A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas no todo ou em parte, não significa necessariamente, a adesão às ideias nelas contidas, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Todas postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores primários, e não representam de maneira alguma, a posição do blog. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo desta página.
Home » » HOJE É DOMINGO! DIA DO SENHOR! – 2º DOMINGO DA QUARESMA (13/03/2022) – Evangelho: Lucas Lc 9,28-36

HOJE É DOMINGO! DIA DO SENHOR! – 2º DOMINGO DA QUARESMA (13/03/2022) – Evangelho: Lucas Lc 9,28-36

Written By Beraká - o blog da família on sábado, 12 de março de 2022 | 22:12



 

Salmo Responsorial -  26(27): “O Senhor é minha luz e salvação”

 

 

 

Anúncio do Evangelho: Lucas 9,28-36

 

 

— Glória a vós, Senhor!

 

 

Nesta liturgia, somos convidados a escutar o que Jesus tem para nos dizer com sua Palavra e a contemplar seu rosto luminoso na Eucaristia. Permanecendo firmes na fé no Senhor, nossa luz e salvação, celebremos a páscoa semanal, que se realiza nas pessoas dispostas a transfigurar a realidade, promovendo o bem e a vida.

 

 

Aleluia, aleluia, aleluia!

 

 

“Da nuvem, porém, saiu uma voz que dizia: Este é o meu Filho, o escolhido. Escutai o que ele diz!”

 

 

 

Naquele tempo, 28Jesus levou consigo Pedro, João e Tiago e subiu à montanha para rezar. 29Enquanto rezava, seu rosto mudou de aparência e sua roupa ficou muito branca e brilhante. 30Eis que dois homens estavam conversando com Jesus: eram Moisés e Elias. 31Eles apareceram revestidos de glória e conversavam sobre a morte que Jesus iria sofrer em Jerusalém. 32Pedro e os companheiros estavam com muito sono. Ao despertarem, viram a glória de Jesus e os dois homens que estavam com ele. 33E quando estes homens se iam afastando, Pedro disse a Jesus: “Mestre, é bom estarmos aqui. Vamos fazer três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias”. Pedro não sabia o que estava dizendo. 34Ele estava ainda falando quando apareceu uma nuvem que os cobriu com sua sombra. Os discípulos ficaram com medo ao entrarem dentro da nuvem. 35Da nuvem, porém, saiu uma voz que dizia: “Este é o meu Filho, o escolhido. Escutai o que ele diz!” 36Enquanto a voz ressoava, Jesus encontrou-se sozinho. Os discípulos ficaram calados e naqueles dias não contaram a ninguém nada do que tinham visto.

 

 

— Palavra da Salvação!

 

 

 

— Glória a vós, Senhor!

 

 

 

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

 


Reflexão do Evangelho de Lucas 9,28-36 (2º Domingo da Quaresma: 10/03/2022 – na FM 105 Santa Clara (mantido o tom Coloquial)



"Suba a montanha e arraste consigo o maior número possível de pessoas para rezar juntos, sonhar juntos! Recorde as promessas de Jesus sobre nos reunirmos para rezar: onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estarei no meio deles”. (Mt 18,20)

 



Todos os anos, a liturgia do Segundo Domingo da Quaresma utiliza um dos relatos da “Transfiguração”. Esse episódio é narrado pelos três Evangelhos Sinóticos (Mateus, Marcos e Lucas), o que torna possível à liturgia oferecer um texto para cada ano, conforme o ciclo litúrgico (ano A,B e C). Isto se dar sem necessariamente repetir-se, uma vez que, mesmo se tratando do mesmo episódio, cada evangelista o narra de maneira própria, considerando suas características literárias, as intenções teológicas e, principalmente, as necessidades de suas respectivas comunidades.  - Na liturgia de hoje nós celebramos a Transfiguração de Jesus. O rosto de Jesus mudou de aparência, ou seja, transfigurou-se diante das pessoas que estavam ali próximas. Jesus subiu a montanha para orar, mas não fez isso sozinho, levou consigo seus discípulos!  Jesus sabia da importância da oração comunitária, e fazia questão de partilhar esses momentos com seus amigos. Pedro, Tiago e João aceitaram o convite e acompanharam Jesus até ali no monte Tabor.  Além de Lucas, a transfiguração de Jesus também é narrada por Mateus (17,1-9) e por Marcos (9,2-10). Interessante que todos estes evangelistas são unânimes em afirmar que as roupas de Jesus ficaram brancas e reluzentes, e que seu rosto mudou de aparência, enquanto orava. A palavra que se destaca no texto é “Escutai! Os grandes místicos da Igreja dizem que Contemplar não é só olhar, mas principalmente, escutar. Escutar Jesus e o seu Evangelho nos coloca por consequência, na dinâmica do seu seguimento. É uma escuta que nos compromete e nos desacomoda, pois não se trata somente de escutar palavras, mas do deixar-se transformar, perpassar pela Palavra de vida que escutamos. A escuta de Deus e não a especulação filosófica de Deus, acompanha a história de Israel representada por Moisés e Elias (que representam a Lei e os profetas) - Jesus ali neste encontro conversa e também, os escuta! - Em continuidade a este episódio, a intenção do evangelista é mostrar Jesus não apenas como um simples personagem ou um profeta a mais. Ele é o “Escolhido” -  A lei e as profecias se encerram nele! E é somente a Ele que seus discípulos devem agora escutar. Atenção! Os discípulos estavam dormindooo! Em um estado de sonolência, não escutamos bem. E sem escutar bem, corremos o risco de, como Pedro, nos perdermos em nossos interesses pessoais, que na maioria das vezes são interesses egoístas baseados naquelas velhas tentações do ter, do poder e do prazer -  Podemos nos questionar: a quem estamos escutando, a Jesus ou aos nossos próprios projetos, ou a ideologias? -  Neste Evangelho de Lucas, o texto da Transfiguração possui um caráter diferente dos encontrados nos Evangelhos de Marcos e Mateus, o que garante uma continuidade com a reflexão à respeito do desejo de Deus de se fazer presente na história da humanidade, segundo o que foi refletido na experiência de Abraão. De fato, em Lucas, Jesus aparece conversando com Moisés e Elias, sobre o seu êxodo até a cidade de Jerusalém e sobretudo que lá deveria, profeticamente acontecer, para se cumprirem as escrituras  -  A indicação sobre o que conversavam é a expressão clara de que o evangelista apresenta o caminho de Jesus até a cidade Santa, como sendo parte do desejo de Deus de se fazer presente na história da humanidade. Ou seja, Deus confirma a sua Aliança com a humanidade, reafirmando a sua promessa de salvação, e de presença sempre constante: Eis que estarei convosco até o fim dos tempos! - Algo que é confirmado também pelos símbolos da tenda, que Pedro deseja armar para que fiquem na montanha, uma lembrança das tendas do deserto, bem como, da nuvem que os encobre, que recorda a coluna de nuvem que acompanhava o povo de Israel em sua peregrinação rumo à uma terra prometida aqui na terra que manava leite e mel, e que para nós Cristãos se torna esperança de Céu, que é logo ali - Jesus aproveita este episódio para mostrar-nos a capacidade de transformação da oração autêntica e verdadeira - A oração verdadeira e profunda muda realmente nossa vida, transforma a angústia em esperança e o comodismo em ações concretas. A oração muda até a nossa fisionomia de desespero e angústia para uma fisionomia de paz e confiança que supera todo entendimento - Revestidos de glória, Elias e Moisés conversavam com Jesus. O assunto era a sua morte. Discutiam como seria o sofrimento que o Messias experimentaria em Jerusalém. Aos poucos Jesus ia se inteirando do difícil caminho que haveria de percorrer. Uma oração autêntica também, não nos aliena só na busca de bênçãos, curas, milagres e prodígios, mas nos prepara para suportarmos a nossa cruz! Para executar sua missão o Salvador do Mundo deveria dar tudo de si, inclusive sua vida. Não havia outro jeito, o Plano de Salvação do Pai incluía sua paixão e morte de cruz. Jesus, extremamente humano, encontrou na oração, no diálogo com seu Pai, e com seus amigos a força e a coragem necessárias para enfrentar esta difícil caminhada de abraçar a Cruz - Esse é o grande exemplo que Jesus nos deixa: é como se estivesse dizendo para mim e para você que está nos ouvindo:  “Nos momentos difíceis, quando as barreiras parecem intransponíveis, quando parecer não existir nenhuma saída, recorra ao Pai, Ele vai lhe iluminar e lhe fortalecer. Outra lição que tiramos deste episódio de Lucas é o exemplo de Jesus que nos diz ainda: “Não faça nada sozinho, pense na comunidade, divida não se sobrecarregue, confie naqueles(as) que Deus colocou para trabalhar em sua vinha junto com você - Suba a montanha e arraste consigo o maior número possível de pessoas para rezar juntos, sonhar juntos! Recorde as promessas de Jesus sobre nos reunirmos para rezar: onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estarei no meio deles”. (Mt 18,20) – Então meus irmãos e irmãs, já encerrando esta reflexão, vemos que através da transfiguração Jesus anuncia que pelo caminho do sofrimento, carregando com dignidade e perseverança nossa nossa cruz, chegaremos à ressurreição e à glória eterna!

 

 

Oremos: 

 

 

“Sr nosso Deus e nosso Pai, que na gloriosa Transfiguração de vosso Filho confirmastes a vossa vontade e teu amoroso plano Salvífico pelos testemunhos de Moisés e Elias, e manifestastes de modo admirável a nossa glória que nos aguarda de filhos adotivos! Concedei Sr aos vossos servos e servas, também ouvir a voz do vosso Filho amado, e compartilhar da sua herança. Sr Jesus é bom é estarmos aqui, reunidos bem perto de ti, com todos no amor! Nós viemos a este Monte Tabor para em Ti repousar, sermos consolados para consolar e fortalecidos para fortalecer. Pedimos tudo isto ó Pai, por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.” AMEM!

 

 

 

 

Uma abençoada e frutífera Quaresma para todos!

 

 

 

 “Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!”

 

 

 

 

 

 

MOTIVAÇÕES PARA A LITURGIA DIÁRIA E DOMINICAL:

 

 


 



A Liturgia Diária é uma ótima ocasião para que se opere a “conversão diária!” - A leitura da Liturgia Diária forjou e moldou muitos Santos:

 

 

1)-Santo Agostinho foi um deles. “Tolle et lege” (Toma e lê) foi a frase que o conduziu a ler um trecho do Evangelho que mudou sua vida.

 

 

2)-O grande Santo Antão, que deu origem à vida monástica, foi tocado pela graça ao ler a parábola do moço rico no Evangelho.

 

 

3)- São Francesco (Francisco) cujo nome é adotado depois de uma viagem à França, onde o menino teria ficado cativado pela vida francesa, sua música, sua poesia e seu povo, seu pai teria começado a chamá-lo de "francesco", que significa "francês" em italiano. Também, como Santo Antão,a passagem do jovem rico é tão significativa que inspirou também São Francisco de Assis a elaborar sua Regra de Vida baseada no desapego aos bens e o amor aos pobres: “Se queres ser perfeito, vai, vende teus bens, dá-os aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me”. (Mt 19, 21).

 

 

4)-Também para Santo Inácio de Loyola a ocasião escolhida por Deus para sua mudança de vida foi a leitura de consagrados livros Cristãos. Gravemente ferido na batalha de Pamplona (20 de Maio de 1521), passou meses inválido, no castelo de seu pai. Durante o longo período de recuperação, Inácio procura ler livros para passar o tempo, e começa a ler a "Vita Christi", de Rodolfo da Saxônia, e a Legenda Áurea, sobre a vida dos santos, de Jacopo de Varazze, monge cisterciense que comparava o serviço de Deus com uma ordem cavalheiresca.A partir destas leituras, tornou-se empolgado com a ideia de uma vida dedicada a Deus, emulando os feitos heroicos de Francisco de Assis e outros líderes religiosos. Decidiu devotar a sua vida à conversão dos infiéis na Terra Santa.

 

 

Os Santos recomendam com empenho a Liturgia Diária:

 

 




1)-São Bernardo: “A leitura espiritual nos prepara para a oração e a prática das virtudes. Leitura e Oração são as armas com as quais se vence o demônio e se conquista o céu”.

 

 

2)-São Cipriano (bispo de Cartago -África): “Permanece na oração e na leitura: desse modo conversarás com Deus e Deus estará contigo”.

 

 

3)-Santo Afonso de Ligório: “Quantos Santos abandonaram o mundo e se deram a Deus por meio da leitura espiritual!”

 

 

4)-São Gregório Magno, Papa: “Eu te rogo: empenha-te em meditar cada dia as palavras do teu Criador. Assim aprenderás a conhecer o coração de Deus através das palavras de Deus”.

 

 

 

A Liturgia Diária ajuda-nos a compreender e amar a Liturgia Católica:

 


 




O Catecismo da Igreja Católica ensina que “a liturgia é participação na oração de Cristo, dirigida ao Pai no Espírito Santo. Nela, toda a oração cristã encontra a sua fonte e o seu termo. Pela liturgia, o homem interior lança raízes e alicerça-se no «grande amor com que o Pai nos amou» (Ef 2, 4).

 

 

A Liturgia Diária prepara nossa alma para recebermos o Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo

 

 

Na Liturgia Diária, as orações e as leituras da Palavra de Deus são ocasião para alimentar a nossa fé. Em cada leitura Deus fala a seu povo e o alimenta.Por esse modo a Santa Igreja prepara o coração dos fiéis para poder receber o Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, na Sagrada Comunhão.Na Liturgia da Palavra o fiel ouve com atenção as leituras da Bíblia que são uma carta escrita por Deus para cada um de nós.Na Liturgia Eucarística somos preparados para receber o Pão dos Anjos, que transformará nossa vida, e como Elias nos dar força para continuar a caminhada alimentados por este pão (I Reis 19,4-10).

 

 

 

Como viver de forma prática a Liturgia Diária?

 

 




Este é um método de “leitura orante da Palavra de Deus”, da Liturgia Diária, praticado e ensinado pelos Padres da Igreja desde os seus primeiros séculos. Foi batizada com esse nome por Orígenes no Séc. III, e generalizou-se nos séculos IV e V como maneira predominante de ler a bíblia. Esta pode ser feita diariamente, por exemplo, meditando o Evangelho proposto pela liturgia diária da Santa Missa.

 

 

 

Após suplicar a luz do Espírito Santo, o método se desenvolve em 4 passos:

 

 

 

1)-Leitura: o que a Palavra diz em si?

 


2)-Meditação: o que a Palavra diz para mim; o que ela me ensina, me revela, como ela me forma, como a vejo em minha vida?

 


3)-Oração: Qual minha resposta a palavra de Deus?

 


4)-Contemplação: O que a palavra de Deus fez em mim? O que devo mudar concretamente em minha vida? Que postura devo tomar? O que me proponho a viver doravante durante a minha vida? - O fruto dessa nova dinâmica de vida ao ritmo da Palavra é uma transformação real e concreta que nos elevará em fé, esperança e caridade, além disso, nos proporcionará uma vida junto de Deus mais constante e digna de Seu amor! Por último, que possamos perseverar neste caminho. Auxiliados pela graça de Deus já provaremos aqui nesta terra das riquezas do céu, e possamos cantar esperançosos com São Tomás de Aquino:

 

 

“...Ó Jesus, que nesta vida pela fé eu vejo

Realiza, eu te suplico, este meu desejo:

Ver-te, enfim, face a face, meu divino amigo

Lá no céu, eternamente, ser feliz contigo!”

 

 

------------------------------------------------------

 

 

APOSTOLADO BERAKASH: Como você pode ver, ao contrário de outros meios midiáticos, decidimos por manter a nossa página livre de anúncios, porque geralmente, estes querem determinar os conteúdos a serem publicados. Infelizmente, os algoritmos definem quem vai ler o quêNão buscamos aplausos, queremos é que nossos leitores estejam bem informados, vendo sempre os TRÊS LADOS da moeda para emitir seu juízo. Acreditamos que cada um de nós no Brasil, e nos demais países que nos leem, merece o acesso a conteúdo verdadeiro e com profundidade. É o que praticamos desde o início deste blog a mais de 20 anos atrás. Isso nos dá essa credibilidade que orgulhosamente a preservamos, inclusive nestes tempos tumultuados, de narrativas polarizadas e de muita Fake News. O apoio e a propaganda de vocês nossos leitores é o que garante nossa linha de conduta. A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos as postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente, a posição do blog. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte. Não somos bancados por nenhum tipo de recurso ou patrocinadores internos, ou externo ao Brasil. Este blog é independente e representamos uma alternativa concreta de comunicação. Se você gosta de nossas publicações, junte-se a nós com sua propaganda, ou doação, para que possamos crescer e fazer a comunicação dos fatos, doa a quem doer. Entre em contato conosco pelo nosso e-mail abaixo, caso queira colaborar:

 

 

 

filhodedeusshalom@gmail.com

 

 

 

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

TRANSLATE

QUEM SOU EU?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado APOLOGÉTICO (de defesa da fé, conforme 1 Ped.3,15) promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Defendemos as verdade da fé contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Deus é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade. Este Deus adocicado, meloso, ingênuo, e sentimentalóide, é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomás de Aquino).Este apostolado tem interesse especial em Teologia, Política e Economia. A Economia e a Política são filhas da Filosofia que por sua vez é filha da Teologia que é a mãe de todas as ciências. “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

POSTAGENS MAIS LIDAS

SIGA-NOS E RECEBA AS NOVAS ATUALIZAÇÕES EM SEU CELULAR:

VISUALIZAÇÃO DE ACESSOS NO MÊS

ÚLTIMOS 5 COMENTÁRIOS

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger