A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Por que o escritor Católico Tolkien é um imortal ? Bom...

Por que o escritor Católico Tolkien é um imortal ? Bom...

Written By Beraká - o blog da família on sábado, 24 de junho de 2017 | 21:23




“Os homens não são [monogâmicos]. Não adianta fingir o contrário. Simplesmente não o são, pelo menos não de acordo com sua natureza animal. Para nós, a monogamia (embora há muito tempo fundamental para as idéias que herdamos) é um elemento de ética, revelada de acordo com a fé e não com a carne.  Esse é um mundo decaído onde não há harmonia entre os nossos corpos, nossas mentes e nossas almas. A essência de um mundo decaído consiste no fato de que o melhor não pode ser conquistado através da diversão livre ou do que é muitas vezes chamado de “auto-realização” (que geralmente não passa de um bom nome para a complacência e que é absolutamente contrária à realização do próximo), mas sim quando se recusa a si mesmo, sofrendo. A fidelidade no matrimônio cristão implica precisamente nisso: uma grande mortificação. Para um cristão, não há escapatória. O matrimônio pode ajudar a santificar e direcionar ao seu objeto adequado seus desejos sexuais, e sua graça de (estado) pode ajudá-lo no combate, porém, o combate permanece, continua lá. O casamento não o saciará, naquele sentido em que comer regularmente satisfaz a fome, mas lhe proporcionará tanto dificuldades como facilidades para habilitá-lo a viver a pureza própria do estado matrimonial. Nenhum homem, por mais que tenha amado a sua eleita e noiva de sua juventude, conseguiu permanecer fiel de corpo e alma quando ela se tornou sua esposa, sem um exercício consciente e deliberado da vontade, ou seja, sem negar a si mesmo. Poucos são os que sabem disso, mesmo os educados dentro da Igreja. E os que estão fora dela não parecem sequer ter ouvido falar nisso.Quando o encanto desaparece, ou simplesmente se desvanece um pouco, eles acreditam que cometeram um erro de pessoa e que ainda não encontraram sua verdadeira alma gêmea. Então, a “verdadeira alma gêmea” geralmente passará a ser a próxima pessoa sexualmente atraente com a qual se encontrar, alguém com quem poderiam muito muito bem ter se casado, se não fosse por… Daí o divórcio, para proporcionar o “se não fosse por” ou segunda chance.E, é claro, eles geralmente tem razão: cometeram um erro. Apenas um homem muito sábio, já no final de sua vida, poderia realmente tomar uma decisão sensata sobre com qual mulher, entre todas as possíveis, ele deveria ter se casado. Quase todos os casamentos, inclusive os mais felizes, são erros, no sentido de que certamente (em um mundo mais perfeito ou com um pouco mais de esforço neste mundo tão imperfeito) ambos os cônjuges poderiam ter encontrado um marido ou esposa mais compatível. No entanto, sua “verdadeira alma gêmea” é aquela com a qual você está realmente casado. Na verdade, a pessoa tem pouca escolha: a vida e as circunstâncias quase sempre intervêm em tudo (muito embora, quando se trata de Deus, a vida e as circunstâncias se tornam seus instrumentos ou intervenções). […] Neste mundo decaído, os nossos únicos guias são a prudência e a sabedoria (raras na juventude e tardias demais na velhice), um coração puro e fidelidade da vontade… “

 (Retirado das Cartas de J.R.R. Tolkien)



O segredo e fonte da Sabedoria de Tolkien é muito simples: “viver segundo a fé e não a carne.” Ou, dito de outra forma por Tolkien na mesma carta acima que escreveu a seu filho:


“Desde a obscuridade da minha vida, com tantas frustrações, eu ponho diante de ti o único, verdadeiramente grande e digno de amor nessa terra: o Santíssimo Sacramento. Nele encontrarás romance, glória, honra, lealdade e o verdadeiro caminho de todos os seus amores nesse mundo e, mais ainda, na morte. Por um paradoxo divino, a morte põe fim à vida e exige a rendição de todos, porém, só ao prová-la (ou pregustá-la), aquilo que buscas nos relacionamentos (amor, fidelidade, alegria) poderá se manter ou adquirir esse aspecto de realidade e duração eterna que deseja e busca o coração de cada homem”.


Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger