A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Como DUAS VACAS podem explicar o Capitalismo, Comunismo e outros regimes?

Como DUAS VACAS podem explicar o Capitalismo, Comunismo e outros regimes?

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 20 de fevereiro de 2018 | 21:08





Você tem duas vacas (em inglês: You have two cows) é a frase inicial de uma série de piadas políticas. Essas piadas originaram-se como uma crítica ao sistema econômico. Em geral, as vacas são paródias a todo o capital, a utilização dos meios de produção no Comunismo e Socialismo,e à propriedade privada. Esta brincadeira usando duas vacas para explicar a economia está fazendo sucesso na internet. As analogias foram divulgadas recentemente num programa de rádio da Nova Zelândia, o Newstalk. Veja agora abaixo,alguns exemplos de como as duas vacas podem explicar a economia, o capitalismo, o comunismo e outros regimes com muito bom humor






I - As duas VACAS no regime Socialista-Comunista




1)- COMUNISMO UTÓPICO: Você tem duas vacas. O governo e seus vizinhos o ajudam a cuidar das vacas e todos compartilham o leite, vivendo todos felizes para sempre.




2)- COMUNISMO REAL: Você tem duas vacas. Você cuida das vacas, mas ela é propriedade do governo, que não lhe ajuda em nada, mas que te toma todo o leite por ela produzido, te dá apenas um pouco, e o restante reparte com seus vizinhos, que só lhe ajudavam enquanto ainda não tinham se tornado membros do único partido, e por isto vão ter mais leite que sua família, e se você reclamar vai para o Paredon.




3)- MARXISMO: Você tem duas vacas. Porém, para reduzir a exploração do proletariado, é necessário que o povo conspire uma Revolução Armada para convencê-lo de que você não precisa de duas vacas.




4)- COMUNISMO RUSSO: Você tem duas vacas. Você tem que cuidar delas, mas o governo fica com o leite todo. Você rouba o máximo possível do leite e o vende no mercado negro.





5)- COMUNISMO CAMBOJANO: Você tem duas vacas. O governo pega as duas e fuzila você, acusando-o de ser um capitalista criminoso centralizador dos recursos de produção da Nação e fomentando a fome de seu Povo.




II- As duas VACAS em regimes ditatoriais:




DITADURA UTÓPICA: É A INTERVENÇÃO MILITAR (Não golpe), que ocorre quando existe o apoio popular: ou seja, povo a exige e recebe amparo constitucional. O que aconteceria, na prática, no caso de o povo conseguir esta intervenção? O exército assumiria o poder até novas eleições presidenciais democráticas. Esta Intervenção militar poderia repetir-se tantas vezes quanto necessárias, até que se encontre o devido equilíbrio institucional e governamental. É algo transitório (Na Constituição brasileira está prevista no Art 142).




1)- Ditadura Iraquiana: Você tem duas vacas e é fuzilado por suspeita de ser instrumento do imperialismo americano com o objetivo único de contaminar todos os rebanhos do pais.



2)- Ditadura militar Latino-Americana: Você tem duas vacas, o governo toma, vende-a ao capital estrangeiro, coloca o dinheiro em um banco Suíço para dar suporte aos que o apoiam. Prende você para averiguações, lhe tortura porque você tá reclamando, e para entregar quem reclama junto com você, e depois lhe mata porque você é um subversivo perigoso.




3)- Totalitarismo: Você tem duas vacas. O governo mata você para ficar com as duas vacas, já que o preço da vaca no mercado internacional está bom.




4)- República de bananas: Você tem duas vacas. O governo retira-lhe as vacas, fica com elas para alimentar seus próprios familiares e membros do partido, e mata-o por ser contra a revolução.




III- As duas VACAS nas Democracias:




1)- Democracia Utópica: você tem duas vacas. Os vizinhos junto com você, decidem como repartir o leite da melhor forma possível, respeitando a vontade da maioria.



2)- Democracia representativa: você tem duas vacas. Mas são seus vizinhos que marcam uma eleição para escolher quem irá dizer como o leite será repartido.



3)- Democracia surrealista: você tem duas vacas. O governo não lhe ajuda em nada, e ainda aplica uma pesada multa porque um quitinete não é lugar de criar suas duas vacas.



4)- Democracia britânica: você tem duas vacas. Você dá tanto remédio para as vacas que elas ficam loucas. O governo não está nem aí. A família real mantém as aparências perante a imprensa, e está preocupada apenas se o Manchester United será campeão de novo.



5)- Democracia americana: o governo promete lhe dar duas vacas se você votar nele. Após a eleição, o presidente é acusado de especular no mercado futuro de vacas. Importante jornal descobre o que existe por trás das vacas e fomenta um escândalo. O presidente é forçado a renunciar e as vacas contratam advogado para acionar o governo por quebra de contrato.



6)- Democracia francesa: você tem duas vacas. O governo baixa regras sobre a forma de as alimentar e ordenhá-las. Paga um gordo subsídio para você reduzir a produção para continuar faturando e não ter de ir procurar emprego na cidade. Depois, manda você desfilar com as vacas em frente a lanchonete de gringo.



7)- Democracia verde (politicamente correta): você tem duas vacas. O governo manda você soltá-las no pasto, e subsidia você se quiser ser Vegano.




9)- Democracia na UNIÃO EUROPEIA: Você tem duas vacas. Ao fim de algum tempo candidata-se a um fundo comunitário para comprar uma ordenha mecanizada. Gasta-o no novo modelo da BMW (também é mecanizado, qual é o problema?). Se as vacas dão muito leite você pede um subsídio porque não tem onde o armazenar. Se dão pouco leite pede um subsídio porque não tem outro meio de subsistência. Além disso você pede sempre combustível agrícola para o seu BMW.







IV- As duas VACAS no Capitalismo



1)- Capitalismo tradicional: você tem duas vacas. Vende uma e com a grana compra um touro. Seu rebanho multiplica-se rapidamente, você precisa contratar mais pessoas, gera emprego e renda, a economia e bem estar social cresce. Então na sua ganância, vai e investe em Wall Street comprando bônus "Absolute Return Security". Em pouco tempo perde tudo, e o efeito cascata é catastrófico.



2)- Capitalismo Alemão: você tem duas vacas. Vende uma e obriga à outra a produzir o leite de 4 vacas. Recebe todos os imigrantes do mundo em um espaço do tamanho do banheiro do primeiro ministro. E depois contrata um consultor para analisar por que a vaca morreu e seu país tá um caos?...




3)- Capitalismo Brasileiro: você tem duas vacas. Você leva as duas vacas para uma exposição e as vende por preços SUPERFATURADOS a dez pecuaristas que as compram com financiamento de banco oficial A FUNDO PERDIDO. Depois, você leva as vacas de volta para a sua fazenda e recebe as comissões dos compradores de vacas. Depois que lhe denunciam você compra sindicato, imprensa, executivo, legislativo e judiciário, faz um acordo de delação premiada, cumpre um terço da pena em regime semi aberto, devolve uma quantia simbólica, e vai viver feliz para sempre depois de todo bafafá, e bota a culpa de tudo nas Zilitis.




4)- Capitalismo Holandês: você tem duas vacas. Elas vivem juntas, não gostam de touros, faz inseminação artificial e tudo bem.



5)- Capitalismo de Hong Kong: você tem duas vacas grandes, vende-as para uma empresa fantasma em nome de Kiçafadu que é primo de uma namorada e depois as compra de volta em tamanho reduzido, mas mais aperfeiçoadas.Redesenha-as para que tenham uma décima parte de seu tamanho natural, e para que produzam vinte vezes mais leite que uma vaca normal. Depois lança uma campanha no mercado mundial com um desenho animado chamado "VacaMon".Após o financiamento obtido junto a um banco cujo gerente é seu tio, reparte o rebanho: quatro vacas para cada um.



6)- Capitalismo Italiano: você tem duas vacas. Não sabe onde estão, e nem é doido de ir procurar saber, porque senão a Máfia vai fazer você aparecer nos jornais com a boca cheia de formigas...




7)- Capitalismo Português: você tem duas vacas. E reclama sem entender porque seu rebanho não se reproduz e cresce como os de seu vizinho...



8)- Capitalismo Suíço: você tem duas vacas, mas nenhuma é sua. Você cobra fortunas para guardar a vaca dos outros, sem revelar quem são seus donos.



9)- Capitalismo Hindu: você tem duas vacas. E ai de quem tocar nelas !!!







V- As duas VACAS em outros regimes:




1)- Fascismo: você tem duas vacas. O governo toma as duas vacas, contrata você para cuidar das vacas e vende o leite a você.



2)- Feudalismo: você tem duas vacas. O senhor, le Baron de La Merde-Rouge, lhe dá o terreno para você morar, plantar e criar suas duas vacas, fica com a maior parte da produção plantada e do leite para alimentar a sua família, e lhe dá o que sobrou.



3)- Nazismo: você tem duas vacas. O governo toma as duas e te fuzila.



4)- Anarquismo: você tem duas vacas, seu vizinho mata uma e carrega a outra, o vizinho de seu vizinho faz a mesma coisa com ele, pois são livres e sem leis e podem fazer o que bem quiserem.



5)- Imperialismo: você tem duas vacas e rouba um touro, mata os demais touros e vacas dos outros, depois vai sentar-se com seus inimigos e negociar como ficarão as coisas dai pra frente, claro que já sabe quem vai dar as cartas na mesa.



8)- Sindicalismo: Você tem duas vacas, que não foram compradas por você, mas pelos companheiros, não dá um prego numa barra de sabão, convoca todo mundo pra uma greve geral, tendo em vista baratear o preço da ração das vacas. O salário dos grevistas sindicalizados são cortados, mas o seu não,  porque você recebe é do sindicato. Viaja pra convenção até bicho-de-pé em tudo quanto é lugar, regado a regabofes, bebidas e mulheres, também tudo pago pelos cumpanheiros. Dá umas três palavras de ordem, e tá tudo resolvido. Bota a culpa de tudo que tá errado no governo, até o chifre que levou da mulher indo pra estas convenções dentro e fora do país.




9)- Burocracia: Você tem duas vacas. Primeiro, o governo traça normas para determinar como você vai poder alimentá-las e quando vai poder tirar leite delas. Depois, ele lhe paga para não tirar leite delas. A seguir, ele pega as duas vacas, mata uma, tira o leite da outra e joga o leite fora, pois é excedente que causaria desequilíbrio de preços no mercado. Depois, manda você preencher um formulário em cinco vias para explicar o que foi tudo isto, e lhe condena por que você não se explicou direito.



10)- Perestroika: Você tem duas vacas. Você deve tomar conta delas, mas a Máfia Russa fica com todo o leite. Depois você consegue desviar, ilegalmente, parte do leite para vendê-lo no mercado “livre”.




12)- Feminismo: Você tem duas vacas. Elas se casam e adotam uma novilha trans, que devido ser estéril, em pouco tempo você não tem mais é nada e vai rodar a bolsinha pra sobreviver daquilo que tanto criticava.



Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino) “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger