A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » TEOLOGIA DO CORPO DE BENTO XVI

TEOLOGIA DO CORPO DE BENTO XVI

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 17 de maio de 2011 | 08:59








Bento XVI: a "beleza integral" da sexualidade


(Reflete sobre teologia do corpo de João Paulo II)


“Deus não se envergonhou de criar aquilo do qual nos envergonhamos, pois tudo que Ele criou é bom...” ( Sto. Agostinho).



CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 16 de maio de 2011



XVI apresentou, na última sexta-feira, a "beleza integral" da sexualidade, que pode ser compreendida ao descobrir o mistério que o corpo humano esconde.O Papa resumiu, com estas palavras, as contribuições mais originais do pensamento de João Paulo II, em sua "teologia do corpo".O sucessor de Karol Wojtyla tratou deste tema ao receber em audiência os membros do Instituto Pontifício João Paulo II, centro acadêmico universitário fundado pelo Pontífice polonês na sede da Universidade Pontifícia Lateranense de Roma, por ocasião dos 30 anos de sua fundação.Aquele centro foi criado em 13 de maio de 1981, mas João Paulo II não pôde pronunciar suas palavras de anúncio, devido ao atentado provocado pelo terrorista Ali Agca.



A lição de Michelangelo:


Joseph Ratzinger começou recordando que, pouco depois da morte de Michelangelo, o pintor Paolo Veronese foi chamado diante da Inquisição, com a acusação de ter pintado figuras inapropriadas ao redor da Última Ceia.O pintor respondeu que também na Capela Sistina os corpos estavam representados nus, com pouca reverência.Foi o próprio inquisidor quem defendeu Michelangelo com uma resposta que se tornou famosa: 



"Você não sabia que nestas figuras não há nada que não seja espírito?"







"Atualmente, é difícil para nós entender estas palavras - reconheceu o Papa - porque o corpo aparece como matéria inerte, pesada, oposta ao conhecimento e à liberdade próprios do espírito. “



Mas os corpos pintados por Michelangelo estão repletos de luz, vida, esplendor.Ele queria mostrar, dessa maneira, que nossos corpos escondem um mistério - reconheceu o Papa.


“Neles, o espírito se manifesta e age. Estão chamados a ser corpos espirituais. o nosso corpo está chamado a ser espiritual, sua história não deveria ser a da aliança entre o corpo e o espírito?..."



De fato, longe de opor-se ao espírito, o corpo é o lugar em que o espírito habita.À luz disso, é possível entender que nossos corpos não são matéria inerte, pesada, mas que falam - se soubermos escutar - com a linguagem do amor verdadeiro.



Beleza integral:



1)-O corpo, prosseguiu, "nos fala de uma origem que nós não conferimos a nós mesmos".


2)- "Podemos afirmar que o corpo, ao revelar-nos a Origem, carrega consigo um significado filial, porque nos recorda nossa geração, que mostra, através dos nossos pais que nos deram a vida, Deus Criador."





3)-"Somente quando reconhece o amor original que lhe deu a vida, o homem pode aceitar a si mesmo, pode se reconciliar com a natureza e com o mundo. À criação de Adão segue a de Eva. A carne, recebida de Deus, está chamada a tornar possível a união de amor entre o homem e a mulher e a transmitir a vida. Os corpos de Adão e Eva aparecem, antes da Queda, em perfeita harmonia."



4)- "Há neles uma linguagem que não criaram, um eros radicado em sua natureza, que os convida a receber-se mutuamente do Criador, para poder, dessa maneira, doar-se."



5)-"A verdadeira fascinação da sexualidade nasce da grandeza desse horizonte que se abre: a beleza integral, o universo da outra pessoa e do 'nós' que nasce da união, a promessa de comunhão que lá se esconde, a fecundidade nova, o caminho que o amor abre a Deus, fonte de amor."






6)- "A união em uma só carne se torna, então, união de toda a vida, até que o homem e a mulher se convertam também em um só espírito. Abre-se, assim, um caminho no qual o corpo nos ensina o valor do tempo, do lento amadurecimento no amor."



"Sim" ao amor:




A partir desta perspectiva, concluiu o Papa:




"A virtude da castidade recebe um novo sentido. Não é um 'não' aos prazeres e à alegria da vida, mas o grande 'sim' ao amor como comunicação profunda entre as pessoas, que exige tempo e respeito, como caminho rumo à plenitude e como amor que se converte em capaz de gerar a vida e de acolher generosamente a vida nova que nasce".





O Corpo nos ensina o amadurecimento do amor, afirma Papa


O corpo humano é um lugar de "luz, vida, esplendor", no qual o espírito "se manifesta e age", mostrando "a verdadeira fascinação da sexualidade", que nasce da grandeza dos horizontes abertos pelo amor de Deus.Esta foi a reflexão de Bento XVI ao receber em audiência os participantes do seminário promovido pelo Instituto Pontifício João Paulo II para estudos sobre o matrimônio e a família, centrando-se no documento Familiaris consortio, que o Papa polonês publicou depois do Sínodo dos Bispos de 1980.Em seu discurso, Bento XVI começou pela representação de Michelangelo do Juízo Final, conservada na Capela Sistina, com o fim de propor uma visão que "conjugue a teologia do corpo com a do amor, para encontrar a unidade do caminho do homem".



Nos nus pintados por Michelangelo, disse o Papa, o grande artista queria mostrar que "nossos corpos escondem um mistério" e que, no plano de Deus, não há, portanto, uma oposição entre espírito e corpo. 







E, de fato, na perspectiva original, "os corpos de Adão e Eva aparecem, antes da Queda, em perfeita harmonia", para mostrar "a bondade do corpo, o testemunho bom da sua origem".Eis aqui, explicou o Papa, que "a verdadeira fascinação da sexualidade nasce da grandeza desse horizonte que se abre: a beleza integral, o universo da outra pessoa e do 'nós' que nasce da união, a promessa de comunhão que lá se esconde, a fecundidade nova, o caminho que o amor abre a Deus, fonte de amor".



"O corpo,explicou o Santo Padre,contém também uma linguagem negativa: fala-nos da opressão do outro, do desejo de possuir e desfrutar..."







No entanto, sabemos que esta linguagem não pertence ao plano original de Deus, mas é fruto do pecado.



"Quando se separa do seu sentido filial, da sua conexão com o Criador, o corpo se rebela contra o homem, perde sua capacidade de fazer brilhar a comunhão e se converte em terreno do qual o outro se apropria.Não será este, talvez o drama da sexualidade, que hoje permanece fechado no círculo estreito do próprio corpo e na emotividade, mas que na verdade pode se realizar somente no convite a algo maior?"...perguntou.



Mas Deus oferece ao homem "um caminho de redenção do corpo, cuja linguagem vem preservada na família", que se torna "o lugar no qual a teologia do corpo e a teologia do amor se unem".Aqui se aprende a bondade do corpo, "na experiência do amor que recebemos dos nossos pais. Aqui se vive o dom de si em uma só carne, na caridade conjugal que une os esposos. Aqui se experimenta a fecundidade do amor e a vida se entrelaça à de outras gerações".



De fato, continuou, "é na família que o homem descobre sua relação, não como indivíduo autônomo que se autorrealiza, ,mas como filho, esposo, pai, cuja identidade se funda no convite ao amor, a receber e a dar-se aos demais". 







Na breve saudação dirigida ao Papa no começo da audiência, o presidente do Instituto Pontifício João Paulo II para estudos sobre o matrimônio e a família, Dom Livio Melina, expressou sua alegria pela recente beatificação de João Paulo II.Dom Melina recordou que, há 30 anos, em 13 de maio, o Papa "havia decidido anunciar publicamente a constituição do nosso Instituto, ao qual confiou o dever de pesquisar a verdade sobre o amor humano, o casamento e a família no plano divino, com uma missão de caráter acadêmico, formativo e pastoral, ao qual quis associar o próprio nome".

"Sim, porque, como ele mesmo disse pouco antes de nos deixar, ele queria ser recordado como 'o Papa da família e da vida'", concluiu.




FONTE: Zenit
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger