A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » AS SÍNDROMES PATOLÓGICAS DOS ATEUS

AS SÍNDROMES PATOLÓGICAS DOS ATEUS

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 29 de março de 2011 | 17:48


Os ateus terminam sendo acometidos não só de uma variante da sociopatia, como também de outras síndromes que são evidentes em uma mera análise de seu discurso.

Por exemplo, vários se acham na posição de atuarem até como consultores de crença, dizendo aquilo em que os outros deveriam ou não acreditar.

Muitos, como Daniel Dennett, dizem que se deve determinar uma crença para todo o mundo, e que um comitê liderado por ele deveria existir para isso.

Não raro ateus definem que são os portadores da “razão”, mas a única evidência que trazem disso é esta infundada declaração, pois os fatos contradizem seu fanatismo militante e alienante.


QUAIS AS SÍNDROMES DETECTADAS NO ATEÍSMO MILITANTE ?

1)-O PENSAMENTO PRETO E BRANCO - Obviamente uma manifestação do comportamento preconceituoso, termina fazendo com que a pessoa veja tudo de forma dicotômica.

1.1)-Desta forma, o maniqueísmo dualista assume ares gigantescos, com eles terminando por considerar todo um religioso alguém que está em um extremo, ao passo que ele está em outro extremo.

1.2)-Obviamente, ele, embutido de seu auto-engano, irá atribuir todas as características do extremo a que pertence como lisonjeiras, ao passo que todas as características do extremo a que o outro pertence são, naturalmente, pejorativas.

1.3)-Outro problema do pensamento preto e branco é o uso abusivo de estereótipos, naturalmente, com que se refere aos religiosos. Portanto, torna-se difícil para ele, encarar algum religioso fora do estereótipo.

1.4)-Isso, aliás, tende a dificultar sua socialização com qualquer pessoa religiosa, que irá provavelmente identificar a quantidade enorme de preconceitos que o ateu possui, indo em alguns casos às raias da violência e xingamentos como costumamos ver por ai.

2)- A MITOMANIA é outra faceta da personalidade do ateu.

2.1)-Talvez pela cultura do ódio ele considera lícito mentir o máximo possível contra qualquer religioso que encontrar pela frente. Não há limites para a quantidade de mentiras.

2.2)- Quando estão em grupo, principalmente nas redes sociais, podem mentir e difamar de forma mais coordenada, mas não há jamais o interesse em buscar a verdade a respeito do oponente, isto é próprio do Marxismo filosófico.

2.3)-Normalmente, quando suas mentiras são descobertas, tendem a se tornar agressivos e impacientes, o que, novamente, é uma característica da sociopatia.

3)-A PSICOSE é outra característica evidente, e que tem fortes relações com o auto-engano e a mitomania. Pessoas com essa característica mentem tanto, mas tanto, que passam até a acreditar em suas próprias mentiras.

3.1)-Por exemplo, em comunidades como as vistas nos fóruns de Richard Dawkins e Sam Harris (eles abrem fóruns para seus leitores), nota-se que vários ateus realmente acreditam naquilo que falam, pois estão em um grupo no qual não há frequência de religiosos.

3.2)-Logo, alguns deles já não estão no estágio de mentir para um oponente, mas sim mentir entre eles próprios, principalmente quando estão em grupos de amigos.

3.3)-Essa característica, aliás, é uma das mais interessantes, pois quando eles já estão neste estágio é aquilo que os psiquiatras definem como “perda de contato com a realidade”.

3.4)- Recentemente, por exemplo, um ateu se afirmou cientista, mas na verdade estava apenas estudando biologia. Outro afirmou-se cientista também, mas após alguns questionamentos notou-se que ele era um advogado. No que ele retrucou: “sou um cientista das ciências jurídicas”. Enfim, não há limites.

4)- A DEMÊNCIA PATOLÓGICA : É outra manifestação evidente em vários ateus. Alguns deles, mesmo tendo o desenvolvimento intelectual normal, perdem a capacidade cognitiva parcial ou completamente.

4.1)-Muitas vezes o diálogo com eles torna-se algo próximo do surreal, como quando um disse certa vez no Orkut: “Eu não acredito em Deus, pois a ciência exige evidências” (ele se comparou à ciência).

4.2)- Ou então quando um outro afirmou: “Eu não posso acreditar em nada, pois sou ateu” (o ateísmo é só ausência de crença em Deus, e não em tudo).


CONCLUSÕES:

1)- Nenhum ser humano está livre de CRENÇAS, e porque RACIOCINAM, pensam, logo precisam CRER, ACREDITAR em algo, tudo PORQUE somos seres racionais (pensantes). E se a lógica racional a crer em alguma coisa, ela ANDA de mãos dadas com a fé.

2)- A DIFERENÇA É QUE Existem dois tipos de fé: “a fé Inteligente e a fé cega”.

2.1)- A fé inteligente é a fé que investiga, que busca provas, que é curiosa. Já a "fé cega" é aquela que beira o fanatismo, o fundamentalismo, e pode ser praticada até mesmo por aqueles que afirmam não terem fé.

3)- TODO e qualquer ser racional (pensante) é obrigado pelo seu raciocínio a ACREDITAR em alguma coisa, a crer em algo, uma ideologia, uma filosofia de vida, ou algum tipo de crença, pois já dizia Cazuza a cobaia de Deus: Ideologia, eu quero uma pra viver ( Ou morrer ?)...

4)- VOCÊ ACHA QUE SE INSTITUÍSSEMOS UM ESTADO PLENAMENTE ATEU O MUNDO IRIA MELHORAR?

4.1)-Iria em partes, mas apenas mudaria o sistema. Pois já diz o ditado: De que adianta mudar as coleiras se os cachorros continuam os mesmos ?

4.2)-Os erros, a política, A LEI DO MAIS FORTE E O EGOÍSMO IRIAM PREVALECER, mais cedo ou mais tarde. E por que não? Já que “após a morte tudo acaba”, e “esta vida é tudo o que há”, então é válido que eu use mão de todos os recursos disponíveis que eu puder para me dar bem na única vida que tenho.

4.3)-Se esta vida é tudo que há, é valido que eu abra mão de valores (que só servem como freio) e ponha o meu EU em primeiro lugar e nem ligue para a dor dos outros. Afinal, tenho de VIVER enquanto posso!

4.4)- Certa vez, lendo um livro de autoria ateísta, li o seguinte comentário:

Qual será o destino dos humanos sem qualificações?

Como no canibalismo cósmico e no “Adapte-se ou morra” não há lugar para os confusos, fracos ou sem sorte...

5)-Friedrich Nietzsche disse: "Até Deus tem um inferno: é o seu amor pelos homens".

6)- O famoso ateu Jean-Paul Sartre, após refletir por longo tempo sobre a vida, admitiu que chega um tempo na vida em que nós, e até o mais feliz dos homens pergunta a si mesmo:

Não há algo mais? "Isso é tudo o que há?” 'Isso é tudo o que existe'?















Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 12 Comentário. Deixe o seu!

18 de abril de 2011 08:44

Caro Anônimo,

Ao invés de denúncias baratas e sem sentido, você deveria mostrar argumentos convincentes, já que se julgam superiores e mais inteligentes que todos. Sua intolerância e falta de argumentos, demonstra seu caráter.

Shalom !!!

Guilherme
28 de abril de 2011 00:31

Caro Beraka, achei seu site interessante.
É sempre bom as crenças serem expostas com coragem, independente dos resultados.
Antes de colocar minha crítica, tenho que dizer que não sou ateu.
E também que retirar minha postagem, seria um sinal de intolerância, demonstraria seu caráter.

Quase todo o texto pode ser visto pode ser visto de uma posição antagônica:


As síndromes patológicas dos PSEUDO-RELIGIOSOS.

Os PSEUDO-RELIGIOSOS terminam sendo acometidos não só de uma variante da sociopatia, como também de outras síndromes que são evidentes em uma mera análise de seu discurso.
Por exemplo, vários se acham na posição de atuarem até como consultores de crença, dizendo aquilo em que os outros deveriam ou não acreditar.
Muitos, como tantos pastores,padres e fiéis, consideram que se deve determinar uma crença para todo o mundo, e que uma Igreja deve existir para isso.
Não raro PSEUDO-RELIGIOSOS definem que são os portadores da “fé”, mas a única evidência que trazem disso é esta infundada declaração, pois os fatos contradizem seu fanatismo militante e alienante.

QUAIS AS SÍNDROMES DETECTADAS NO PSEUDO-RELIGIOSO ?

1)-O PENSAMENTO PRETO E BRANCO - Obviamente uma manifestação do comportamento preconceituoso, termina fazendo com que a pessoa veja tudo de forma dicotômica.

1.1)-Desta forma, o maniqueísmo dualista assume ares gigantescos, com eles terminando por considerar todo um ATEU alguém que está em um extremo, ao passo que ele está em outro extremo.

1.2)-Outro problema do pensamento preto e branco é o uso abusivo de estereótipos, naturalmente, com que se refere aos ATEUS. Portanto, torna-se difícil para ele, encarar algum religioso fora do estereótipo.

1.3)-Isso, aliás, tende a dificultar sua socialização com qualquer pessoa ATEÍSTA, que irá provavelmente identificar a quantidade enorme de preconceitos que o PSEUDO-RELIGIOSO possui, indo em alguns casos às raias da violência e colocando-o no fora do suposto reino dos céus como costumamos ver por ai.

2)A MITOMANIA é outra faceta da personalidade do PSEUDO-RELIGIOSO.

2.1)-Talvez pela cultura do ódio ele considera lícito comentar contra qualquer ateu. Embora haja em geral limites para a quantidade.

2.2)- Quando estão em grupo, talvez em pizzarias, podem difamar de forma mais coordenada, mas não há jamais o interesse em buscar a verdade a respeito do oponente.

Guilherme
28 de abril de 2011 00:32

2.3)-Normalmente, quando sua fé é contestada, tendem a se tornar agressivos e impacientes, o que, novamente, é uma característica da sociopatia.


3)-A PSICOSE é outra característica evidente, e que tem fortes relações com o auto-engano e a mitomania. Pessoas com essa característica se iludem tanto, mas tanto, que passam até a acreditar em suas próprias ilusões.

3.1)-Por exemplo, em comunidades, nota-se que vários PSEUDO-RELIGIOSOS realmente acreditam naquilo que falam, pois estão em um grupo no qual não há frequência de ATEUS.

3.2)-Logo, alguns deles já não estão no estágio de iludir um oponente, mas sim mentir entre eles próprios, principalmente quando estão em grupos de amigos.

3.3)-Essa característica, aliás, é uma das mais interessantes, pois quando eles já estão neste estágio é aquilo que os psiquiatras definem como “perda de contato com a realidade”.

3.4)- Recentemente, por exemplo, um PSEUDO-RELIGIOSOS se afirmou divino, mas na verdade estava apenas estudando teologia. Outro afirmou-se divino também, mas após alguns questionamentos notou-se que ele era um ser humano comum.

4)- A DEMÊNCIA PATOLÓGICA : É outra manifestação evidente em vários PSEUDO-RELIGIOSOS. Alguns deles, mesmo tendo o desenvolvimento intelectual normal, perdem a capacidade cognitiva parcial ou completamente.

4.1)-Muitas vezes o diálogo com eles torna-se algo próximo do surreal, como quando um disse certa vez no Orkut: “Eu acredito em Deus, pois a fé não exige evidências” (ele se comparou à fé).

Homem fala: Eu acredito em Deus.
Aranha fala: Eu também.

CONCLUSÕES:

1)- Nenhum ser humano está livre de DÚVIDAS, e porque RACIOCINAM, pensam, logo precisam DUVIDAR, INVESTIGAR algo, tudo PORQUE somos seres racionais (pensantes). E se a lógica racional a DUVIDAR das coisas, ela ANDA de mãos dadas com a INVESTIGAÇÃO.

2)- A DIFERENÇA É QUE existem tipos de fé: “a fé pseudo-Inteligente, que é a fé cega disfarçada, é um dos tipos”.

2.1)- A fé pseudo-inteligente é a fé que acredita já ter investigado, encontrado provas, que acredita que olhar para o mapa é o mesmo que estar no local.

3)- TODO e qualquer ser racional (pensante) não é obrigado pelo seu raciocínio a acreditar em alguma coisa, a crer em algo.

1 de maio de 2011 17:57

Caro Guilherme,


POR QUE EXISTEM ATEUS?

Ninguém afirma: `Deus não existe' sem antes ter desejado que Ele não exista"- Joseph de Maistre .



1)-Realmente, essa é uma pergunta muito boa, para a qual talvez não exista uma resposta conclusiva, pois no fundo trata-se de um mistério.Para entender como se chegou a essa situação, é necessário regredir um pouco no tempo em busca das raizes do problema:

2)-Um dos fatores que contribuiram para dar origem a essa atitude foram as guerras de religião do século XVI, cujas conseqüências Descartes chegou a presenciar manifestações de fanatismo as mais diversas, em que cada grupo afirmava estar na verdade e queria convencer os demais pela força e não pela própria verdade.

3)-Ora, uma vez que se afirme que todas as religiões são iguais – que dependem do gosto de cada um,o passo seguinte é uma indiferença absoluta, que no fundo admite que nenhuma delas está na verdade e nenhuma possui valores absolutos.

4)-O passo histórico seguinte foi o deísmo, corrente nascida na Inglaterra, segundo a qual Deus não seria senão o Grande Arquiteto do Universo que, tendo construido o mundo, o teria abandonado a seguir nas mãos do homem; neste caso, caber-nos-ia viver como se Deus não existisse, e portanto, seria preciso rejeitar a existência de milagres, da Providência ou de um Evangelho revelado, negando também qualquer intervenção de Deus na história humana. A partir daí, alguns filósofos ingleses começaram a autodenominar-se livre-pensadores, querendo dizer com isso que estavam livres da superstição (isto é, da religião), e que aceitavam somente uma religião “natural”, sem dogmas nem ritos; adotaram o lema “liberdade, igualdade, fraternidade”, que seria assumido mais tarde pela Revolução francesa.

5)-O passo seguinte na evolução dessa linha de pensamento foi, naturalmente, o agnosticismo (se é que Deus existe, não é possível conhecê-lo), ou simplesmente o ateísmo. Por essa rota caminharam os filósofos da Ilustração francesa: Condillac, Diderot, D’Alembert, que Lênin recomendava como a melhor introdução ao “ateísmo científico”.Nessa trajetória nota-se, paralelamente à expulsão de Deus da vida e do pensamento, uma deificação do próprio homem. A atitude de Descartes atribui ao homem (à sua inteligência) qualidades que são exclusivas de Deus; Espinosa diz que o homem é parte de Deus; Kant atribui à razão humana um papel fundamental na constituição da realidade; Hegel, num panteísmo cósmico, deifica a razão humana, projetando-a como criadora de toda a realidade; e Feuerbach entroniza definitivamente o homem no lugar de Deus: “O homem é para o homem o ser supremo”, idéia plenamente aceita por Marx. Finalmente, Nietzsche, como representante de muitos outros, proclama a morte de Deus.

6)-A conclusão era lógica: se o homem não provém de cima (de Deus), só pode provir de baixo (da matéria); se a dignidade do homem provém de estar feito à imagem e semelhança de Deus, ao suprimir-se Deus suprime-se também a sua dignidade, e o homem passa a ser qualquer outra coisa: o homem é aquilo que come (Feuerbach); é puro sexo (Freud); provém do macaco (Darwin), que provém da matéria (os defensores atuais da geração espontânea), que provém do caos. Em perfeita consonância com esses princípios, pregaram-se as filosofias da inimizade: o príncipe deve dominar pelo medo (Maquiavel), o homem é o lobo do homem (Hobbes), a guerra, a luta e a contradição constituem a essência da realidade (Hegel), o ódio é o motor da história (Marx), o inferno são os outros (Sartre), devemos aprender a odiar (Lunatcharsky).


7)-Mas, todo modismo passa, e a verdade não pode ser acorrentada, e os cientistas e a própria razão estão redescobrindo isto, sem precisar de nenhuma catequese e nem imposição pela força.

Guilherme
2 de maio de 2011 01:15

Caro Beraka, é sempre interessante uma conversa teológica.

Baseado na questão do porque existem ateus, no número 1, você coloca: "é necessário regredir um pouco no tempo em busca das raízes do problema:"
Mas a questão que eu proponho esbarra justamente aí: buscar as origens do ateísmo é buscar as origens de um problema?
Nos outros pontos você conclui sobre as possibilidades de qual maneira o ateísmo foi criado mas, ao meu ver, o ponto é este: por que o ateísmo é um problema?

Porque investigar o ateísmo como uma corrente que nasce em contraposição a um exagero religioso apenas fortifica a religiosidade equilibrada como um caminho correto.
Mas precisamos, ao meu ver, investigar tudo!

Investigar as origens do cristianismo e contestar os paradigmas religiosos, não só os que causaram estragos na história mas também as verdades 'benevolentes' que fazem parte da história das religiões.
Se a principio Deus criou o homem, nascemos não sob uma condição de crer em Deus, pois não haveria necessidade de crer. A realidade da criação impossibilitaria a dualidade entre crer e não crer. O que cria a possibilidade de crermos e não crermos, senão nossa própria impossibilidade de enxergar Deus?
No conhecimento judaico, sabemos que Moisés viu a Deus, então não tinha mais a necessidade de crer nele.
Por que? Deus já era uma realidade, não se tratava de crença.

Mas, diferentemente de Moisés, encontrar Deus no pensamento só pode ser imensamente diferente do que encontrar Deus, e as religiões são a primeira possibilidade, são feitas e seguidas por pessoas que tem em seus pensamentos a idéia de Deus, essa é a realidade mais crua.
E nesse sentido, nenhuma religião pode ser falsa: é correto afirmar que o Zeus da mitologia grega não existia? Não é, ele vivia nos pensamentos daquelas pessoas, assim como a sociedade atual torna vivo em seus pensamentos o próprio Deus.
Mas em relação aos ateus, estão incorretos? Também não, eles podem em seus pensamentos criar realidades onde não existe um Deus participativo e como cada um é responsável por sua própria criação eles estão corretos e seguindo seus princípios-pensamentos, assim como um cristão.

Guilherme Fedalto.

6 de julho de 2011 23:17

Prezado Guilherme deculpe-me a demora na resposta, é que sou muito ocupado.

Como pode surgir ordem do caos de uma explosão do BIG BANG ?
Existe efeito sem causa ?

Como pode surgir ordem do caos ?


Sir Fred Hoyle disse que:

“É mais fácil um tornado varrer um depósito de sucata e construir um Boeing 747 com o material nele contido do que formas superiores de vida emergirem através dos processos evolutivos casuais ...”


A teoria do Big Bang (1927), decorre da teoria da relatividade geral mas que não tem sido confirmada pela observação.

Existem vários problemas:
Em primeiro lugar, as mesmas observações (v.g. radiação cósmica de fundo) podem corroborar diferentes modelos cosmológicos, ao passo que podem faltar observações essenciais à conformação do modelo (v.g. antimatéria; hiperesfera 4-D; mais buracos negros) e podem existir observações não preditas pelo modelo (v.g. momento angular do sistema solar; quantização das “redshifs” das galáxias; polarização das ondas de rádio das galáxias; anisotropia da radiação cósmica de fundo, presença de galáxias maduras pouco depois do Big Bang).
Em segundo lugar, o Big Bang não explica como é que surgiu a singularidade inicial, obtida por simples mas hipotético “rewind” do Universo. Além disso, a teoria do Big Bang não nos diz qual a origem da partícula infinitesimal que condensava o espaço, o tempo, a matéria e a energia.
Não nos diz o que é que gerou a hipotética explosão. Não explica como é que uma explosão pode ter criado um Universo de baixa entropia, quando todas as explosões que conhecemos aumentam a entropia.
Não explica o que é que gerou a inflação do Universo, necessária para resolver o chamado “problema do horizonte”, nem como é que ela terá sido interrompida (problema da “saída airosa”).
Além disso, o Big Bang não consegue explicar de forma convincente a origem das galáxias, das estrelas, dos “planetesimais", do sistema solar, etc., como reconheceu, desde logo, Stephen Hawking em sucessivas obras.
Por essas e por outras, Joseph Silk afirma, no seu livro The Big Bang, que se trata de uma teoria sem um princípio.
Tudo isso mostra que a teoria não funciona no mundo real.

Um abraço fraterno

6 de julho de 2011 23:20

POR QUE OS ATEUS INSISTEM EM DIZER QUE DEUS NÃO EXISTE ?
“Se Deus não existe, como o Ateu pode ter tanto ódio e blasfemar contra algo que não existe?”
Antes que alguém me pergunte, vou logo respondendo:

1)-Crer na existência de Deus exige alguma fé? A resposta é NÃO!

2)-A existência de Deus é provada pela razão (Aristóteles e Santo Tomás de Aquino). Não se diz “Tenho fé na existência de Deus” mas “a razão me faz ter certeza que Deus existe”.
3)-Deus não pode ser composto, por que é simples, ou seja, não precisou de matéria anterior para ser composto, tem todas as qualidades em si de modo simples, infinito e absoluto.
4)-Para entender a existência de Deus precisamos definir claramente os conceitos de POTÊNCIA, ATO, SIMPLES E COMPOSTO, TEMPO e ETERNIDADE.
1)-VIDEO – O LEIGO DEVE ASSUMIR A TAREFA DE ENSINAR SUBMISSA AO MAGISTÉRIO PETRINO:
http://www.youtube.com/watch?v=-hgPO4BW-S0&NR=1
2)-VÍDEO: AS 5 PROVAS DA EXISTÊNCIA DE DEUS:
Por que é mais fácil ensinar a uma criança as 5 provas da existência de Deus, do que a arguementação metafísica e filosófica que Deus não existe ?
http://www.youtube.com/watch?v=VKdkfMunW38&feature=related

Anônimo
22 de julho de 2011 09:16

Blaf blaf blaf.(palmas)

Nossa você me converteu!

Igor
4 de agosto de 2011 18:02

embutido de seu auto-engano
VOCÊS QUIS DIZER DE PROVAS CONCRETAS?? DIFERENTE DA BÍBLIA?

tende a dificultar sua socialização com qualquer pessoa religiosa
TENHO VÁRIOS AMIGOS RELIGIOS.

Não há limites para a quantidade de mentiras.
PELO CONTRÁRIO. SOU TÃO SINCERO QUE MEUS AMIGOS(CRISTÃOS) AS VEZES NÃO GOSTAM DA QUANTIDADE DE VERDADES QUE VOS DIGO. POIS SE ELE ESTÁ ERRADO DIGO NA CARA. DIFERENTE DA MAIORIA DOS QUE SE DIZEM CRISTÃOS.

mas não há jamais o interesse em buscar a verdade a respeito do oponente
SEI MAIS SOBRE A BÍBLIA DO QUE MEUS AMIGOS CRISTÃOS. PRA FALAR MAL TEM QUE SABER QUAL O MAL NÉ?? DÃ

quando suas mentiras são descobertas, tendem a se tornar agressivos e impacientes, o que, novamente, é uma característica da sociopatia.
ENGRAÇADO É QUE COMIGO É O CONTRÁRIO. SÃO SEMPRE OS CRISTÃOS QUE PERDEM A PACIÊNCIA.

nota-se que vários ateus realmente acreditam naquilo que falam, pois estão em um grupo no qual não há frequência de religiosos.
NOSSO “GRUPO” ACREDITA NA CIÊNCIA. A ÚNICA QUE TEM PROVAS PARA O QUE FALA.

“perda de contato com a realidade”.
NUNCA VÍ UM ATEU ASSIM. EM CONPENSAÇÃO CRISTÃOS...

Recentemente, por exemplo, um ateu se afirmou cientista, mas na verdade estava apenas estudando biologia.
VOCÊ ACHA MESMO QUE OS CIENTISTA SÃO CRISTÃOS??!!! MAIORIA ATEU.

perdem a capacidade cognitiva parcial ou completamente.
VOCÊ NOS INSULTA DESSA FORMA E SE DIZ CRISTÃO??!!! COITADINHO... PELA “LEI DE dEUS” VOCÊ IRIA PRO INFERNO POR SER TÃO PRECONCEITUOSO.

Muitas vezes o diálogo com eles torna-se algo próximo do surreal, como quando um disse certa vez no Orkut: “Eu não acredito em Deus, pois a ciência exige evidências” (ele se comparou à ciência).
É SÉRIO CARA!!!! VOCÊ NÃO ENTENDEU O QUE ELE DISSE??? CADÊ SUA CAPACIDADE COGNITIVA NESSAS HORAS.?????

Ou então quando um outro afirmou: “Eu não posso acreditar em nada, pois sou ateu” (o ateísmo é só ausência de crença em Deus, e não em tudo).
ASSIM COMO EXISTEM CRISTÕES BURROS EXISTEM ATEUS BURROS. NEM TODOS OS QUE ACREDITAM EM ALGO SÃO DOTADOS DA MESMA INTELIGÊNCIA. ISSO É ÓBVIO!!!!! MAS NOVAMENTE A PERGUNTA: CADÊ SUA CAPACIDADE COGNITIVA NESSAS HORAS.?????

TODO e qualquer ser racional (pensante) é obrigado pelo seu raciocínio a ACREDITAR em alguma coisa. NOSSA!!! TU CHEGOU A ESSA CONCLUSÃO SOZINHO???!!!! PARABÉNS PELA INTELIGÊNCIA!!!!(SARCAMO CASO VOCÊ NÃO CONSIGA RACIOCINAR)

“após a morte tudo acaba”, e “esta vida é tudo o que há”, então é válido que eu use mão de todos os recursos disponíveis que eu puder para me dar bem na única vida que tenho.
TEMOS QUE APROVEITAR AO MÁXIMO A VIDA. E O APROVEITAMENTO É A FELICIDADE. SEM ELA NÃO SOMOS NADA. MAS ESSE SEU ARGUMENTO É TÍPICO DE QUALQUER PESSOA. NÃO IMPORTA A CRENÇA. MAS DUVIDO QUE PELA SUA “INTELIGÊNCIA” PODERIA CHEGAR A ESSA CONCLUSÃO ÓBVIA.

Se esta vida é tudo que há, é valido que eu abra mão de valores (que só servem como freio) e ponha o meu EU em primeiro lugar e nem ligue para a dor dos outros. Afinal, tenho de VIVER enquanto posso!
VIVER SIGNIFICA SER FELIZ E FAZER OS OUTROS QUE LHE RODEIAM FELIZES. UMA PESSOA COM INTELIGÊNCIA SABE QUE NÃO PRECISA ACREDITAR EM DEUSES SOBRENATURAIS PRA SABER DISSO. TU ACHA MESMO QUE SE TU ABRI-SE MÃO DE TUA RELIGIÃO TU PERDERIA TODO TEU SENSO DE HUMANISMO?????? NOSSA ESSA FOI BOA!!!! KKKKKKKKKKKKKKKK

Não há algo mais? "Isso é tudo o que há?” 'Isso é tudo o que existe'?
ATÉ SE O PRÓPRIO dEUS EXISTISSE, ELE PROVAVELMENTE TERIA QUE SER CRIADO POR ALGO. SERÁ QUE ELE NUNCA SE QUESTIONÁRIA POR ISSO???????? E MESMO QUE JÁ SAIBA TERIA HAVIDO UM DIA QUE ELE SE QUESTIONÁRIA E CONSEGUISSE A RESPOSTA.

UM DIA... NÓS TAMBÉM CONSEGUIREMOS!!!
(SE DUVIDAR SUA OPINIÃO SERÁ A MESMA DE UMA PESSOA DO SÉCULO 1 SE LHES FOSSE TENTADO EXPLICAR O QUE É UMA TELEVISÃO: QUE SERIA IMPOSSÍVEL).

18 de agosto de 2012 20:10

Igor, quando voce escreveu Deus e colocou o "d" minuscúlo e as outras letras em maiúsculo, nesse momento voce pensou em Deus, logo nosso Beraka está correto em dizer que todo o ser humano, no seu princípio, acredita na existencia de um ser superior, Deus.

18 de agosto de 2012 20:11

Igor, quando voce escreveu Deus e colocou o "d" minuscúlo e as outras letras em maiúsculo, nesse momento voce pensou em Deus, logo nosso Beraka está correto em dizer que todo o ser humano, no seu princípio, acredita na existencia de um ser superior, Deus.

18 de agosto de 2012 21:41

Prezado ateu Carlos e amado irmão em Cristo: Igor,


ERROS QUE OS ATEUS COMETEM AO FALAR COM CRISTÃOS

A seguir exemplos de erros que tenho visto dos ateus ao dialogar com cristãos.

É importante para os dois lados conhecerem.

1)-Primeiro, o ateu deve compreender que cometendo estes erros diminiu sua credibilidade com um cristão e não ajuda sua causa. Segundo, o cristão deve saber estes erros para que ele possa identificá-los durante a conversação e, esperançosamente, não os cometa também.

2)-Os ateus desafiam ao teísta demonstrar a existência de Deus dentro do campo da ciência.A ciência tem servido a humanidade bem. Através dela nós temos descoberto leis naturais inumeráveis do Universo e temos usado esse conhecimento para fazer nossas vidas mais fáceis em cada área de nossa existência. Mas limitar as provas de um teísta aos confins do que um ateu determina é um erro.

3)-É claro, isto não significa que nós ignoramos a ciência. De fato, nós a usamos em nossas provas para Deus. Mas limitar o campo de discussão ao seu jogo de regras é uma maneira injusta de começar.

4)-Nomes e insultos É claro, isto é óbvio. Eu ouvi uma vez que o homem que ataca primeiro admite que seu argumento não é válido. Em algumas das discussões que eu tenho tido com ateus, quando eu tenho feito um ponto válido na lógica, tenho sido insultado. Chamar alguém de um nome é atacar a pessoa e não o assunto e fecha a porta da verdadeira discussão.

5)-Condescendência: Este é o mais comum de todos os erros que eu encontro com ateus. Em conversas eu tenho sido chamado de idiota por crer em Deus, que se eu fosse suficientemente inteligente eu abandonaria meu pensamento anacrônico, etc. Eu ainda estou para conhecer um ateu humilde.

6)-Doutrina x Lógica: Algumas vezes os ateus constroem um argumento contra o cristianismo que não reflete uma verdadeira posição cristã. Por exemplo, um ateu declarou que a Trindade era algo ilógico porque três deuses não podem ser um Deus. Tive de corrigí-lo e mostrá-lo que a Trindade é a doutrina que há um só Deus em três pessoas, não três deuses.

7)-Quando nos fechamos em nossos julgamentos, desqualificamos qualquer argumento,e invalidamos qualquer prova, mesmo que convincente, que não se ajustem a eles.

Nada que mereça ser chamado de verdade pode ser alcançado por este método..

Shalom !!!

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger