A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas no todo ou em parte, não significa necessariamente, a adesão às ideias nelas contidas, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Todas postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores primários, e não representam de maneira alguma, a posição do blog. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo desta página.
Home » » Você sabe por que o ANEL DE PESCADOR dos Papas são destruidos após seus Pontificados ?

Você sabe por que o ANEL DE PESCADOR dos Papas são destruidos após seus Pontificados ?

Written By Beraká - o blog da família on quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013 | 17:02





O Anel do Pescador, usado pelo Papa – e que lembra o momento em que Jesus diz a Pedro que ele seria um pescador de almas e no qual está gravado o nome do Pontífice -, será destruído provavelmente após 28 de fevereiro, afirmou o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi.

Quando um Pontífice morre, o anel papal é destruído, “porém, nesta ocasião – explica Pe. Lombardi -, a situação é diferente, é inédita, já que o papa segue vivo”.

“Especialistas estão estudando a normativa”, acrescentou.

Padre Lombardi destacou, por outro lado, que “os objetos relacionados com o ministério petrino devem ser destruídos”.

Até agora, após a morte de um papa, o Cardeal Camerlengo, – que administra a Igreja durante o período de Sé Vacante – é o encarregado de verificar a morte do Pontífice e de retirar do dedo o “Anel do Pescador”, simbolizando a conclusão do reinado.

O anel, como selo papal, é então imediatamente destruído, visando também, evitar eventuais falsificações de documentos pontifícios.



O Anel do Pescador, também conhecido como Anulus Piscatoris, é um símbolo oficial do Papa, o sucessor de Pedro, que era um pescador.

O anel de ouro apresenta um baixo-relevo de Pedro pescando em um barco, símbolo que deriva da tradição que os apóstolos eram pescadores de homens.

Um novo anel é fundido com o ouro do último anel para cada Papa.

Ao redor da imagem está escrito, em alto relevo, o nome do respectivo Papa em latim. Durante a missa de início solene de seu pontificado, o Decano do Colégio de Cardeais coloca o anel no quarto dedo da mão direita do novo Papa.

O primeiro registro do uso do Anel do Pescador remonta ao Papa Clemente IV, em 1265, quando o utilizou como um selo na carta para seu sobrinho Pedro Grossi.

O Anel era pressionado no lacre de cera vermelha derretida em um envelope, para fechar toda a correspondência privada.

Os documentos públicos, ao contrário, são selados pelo Brasão Papal. Esses documentos foram historicamente chamados de Bulas, carimbadas com chumbo.

A utilização do Anel do Pescador foi alterada durante o século XV, quando foi usada para selar documentos oficiais.

Essa prática foi abolida em 1842, quando a cera para a impressão do anel foi substituída por um carimbo com tinta vermelha. (JE)


-----------------------------------------------------




Apostolado Berakash – Trazendo a Verdade: Se você gosta de nossas publicações e caso queira saber mais sobre determinado tema, tirar dúvidas, ou até mesmo agendar palestras e cursos em sua paróquia, cidade, pastoral, e ou, movimento da Igreja, entre em contato conosco  pelo e-mail:




filhodedeusshalom@gmail.com
Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 3 Comentário. Deixe o seu!

Anônimo
13 de fevereiro de 2013 às 19:46

Nossa!!!! Amei saber!! Lindo artigo.obrigada por colocar esta informação. Para mim, foi de Grande importância!!!Amo Vc Painho do Céu por abençoar este apostolado!

Anônimo
14 de fevereiro de 2013 às 11:07

E este Painho do Céu só amar e amar muitooooooooo!!!

Anônimo
16 de fevereiro de 2013 às 01:53

Excelente !!!

O anel, como selo papal, é então imediatamente destruído, visando também, evitar eventuais falsificações de documentos pontifícios.

Sem complicações !!! Os inimigos da Igreja não contavam com esta explicação.

José Carlos

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

TRANSLATE

QUEM SOU EU?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado APOLOGÉTICO (de defesa da fé, conforme 1 Ped.3,15) promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Defendemos as verdade da fé contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Deus é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade. Este Deus adocicado, meloso, ingênuo, e sentimentalóide, é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomás de Aquino).Este apostolado tem interesse especial em Teologia, Política e Economia. A Economia e a Política são filhas da Filosofia que por sua vez é filha da Teologia que é a mãe de todas as ciências. “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

POSTAGENS MAIS LIDAS

SIGA-NOS E RECEBA AS NOVAS ATUALIZAÇÕES EM SEU CELULAR:

VISUALIZAÇÃO DE ACESSOS NO MÊS

ÚLTIMOS 5 COMENTÁRIOS

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger