A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Lutero o herege excomungado, fundador do protestantismo é o cumprimento da PROFECIA da Besta do Apocalípse: O monstro de Várias cabeças devorando-se umas às outras de : APOC 13,1-7 ???

Lutero o herege excomungado, fundador do protestantismo é o cumprimento da PROFECIA da Besta do Apocalípse: O monstro de Várias cabeças devorando-se umas às outras de : APOC 13,1-7 ???

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 30 de outubro de 2012 | 17:37




No ano 100 da era cristã, os rabinos judeus se reuniram no Sínodo de Jâmnia (ou Jabnes), no sul da Palestina, a fim de definir a Bíblia Judaica. Isto porque nesta época começavam a surgir o Novo Testamento com os Evangelhos e as cartas dos Apóstolos, que os judeus não aceitaram.

Nesse Sínodo, os rabinos definiram como critérios “ NACIONALISTAS” para aceitar que um livro fizesse parte da Bíblia Judaica, que são os seguintes:

1)-Deveria ter sido escrito dentro Terra Santa;

2)- Escrito somente em hebraico, nem aramaico e nem grego;

3)- Escrito antes de Esdras (455-428 a.C.);

4)- Sem contradição com a Torá ou lei de Moisés.

Esses critérios eram mais nacionalistas, do que religiosos, fruto do retorno do exílio da Babilônia em 537aC.


Por esses critérios dos Judeus de Jâminia, não foram aceitos na Bíblia judaica da Palestina os 7 livros que hoje não constam na Bíblia protestante (I e II Macabeus
Sabedoria,Judite
,Tobias,Eclesiastico e Baruc) e “ NENHUM” do Novo Testamento(Tanto os quatro evangelhos, como as cartas paulinas e apostólicas).


Mas a Igreja católica, desde Cristo e  os Apóstolos, usou a Bíblia completa: A SEPTUAGINTA, que sempre conteve os 7 livros recusados pelos Judeus de Jâminia e depois por Lutero, causando divisão entre os Cristãos.




1)- Até o ano de 1.500, a única Bíblia Cristã existente na face da terra era a Bíblia Católica! Foi Martinho Lutero, um ex-sacerdote, excomungado pela Igreja, que, ao criar a “sua” igreja, denominada de “Igreja Luterana”, forjou a “sua bíblia”, tomando a Bíblia Católica com os SETE LIVROS tirados por ele porque o incomodava com suas teses heréticas, e que passou desde então a ser chamada de “bíblia protestante”.



2)- Aliás, a Bíblia que os Apóstolos e Evangelistas nos deixaram contém exatos 73 livros. Martinho Lutero, simplesmente tirou SETE LIVROS DA BÍBLIA CATÓLICA e “fez” assim a “sua bíblia protestante”, contendo 66 Livros. PERGUNTA QUE NÃO CALA : Com que autoridade ele fez isto ? E Por que esta profética coincidência retirar 7 e ficar 66 ?


3)- Ora, todos sabemos que o número de satanás, causador de divisões é 6(Seis). Sabemos que é ele (satanás) quem causa divisão e discórdia no Povo de DEUS.



4)- Portanto, Martinho Lutero foi um instrumento que o maligno usou para tirar milhões de criaturas da presença (física) de Deus na Eucaristia, e da única e verdadeira Igreja fundada por Cristo ( Conf. Mateus 16,18), e dividir os Cristãos entre si.

5)- O número 666 significa número de homem. Na Bíblia encontramos que o número 7 significa algo espiritualmente completo. Costuma estar relacionado ao bem e à perfeição.(Num. 8:2, Lev. 4:6,17; 8:11; Apoc. 1:4). Já o número 6 significa imperfeição ou algo incompleto, pois não chega a ser sete. Então três vezes o numero 6 significa ênfase da imperfeição ou completa imperfeição. Satanás irá querer imitar a Trindade divina, pois vemos a atuação de Satanás, da besta e do falso profeta. O 666 é portanto, a imperfeição elevado ao seu grau máximo.

5)- Concluindo: o número de Martinho Lutero é 6 (seis) e a “sua bíblia” tem 66 (sessenta e seis) livros, o que dá o número 666... O que deduzir  diante disso? Coincidência ou o cumprimento da Profecia de : Apoc.13,1-7:

“Vi emergir do mar uma besta que tinha dez chifres e sete cabeças e, sobre os chifres, dez diademas e, sobre as cabeças, nomes de blasfêmia. A besta que vi era semelhante a leopardo, com pés como de urso e boca como de leão. E deu-lhe o dragão o seu poder, o seu trono e grande autoridade. Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias e autoridade para agir quarenta e dois meses; e abriu a boca em blasfêmias contra Deus, para lhe difamar o nome e difamar o tabernáculo, a saber, os que habitam no céu. Foi-lhe dado, também, que pelejasse contra os santos e os vencesse. Deu-se-lhe ainda autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação...”


VEJAM AS BLASFÊMIAS DE LUTERO E TIREM SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES:


Mas, de qualquer forma, o leitor julgue as palavras de Lutero…ditas pelo próprio reformador.

 1ª) “Seja um pecador”

 "Se és um pregador da graça, então pregue uma graça verdadeira, e não uma falsa; se a graça existe, então deves cometer um pecado real, não fictício. Deus não salva falsos pecadores. Seja um pecador e peque fortemente, mas creia e se alegre em Cristo mais fortemente ainda…Se estamos aqui (neste mundo) devemos pecar…Pecado algum nos separará do Cordeiro, mesmo praticando fornicação e assassinatos milhares de vezes ao dia". (American Edition, Luther’s Works, vol. 48, pp. 281-82, editado por H. Lehmann, Fortress, 1963. ‘The Wittenberg Project;’ ‘The Wartburg Segment’, translated by Erika Flores, de Dr. Martin Luther’s Saemmtliche Schriften, Carta a Melanchthon, 1 de agosto de 1521. )

Lutero está claramente dizendo que os nossos pecados, mesmo o pecado mais intenso imaginável, não importa.

Diz que podemos cometer os pecados de forma convicta, que mesmo assim não nos separaremos de Deus.

Imagine um católico dizendo tal coisa a um protestante, em um debate sobre o pecado, qual seria a resposta do protestante?
(não responda, caro leitor, apenas abra sua Bíblia e leia o que ela diz sobre o pecado ? Mt 25,32; Mt 13,30; Mt 3,10; Hb 10,26-29).


 2ª)- “Fazer o bem é mais perigoso que o mal”


 "Estas almas piedosas que fazem o bem para chegar ao céu não somente não o alcançarão, como serão arranjados entre os ímpios; e importa mais em impedi-los de fazerem boas obras que pecados". (Wittenberg, VI, 160, citado por O’Hare, in “The Facts About Luther“, TAN Books, 1987, p. 122).

 Sim, é isso que você leu! Deve-se evitar praticar boas obras, não pecados. Acaso foi isso que Jesus ensinou? Pense em Cristo exortando a pecadora, em vias de ser apedrejada, e, ao segurá-la pela mão, dizer: “vá, e não pratique mais boas obras”, e continue a pecar, basta apenas ter fé em mim e pode continuar com sua vida de pecados.

Na verdade, o que Lutero quer dizer é “não se preocupe com os pecados, Jesus os encobrirá. Preocupe-se com suas boas obras, isto lhe condenará“.

As Escrituras dizem que seremos julgados pela forma como vivemos a nossa fé. Paulo diz claramente, em Rm 2,5-11, que o justo julgamento de Deus será de acordo com nossas ações. De acordo com 2Cor 5,10, receberemos a recompensa de Deus de acordo com nossos atos, bons ou ruins. Segundo Lutero, seremos recompensados por não fazer boas obras, enquanto que nossos pecados não influirão no julgamento de Deus.

Você pode perguntar: mas não são os protestantes que acreditam “somente na Bíblia“? Bem, responderíamos, somente quando lhes convém…

 3ª)- “Não há livre arbítrio”

 "…Em relação a Deus, e a tudo que importa na salvação e condenação, o homem não possui livre-arbítrio, é um cativo, um prisioneiro, um escravo, seja da vontade de Deus, seja da vontade de Satanás". (Bondage of the Will, Martin Luther: SelectionsFrom His Writings, ed. by Dillenberger,Anchor Books, 1962 p. 190). "Tudo que fazemos é por necessidade, não por livre-arbítrio, pois o livre-arbítrio não existe…" (Ibid, p. 188)

 "O homem é como um cavalo. Deus o está montando? Um cavalo é obediente e aceita as vontades de seu dono, e vai onde quer que ele queira. Acaso Deus soltou as rédeas? Então Satanás sobe em seu dorso, e o submete aos seus caprichos…Portanto, a necessidade, e não o livre-arbítrio, é o princípio controlador de nossa conduta. Deus é o autor do que é mal como do que é bom, e, da forma como concede a felicidade àqueles que não a merecem, assim também condena a outros que não desejaram seu destino". (‘De Servo Arbitrio‘, 7, 113 seq., citado por O’Hare, in ‘The Facts About Luther, TAN Books, 1987, pp. 266-267.) 


A Bíblia discorda de Lutero. Lemos em Eclesiástico 15,11-20 (Livro que Lutero tirou da sua bíblia protestante):

“Não digas: É por causa de Deus que ela me falta. Pois cabe a ti não fazer o que ele abomina. Não digas: Foi ele que me transviou, pois que Deus não necessita dos pecadores. O Senhor detesta todo o erro e toda a abominação; aqueles que o temem não amam essas coisas. No princípio Deus criou o homem, e o entregou ao seu próprio juízo; deu-lhe ainda os mandamentos e os preceitos. Se quiseres guardar os mandamentos, e praticar sempre fielmente o que é agradável (a Deus), eles te guardarão. Ele pôs diante de ti a água e o fogo: estende a mão para aquilo que desejares. A vida e a morte, o bem e o mal estão diante do homem; o que ele escolher, isso lhe será dado, porque é grande a sabedoria de Deus. Forte e poderoso, ele vê sem cessar todos os homens. Os olhos do Senhor estão sobre os que o temem, e ele conhece todo o comportamento dos homens“.

Os protestantes, claro, replicarão dizendo que Eclesiástico não é um livro canônico. Apesar de estarem errados, e Eclesiástico ser sim um livro canônico (leia os porquês em vários artigos de nossos site), podemos citar livros que eles apreciam como Escritura Sagrada:

Dt 30,19-20: “Tomo hoje por testemunhas o céu e a terra contra vós: ponho diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição. Escolhe, pois, a vida, para que vivas com a tua posteridade, amando o Senhor, teu Deus, obedecendo à sua voz e permanecendo unido a ele. Porque é esta a tua vida e a longevidade dos teus dias na terra que o Senhor jurou dar a Abraão, Isaac e Jacó, teus pais“. Vemos que o homem, além de ser livre para escolher, ele é obrigado a fazer tal escolha. Em Gn 4,7 lemos: ?Se praticares o bem,, sem dúvida alguma poderás reabilitar-te. Mas se precederes mal, o pecado estará à tua porta, espreitando-te; mas, tu deverás dominá-lo?.


Em Jo 15,15: “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz seu senhor. Mas chamei-vos amigos, pois vos dei a conhecer tudo quanto ouvi de meu Pai“. Não nos parece que João concorda com Lutero a respeito da natureza eqüina dos homens, nem de seu jóquei...


Lutero disse que Deus é o responsável pelo bem e pelo mal.

Porém Paulo também discorda dele, pois escreveu: “Pois, se nós, que aspiramos à justificação em Cristo, retornamos, todavia, ao pecado, seria porventura Cristo ministro do pecado? Por certo que não!“. Por certo que Lutero está errado.


4ª)- Os cristãos não estão sujeitos a autoridade alguma

 "Todo cristão é pela fé tão exaltado sobre todas as coisas que, por meio de um poder espiritual, é senhor de todas as coisas, sem exceções, que nada lhe causará mal. De fato, todas as coisas foram feitas sujeitas a ele e são orientadas a servi-lo na sua salvação". (‘Freedom of a Christian,’ Martin Luther. Selections From His Writings, ed. por Dillenberger, Anchor Books, 1962 p. 63.)


"Injustiça é feita quando as palavras ?sacerdote, clérico, espiritual, eclesiástico? são transferidas de todos os cristãos para aqueles poucos que são chamados por costume mesquinho de 'esclesiásticos' "(Ibid., p. 65)


Segundo Lutero, não há necessidade de sacerdotes, e da hierarquia. Todo cristão tem uma relação livre com Deus (Vejam ai resultado: Seitas e heresias para todos os gostos):

Listas de igrejas em que Lutero é a árvore, e estes são seus ramos:

Assembléia De Deus Com Doutrinas E Sem Costumes (Rio De Janeiro - RJ)
Associação Evangélica Fiel Até Debaixo D'água
Bola De Neve Church (Esta garante que vai para o Abismo)
Catedral Evangélica Pentecostal Do Grande Deus (Bragança Paulista - SP)
Comunidade Arqueiros De Cristo
Comunidade Do Coração Reciclado
Comunidade Evangélica Shalom Adonai, Cristo!
Comunidade Porta Das Ovelhas
Congregação Anti-Blasfêmias
Congregação J.A.T. (Jesus Ama A Todos)
Cruzada De Emoções
Cruzada Do Poder Pleno E Misterioso
Cruzada Evangélica Do Ministério De Jeová, Deus Do Fogo
Cruzada Evangélica Do Pastor Waldevino Coelho, A Sumidade
Igreja "A" De Amor   
Igreja "Eu Sou A Porta"
Igreja A Fé De Gideão
Igreja A Serpente De Moisés, A Que Engoliu As Outras (Rio De Janeiro - RJ)
Igreja Aceita A Jesus
Igreja Assembléia De Deus Dos Remanescentes (Petrolina - PE)
Igreja Atual Dos Últimos Dias (Araras - SP)
Igreja Automotiva Do Fogo Sagrado

ALGUEM  PODE CONVENCER  DO CONTRÁRIO QUE ISTO NÃO É  UMA TORRE DE BABEL !!!??? UM VERDADEIRO MONSTRO DEVORANDO-SE UMAS AS OUTRAS APENAS COM INTERESSES FINACEIROS ?


Lutero é a árvore e estes  são os seus  ramos.

I João 2,19: Eles saíram dentre nós, mas não eram dos nossos. Se tivessem sido dos nossos, ficariam certamente conosco. Mas isto se dá para que se conheça que nem todos são dos nossos.



Isto parece algo muito bom, e realmente nós podemos ter uma relação direta com Deus. Entretanto não podemos excluir o papel da hierarquia e dos sacerdotes. Lemos no livro de Números, capítulo 12, que a irmã de Moisés, Mirian (Maria), disse: “Porventura é só por Moisés, diziam eles, que o Senhor fala? Não fala ele também por nós“. A Bíblia mostra que “o Senhor ouviu isso” e disse “Por que vos atrevestes, pois, a falar contra o meu servo Moisés?” e logo depois “Maria foi ferida por lepra“.


A Bíblia nos ensina a não proceder contra os escolhidos por Deus:“Deus me guarde de jamais cometer este crime, estendendo a mão contra o ungido do Senhor, meu senhor, pois ele é consagrado ao Senhor!” (1Sam 24,7). Pela intercessão de Moisés, Mirian foi curada da lepra. Logo depois vemos Coré (Num 16) se rebelar contra Moisés e Aarão: “Basta! Toda a assembléia é santa, todos o são, e o Senhor está no meio deles. Por que vos colocais acima da assembléia do Senhor?“.


A Bíblia mostra que, por causa desta revolta, “Saiu um fogo de junto do Senhor e devorou os duzentos e cinqüenta homens que ofereciam o incenso“. Isto pode ser a semelhança do que espera aqueles que se rebelam contra os desígnios de Deus: “Voltar-se-á em seguida para os da sua esquerda e lhes dirá: – Retirai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno destinado ao demônio e aos seus anjos” (Mt 25,41). 

Por fim o próprio Cristo nos disse:

Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeitarejeita aquele que me enviou. (Luc 10:16) 

5ª)- Os camponeses mereceram seu destino

 "Assim como as mulas não se movem até que seu dono lhe puxe as cordas, assim o poder civil deve conduzir as pessoas comuns, açoitá-los, enforcá-los, queimá-los, torturá-los e decapitá-los, para que aprendam a temer o poder estabelecido" (El. ed. 15, 276, citado by O’Hare, em ‘The Facts About Luther, TAN Books,1987, p. 235). "O camponês é um porco, e quando um porco é abatido, ele está morto, e da mesma forma os camponeses não pensam sobre a vida futura, pois do contrário se comportariam de outra maneira". (‘Schlaginhaufen,’ ‘Aufzeichnungen‘ p. 118, citado ibid., p. 241).

 Trata-se do episódio da guerra dos camponeses de 1525. O próprio Lutero recomendava aos príncipes: “impeça-os da forma que puderem, como se matam cachorros loucos” (Ibid., p. 235).

Erasmo de Roterdã, contemporâneo de Lutero, relatou que mais de cem mil camponeses perderam suas vidas (Ibid., p. 237).

 Provavelmente você, leitor católico, já foi defrontado por protestantes com o argumento de que a Igreja “matou milhões de pessoas na inquisição”, entre outras acusações (mal informadas, no caso das inquisições).

Porém, como estamos mostrando neste artigo, poucos são os que conhecem que Lutero, Calvino e Elisabeth promoveram massacres contra católicos ou não-católicos.

Muitos, na verdade, não sabem nem mesmo que Calvino mandou queimar Miguel de Serveto, ou porque Thomas Moore foi decapitado, na Inglaterra…

 6ª)- Poligamia

 "Confesso não poder evitar que uma pessoa despose muitas mulheres, pois tal não contradiz as Escrituras. Caso um homem escolha mais de uma mulher, deve procurar saber se está satisfeito com sua consciência de que o fará em acordo com o que diz a Palavra de Deus. Neste caso, a autoridade civil nada tem a fazer". (De Wette II, 459, ibid., pp. 329-330)

Somente pela Escritura Lutero não pôde descartar a poligamia. Talvez ser bígamo, ter várias mulheres ao mesmo tempo, sem ser fiel a nenhuma delas, não influencie na conduta cristã de buscar na Bíblia somente o que diz respeito à salvação…

 7ª)- A Bíblia poderia melhorar

 "A história de Jonas é tão monstruosa que é absolutamente inacreditável". (‘The Facts About Luther, O’Hare, TAN Books, 1987, p. 202)

"Eu jogaria o livro de Esther no Elbe. Sou de tal forma inimigo deste livro que preferiria que não existisse, pois é judaizante demais e com grande parte de idiotices pagãs". (Ibid.)

" A carta de Tiago é uma carta de palha, pois não contém nada de evangélico". (‘Preface to the New Testament,’ed. Dillenberger, p. 19.) " Se algo sem sentido foi falado, este é o lugar. Eu confirmo o que muitos já haviam dito que, com muita probabilidade, esta epístola não fora escrita pelo apóstolo, e não merece o nome do apóstolo". (‘Pagan Servitude of the Church‘ ed. Dillenberger, p. 352.).


 " Para mim tal livro* não possui qualquer característica cristã. Que cada um julge este livro; eu mesmo tenho aversão, e isto é o suficiente para rejeitá-lo". (Sammtliche Werke, 63, pp. 169-170, ‘The Facts About Luther,’ O’Hare,TAN Books, 1987, p. 203).


*NT: Trata-se do livro de Apocalipse.

 É dito que Lutero entendeu a Bíblia “como se Deus falasse ao coração”. Mas é difícil de imaginar que o próprio Deus, que lhe “falou ao coração”, revelasse que Tiago escreveu uma epístola sem valor. Tal confusão é bem parecida com a “inspiração pelo Espírito Santo” que os evangélicos têm hoje em dia para confirmar a veracidade de suas interpretações bíblicas. É interessante também notar que, para os protestantes, a Bíblia é a autoridade final, correto? Porém vemos que Lutero se coloca acima da autoridade da Bíblia, escolhendo quais livros devem pertencer ou não a ela, e ainda com a “autoridade” de definir determinado livro. Na realidade, Lutero se colocou acima da Bíblia que afirma estar sujeito. Sem perceber, os protestantes de ontem e de hoje fazem o mesmo.

Os protestantes, debatendo sobre os deuterocanônicos, citam passagens que dizem que os que acrescentam qualquer coisa à Palavra de Deus serão condenados.


Demonstramos com vários artigos que, na realidade, quem acrescentou ou retirou algo da Bíblia foram os reformadores. E o próprio Lutero admite tal feito, com a adição da palavra “somente” em Rm 3,28 de sua tradução para o alemão:

"Se um papista lhe questionar sobre a palavra “somente”, diga-lhe isto: papistas e excrementos são a mesma coisa. Quem não aceitar a minha tradução, que se vá. O demônio agradecerá por esta censura sem minha permissão". (Amic. Discussion, 1, 127,’The Facts About Luther,’ O’Hare, TAN Books, 1987, p. 201)

 8ª)- Judeus para o inferno

 "Os judeus são pequenos demônios destinados ao inferno". (‘Luther’s Works,’ Pelikan, Vol. XX, pp. 2230). "Queime suas sinagogas. Negue a eles o que disse anteriormente. Force-os a trabalhar e trate-os com toda sorte de severidade…são inúteis, devemos tratá-los como cachorros loucos, para não sermos parceiros em suas blasfêmias e vícios, e para que não recebamos a ira de Deus sobre nós. Eu estou fazendo a minha parte". (‘About the Jews and Their Lies,’ citado em O’Hare, in ‘The Facts About Luther, TAN Books, 1987, p. 290)


Mesmo se os judeus fossem inimigos, Lutero deveria amá-los, e não tratá-los como cachorros loucos, muito menos recomendar tal tratamento. Os cristãos devem reconhecer nos judeus o povo chamado por Deus e portador de sua revelação, e que possuem um papel na história da salvação. De fato, o chamado descobridor da doutrina de Deus encoberta pelos católicos, não parece ser familiar com a doutrina cristã que alegam ter resgatado.

 9ª)- Cristo pecador

 "Cristo Adúltero. Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: “Que fez, então, com ela?” Depois, com Madalena, depois, com a mulher adúltera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer". (Lutero, Tischredden,Table Talk, Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martinho Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15).


Creio que não se pode comentar tais palavras, assegurando que vieram do nome daquele que cultuam hoje como “a estrela que brilhou no meio à escuridão da idade média”. Não há dúvida: Lutero está errado. Cristo se assemelhou em tudo a nós, menos ao pecado. Isto é evidente pela Sagrada Escritura e pela autoridade da Igreja, pois Cristo é Deus.

Imagine, leitor, o que aconteceria se você apresentasse este fragmento a um protestante, esperasse este identificar quem o disse, e depois revelar que foi dita por nada menos que Martinho Lutero?

Infelizmente, os protestantes se recusarão a buscar as obras de Lutero e de outros reformadores. Sua metodologia “minha consciência é meu guia” lhe impede de aderir a qualquer semelhança com a doutrina de algum ser humano, ainda mais se este ser humano ensinou o que mostramos acima.

Na realidade, os protestantes, que acham que retiram suas doutrinas da Bíblia, na realidade copiam as conclusões de outras pessoas, como Lutero (o que é um mau negócio), Calvino (também), ou o que pode ser ainda pior, de suas próprias conclusões.


Talvez a única conclusão que podemos retirar destas, e de várias outras frases, é a que o apóstolo Paulo nos incentiva:


“Examinai-vos a vós mesmos, se estais na fé. Provai-vos a vós mesmos…A menos que a prova vos seja, talvez, desfavorável” (2Cor 13,10).



“Pregando a Verdade e confirmando os irmãos na verdadeira fé, com a graça de Deus construo Catedrais nas almas para que nelas possam habitar o Espírito Santo de Deus” ( Pierry de Craon).
Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 3 Comentário. Deixe o seu!

Isayas
13 de janeiro de 2013 09:35

A INCOERENCIA E RELATIVISMO DE MUITAS SEITAS PROTESTANTES, ATÉ ALIADAS DE COMUNISTAS DO PT, COMO A IGREJA UNIVERSAL-IURD-EDIR MACEDO-PRB, DA BASE DE APOIO AO GOVERNO
VOTOU PT? AUTOMATICAMENTE VOTOU NA IURD!
O protestantismo – historicamente todas as denominações cristãs fora da Igreja Católica Apostólica Romana, ou outras adotantes de “católica e (ou) apostólica” no nome, foi alicerçado no dissenso e anti semita Lutero: entrou no convento sem vocação sacerdotal, mas para se abrigar por crime de morte cometido, por inveja; ordenou-se e se envolveu em adultérios, idem com os Rosacruzes, suicidando-se ao final. Era de um genio rebelde e irascível e possuía aversão a superiores eao poder hierárquico-doutrinário exercido pela Igreja à época; compara-se à esquerdo-comunista Teologia da Libertação-TL.
Lutero se esforçou em suprimir o poder eclesial católico e sua rígida doutrina tradicional bíblico-patrística por um sistema mais flexível e individual, em que pessoas e comunidades escolhessem pastores, ensinariam a seu modo e critério; resultado: gradativa expansão de milhares de seitas em que cada uma doutrina a seu modo ou conveniência, acusam-se mutuamente de heréticas, traduzindo-se num Evangelho e igrejas conversíveis a situações, interesses - idem à TL, muitas aliaram-se ao PT - e muitos contrastes entre facções que, apesar dos paradoxos, afirma cada uma inspirada pelo Espírito Santo(?)…
De fato, cada evangélico é uma micro seita devido à interpretação pessoal que difere entre si por interpretarem diferentemente uns dos outros. Há seitas abortistas, outras pró adultério, etc; a Eucaristia sim, outras não, o batismo de crianças sim, outras não, etc., e até homossexualistas e quase sem exceção cultuam o esoterismo, similares a centros espíritas: manifestações de entidades, exorcismos de supostos maus espíritos ou para curas, histeria coletiva, rodopios, pessoas em aparentes transes – enfermando-se, o pastor não convoca outro para exorcizá-lo; vai ao médico. E suas as homilias sujeitam-se à aprovação ou não individual, tudo no mais absoluto relativismo doutrinário-hermenêutico.
Há grupos RCCs dissidentes às rígidas normas da Igreja destinadas a eles praticando o pentecostalismo acima, não se diferindo, são extensões protestantes infiltradas na Igreja.
Elos com nazistas: o socialista Hitler elegeu-se graças a votos de estados protestantes, media de 47%, nos católicos 21%; se fosse a Alemanha católica não subiria ao poder e 99,4% dos pastores à época eram informantes pró-nazismo. E ainda atribuem injustamente ao S Padre Pio XII aliança a ele!
Assim, nesse ideário relativista existia a antiga e esoterista maçonaria de antes do cristianismo, de Babilônia, do antigo Egito, etc., e sua legislação atual foi formalizada por James Anderson, pastor presbiteriano; nos EUA e Europa os vínculos aproximam-se com o protestantismo – muitos pastores são maçons – e influenciaram a Revolução Francesa nos princípios – igualdade, liberdade e fraternidade – idem o espiritismo e o comunismo, o qual é apenas a transposição de idéias de Lutero-maçonaria para a práxis socialista-comunista, supostamente igualitarista, fraternal em meio a contrastes marcantes de povos e pessoas, pelo menos na sua proposta; de fato, uma tremenda farsa.
Há vídeos no You Tube de pastores em recíprocas acusações de elos com maçonaria, uns relativistas e ateus envolvidos em capas de Bíblias...
Sem dúvidas: o orgulho e soberba camuflam-se sob esses comportamentos; o progresso, a ciência e o modernismo tecnológico, cada vez mais aparentando resolver os problemas humanos estão a serviço de um reino luciferino que poderá eclodir, de um homem auto suficiente e neo deificista, mas tão cego ao não perceber sua submissão a nova tutela, nada diferindo o acima do pecado do homem no Éden, dando guarida ao orgulho e soberba de querer se igualar a Deus, aceito por nossos pais e vivenciados no protestantismo.
Quanto à "Reforma Protestante", prefiro "Rebelião Protestante", pois insurgiu também contra a doutrina da Igreja.

Anônimo
6 de fevereiro de 2013 07:23

Nuhss, fanaticos vocês hein?

Anônimo
6 de fevereiro de 2013 09:34

Vamos ver quem é fanático ? (Usando a razão que é proibida de usar do protestantismo):

AS ETAPAS DE UM “NOVO CONVERTIDO” NO PROTESTANTISMO:


1)-JÚBILO: Está empolgado com a experiência com Deus: Tudo nesta fase é : Ôôôô Glória!Aleluia!!!!!

2)-EXALTAÇÃO: Está extasiado e impressionado com com a atenção e tratamento VIP que não recebia quando estava em outra denominação.Participa ativamente de tudo, sendo fiel dizimista.

3)-CHOQUE: Fica escandalizado com os Contra-testemunhos de pastores e membros da atual denominação a qual está participando, e ver que não tem muita diferença da outra de onde veio.

4)- FRUSTRAÇÃO: Percebe também as suas próprias fraquezas e quedas, mas cobra mais dos outros que de si mesmo – Tudo isto vai gerando uma frustração e diminuindo aquele encanto e fervor inicial.

5)-AFLIÇÃO: Começa a estudar e conhecer melhor a origem da denominação a qual está freqüentando e ver que ela surgiu de divisões interesseiras – Tenta ocultar mas está aflito e precisa tomar uma decisão.


6)- DESLIGAMENTO: Começa a se convencer que não precisa de denominação alguma para ser salvo ( Cristo sim, Igreja Não!!!), e lentamente vai deixando de freqüentar a denominação e cortando laços com seus membros. Volta a vida de antes, apenas Crendo em Deus.

*1Jo 2,19 - "Eles Saíram do nosso meio, mas não eram dos nossos; pois, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco. Mas, [saíram] para que se mostrasse que nem todos são dos nossos, nem do número dos eleitos.

"Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo" (Efésios 4:5).

Anderson - São Paulo

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger