A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas no todo ou em parte, não significa necessariamente, a adesão às ideias nelas contidas, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Todas postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores primários, e não representam de maneira alguma, a posição do blog. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo desta página.
Home » , » Associação Cultural Montfort faz dossiê sobre os Arautos do Evangelho - Mitos e Verdades

Associação Cultural Montfort faz dossiê sobre os Arautos do Evangelho - Mitos e Verdades

Written By Beraká - o blog da família on sábado, 26 de agosto de 2023 | 17:41

 




Muitos de nossos leitores nos tem perguntado sobre os Arautos do Evangelho, colocamos aqui essa análise da "Associação Cultural Montfort", com todo direito de resposta nos comentários, por parte dos Arautos (membros e simpatizantes), desde que se identifiquem.











UMA ANÁLISE GERAL SOBRE OS ARAUTOS

 



Prezados leitores, Salve Maria!

 



Aproveito para responder de forma conjunta algumas das perguntas que recebemos sobre os Arautos do Evangelho.




Está claramente demonstrado a existência nos Arautos do Evangelho de muitos erros doutrinários, ou seja, muitos dos ensinamentos dados pelos Arautos são contrários ao que a Igreja Católica ensina. 




Também, é comum nos Arautos, e principalmente em Monsenhor João Clá, afirmações próprias de quem perdeu completamente a sanidade, como por exemplo: 





-Que ele Monsenhor não vai morrer e que Plinio irá ressuscitar, e que juntamente com Dona Lucília governarão a Igreja.

 

 

-Também há muitas provas do delirante culto que é prestado a Plinio e agora a Monsenhor João Clá. Um culto delirante que transforma Monsenhor João, Plinio e sua mãe Lucília em verdadeiros deuses. 




 

(foto reprodução)


 



-Que possuiriam uma santidade como nunca houve na história e que eles fundariam um reino milenarista onde a Igreja seria de fato substituída por estas três pessoas.




Tudo isto pode ser constatado em vários artigos que constam do nosso site (Monffort) e outros na Internet em geral e, sobretudo, no livro de autoria do Professor Orlando Fedeli: "No país das maravilhas:  a gnose burlesca da TFP e dos Arautos do Evangelho". Fica-se espantado com a quantidade de testemunhos que dão conta dos problemas existentes nos Arautos.




Mais recentemente vieram a público muitos casos mostrando com os Arautos separam os filhos dos pais, fomentando a divisão familiar, fazendo com que os filhos se julguem eleitos e tratem os pais como réprobos que não tem admiração e reconhecimento por Monsenhor João.












Recentemente foram publicados vídeos onde Monsenhor João realiza vários exorcismos em suas discípulas. Sempre em discípulas! 





O que fica claro é que se trata de uma simulação daquela que é supostamente possuída, ou de monsenhor João ou de ambos. Uma clara fraude cujos motivos de realização são muito estranhos, para dizer o mínimo. Tudo feito contra as regras da Igreja e contra o bom senso e para mostrar o “poder” de Monsenhor João. Também foram divulgados outros vídeos com reuniões de Monsenhor João com os padres dos Arautos. 



Nestas reuniões os delírios chegam ao inimaginável e o ódio ao Papa e a hierarquia em geral chegam ao ápice!




Também não faltaram relatos de problemas morais. E todos se perguntam de onde viriam os infindáveis recursos financeiros dos Arautos. Como disse certa vez um padre, “nem o Vaticano tem tanto dinheiro com eles”.




Doutrinas contrárias a Igreja Católica, culto louco a monsenhor João, a Plinio e a Lucília, simulações de exorcismos e ódio ao Papa e a Hierarquia, suspeitas de problemas morais e fraudes financeiras eis um adequado resumo dos Arautos.




Então,  os Arautos do Evangelho através de um corpo de advogados extremamente eficiente conseguiu proibir a divulgação desses vídeos e áudios na internet.  Aqueles que divulgaram os vídeos sofreram processos.  Até os dias de hoje aqueles que denunciam os arautos são processados na esfera civil. Tudo isto é claro constitui uma intimidação para quem divulga os seus erros. Da parte do clero absoluto silêncio... Com honrosas exceções de um ou dois bispos que pouco tempo depois de suas acusações tiveram que se recolher ao silêncio. De minha parte comuniquei as diversas autoridades religiosas o que conhecia sobre os arautos especialmente aquilo que Monsenhor João procura ocultar. Enviei um farto material para todos os visitadores nomeados pelo Vaticano e levei muitas testemunhas para conversar com eles. Para algumas destas testemunhas foi solicitado que prestassem juramento, por escrito, quando de seu depoimento.  Em outubro tive contato pessoal com a direção da Congregação dos Religiosos em Roma entregando a eles um grande volume de documentos. Em Roma me informaram que o processo sobre os Arautos já estava em andamento. E que em breve haveria um pronunciamento, uma decisão sobre o caso. Todas as autoridades religiosas me disseram que o número de informações que condenavam os arautos é muito grande e me recomendaram coragem e que eu não me deixasse intimidar por ameaças. Que eu incentivasse também aos demais denunciantes a se manterem firmes nas suas decisões.Ouvi de todas as autoridades eclesiásticas sem distinção que algo precisaria ser feito e que havia muita coisa de errado nos Arautos e que até o Papa Francisco estava preocupado com eles. Todos com quem conversei concordaram comigo que o mais importante é condenar o culto delirante a monsenhor João e a Plinio. É este culto que fanatiza tantas pessoas que são ingenuamente iludidas pelos Arautos. Uma palavra do Papa, ou ao menos de alguma importante autoridade romana condenando esse culto e boa parte dos problemas estaria resolvido. Parece muito pouco se comparado ao desastre de deixar os Arautos funcionando como se nada tivesse acontecido. Entretanto, diante de tantas evidências e de tantas loucuras nada, absolutamente nada foi feito até o presente momento. Os Arautos continuam a utilizar as mesmas igrejas das quais sempre fizeram uso.  Porque? O que explica tanta omissão? Porque será que a hierarquia católica não se preocupa que aconteça novamente o desastre dos Legionários? Porque houve uma condenação tão rápida e tão forte em outros casos, como por exemplo, em relação aos Franciscanos da Imaculada, e agora apesar de todas as evidências dos erros dos Arautos, inclusive nas duras críticas e até ameaças em relação ao Papa Francisco, os Arautos não sofreram qualquer punição ou mesmo qualquer repreensão? Existem boatos que os Arautos apresentaram ao Núncio um enorme dossiê contra os bispos do Brasil que iria para a imprensa caso eles fossem condenados. Será verdade? O que eu constato é uma enorme decepção naqueles que estiveram ligados e foram enganados pelos Arautos, principalmente nos pais que tudo fizeram para livrar seus filhos dos Arautos. Ressalto que estes que estão decepcionados são pessoas que de forma geral não poderiam ser enquadradas como da linha tradicional, pelo contrário, na maioria das vezes são pessoas engajadas nas atividades paroquiais comuns, sejam elas quais forem, e que na condenação aos Arautos se veem completamente abandonados pela hierarquia. É bastante frequente estes que se decepcionaram citarem que esta omissão é semelhante ao que ocorre nos casos de pedofilia.




Por que os Bispos das dioceses onde os Arautos têm presença marcante se omitem de qualquer condenação? Qual o motivo de tamanho escândalo?





Foi me apresentado um áudio trocado por WhatsApp entre dois Arautos. Dois que pertencem a “cúpula” da instituição. Nele se afirmava que a luta contra os Arautos era algo que envolvia uma luta em toda a igreja, que de fato somente poucas pessoas sabiam o que estava acontecendo. Que esta luta remontava ao tempo de São Pio X com a criação da La Sapienière, que foi uma organização secreta fundada em 1906 e constituída por um grupo de clérigos católicos que se dedicavam a buscar informações de outros eclesiásticos - incluindo cardeais - ou membros de congregações religiosas que eram suspeitas de modernismo teológico. Será verdade? No áudio ainda se comenta que as autoridades romanas sabiam perfeitamente que Monsenhor João era o braço direito de Plinio, inclusive que era o grande propagador do delirante culto a Plínio, mas que, tendo em vista a função que monsenhor deveria exercer, isto não foi levado em consideração. Se o que foi informado no áudio for verdade, então a questão da falta de punição dos Arautos estaria ligada a uma enorme batalha dentro da Igreja, e poderíamos perguntar: será que os Arautos estariam envolvidos em uma batalha da proporção do embate descrito no romance de Malachi Martin, "A Casa Varrida pelos ventos"? Uma luta de tal proporção que levaria um papa a renúncia? E se é verdade que os Arautos fazem parte desta luta certamente não cabe a eles o combate ao modernismo, pelo menos o modernismo doutrinário, e muito menos a defesa da Missa Antiga que eles se recusam a celebrar. Então o que eles fazem? Qual o papel deles nesta luta? De que lado eles estariam? Será que isto teria alguma relação com o fato de Plinio Correa jamais ter se manifestado contra a Missa Nova e jamais ter permitido a publicação do livro de Arnaldo Vidigal Xavier da Silveira sobre a Missa? É claro que aqui só posso fazer conjecturas, mas sem dúvida o poder ou a proteção com que os Arautos contam na hierarquia é gigantesca. Disto tenho certeza e dou um exemplo. Em minha “peregrinação” para esclarecer sobre os Arautos, recentemente fui recebido por um bispo de uma diocese onde os Arautos tem uma grande atuação. Nesta conversa haviam outras pessoas presentes inclusive um padre com importante função na diocese. Do ponto de vista doutrinário nem o bispo nem a diocese tem uma linha sequer próxima a dos arautos do evangelho, e também estão muito longe de algo que poderia ser caracterizado como uma “linha conservadora”. Após ter apresentado diversos fatos o bispo foi enfático na condenação aos Arautos. Explicou a presença deles na diocese como tendo sido fruto de uma manobra que o enganou. O padre ali presente afirmou, mais de uma vez, que eles eram uma seita. Animado, mas sem muitas esperanças, pedi então ao Bispo que ele condenasse os Arautos. Ele me respondeu que preferia aguardar a decisão de Roma. Então insisti para que ele condenasse o culto a Plinio e a Monsenhor João. Ao que ele respondeu que quando um padre da diocese fez isto na sua paróquia os Arautos procuraram ao Bispo, ou seja, a ele mesmo, para dizer que se o padre continuasse a criticá-los eles divulgariam o que o padre fazia de errado. E concluiu “eles são muito duros”. Algum tempo depois de minha conversa o bispo recebeu os Arautos para algumas comemorações... Então, o que se constata, é que os problemas dos Arautos estão claros e basta ter um mínimo de boa vontade para verificar o quanto eles estão errados, por outro lado, por razões que não sabemos há uma enorme inércia por parte da hierarquia da Igreja na sua condenação. De nossa parte continuaremos a demonstrar os graves erros dos Arautos e de outros discípulos de Plinio procurando afastar e prevenir especialmente os católicos contra esses erros. É o que podemos fazer. Seguimos o conselho que nos foi dado na Congregação dos Religiosos, mas que infelizmente eles mesmos não cumprem. Em relação aqueles que têm a autoridade e a obrigação de tomar alguma providência efetiva continuaremos a alertá-los, mas cada vez mais convictos que a sua falta de ação não é devida a falta de conhecimento dos problemas dos Arautos mas por outras razões que, por enquanto, somente podemos supor.



Por fim não nos esqueçamos de rezar e pedir o auxílio de Nossa Senhora para que a condenação aos Arautos não tarde mais.



Alberto Zucchi - 2 de abril de 2.019



 

 

Fonte:https://www.montfort.org.br/bra/cartas/polemicas/20190403092923/













.............................................

 

 




APOSTOLADO BERAKASH - A serviço da Verdade: A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. As notícias publicadas nesta página são repostadas a partir de fontes diferentes, e transcritas tal qual apresentadas em sua origem. Este blog não se responsabiliza e nem compactua com opiniões ou erros publicados nos textos originais. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com as fontes originais para as devidas correções, ou faça suas observações (com fontes) nos comentários abaixo para o devido esclarecimento aos internautas.Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.Não somos bancados por nenhum tipo de recurso ou patrocinadores internos, ou externo ao Brasil. Este blog é independente e representamos uma alternativa concreta de comunicação. Se você gosta de nossas publicações, junte-se a nós com sua propaganda para que possamos crescer e fazer a comunicação dos fatos, doa a quem doer. Entre em contato conosco pelo nosso e-mail abaixo, caso queira colaborar de alguma forma:

 

 

 

 

filhodedeusshalom@gmail.com


Curta este artigo :

Postar um comentário

Todos os comentários publicados não significam a adesão às ideias nelas contidas por parte deste apostolado, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados. Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

TRANSLATE

QUEM SOU EU?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado APOLOGÉTICO (de defesa da fé, conforme 1 Ped.3,15) promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Defendemos as verdade da fé contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Deus é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade. Este Deus adocicado, meloso, ingênuo, e sentimentalóide, é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomás de Aquino).Este apostolado tem interesse especial em Teologia, Política e Economia. A Economia e a Política são filhas da Filosofia que por sua vez é filha da Teologia que é a mãe de todas as ciências. “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

POSTAGENS MAIS LIDAS

SIGA-NOS E RECEBA AS NOVAS ATUALIZAÇÕES EM SEU CELULAR:

TOTAL DE ACESSOS NO MÊS

ÚLTIMOS 5 COMENTÁRIOS

ANUNCIE AQUI! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com

SÓ FALTA VOCÊ! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com

SÓ FALTA VOCÊ! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com
 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger