A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » BILL GATES E SUA ESPOSA DÃO 6 RAZÕES QUE CONFIRMAM QUE O MUNDO ESTÁ MELHOR – NÃO POR CAUSA DO COMUNISMO, MAS CAPITALISMO DE MERCADO

BILL GATES E SUA ESPOSA DÃO 6 RAZÕES QUE CONFIRMAM QUE O MUNDO ESTÁ MELHOR – NÃO POR CAUSA DO COMUNISMO, MAS CAPITALISMO DE MERCADO

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 28 de setembro de 2014 | 22:01




“O mundo evoluiu drasticamente nessas últimas décadas. Bill e Melinda Gates irão te ajudar a entender um pouco melhor essa história.”

(por Rodrigo da Silva)



Na carta anual da Fundação Bill e Melinda Gates de 2014, o fundador da Microsoft e sua esposa jogaram todo pessimismo de lado e arregaçaram as mangas para mostrar como a humanidade vem evoluindo ao longo das últimas décadas.



Muita coisa ainda precisa mudar, é verdade – e particularmente eu apostaria no fortalecimento de instituições inclusivas no continente africano e asiático, além de um aumento da liberdade econômica nessas regiões, para vermos um novo salto nas próximas décadas,mas os seres humanos estão provando ser realmente incríveis:


1. Desde 1990, o número de pessoas muito pobres no mundo diminuiu 50%



Sim, o mundo é um lugar muito melhor para as pessoas mais pobres, Bill. E se formos um pouco além do prazo estabelecido pelo seu quadro, chegaremos a números ainda mais inacreditáveis. Quer alguns exemplos? Vamos lá:

a)- Os sul coreanos vivem, em média, 26 anos a mais e ganham 15 vezes mais por ano do que em 1955 (ganham 15 vezes mais também que os norte coreanos, mas essa é outra história).

b)- Os mexicanos vivem agora, em média, mais do que os britânicos viviam em 1955.

c)- Em Botswana a população ganha, em média, mais do que os finlandeses ganhavam em 1955 (eu escrevi sobre a evolução de Botswana aqui, caso você tenha aprendido a ler em português).

d)- A proporção de vietnamitas vivendo com menos de dois dólares por dia caiu de 90% para 30% em 20 anos. Não é pouca coisa.



2. Desde 1960, a expectativa de vida das mulheres na África Subsaariana aumentou em 16 anos



Pois é, Melinda. Durante esse período não apenas a expectativa de vida das mulheres na África Subsaariana aumentou de 41 para 57 anos, como cada ser humano do planeta ganhou em média quase 3 vezes mais dinheiro (tendo em conta a inflação), ingeriu mais um terço de calorias provindas dos alimentos e pode esperar viver mais um terço dos anos. Nada mal, hein?


3. Sete das economias que mais crescem no mundo estão na África



Sim, Bill. Os ricos como você ficaram mais ricos, é verdade, mas os pobres ficaram ainda melhores nas últimas décadas – e aqui no Brasil também.


Os pobres do mundo em desenvolvimento aumentaram o seu consumo 2 vezes mais depressa do que o mundo como um todo entre 1980 e 2000.


Os chineses são 10 vezes mais ricos e vivem 28 anos a mais do que há 50 anos. Até os nigerianos são 2 vezes mais ricos e vivem 9 anos a mais do que em 1955.

Apesar da duplicação da população mundial, a porcentagem de pessoas que vivem na absoluta pobreza caiu mais da metade – para menos de 18%.


4. A porcentagem de crianças africanas que estão frequentando a escola quase dobrou desde 1970



Ao longo dos últimos 50 anos, o rendimento real per capita só caiu em 6 países (Afeganistão, Haiti, Congo, Libéria, Serra Leoa e Somália; vale destacar que boa parte desses países viram regimes socialistas destruírem ainda mais suas precárias economias no último século), e a expectativa média de vida desabou em 3 (Rússia, Suazilândia e Zimbábue). Nos restantes todos os índices socioeconômicos subiram a todo vapor.


E na educação não é diferente. Entre 1990 e 2010, a taxa de alfabetização mundial subiu de 76% para cerca de 84%. No Nepal, apenas 17% das mulheres sabiam ler em 1990 – em 2010, esse número havia subido para 48%.



5. Em países onde o índice de mortalidade infantil é alto, as mulheres tendem a ter mais filhos


Mas o número de mortalidade infantil está diminuindo na maioria dos países, então o número de crianças por família está ficando menor também.

Em 1970, todos os homens da aldeia de Manupur, na Índia, disseram querer ter o maior número de filhos possível. Quando os pesquisadores retornaram ao local, 12 anos depois, menos de 20% disseram querer três ou mais filhos.


Em 1981, as mulheres de Bangladesh, do mesmo modo, tinham uma média de 7 filhos - nos anos 1990, esse número caiu para uma média de 3. Vocês dois – e vocês aí atrás da tela – devem estar se perguntando por que raios isso aconteceu.

Explico: por uma série de fatores - revolução verde, aumento da renda e da qualidade de vida, introdução de anticoncepcionais, etc, etc. E não é apenas o planejamento familiar que está melhorando em todo mundo. A mortalidade infantil segue a mesma evolução. Especialmente nos países pobres – só para se ter uma ideia, a mortalidade infantil é hoje em dia mais baixa no Nepal do que era na Itália em 1951.


6. Um bebê nascido em 1960 tinha 20% de chances de morrer antes dos 5 anos. Para uma criança nascida hoje, a chance é menor do que 5%



A faixa da população asiática que vivia na pobreza caiu de cerca de 50%, em 1975, para 25%, em 1995. O número absoluto de asiáticos nessa condição também declinou, de 1,15 bilhão para 825 milhões no período considerado acima, ainda que a população tenha crescido 60%.


A pobreza caiu nas últimas 5 décadas mais do que nos últimos 500 anos. E isso se traduz em sobrevivência. Desde 1990, a taxa global de mortalidade de crianças com menos de 5 anos caiu de 90 mortes por 1000 nascimentos para 46 em 2013. Se hoje esse risco é de 5%, a previsão é que em 2035 esse número seja de meros 1,6%.




FONTE: http://spotniks.com/bill-gates-e-sua-esposa-dao-6-razoes-para-voce-acreditar-que-o-mundo-esta-melhor/
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger