A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Quem é Jesus para você ? Um simples profeta, Deus encarnado, ou nosso melhor amigo ? Sua vida com, ou sem Jesus tem alguma diferença?

Quem é Jesus para você ? Um simples profeta, Deus encarnado, ou nosso melhor amigo ? Sua vida com, ou sem Jesus tem alguma diferença?

Written By Beraká - o blog da família on segunda-feira, 20 de junho de 2016 | 10:59







“A caridade (amizade) é paciente, a caridade é bondosa. Não tem inveja. A caridade não é orgulhosa. Não é arrogante. Nem escandalosa. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”(I Cor 13,4-7).



E VÓS ? QUEM DIZEIS QUE EU SOU ? (Lucas 9,20)


Foi Jesus apenas um simples profeta, cuja autoridade era similar à de Moisés, Buda, Maomé e outros líderes religiosos? Sua vida com, ou sem Jesus, seria a mesma coisa?



Jesus diz que sem Ele nada podemos fazer(João 15,5).Esta palavra “NADA”, se devidamente estudada na língua grega, com a qual o Novo Testamento foi escrito, significa “coisa nenhuma”, ou “sem exceção”.Sem Jesus e sua permissão, não podemos trabalhar para sustentar nossas vidas e familiares, não podemos rezar  ao Pai, não podemos entender a Bíblia Sagrada, como também não podemos sequer crer que amanhã será melhor. A vida sem Jesus perde o sentido, pois tudo fica vazio. Deus através de seu filho Jesus quer nos dar o verdadeiro sentido para a vida, para suas lutas, desafios e rotinas diárias. E o segredo de ser uma pessoa realizada, como foram os apóstolos e todos os Santos do passado e do presente, esta em viver uma vida relacionada com o Senhor Jesus.




 
Você pode até ter tudo, as coisas mais belas do mundo, mas sem Jesus não dá. Os amigos lhe abraçam, mas, se não tiver paz não dá. De que adianta o seu trabalho se no final é só cansaço, Sem Jesus não dá. Só Ele levanta o que está caído e lhe dá forças pra lutar:

“Por isso, restabelecei as mãos descaídas e os joelhos trôpegos...” (Heb 12,12-15)


Nós sozinhos somos apenas um jumentinho; um ser humano sem a graça de Deus e sem a Sua força sobrenatural. Somos pobres, fracos, impotentes.Jesus disse que Ele é a videira verdadeira e que nós somos os seus ramos; e que se o ramo se desprender Dele, vai secar e morrer. E acrescentou: “Sem Mim nada podeis fazer” (João 15, 5s).É porque nos esquecemos dessa palavra de Jesus que tantas vezes fracassamos em nossas lutas, projetos, empreendimentos, evangelização, educação dos filhos, trabalho profissional e religioso, etc. Nos esquecemos que se Jesus não estiver conosco e no controle pela fé e pela oração, seremos um pouco parecidos com o jumentinho de Jerusalém que o carregou.




Quando nós falamos as palavras de Jesus, atraímos as pessoas; quando “carregamos’ Jesus as pessoas nos ouvem; mas, quando estamos só, vazios, sem “carregar” Jesus, o povo olha para nós e vê a nossa feiura e impotência. E pode nos desprezar, pois só temos a dar ás pessoas nestas condições: Prego, parafusos e água em pó, ou seja, nada!!!.







Não podemos fazer nada nesta vida sem “carregar” Jesus. Mas carregar Jesus é estar ciente de que os aplausos são para Ele e não para nós. É estar cientes de que Ele é todo poderoso, e não precisa de nós, mas, que quer  se utilizar de nós em seu projeto de salvação e instalação de seu reinado entre nós.Carregar Jesus é estar ciente de que depois que o ajudamos a cumprir a Sua missão salvífica: O que falta às tribulações de Cristo, completo em minha carne, por seu corpo que é a Igreja” (Cl 1,24), voltamos a ser apenas um simples e mero “jumentinho”,  muito feliz e honrado, mas  simplesmente como tantos outros jumentinhos que Ele possa querer usar a seu bel prazer e vontade. São Paulo diz que somos “vasos de barro” para que a gente esteja ciente de que todo poder que se manifesta em nós vem Dele e não de nós (cf. 2Cor 4,7 ).



Não façamos nada sem “carregar” Jesus. Não comecemos  o dia sem Jesus. Não corrija seu filho, sua esposa, seu empregado ou seu patrão,  sem pedir a luz a Jesus; senão as suas palavras poderão ser inconvenientes e ineficazes. Não comece um empreendimento sem colocá-lo nas mãos de Jesus e pedir sua graça, sua proteção, sua luz. Não eduque sua família sem a luz de Jesus, senão ela caminhará nas trevas do mundo.




Não faça o seu trabalho pastoral, ou ministerial acreditando apenas em você, nos “seus” planos bem traçados; pode ser que você se decepcione e desanime de tudo como muitos. Não se esqueça, sem Jesus, o jumentinho de Jerusalém é apenas um jumentinho.




JESUS É MAIS QUE UM SIMPLES PROFETA




O próprio Jesus ensinou que ele era o Filho sem igual, de Deus (João 10,36; Mat. 16,15-17), o predito Messias (Mar. 14,61-62), que tem uma pré-existência(João 6,38; 8,23.58), que seria morto e depois ressuscitado no terceiro dia, e após isso retornaria aos céus. (Mat. 16,21; João 14,2-3). A nenhum profeta das escrituras fora profetizado isto. Eram verídicas tais afirmações, e era Ele assim realmente diferente de todos os demais profetas verdadeiros de Deus, estando em nítida elevação a todos os demais, e a verdade sobre este assunto se evidenciaria no terceiro dia após sua morte:Ressuscitou-o Deus nessa ocasião dentre os mortos, confirmando assim que Jesus Cristo falara a verdade e era deveras o Filho sem igual de Deus(Rom1,3 - 4).Mais de 500 testemunhas viram realmente Jesus vivo após sua ressurreição, e seus apóstolos fiéis foram testemunhas oculares quando começou a ascender de volta aos céus e depois desapareceu de sua vista numa nuvem. (1 Cor 15,3-8; Atos 1,2-3.9) Tão plenamente convencidos ficaram de que ele fora ressuscitado dentre os mortos, que muitos deles arriscaram a vida para falar a outros sobre isso ao longo da história da Igreja ao experimentarem o Cristo Ressuscitado em suas vidas no passado e no presente (Atos 4,18-33).




O conceito de Jesus no Alcorão, por exemplo, é de que Jesus era um dos profetas de Deus, embora não fosse Filho de Deus, nem alguém que morreu uma morte sacrificial. Com efeito, o Alcorão afirma que "Deus [Alá] não teve filho algum". Diz-se até mesmo aos seus seguidores  que devem "advertir aqueles que dizem: Deus teve um filho", porque "é uma blasfêmia o que proferem".




O Alcorão admite que "antes do próprio Alcorão já existia o livro de Moisés, o qual era guia e misericórdia", e acrescenta: "E este (Alcorão) é um Livro que o corrobora." O Alcorão também afirma que "é inconcebível que (o Alcorão) seja um Livro inventado, pois é a corroboração dos Livros anteriores a ele". Então, se o Alcorão é "uma corroboração dos Livros anteriores", especialmente do "Livro de Moisés", o que dizer dos textos em Gênesis 6,2 - 4, que falam sobre "os filhos do verdadeiro Deus", e de Êxodo 4,22, que diz: "Assim disse Javé: ‘Israel é meu filho, meu primogênito’"? Por que o próprio Deus empregaria a ilustração de que tem um filho se tal ideia fosse monstruosa "blasfêmia"?.





Se Jesus era um verdadeiro profeta de Deus e ainda assim não era Filho de Deus, por que, repetidas vezes, se referiria a Deus como sendo seu Pai? Até mesmo diz sobre si mesmo, em Mateus 11,27: "Tampouco há quem conheça plenamente o Pai, exceto o Filho."




JESUS QUER SER NOSSO VERDADEIRO AMIGO




A amizade pressupõe o encontro de almas preciosas. Amigo é aquele que serve, e não aquele que é servido, é aquele que busca o bem-estar do outro e usa de seu conhecimento para apoiar, e não para condenar.Nosso maior amigo é Jesus Cristo. Durante toda a Sua vida, Ele foi e continua sendo amigo, mesmo de pessoas que cometiam muitos erros. Muitas das passagens das escrituras mostram claramente sua preocupação com o ser, e não com o que os outros comentavam ou condenavam nas pessoas. (João 8,3-11).Santa Teresinha viveu esta experiência de amizade, e chegou a conclusão de que: “Eu sou aquilo que Deus pensa de mim, e não o que eu, ou os outros pensam...”




Jesus demonstra sua compaixão, amizade e amor quando ajuda seu amigo Lázaro. Um lindo relato, no qual se demonstra uma verdadeira amizade. (João 11, 32-44).Outro lindo exemplo de amizade é a de Jesus com João Batista. Durante o Seu batismo, vemos a humildade de ambos, e também que a obediência às leis e mandamentos toca o coração puro.Após esse acontecimento, há as bodas de Caná da Galileia, onde Jesus encontra mais amigos e realiza a transformação da água em vinho. Em todo o tempo, vemos nos relatos da Bíblia que Jesus tinha amigos onde estava. Ele ajudava, ensinava, servia, e mais do que isso: deu Sua vida por todos nós. Que maior amor um amigo pode demonstrar do que este: ter pagado por meus pecados e os de todas as pessoas? Como então responder a este amor e amizade gratuita de Jesus por nós ?




Relembrando sobre a amizade do nosso Mestre, Senhor, Rei e amigo Jesus Cristo, o nosso Salvador, podemos enumerar algumas qualidades de um bom amigo:




1.      Um verdadeiro amigo conhece-nos: conhece-nos, sabe nosso nome, sabe onde moramos, do que gostamos, o que não apreciamos nos nossos hábitos e conhece nosso modo de ser.

2.      Um verdadeiro amigo, preocupa-se: visita constantemente, mantém contato mesmo quando não pode estar pessoalmente. (Hoje em dia, o mundo virtual aproxima muito mais os amigos.)

3.      Um verdadeiro amigo demonstra interesse: aquele que se importa, envia mensagens, busca saber como está e ajuda em tudo o que precisar.

4.      Um verdadeiro amigo é Fiel: mostra lealdade, ética familiar, ajuda em seu crescimento, possui um coração puro, tem boas palavras, bom comportamento.

5.      Um verdadeiro amigo demonstra Caridade: fortalece em todos os momentos, não participa de calúnias, de fofocas, não mancha a vida de seus amigos, proporciona a ajuda necessária.

6.      Um verdadeiro amigo nos ouve: um bom amigo para tudo para nos escutar e sabe escutar, não julga, não comenta, não é curioso nem usa do que escuta para difamar. O amigo demonstra amor todo o tempo.



Um amigo usa de honestidade conosco o tempo todo, mesmo que isso não nos agrade. A verdadeira amizade enriquece o mais pobre e cura o mais enfermo. Também podemos nos cuidar em não sermos falsos amigos, sendo maldosos e aproveitadores, cuidando-nos daquilo que destrói uma amizade:



1)- Curiosidade e indiscrição somente promovem a destruição de amizades.

2)- Difamação

3)- Falta de interesse em ajudar e apoiar nos momentos de dificuldades


Aprendemos com a Bíblia, que o homem que não é amigo participa de contendas e promove difamações para separar os que são amigos (Provérbios 10).


A verdadeira definição de um amigo de verdade vem do apóstolo Paulo que experimentou esta amizade já com Cristo ressuscitado, portanto, como qualquer um de nós pode hoje experimentar, desde que queiramos e ansiemos como Paulo, que no seu zelo pelas coisas de Deus, demonstrava esta busca:


"Dificilmente, alguém morreria por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém se anime a morrer. Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores" (Romanos 5,7-8). Essa sim é a verdadeira amizade!


Jesus em sua vida terrena quis dar de sua amizade pessoal aos seus discípulos:


“Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu Senhor, mas tenho-vos chamado de amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer” (Jo 15,15).




Todas as qualidades de um verdadeiro amigo podem ser vistas em Jesus: Ele é confiável, transparente, sincero e companheiro no momento da tribulação e dor. E esta amizade com estes atributos foi demonstrada em várias ocasiões, tais como no episódio da morte de Lázaro. Ao encontrar as irmãs Marta e Maria, Jesus chorou pela perda de seu amigo, na traição com o beijo de Judas quando apesar de tudo ele ainda o chama de amigo(Mateus 26,50).


Dos doze apóstolos, três eram mais íntimos: Pedro, Tiago e João. Desses três, um era considerado como aquele a quem Jesus mais amava: o apóstolo João (Jo 13,23).E por esta amizade tão especial, João foi o único discípulo que não abandonou Jesus, quando Ele mais necessitava. Acompanhou seu sofrimento e era o único que estava ao pé da cruz.



Para com a possessa Madalena, libertou-a, dando-lhe a dignidade que precisava. Mt 8,2 Um amigo liberta e ajuda sempre o outro em suas angústias, quedas, fraquezas e aflições sem preconceitos.


Para com a mulher adúltera flagrada em adultério estendeu a mão para perdoar, e restaurar-lhe a vida de fidelidade. (João 8) O verdadeiro amigo perdoa o outro dando-lhe segunda oportunidade, perdoando não apenas 7 vezes, mas 70 x 7.


Para com Pedro, o discípulo amigo que o negou, manifestou perdão. O amigo, quer a restauração e a reintegração, não a derrota, a destruição e acusação.


Jesus é o amigo de todas as horas:


“Eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século”. Mt 28,20 – Um amigo sempre presente.



“Estas cousas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo passais por aflições; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”. Jo 16,33 – Um amigo nos encoraja a continuar.


“… De maneira alguma te deixarei nunca jamais te abandonarei”.Hb 13,5b 


“Jesus Cristo, ontem e hoje é o mesmo, e o será para sempre”.Hb 13,8 – Sua amizade por nós não muda.



Jesus tem chamado não só a seus seguidores discípulos só de servos, mas amigos, pois Ele quer ter comunhão conosco, e só um amigo se revela assim.Hoje, Jesus te chama para ser o teu principal amigo, aquele em quem se pode confiar. O amigo de todas as horas.



Sem Jesus temos uma Vida vazia e de satisfações que não nos plenificam:


“Todas as coisas são canseiras tais, que ninguém as pode exprimir; os olhos não se fartam de ver, nem se enchem os ouvidos de ouvir...”(Ecle 1,8).



Muitas pessoas gastam a vida toda buscando satisfação, procurando coisas para satisfazer seu "eu" se seu próprio "ego":Carros, roupas, tatuagens, piercings- qualquer que seja a última novidade, pessoas correm atrás dela na esperança de sentirem-se alguém. Não estou dizendo aqui que adquirir um carro é errado, ou adquirir roupas, cuidar da saúde e do corpo sem exageros, ou seguir uma tendência que não traga malefícios a si e aos outros. Porém verdade seja dita, tudo isso é mera vaidade e busca da satisfação do ego do ser humano, sempre carente e necessitado.




A sabedoria da escola de Salomão diz, no versículo citado acima, que nada vai nos satisfazer plenamente, e queremos sempre mais como um viciado a usar drogas já pensando na próxima dosagem. Nunca haverá algo que traga real satisfação. Roupas novas, bens materiais, bebidas, drogas, sexo e farras, podem até preencher você por alguns instantes. E, então você está vazio de novo, com aquela famosa RESSACA  MORAL, pois esta alegria dura pouco e dela só colhemos satisfações terrenas, efêmeras e passageiras, pois assim está escrito:



Gálatas 6, 8: “Porque o que semeia para a sua própria carne da carne colherá corrupção; mas o que semeia para o Espírito do Espírito colherá vida eterna...”



Uma vida sem Jesus nada conquistado pode nos trazer a verdadeira Paz, pois não há propósito na vida de vida eterna.A passagem acima fala claramente de tudo isso. Não será a bebida, não será as drogas ou qualquer outra coisa que irá trazer satisfação para o seu ser, pois a alegria de tudo isso dura muito pouco, somente por alguns instantes e todas essas coisas somente servem para satisfazer a nossa carne, mas não trazem satisfação nenhuma total para nossa alma que se alimenta de coisas espirituais.Por isto Paulo como tantos outros Cristãos que experimentaram verdadeiramente de Cristo podem testemunhar:




Filipenses 3,7.12-14 : “Mas o que, para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo...Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus.Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão,prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.”



Os versículos de Filipenses, citados acima, nos dá uma resposta bem clara de tudo isso. Aos nossos olhos todas essas coisas: Bebedeiras, drogas, farras, sexo desordenado, tudo isso aos nossos olhos no momento, no pequeno instante, pode parecer lucro, mas não são, pois aos olhos de Jesus isso é uma perda total de tempo e de vida, pois satisfação total de vida você encontrará somente em Jesus. Sem Jesus, não há futuro, nem esperança de eternidade. Assim, quando o seu coração estiver doendo, a sua vida parecer vazia e você sentir-se perdido, vá para Jesus para ser preenchido e receber a plena satisfação de quem desfruta desta amizade com Cristo, Ele sem nenhuma dúvida, não vai desapontar você.




O Senhor deseja ser este companheiro de todas as horas de nossas vidas, e abre o coração para nos revelar os tesouros sobre o Pai e Seu infinito amor por cada um de nós. Ele prometeu ficar conosco até o fim dos tempos e foi para a casa do Pai para nos preparar uma morada, só um amigo verdadeiro faz estes mimos de amizade.Não precisamos nem devemos esperar a vida eterna para desfrutarmos de tão preciosa amizade. E como podemos alimentar esta amizade com Jesus? A resposta Ele mesmo nos deu: “Vós sois meus amigos, se praticais o que Eu vos mando” (João 15,14).




Não vivamos doravante diante desta revelação da amizade de Cristo, nossa vida nossos ministérios  como um serviço prestado a um Senhor carrasco e insensível. Vivamos nosso ministério como uma consequência de nossa  amizade com Jesus, alimentada pelos momentos de oração, de serviço, de adoração e de vida compartilhada. E não deixemos jamais de apresentar este nosso  Amigo a todos os que nos cercam, pertos e distantes.




OREMOS:


“Jesus, meu Deus amigo. Hoje quero dar-Te graças pela tua amizade e pelos meus verdadeiros amigos. Como é bom ter alguém em quem confiar e poder contar-lhe as minhas coisas. Alguém que me aceita e gosta de mim tal como sou, alguém que me conhece bem e se interessa por mim, alguém que está pronto a ajudar-me, e está ao meu lado nos bons e maus momentos da vida. Alguém que sabe perdoar as minhas birras e me dá coragem quando estou desanimado. Dizem que quem encontrou um amigo encontrou um tesouro. Jesus, agradeço ao meu maior tesouro encontrado, que é a Ti e tua amizade, mas te agradeço também por todos o meus amigos do passado e do presente, obrigado Jesus porque os pusestes no meu caminho na hora certa e no momento certo. Ajuda-me a contribuir para a felicidade de meus amigos e de todos aqueles que ainda não experimentam desta amizade que tenho contigo. Quero de todo coração, agradecer a Ti Jesus, por seres meu melhor amigo, apesar dos meus erros e defeitos. És um amigo verdadeiro, que nunca viras as costas, como às vezes eu viro para ti, e obrigado por estares sempre comigo e me ensinas a amar os outros como amas a mim. Quero por fim declarar diante de Ti e de todos, o meu amor por ti: Eu te amo Jesus! meu Deus e amigo, Amém...”
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger