A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas no todo ou em parte, não significa necessariamente, a adesão às ideias nelas contidas, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Todas postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores primários, e não representam de maneira alguma, a posição do blog. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo desta página.
Home » » Sinto muito lhe dizer isto: “Deus não está preparando ninguém para ninguém, mas para Ele”

Sinto muito lhe dizer isto: “Deus não está preparando ninguém para ninguém, mas para Ele”

Written By Beraká - o blog da família on quinta-feira, 5 de agosto de 2021 | 17:07



 

As pessoas pretendem enquadrar e limitar Deus dentro de caixinhas teológicas, e de suas conveniências, mas Ele é livre e soberano. Deus faz o que quer, quando quer, com quem Ele quiser, na hora e no tempo que Ele quiser, claro que sempre visando o bem, a salvação e a santidade de seus filhos(as). Se ELE quiser orientar alguém em um relacionamento Ele vai fazer. Ele pode nos apresentar pessoas que tenham compatibilidade conosco, mas não nos obriga, somos livres para esse relacionamento. Porém, assim como Deus nos confia filhos biológicos e espirituais, para cuidarmos e pastorearmos, Ele TB nos confia pessoas companheiras como vemos nas histórias bíblicas, tais como: Eva, Rebeca e a esposa adúltera de Oseas. Tudo isso não para nossa glória, mas para a glória de Deus. A pessoa certa pra cada um de nós é a pessoa de Deus. Deus faz o chamado, mas você pode obedecer ou não, se por acaso Rebeca não fosse obediente, Deus certamente chamaria outra esposa para Isaque. Então, não existe alguém certo para alguém, existem pessoas com corações na presença de Deus que se encontram e escolheram livremente por ficar ou não juntos. Deus não prepara ninguém pra ninguém, mais Ele une propósitos.


 


A vida de Oséias só pode ser entendida sob dois pontos de vista: O eclesial e o seu drama pessoal. O livro de Oseias pode ser dividido em duas partes: Os capítulos 1 ao 3 descrevem sua vida pessoal ao comparar sua crise conjugal com a infidelidade de Israel; dos capítulos 4 ao 14 apresentam profecias poéticas entregues em um longo intervalo de tempo. Oseias foi um homem chamado por Deus não apenas para falar, mas também para representar o amor de Deus.  Seu casamento com Gomer foi mediante a ordem divina (Os 1,2). Oséias ao perceber suas traições, separou-se dela, porém, ele amava a sua esposa, e mediante a ordem divina a resgatou da escravidão (mercado da prostituição), dando-lhe uma nova chance (Os 3,1-3). Tudo o que o profeta vivenciou representou a relação de Deus com seu povo. O casamento de Oseias foi providencial, pois lhe forneceu a analogia necessária para que ele dirigisse sua mensagem a Israel (Os 3,4-5). A mensagem profética de Oseias começou a partir de sua vida pessoal.

 

 



Duas lições são extraídas desta experiência:

 

 

1)-Às vezes, o sofrimento torna-se um caminho para o crescimento, sua salvação e santidade (2 Cor 4,8-10; Col 1,24).

 

 

2)-Os servos do Senhor podem enfrentar tragédias pessoais, no entanto, jamais devem abandonar a fé em Deus (Rom 8,35-37).Deus está no controle!

 

 


 

Oseias por meio de sua própria experiência exortou Israel sobre o perigo da infidelidade (traição) a Deus (Jer 3,1-2; Tg 4,4). A metáfora do casamento foi utilizada para demonstrar o fascinante amor de Deus, mesmo em um contexto de decadência moral (Os 2,14-16; 6,1-4; 11,1-4). Oseias também usou a figura do divórcio para mostrar a tristeza do Senhor em executar o juízo (Os 2,2-7). O pecado estava generalizado em Israel (Os 4,1-2). As jovens se prostituíam e as mulheres casadas adulteravam (Os 4,13). Os homens não poderiam reivindicar juízo sobre elas porque também, se desviavam com as meretrizes (Os 4,14).

 

 


Assim como Oseias resgatou Gomer do mercado da escravidão/prostituição (Os 3,1-3) Deus resgataria o seu povo (Os 3,4-5), como a cada um de nós em particular, de nossas prostituições e infidelidades diárias. O amor de Deus é a tese central do livro de Oseias. Deus decidiu amar Israel, e para restaurá-los, imporia sobre eles algumas restrições (Os 3,4-5). A disciplina aplicada é resultado de um julgamento fundamentado no amor. No deserto, Deus falou ao coração do seu povo. A expressão “e lhe falarei ao coração” (Os 2,14) reflete um diálogo íntimo e romântico, tal como um esposo se dirige a sua mulher.  Há poucas passagens nas Escrituras que se aproximam das expressões emocionais do amor de Deus por Israel tal como vemos em Oseias (Os 11,1-11). O Senhor tentou atraí-los com “cordas de amor” (Os 11,4). Apesar da ira justificada, Deus sentia compaixão de Israel (Os 11,8-11). O profeta anunciou que o Senhor dos Exércitos livrá-los-ia da perversidade e de modo voluntário os amaria (Os 14,4). Deus faria mais do que perdoar o seu povo, iria transformá-lo (Os 14,8). O amor seria o instrumento empregado nesta restauração. Não podemos esquecer que também somos atraídos à salvação pelo “escandaloso’ e indigno amor de Deus (Rm 5,6-8). Como Israel, às vezes Deus permite que experimentemos “alguns desertos” para que possamos nos despertar espiritualmente e nos converter. Deus instruiu Oseias a se casar com uma prostituta, como um lembrete vivo de que o povo de Israel tinha se prostituído espiritualmente,o traindo com outros deuses. Quando a esposa de Oseias tem três filhos, dos quais apenas o primeiro é claramente identificado como sendo de seu marido, Deus instrui Oseias a dar-lhes nomes que simbolizam o destino potencial de Israel (cuidado ao dar qualquer nome bíblico a seus filhos ou grupo de oração, só porque está na bíblia, pois nem sempre são nomes que carregam bênçãos):

 

-Jezrel, que significa “Deus dispersa”

 

-Lo-Ruama, que significa “Não haverá misericórdia”

 

-Lo-Ami, que significa “Não meu povo”

 


 

A esposa de Oseias, por fim, o deixa e aparentemente vai viver com outro homem, que a trata como sua propriedade legal. Agindo sob ordens de Deus, Oseias a compra de volta:

 

 

“Vai outra vez, ama uma mulher, amada de seu amigo e adúltera, como o Senhor ama os filhos de Israel, embora eles olhem para outros deuses e amem bolos de uvas” (Os 3,1).

 

 

 

Oseias tem muito a nos ensinar, sobretudo, com a sua vida. Sua pregação apresenta um Deus que ama nos incondicionalmente, ou seja, apesar de... Deus abençoou Israel com liberdade e terras, transformando um povo escravizado em uma grande nação. Porém, Israel mostrou-se infiel. Oseias denunciou com veemência a infidelidade de Israel um pouco antes de sua destruição pela Assíria em 722 a.C. Ele nos ensinou que a relação de Deus com seu povo é fundamentada no amor e na fidelidade, à semelhança de um casamento.

 

 


CONCLUSÃO:

 

 

 

Me desculpe se você romantizou demais a vontade de Deus para sua vida, mas tenho que lhe dizer a verdade:

 

 

“Deus não tem preparado ninguém para você, e muito menos pra ninguém! Deixe dessas ilusões infantis! Deus tem preparado homens e mulheres para Ele, e não um pecador para outro. Deus não está moldando alguém para ser teu príncipe ou tua princesa, o trabalho d’Ele consiste em transformar pecadores em santos”.

 

 

Precisamos deixar que Deus seja o centro da nossa fé, não o contrário, é tudo sobre Ele e nós giramos ao seu redor. Ele vê nossas necessidades. Precisamos entender e voltar ao evangelho para nos convencer que o nosso coração foi feito foi para Ele e não para outra pessoa, pois tudo passa e só Deus fica.

 

 

Ele não está olhando o tipo de pessoa que você é e moldando alguém para o seu mundo, afinal, você é alguém que precisa ser transformado (a) para Ele, não para alguém. E quando você entende esse processo, talvez você encontre alguém, que também está no mesmo processo.

 

 

O trabalho de Deus não é sobre encontrar e casar-se ou não, com alguém de fé, pois talvez Deus lhe dê um esposo, ou esposa como a de Oseias, mas, é entender que o processo do outro(a) é de ter um coração de pedra transformado em um coração de carne, e isso se dá pelo toque de Deus.

 

 

Talvez tenhamos sidos acostumados a ser mimados demais, caprichosos demais, e tomar consciência de que Deus não existe para estar o tempo todo atendendo nossos desejos e caprichos cotidianos, dói muito,  mas é necessário, só assim nos livramos da frustração de achar que Deus tem trabalhado no coração de alguém para que esse alguém seja nosso, não! não é! Mas, é para que sejamos Dele e assim, a partir dai, podermos partilhar as nossas vidas com outra pessoa, até com alguém como a esposa de Oséias.

 

 



O encontro se dá não como alguém moldado para outro alguém, mas corações moldados para o Senhor, e se alguém tem um coração moldado pelo e para o Senhor, a relação e o propósito de Deus se torna possível. É o que aconteceu com Rebeca e Isaque, Rebeca não tinha o coração aos moldes de Isaque, mas aos moldes do Senhor, por isso se tornou esposa de Isaque. Oseias aceitou Gomer uma mulher adultera como sua esposa, porque ele tinha um coração moldado e voltado para o Senhor. Entenda isso de uma vez por todas, e saia desta ilusão: Seu coração não é padrão para que Deus prepare alguém para Ele, Deus é o padrão! Busque primeiramente a Deus e tudo mais virá por acréscimo (Mateus 6,36). E por fim, não corra atrás das borboletas, cuide de seu jardim que naturalmente as borboletas virão até você!


 

“Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!”

 

 

.

 

*Adaptado do texto: "Preparando para um namoro com propósito"  (C.S.Lewis Brasil)

 

 

------------------------------------------------------

 

 

APOSTOLADO BERAKASH: Como você pode ver, ao contrário de outros meios midiáticos, decidimos por manter a nossa página livre de anúncios, porque geralmente, estes querem determinar os conteúdos a serem publicados. Infelizmente, os algoritmos definem quem vai ler o quê. Não buscamos aplausos, queremos é que nossos leitores estejam bem informados, vendo sempre os TRÊS LADOS da moeda para emitir seu juízo. Acreditamos que cada um de nós no Brasil, e nos demais países que nos leem, merece o acesso a conteúdo verdadeiro e com profundidade. É o que praticamos desde o início deste blog a mais de 20 anos atrás. Isso nos dá essa credibilidade que orgulhosamente a preservamos, inclusive nestes tempos tumultuados, de narrativas polarizadas e de muita Fake News. O apoio e a propaganda de vocês nossos leitores é o que garante nossa linha de conduta. A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos as postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente, a posição do blog. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte. Não somos bancados por nenhum tipo de recurso ou patrocinadores internos, ou externo ao Brasil. Este blog é independente e representamos uma alternativa concreta de comunicação. Se você gosta de nossas publicações, junte-se a nós com sua propaganda, ou doação, para que possamos crescer e fazer a comunicação dos fatos, doa a quem doer. Entre em contato conosco pelo nosso e-mail abaixo, caso queira colaborar:

 

filhodedeusshalom@gmail.com

 

 

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

TRANSLATE

QUEM SOU EU?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado APOLOGÉTICO (de defesa da fé, conforme 1 Ped.3,15) promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Defendemos as verdade da fé contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Deus é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade. Este Deus adocicado, meloso, ingênuo, e sentimentalóide, é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomás de Aquino).Este apostolado tem interesse especial em Teologia, Política e Economia. A Economia e a Política são filhas da Filosofia que por sua vez é filha da Teologia que é a mãe de todas as ciências. “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

POSTAGENS MAIS LIDAS

SIGA-NOS E RECEBA AS NOVAS ATUALIZAÇÕES EM SEU CELULAR:

VISUALIZAÇÃO DE ACESSOS NO MÊS

ÚLTIMOS 5 COMENTÁRIOS

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger