A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » O Monge altruísta e o Escorpião

O Monge altruísta e o Escorpião

Written By Beraká - o blog da família on quinta-feira, 13 de agosto de 2015 | 10:32



 

Em determinado  dia no mosteiro um monge viu um escorpião que se afogava em uma poça d'agua no chão e decidiu tirá-lo dali para o mesmo não se afogar, mas quando o fez, o escorpião lhe picou.



Como reação à dor, o monge soltou-o e o animal que caiu na água e de novo, já estava se afogando. O monge tentou tirá-lo outra vez, e novamente o escorpião o picou.





Um outro monge que tinha observado tudo, aproximou-se e disse:


- Perdão, mas o Sr é muito teimoso! Não entende que cada vez que tentar tirá-lo da água, ele o picará?


O velho monge respondeu:



- A reação natural do escorpião é picar, porém isso não muda a minha natureza, que é ajudar.


Então, com a ajuda de um ramo, o velho monge retirou o escorpião da água e salvou-lhe a vida.


 

Moral da história:



Não mude e nem alimente a sua natureza humana com atos desumanos, pois foi isto que nos tornou diferente das demais espécies e nos colocou no topo da cadeia evolutiva pelo ALTRUÍSMO que é um tipo de comportamento encontrado nos seres humanos (e até em outros seres vivos), em que as ações de um indivíduo beneficiam outros. Não é sinônimo de filantropia. No sentido comum do termo, é muitas vezes percebida como sinônimo de solidariedade. Caracteriza-se por um conjunto de disposições humanas (individuais e coletivas) que inclinam os seres humanos a dedicarem-se aos outros. Esse conceito opõe-se, portanto, ao egoísmo, que são inclinações  exclusivamente individuais (pessoais ou coletivas).




O altruísmo pode apresentar-se em três modalidades básicas: o apego, a veneração e a bondade. Do primeiro para o último, sua intensidade diminui e, por isso mesmo, sua importância e sua nobreza aumentam:


1)- O apego refere-se ao vínculo que os iguais mantêm entre si.

2)- A veneração refere-se ao vínculo que os mais fracos têm para com os mais fortes (ou os que vieram depois têm com os que vieram antes);

3)- Por fim, a bondade é o sentimento que os mais fortes têm em relação aos mais fracos e em querer auxiliá-los.


Enfim, o ALTRUÍSMO é uma inclinação de natureza instintiva que incita o ser humano à preocupação com o outro e que, não obstante sua atuação espontânea, deve ser aprimorada pela educação positivista, evitando-se assim a ação antagônica dos instintos naturais do egoísmo e do amor desinteressado ao próximo, ou seja, sem esperar nada em troca.


Precisamos fomentar  a nossa humanidade com atitudes tipicamente humanas, por exemplo:


Recentemente vi um alerta televisivo do Professor Felipe Aquino na ESCOLA DA FÉ ao lançar o questionamento que estava a  incomoda-lo, por um comportamento que partia de pessoas DITAS CRISTÃS ao assistirem e incentivarem a prática sangrenta e brutal das lutas de VALE TUDO. Ele perguntava: "O que estas lutas brutais trazem de exemplo positivo para o Cristão, se não alimentar o ódio e violência ao próximo ?". Meu pai também, ao assistir a meu convite, o filme O PROTETOR com o ator Denzel Washington, lançou o seguinte questionamento a mim e meu irmão, retirando-se para seu quarto, sem mais querer assistir aquilo:



“O que um filme destes com tanta violência, trás de mensagem Cristã para uma pessoa que se diz Cristã ?...”









Lembro-me como se fosse hoje também, eu tinha aproximadamente  10 a 12 anos de idade, e gostava muito de cocadas, e sempre aperreava meu pai para dar-me uns trocados para eu compra-las. Certa vez meu pai me deu o dinheiro para comprar e sai correndo para a velha bodega do saudoso Sr Raimundo de Sena lá em Aracati. O balconista ao me dar o troco,deu-me a mais, e voltei correndo para casa todo contente a perguntar aos meus pais quantas cocadas a mais eu poderia comprar? Meu pai me chamou no canto e me disse:


“Você vai agora voltar lá e devolver o troco errado...Se fosse você no lugar dele ? Você gostaria que ele viesse lhe devolver ?... Ficar com dinheiro ou uma coisa que não lhe pertence,é roubo meu filho...Vá lá agora!!!”


Na mesma hora fui devolver, o balconista até me deu uma cocada de recompensa, e ouvi-o dizendo a um outro colega de balcão: “este só veio porque é filho de Seu Zé, se fosse de outro, era dinheiro perdido...”


Aprendi a lição que me serve até os dias de hoje e a qual transmito a meus filhos.E hoje quando vejo nossa juventude na delinquência, lembro que por talvez eles não terem tido o privilégio de ter tido um pai como o meu, já não digo mais: bandido bom é bandido morto, mas bandido bom é bandido convertido e recuperado, pois é o próprio Deus que nos revela: "Não quero a morte do pecador, mas que se converta e viva" (Ez 33,11).O Senhor ordenou-nos: «Amai os vossos inimigos» (Mt 5,44) Mas como podemos amá-los, quando eles fazem o mal, e só pensam em perversidades? Quando o Senhor caminhava em direção a Jerusalém e os Samaritanos se recusaram a acolhê-lo, João e Tiago estavam prontos para fazer descer o fogo do céu e aniquilá-los com ele. Mas o Senhor disse-lhes com bondade:  «Eu não vim para arruinar os homens, mas para os salvar» (Lc 9,54-56 - texto em grego). Assim, também nós não devemos ter senão um único pensamento: que todos sejam salvos. A alma tem compaixão dos inimigos e reza por eles, porque eles se afastaram da verdade, ou nem ao menos tiveram a oportunidade de conhecê-la. Eis o que é o amor para com os inimigos. Quando Judas pensou em trair o Senhor , o Senhor repreendeu-o com bondade chamando-o de AMIGO, também nós, devemos agir com bondade para com aquele que se perdem, e então seremos TODOS salvos pela misericórdia de Deus.      
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger