A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Você já foi chamado de Nazista pelos esquerdistas ? Você precisa ler isto

Você já foi chamado de Nazista pelos esquerdistas ? Você precisa ler isto

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 16 de outubro de 2016 | 18:08




O que me chamou a atenção foi o número de vezes em que fui chamado de “nazista” nas redes sociais.Então, defender o direito de liberdade de expressão (seja de direita, ou esquerda) surpreender-se com a existência de um milhão de “fiscais” na internet, escolas, instituições públicas e universidades, ou chorar diante do processo de extermínio cultural a que está sendo submetido o povo a quem devo o que sou, ser contra a ditadura do proletariado que nunca deu certo em lugar algum, tudo isso é coisa de nazista?. Ora, todos nós sabemos, e a história está ai para comprovar, que os Nazistas sempre foram obcecados com a ideia de grandeza nacional. Para eles, grandeza nacional não consiste em uma nação cujas pessoas estão se tornando mais prósperas, com um padrão de vida mais alto e de maior qualidade. Não. Grandeza nacional ocorre quando o estado incorre em empreendimentos grandiosos, faz obras faraônicas, sedia grandes eventos esportivos e planeja novos e dispendiosos sistemas de transporte. Em outras palavras, grandeza nacional não é a mesma coisa que a sua grandeza ou a grandeza da sua família ou a grandeza da sua profissão ou do seu empreendimento. Muito pelo contrário. Você tem de ser tributado, o valor do seu dinheiro tem de ser depreciado, sua privacidade tem de ser invadida e seu bem-estar tem de ser diminuído para que este objetivo seja alcançado. De acordo com esta visão, é o governo quem tem de nos tornar grandes. Pergunto: Estas idéias estão mais próximas ao Liberalismo de direita, ou ao Socialismo de esquerda? Percebo que chamar alguém de nazista numa discussão, costuma ser o argumento final de quem não tem mais argumento. Na realidade é um dos bordões habilmente usados e com extrema competência pelos ideólogos práticos do Comunismo como Lênim, e postos em circulação pelos artífices da atual Terceira Guerra, que dela tiram vantagens e usufruem até hoje.







Voltemos ao nazista. Afinal o que é que as pessoas devem pensar o que seja hoje um nazista? Um skin-head?



Na melhor hipótese deveria se pensar que é alguém que defenda ideias desenvolvidas pelo extinto Partido Nacionalsocialista Alemão dos Trabalhadores. (Trabalhadores? Opa!!! Isto soa familiar?). Eu disse extinto, portanto, aqueles que o temem podem baixar a guarda, pois o dito partido já acabou faz quase setenta anos. Porém, o que fez pelo seu povo bem que mereceria melhor atenção daqueles que hoje são responsáveis pela condução de seus países.



A respeito sob http://www.youtube.com/watch?v=UapDY1vybKo pode ser visto um vídeo editado por Stephen Mitford Goodson, de quem só consegui saber que foi diretor do South African Reserve Bank no período de 2003 a 2012. O vídeo fala das conquistas sociais do III Reich. Infelizmente vem tudo em inglês e não é legendado. Procurarei resumir os principais fatos ali narrados:



1)- Moradia foi assunto prioritário no Terceiro Reich. De 1933 a 1937 foram construídas 1.458.179 novas casas nos melhores padrões da época. Nenhuma podia exceder a dois pavimentos de altura e todas tinham um pequeno jardim para criar flores ou vegetais. Hitler não queria que o povo perdesse o contato com a terra. A construção de apartamentos foi desencorajada. Aluguéis não podiam exceder a 1/8 da renda média de um trabalhador.


2)– Recém-casados recebiam um empréstimo de 1.000 Reichsmark para aquisição das utilidades domésticas. Podia ser saldado à base de 1% ao mês. O nascimento de uma criança (até quatro) abatia 25% do total (os adversários costumam dizer que Hitler queria soldados para servirem de bucha de canhão, mas esquecem que teria que esperar um bom tempo até crescerem).


3)– Agricultores também foram beneficiados. Entre 1933 e 1936 mais de 91.000 propriedades agrícolas foram instaladas. Em 1935 surgiu a lei que determinava que propriedade rural acima de 15 acres só podia ser transferida por herança familiar.


4) Sindicatos foram unificados dentro de uma organização denominada Deutsche Arbeitsfront(Frente Alemã do Trabalho). Os direitos do trabalhador eram defendidos por um Tribunal de Honra Social. O resultado foi uma relação harmoniosa entre empregador e empregado e fez desaparecer qualquer iniciativa de greve. Trabalhadores, principalmente os com família, tiveram redução de impostos.



5)– O RAD Reichsarbeitsdienst (Serviço Nacional do Trabalho) criado em 1935, inicialmente para combater o desemprego, depois compulsório para todos os homens entre 18 e 25 anos que deviam prestar um serviço público durante seis meses em infra-estrutura, na agricultura ou construção. Um dos seus principais objetivos era incentivar a Kameradschaft(camaradagem).



6)– A organização Mutter und Kind (Mãe e filho) provia bem-estar, saúde, segurança e suporte financeiro a gestantes e mães com filhos. Eram atendidas por mais de 30.000 centros de creches e enfermarias.



7)– Em 1933 foi aprovada a lei de Prevenção de Doenças Hereditárias, causadoras de pesadas cargas à comunidade.


8)– Jungvolk (meninos de 10 a 13 anos), Hitlerjugend (meninos de 14 a 18 anos), Jungmädel(meninas de 10 a 13) e Bund deutscher Mädel (meninas de 14 a 18) eram organizações para formação de caráter e preparação da juventude para a cidadania e civismo.Atividades esportivas e de recreação eram fomentadas e praças de esporte, piscinas instaladas. Em suas cantinas era proibido fumar.


9)– Em agosto de 1936 aconteceram os Jogos Olímpicos em Berlim onde a Alemanha foi a nação melhor sucedida, conquistando 100 medalhas, sendo 41 de ouro.


10)– Férias eram subsidiadas. Viagens de cruzeiro em grandes navios foram postas ao alcance do povo através do programa Kraft durch Freude (Vigor através alegria), onde era dada preferência a quem ganhava RM 200 ou menos por mês.


11)– As igrejas principais do país, a Evangélica Lutherana e a Católica Romana, eram subsidiadas pelo estado. Em setembro de 1933 Hitler concluiu a Concordata com o Vaticano. Durante o III Reich foram construídas 640 novas igrejas e não era incomum um pastor ou um padre concluírem o seu serviço com as palavras “Gott segne den Führer” (Deus abençoe o Führer).


12)– No inverno 1933/34 foi criado o Winterhilfswerk (Obra de auxílio para o inverno) para assistir a milhões de pobres e desempregados. Em troca de um pequeno símbolo ou figura os que podiam davam um pouco neste enorme esforço caritativo.


13)– Com respeito à criminalidade um dos primeiros atos de Hitler foi desarmar o policial, tirando-lhe até o cassetete. Isso deveria aumentar sua simpatia junto ao povo. Ao mesmo tempo foram relaxadas as leis sobre a propriedade particular de armas. Em pouco tempo a criminalidade foi reduzida a níveis baixos. Não se conheciam problemas com drogas.


16)- A proteção dos animais e da natureza foi assegurada através da Reichstierschutzgesetz (Lei de proteção aos animais) e da Reichsnaturschutzgesetz (Lei de proteção à natureza), uma das mais avançadas do seu tempo. Seus conceitos são usados até hoje.


Antes de encerrar quero dizer que os dados acima sobre as conquistas SOCIAIS (diga-se de passagem) no Terceiro Reich também foram publicadas pelo portal do The Barnes Review.


Mas afinal o que é o Nazismo ?


Nazismo foi uma política de ditadura (opa!!! Isto também soa familiar?) que governou a Alemanha entre 1933 e 1945, período que também ficou conhecido como Terceiro Reich, liderado por Adolf Hitler.A ideologia política do nazismo surgiu após a Primeira Guerra Mundial (1914 - 1918), com a Alemanha destruída economicamente e humilhada por ter perdido a guerra. Neste cenário, surge um sentimento de revolta entre os alemães, que culpavam o governo pela situação do país e exigiam mudanças drásticas.


A Criação do Partido Nazi


Em 1919 surgiu o Partido Nazi, abreviação de Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães (Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei, em alemão), que começava a disseminar ideais antissemitas entre a sociedade alemã.O Partido Nazi alegava que a culpa de todos os problemas da crise que enfrentava a Alemanha eram dos imigrantes judeus, dos comunistas e dos liberais,(liberais????, qualquer semelhança é mera coincidência),  que causavam a desordem e "roubavam" as oportunidades dos "alemães puros", que segundo os nazistas pertenciam a uma "raça superior"; uma raça ariana.



Adolf Hitler nasceu em 1889, na Áustria, e havia participado da Primeira Guerra Mundial. Após a Grande Guerra e com a derrota alemã, Hitler integrou um grupo de ex-combatentes de classe média que planejavam uma ideologia para reacender a política e economia da Alemanha, além de recuperar a dignidade da nação.E 1923, já sob a "alma" do Partido Nazi, Hitler liderou uma tentativa de derrubar o Estado, porém acabou sendo preso e condenado. Na prisão, escreveu o livro "Minha Luta" (Mein Kampf, em alemão), obra que se tornaria a "bíblia do Nazismo".



Com a grande crise econômica de 1929 (que começou com a Quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque), a Alemanha se viu em desespero e o profundo desgosto com as condições de vida da população se intensificou. Esses sentimentos ajudaram a fortalecer o Partido Nazista e seus ideais.Sobre forte pressão social, o presidente alemão Hinderburg foi forçado a conceder o cargo de chanceler para Hitler, considerado o segundo mais importante posto de poder na Alemanha naquela época, ficando apenas abaixo do presidente.Adolf Hitler, sob o comando do Partido Nazista, conseguiu finalmente chegar ao poder da Alemanha em 1933, após a morte do presidente Von Hindenburg, auto proclamando-seFührer ("líder" em alemão) e instaurando o chamado Terceiro Reich ("Terceiro Reino").Com o auge do nazismo no comando da nação alemã, em 1939 teve início a Segunda Guerra Mundial, muito mais terrível e sanguinária que a Primeira.



Hitler criou três principais forças de poder para executar os seus objetivos: as Seções de Assalto (S.A), as Seções de Segurança (S.S) ou Schutzstaffel(em alemão) e a Gestapo (polícia secreta alemã).



Muita gente não sabe, mas uma das principais figuras que auxiliou o crescimento do nazismo foi cineasta e ministro da propaganda nazi Joseph Goebbels. Goebbels controlava todos os meios de comunicação da Alemanha, criava campanhas publicitárias alienadoras que prometiam um "mundo melhor" para os alemães, a partir da ideia de supremacia da raça ariana(em terras Tupiniquins seria a supremacia da esquerda e dos trabalhadores) como dominadora de todas as outras. O Nazismo chegou ao fim com o final da Segunda Guerra Mundial e a derrota da Alemanha pelos países aliados. Com as informações sobre a derrota eminente, Adolf Hilter se suicidou em seu esconderijo.


Características do nazismo


O Nazismo ficou marcado pelos seus ideais antissemitas, ou seja, o preconceito e hostilidade contra o povo judeu. Os nazistas também perseguiam, torturavam e matavam comunistas, negros, homossexuais e outras pessoas que não eram enquadradas dentro das características da chamada "raça ariana", a raça superior alemã defendida pelo Partido Nazista. Entre as principais características do regime nazista está o antiparlamentarismo, o pangermanismo (um ideal que pretendia unificar todos os povos germânicos localizados na Europa Central), o racismo (preconceito e repulsa por diferentes raças étnicas) e o totalitarismo. No entanto, o objetivo principal do Partido Nazi era construir uma grande nação consolidada sob uma "única e verdadeira raça", a raça que, segundo os nazistas, era considerada a mais pura da Europa e superior intelectualmente e fisicamente a todas as outras: a raça ariana.


A tática adotada pelo nazismo para cumprir com todos os seus objetivos foi chamada de "Solução Final" ou "Solução Final para a Questão Judia", ou seja, eliminar todos os povos judeus que ocupavam territórios alemães. Sob ordens de Adolf Hitler teve início o Holocausto, um processo de genocídio da população judia e demais etnias que não eram consideradas "dignas" de povoar os territórios alemães. Estima-se que tenham morrido mais de seis milhões de judeus durante o Holocausto, em Campos de Concentração e de Trabalhos Forçados.




Cruz Suástica dos Nazistas



A cruz suástica é um dos símbolos mais utilizados pelo nazismo, representando um "sorte", "prosperidade" e "sucesso", entre os nazistas. Porém, atualmente, este símbolo tem uma conotação totalmente negativa, sendo até mesmo proibido de ser replicado ou incentivado em locais públicos.No entanto, muita gente não sabe mais o símbolo que se tornou um dos "mais odiados do mundo", por causa da sua ligação com o Partido Nazista, existe há muitos anos e sob um significado totalmente inofensivo e bondoso. Antes de ser adotada como símbolo do Nazismo, a cruz Suásticaera um amuleto de sorte, representando a prosperidade e o sucesso. Vale ressaltar que, etimologicamente, a palavra "suástica" em sânscrito significa "felicidade", "sorte" e "prazer".


Nazismo no Brasil



Os conceitos nazistas chegaram ao Brasil mesmo antes do começo da Segunda Guerra Mundial, através da propaganda política que o Terceiro Reich fazia em terras brasileiras na tentativa de atingir os mais de 100 mil imigrantes alemães que viviam em comunidades no sul e sudeste do país.


De acordo com os historiadores, existiam aproximadamente 1 milhão de descendentes de alemães no Brasil (teuto-brasileiros), mas a grande maioria não aderiu ao movimento nazista. Porém, mesmo assim, o Brasil era considerado o país estrangeiro (fora da Europa) com o maior número de adeptos do nazismo, segundo alguns pesquisadores. Após o fim da Segunda Guerra Mundial e derrota dos nazistas, muitos condenados alemães se refugiaram em terras brasileiras, em colônias.Entre os refugiados estava o notório médico Josef Mengele, conhecido como "Anjo da Morte" e responsável por experiências médicas terríveis em milhares de prisioneiros judeus e ciganos. Mengele morreu afogado em Bertioga, interior de São Paulo, sem ser reconhecido por ninguém.



Neonazismo



O neonazismo é uma ideologia que busca inspiração e resgatar os ideais e conceitos do nazismo. Etimologicamente, "neonazismo" significa "novo nazismo" (neo = novo), porém a ideologia não traz nenhuma novidade. O principal objetivo dos neonazistas é defender a existência de uma raça pura ariana; a raça branca e nórdica.



Judeus, negros, homossexuais, índios e povos de outras etnias são os alvos dos neonazistas.Atualmente, existem subcategorias de grupos neonazistas que propagam o mesmo discurso de racismo e ódio que os nazistas, como a Ku Klux Klan (grupo que persegue e mata negros), os Skinheads e os Stormfront.


"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu. Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito. Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade. Mas só depois de muita análise e observação, se você vê que algo concorda com a razão e a verdade, e que conduz ao bem e benefício de todos, aceite-o e viva-o." (Provérbio oriental).


Adaptado do Blog do Toedter, 04/03/2014.


Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger