A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » A repercussão do LOBBY GAY do ex padre Krzysztof Charamsa às vésperas do Sínodo

A repercussão do LOBBY GAY do ex padre Krzysztof Charamsa às vésperas do Sínodo

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 6 de outubro de 2015 | 08:26








Na entrevista publicada pelo Corriere della Sera, Chamrasa faz uma interpretação bastante subjetiva da Bíblia para concluir que ela não condena a homossexualidade. 



Perguntado sobre a sua condição de sacerdote e o fato de que ter um companheiro, o que implica a ruptura do livre compromisso com o celibato, ele respondeu:


“Sei que a Igreja me verá como alguém que não soube manter uma promessa(Celibatária), que se perdeu e não por uma mulher, mas por um homem. E sei também que terei de renunciar ao ministério, que é toda a minha vida. Mas não o faço para poder viver com o meu companheiro. Esta é uma decisão muito mais ampla, que nasce da reflexão sobre o pensamento da Igreja”.





O porta-voz da Santa Sé, pe. Federico Lombardi, se manifestou sobre o episódio:



“Acerca das declarações e entrevistas concedidas por mons. Krzystof Charamsa, cabe destacar que, apesar do respeito que merecem os fatos e circunstâncias pessoais e as reflexões sobre eles, a escolha de declarar algo tão clamoroso na véspera da abertura de sínodo é muito grave e não responsável, já que visa submeter a assembleia sinodal a uma pressão midiática injustificada. Certamente, mons. Charamsa não poderá continuar desempenhando as tarefas precedentes na Congregação para a Doutrina da Fé e nas universidades pontifícias, ao passo que os outros aspectos da sua situação competem ao seu ordinário diocesano”.




A medida do ordinário diocesano de Charamsa, o bispo de Pelplin, na Polônia, foi divulgada pelo seu porta-voz:




“Em conexão com o comunicado publicado pela Sala de Imprensa da Santa Sé a respeito da declaração do pe. Krzystof Charamsa e das suas afirmações aos meios de comunicação contrárias à Escritura e aos ensinamentos da Igreja católica, e considerando as normas do Código de Direito Canônico, o pe. Krzystof Charamsa foi admoestado pelo bispo de Pelplin a retornar ao caminho do sacerdócio de Cristo. Ao mesmo tempo, o bispo de Pelplin pede oração por esta intenção a todos os sacerdotes e fiéis”.



Vários meios de comunicação apresentaram como “injustiça” a impossibilidade de Charamsa continuar trabalhando no Vaticano e nas universidades em que dava aulas.Deve-se recordar, porém, que ele próprio, em sua entrevista inicial, declara entender que esta é uma consequência já prevista da sua decisão.




Além disso, não faz sentido que uma pessoa que não acredita naquilo que a Igreja ensina continue dando aulas em universidades que ensinam justamente aquilo em que a Igreja acredita. Vale o mesmo para o dicastério que zela pela conservação, promoção e defesa da fé católica.




O caso de Krzysztof Charamsa tem todos os matizes de quem tenta justificar a todo custo, inclusive com malabarismos teológicos, um comportamento incompatível com os compromissos prévia e livremente assumidos, além de pressionar para condicionar o sínodo sobre a família.



É oportuno recordar a coletiva do papa Francisco no voo de volta do Brasil para Roma, em 28 de julho de 2013, quando uma jornalista lhe perguntou sobre o lobby gay no Vaticano:


“Acho que, quando você se encontra com uma pessoa assim, tem que distinguir o fato de ser uma pessoa gay do fato de fazer um lobby, porque nenhum lobby é bom. São maus”.


Fonte: Zenit
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger