A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » IDEOLOGIA DO GÊNERO: Comitê italiano “Defendamos nossos Filhos” oferece às famílias um conjunto de conselhos práticos para proteger a liberdade de educação

IDEOLOGIA DO GÊNERO: Comitê italiano “Defendamos nossos Filhos” oferece às famílias um conjunto de conselhos práticos para proteger a liberdade de educação

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 14 de julho de 2015 | 09:32



 




Com a aprovação do projeto de lei "Boa Escola", continua a aberta na Itália a polêmica sobre a interferência da ideologia de gênero na educação das crianças do país.


Para garantir a liberdade de educação por parte das famílias, o Comitê civil “Defendamos nossos Filhos” lançou um manual com dicas práticas para os pais:



1. Todos os pais devem observar com grande atenção os programas de ensino adotados na escola do seu filho.


2. Os pais devem ler cuidadosamente o “Plano de Oferta Formativa” da escola, que deve enumerar com clareza todas as atividades de ensino que a escola pretende adotar.


3. Os pais devem declarar por escrito se autorizam ou não a participação dos filhos nas aulas extracurriculares, observando que existem dois "tipos" de aulas:

a) as do currículo escolar obrigatório (por exemplo: matemática, ciências etc.);

b) as extracurriculares, que são opcionais.




4. Quanto ao currículo obrigatório, os pais devem acompanhar de perto o ensino das ciências naturais, em especial no tocante ao corpo humano e às suas funções, incluindo a reprodutiva. Se o professor apresentar noções pessoais sobre sexualidade que entram em conflito com os valores morais e sociais de referência da família, os pais devem intervir com questionamentos pertinentes.


5. A ideologia de gênero faz parte hoje, na Itália, de “programas de educação da afetividade e da sexualidade”, bem como de iniciativas que visam combater o bullying e a discriminação de gênero. Trata-se de aulas extracurriculares e é especialmente a elas que os pais devem prestar grande atenção.


6. Os pais têm o direito de solicitar todos os esclarecimentos que desejarem, em todos os níveis da escola.


7. O artigo 30 da Constituição italiana e o artigo 26 da Declaração Universal dos Direitos Humanos consagram o direito dos pais à educação dos seus filhos: todos os pais têm grande poder de decisão. Sua possibilidade de intervenção, porém, torna-se muito mais forte e positiva se os pais se unirem numa associação credenciada. Quanto mais pais se associarem, maior será a sua força.


8. Os pais devem envolver-se diretamente na vida escolar dos filhos e tornar-se parte ativa dos conselhos escolares.

Fonte: Zenit
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger