saiba que é exatamente o oposto o que acontece: sou feliz, porque combato, já que o Espírito Santo fez escrever na Sagrada Escritura que “Militia est vita homini super terram”: A vida do homem sobre a terra é uma luta (Jó 7,10).Sem luta não vale a pena viver.Faço parte da Igreja militante, e um católico que não está sempre em luta, em defesa da Fé possui uma alma tristemente aposentada.




(Pregando sobre Falsas Doutrinas a pedido da Missão em Mossoró-RN)




Não sabe você que o Crisma nos faz soldados de Cristo?Se você notou que vivo polemizando, em defesa da Fé, você constatou que o Crisma não me foi dado em vão, graças a Deus!!! E o combater me traz enorme alegria, porque me permite defender a Verdade católica, confirmar meus irmãos na Fé, e, muitíssimas vezes, pela graça de Deus, fazer algumas almas retornarem ao Caminho de Cristo e de sua Santa Igreja, graças aos argumentos que o próprio Deus põe em minha boca, ou na ponta de meus dedos, golpeando verdades em meu teclado, contra os sofismas e as mentiras dos hereges e dos inimigos de Deus e da Igreja. Graças a Deus, minhas discussões têm sido bem abençoadas, e, olhando para trás, em minha vida, posso contemplar um trigal bem vasto, no qual me alegro ao ver alguém aderindo a Sã doutrina da Salvação, pela graça de Deus se utilizando de minhas lutas. É como contemplar eu que sou Nordestino, vendo uma espiga dourada, balouçando às carícias do vento e iluminada ao sol de Deus. Rogando a Deus que perdoe a este seu velho e mais indigno servo, chato, inconveniente, arrogante e já cansado de tantas lutas pela salvação das almas. Preferiria você que eu fosse um católico mansinho, como infelizmente há tantos, sem fibra e sem argumento, sempre calados, diante dos ataques que se fazem à honra de Deus e da Igreja? Não! Jamais!!!


(Ministrando para Jovens Curso de Formação Básica na Doutrina da Igreja)


Quereria você que eu fosse um católico pacificamente cúmplice de tantos covardes silêncios que tem dado a impressão que a Igreja não tem a verdade, e que os católicos não tem capacidade, ou não tem a coragem de se levantarem em defesa de Deus? Não! Jamais! Preferiria você que eu fosse estimado pelos maus, por manter uma cordialidade superficial, que acoberta uma covardia profunda, ou a impotência de reagir, que eu fizesse muitos “amigos” que aplaudissem uma cumplicidade simpática? Que eu, para ser mais popular, e querido, e admirado, me calasse quando Deus é atacado? Não!!! Jamais!!! Sei que muitos preferem isso, não a Igreja militante. Mas lutar, cantar, aceitar desafios, não temer e não tremer, e estar sempre na primeira linha de combate, quando se trata de defender a honra de Deus e a de sua Santa Igreja.Ah!! Isso SIM! Mil vezes SIM!!!



(Aprofundamento para Casais em Apodi -RN)


E se isso me trouxer o ódio dos maus, e se isso me trouxer desprezo, calúnias, isolamento, perseguição e incompreensões, nisso estará minha honra, pois que Nosso Senhor nos disse: “Bem aventurados sereis quando vos insultarem e vos perseguirem, e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de meu nome” (Mt 5, 11).E permita-me, bem a propósito, parodiar um poeta cujos versos admiro: “Ah se você soubesse, meu caro, que divertidas manchas, fazem, sobre nossa roupa, o fel dos invejosos e a baba dos covardes”! (Ah si tu savais , mon cher, que d´amusantes tâches font sur mon pourpoint le fiel des envieux et la bave des lâches! - E. Rostand, Cyrano de Bergerac).E se você não compreendeu a felicidade que se encontra na luta pela Verdade, você nada entendeu do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo. Se equivocam aqueles ao pensar que uma vida de luta e de polêmicas traz infelicidade.Será que você nem teria percebido que Ele, Nosso Senhor, passou sua vida pública polemizando continuamente contra os fariseus, contra os escribas e doutores da Lei?



(Pregando na Capela de São Francisco -Mossoró-RN)


Você não percebeu que Jesus foi morto, na cruz, por ter polemizado durante três anos, denunciando os hipócritas de seu tempo?Não acredito que você não o tenha percebido!Será que hoje faltam os hipócritas?Será que não há mais fariseus?Ou será que há bem poucos cristãos que devem ser como outros Cristos, imitando a Cristo? E imitando Cristo, no combate doutrinário, que é a polêmica?Christianus, alter Christus.O cristão é um outro Cristo. E Cristo foi combativo. Cristo foi um polemista. E tão polêmico que até hoje Ele causa a divisão.Pois nos disse Jesus:“Não julgueis que eu vim trazer a paz à terra; Eu não vim trazer a paz, mas a espada. Porque vim separar o filho de seu pai, e a filha de sua mãe, e a nora de sua sogra” (Mt. 10, 34)?Eu escolhi a luta e aceitei a divisão. E isso é que me proporcionou uma vida bem feliz e bem alegre, e combatendo o bom combate. Se tenho um outro defeito, é o de rir, talvez, um tanto demais: Rir dos inimigos de Deus. Rir de seus sofismas. Rir de suas mentiras, quando as deixo desmascaradas. E cantar!Cantar a felicidade de possuir a pureza da verdade católica e de ser fiel a ela.Você não calcula como canto feliz, com minha voz desafinada, já gasta e rouca de tanto pregar, discutir e de tanto cantar !Como canto em minha alma, e como quero fazer os Jovens também, cantarem:





“Chantons l´honneur de vivre, (Cantemos a honra de viver)


bravant le monde entier! (...) (desafiando o mundo inteiro...)


L´honneur de nous battre (Cantemos a honra de batalhar)


pour la gloire de Dieu !" (pela glória de Deus)




(Aprofundamento para Casais em Aracati-CE)


Cantar até na luta ! Rir até no combate. Meus cabelos já ficando brancos de que muito me orgulho, e minha rugas, já demonstram que estou no entardecer de minha vida cheia de lutas. E, olhando para o passado, verifico que sempre fui, graças ao bom Deus, muito feliz. Muito feliz. Imensamente feliz! Mesmo na cruz, e no combate, por causa da Cruz !!!Então, você também compreendeu o valor de meu combate?Quer você também lutar pela Fé ?Caso a sua resposta seja sim, então venha comigo.À polêmica. Ao combate. Na defesa da Fé. Contra os hereges e inimigos da verdadeira fé!



- Mas você ainda quer saber o que faço na Igreja?



Rezo, estudo, escrevo artigos no blog Berakash, e nas Redes Sociais. Desperto entusiasmos dos bons e ódios nos maus. Aturo desaforos e incompreensões. Suporto calúnias e silêncios murmurantes, e respondo a aqueles que sinceramente buscam respostas sinceras e verdadeiras, pois muitas que perguntam com humildade, outros por deboche. E pela graça de Deus que "me deu os meus dedos para a guerra", como está profetizado no Salmo 144,1 - teclando verdades em meu teclado, me alegro quando me agradecem o ensinamento recebido e a Fé recuperada como se pode ver nos inúmeros comentários nas várias postagens do blog Berakash ao longo destes anos.



(Formatura em Teologia pela Faculdade Católica de Mossoró-RN - 1ª Turma - Para melhor servir a Igreja)


- Que faço na Igreja?


Atiço brasas que se apagavam. Fortaleço, tanto quanto posso, com a ajuda de Deus, canas torcidas. Sopro, tanto quanto posso, em fogueiras bruxuleantes. Acendo tochas, inflamo candelabros, faço jovens cantarem a alegria de lutar e de defender a Fé católica.E sempre que possível, procuro responder as dúvidas de internautas que me questionam. Algumas pretensiosas. Outras impertinentes. Algumas muito mal-educadas. Outras atrevidas e ignorantes. Algumas cheias de ódio, e completamente vazias de argumentos. Cada pergunta é um desafio. Cada resposta um duelo. À sabre ou florete? Bom, quem escolhe as armas é o adversário, a minha sempre é o Escudo da Fé e a espada da Verdade. E o prêmio que procuro é a conversão de uma alma para Nosso Senhor. Como Atalaia, que é a missão particular dentro do meu Carisma que DEUS CONFIOU-ME, fico ali sempre na brecha. Sempre na muralha da Santa Igreja. E meu coração vigia, quando meus olhos dormem. Sonhando com as próximas perguntas e os argumentos a serem dados.



(Seminário para Casais em Mossoró-RN)


- Que faço na Igreja?



Com a graça e a ajuda de Deus, faço o que fiz toda a minha vida, como Pierre de Craon, da peça "Une jeune fille Violaine" muito bem expressou:



“Faço catedrais nas almas. Catedrais de luz e de vitrais, de verdades e virtudes, para que Deus habite nelas".






Nos Escritos Shalom duas coisas marcaram meu chamado e minha missão Pessoal dentro do Carisma:



Diz o nosso fundador Moyses Azevedo: “Precisamos ir reconquistando palmo a palmo, todos os espaços perdidos para o inimigo de Deus, e lá fincar a bandeira de Cristo...” (Histórico Shalom 1984,6-9).




(Filip 3,13-14: “Esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo...”)






“É aí que se manifesta o desígnio de Deus para a nossa vocação. Em um mundo marcado pelo pecado, ‘que errou bastante acerca do conhecimento de Deus, onde reinam tantos males, o ocultismo, a não conservação da pureza nem na vida nem no matrimônio, a impureza, o adultério, sangue, crime, roubo, fraude, corrupção, deslealdade, revolta, perjúrio, perseguição dos bons, esquecimento da gratidão, impureza das almas, inversão sexual, desordens no casamento, despudor e etc, e ainda se diz em paz’ (Sb 14,22-26); o Senhor nos chama a sermos anunciadores da sua paz (Is 52), a vivermos e proclamarmos a sua Paz. A levarmos com a nossa vida, com a nossa palavra e com o nosso testemunho, o Shalom de Deus aos corações; a sermos instrumentos de reconciliação do mundo com Deus; a anunciarmos com todo o nosso coração, com todas as nossas forças a salvação de Jesus Cristo e o seu Evangelho” (RVSh, 359)





E você ?...


Não quereria me ajudar a defender Nosso Senhor e a verdadeira fé de sempre da Igreja? de quem, hoje, se riem os ateus e infiéis, coroando-o novamente de espinhos, com os hereges libertadores progressistas cuspindo sofismas em sua Divina Face? Se você tem um coração valente, venha combater junto conosco o bom combate da fé!


------------------------------------------------------





Apostolado Berakash – Se você gosta de nossas publicações e caso queira saber mais sobre determinado tema, tirar dúvidas, ou até mesmo agendar palestras e cursos em sua Igreja, grupo de oração, paróquia, cidade, pastoral, e ou, movimento da Igreja, entre em contato conosco  pelo e-mail:




filhodedeusshalom@gmail.com


Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino) “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger