A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas no todo ou em parte, não significa necessariamente, a adesão às ideias nelas contidas, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Todas postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores primários, e não representam de maneira alguma, a posição do blog. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo desta página.
Home » , » Imitando padre Zezinho: "Se não me deixarem falar escrevei, gesticularei e rezarei"

Imitando padre Zezinho: "Se não me deixarem falar escrevei, gesticularei e rezarei"

Written By Beraká - o blog da família on sábado, 8 de julho de 2023 | 13:40

 





Por *Francisco José Barros Araújo




Na história do povo de Deus os profetas eram homens escolhidos por Ele, para serem canais da manifestação de sua vontade. Durante muito tempo, eles foram instrumentos poderosos e através destes, a glória do Senhor por diversas vezes foi manifestada.Foi pela boca dos profetas que muitas vezes o povo de Deus retomou a caminhada. Embora os lobos com pele de cordeiro sempre andassem no meio do povo escolhido, quando Deus via que a coisa andava feia, Ele separava um profeta que aparecia para denunciar o pecado e o erro, e assim o povo recomeçava. Também nos tempos de hoje, o povo de Deus precisa de profetas. E Deus nos tem mandado alguns. E eles não tem se omitido. Até por que Jesus disse: Se estes (seus discípulos) se calarem, clamarão as pedras! (Lc 19,40). A verdade incomoda o Reino da Mentira.







 

Jesus disse que, se necessário, as pedras clamariam caso seus seguidores se calassem. Isto basicamente significa um indicativo de que a vontade de Deus não pode ser frustrada (Lucas 19,40). Mas este versículo que diz que até as pedras clamarão, precisa ser entendido à luz de seu contexto. Normalmente algumas pessoas entendem que a ideia de que as pedras clamarão significa um tipo de ameaça feita diante de uma suposta omissão da Igreja em anunciar o Evangelho. Mas na verdade o propósito deste texto não é exatamente este, e seu significado é muito mais profundo do que isto.




Por que Jesus disse que, se necessário, as pedras clamarão?











Jesus disse que as pedras clamariam se seus seguidores se calassem, quando estava a caminho de Jerusalém. Aquela era a sua entrada triunfal na Semana da Paixão. A Bíblia diz que enquanto Jesus cavalgava sobre um jumentinho rumo a Jerusalém, a multidão o aclamava dizendo: “Bendito é Aquele que vem, o Rei, no nome do Senhor! No céu paz, e glória nas alturas!” (Lucas 20,38).









O evangelista Lucas diz que as pessoas estavam maravilhadas pelos milagres que tinham presenciado. Foi neste momento que alguns dos fariseus pediram que Jesus repreendesse o povo que o aclamava. A maioria dos fariseus odiava o Senhor Jesus. Então não surpreende o fato de alguns deles terem ficado incomodados diante do louvor direcionado a Cristo.Além disto, os Evangelhos registram que a multidão aplicava a Jesus palavras messiânicas presentes nos salmos. Eles o saudavam como o Filho de Davi, e exclamavam: “Hosana nas maiores Alturas!“ (Mateus 21,9). A multidão estava declarando que Jesus é o Messias, apesar de manterem uma visão completamente distorcida acerca do que isto significava. Aquele apelo popular evidentemente intimidou os fariseus. Eles próprios não ousaram tentar silenciar o povo, mas pediram que Jesus fizesse isso por eles. Foi aí que Jesus respondeu: “Se estas pessoas se calarem, as pedras clamarão”.




O significado das pedras clamarem





(foto reprodução - you tube)




A frase “as pedras clamarão” parece ser um dito proverbial. Talvez, em algum aspecto, Jesus tivesse em mente as palavras do profeta Habacuque: 





“Porque a pedra clamará da parede, e a trave lhe responderá do madeiro” (Habacuque 2,11).









Quando Jesus disse que as pedras clamariam, Ele não estava dizendo exatamente que um milagre aconteceria e literalmente as pedras iriam clamar. Obviamente que Deus é poderoso para fazer isto, se assim o quisesse. João Batista certa vez disse que das pedras, “Deus pode suscitar filhos a Abraão” (Mateus 3,9). Além disso, por diversas vezes a natureza inanimada é citada nas Escrituras como rendendo louvores a Deus (Salmos 96,11; 98,7-9; 114,7; Isaías 55,12; etc.) As pedras realmente poderiam clamar se Aquele que fez com que os surdos falassem, ordenasse que elas levantassem sua voz. Se as pedras clamassem, certamente elas teriam muito a dizer em louvor Àquele que as criou pela palavra de seu poder (Gênesis 1). Mas quando Jesus disse que se a multidão se calasse as pedras clamariam, ele estava dizendo que aquelas palavras de louvores eram inevitáveis. Havia chegado o momento de Ele se revelar da forma mais explicita em seu ministério como o Messias enviado por Deus, o cumprimento das Escrituras. Ninguém seria capaz de esconder isto. Naquele momento a voz que aclamava Jesus como o Messias jamais poderia ser silenciada, nem que as próprias pedras tivessem de clamar. Saiba também como a Bíblia diz que "Jesus é Deus!"

 










As pedras clamarão: uma declaração da divindade de Jesus





Lucas 13,31-33: “Naquele mesmo dia chegaram uns fariseus, dizendo-lhe: Sai, e retira-te daqui, porque Herodes quer matar-te. E respondeu-lhes: Ide, e dizei àquela raposa: Eis que eu expulso demônios, e efetuo curas, hoje e amanhã, e no terceiro dia é que terminarei. Importa, porém, caminhar hoje, amanhã, e no dia seguinte, para que não suceda que morra um profeta fora de Jerusalém”





Portanto, a resposta de Jesus aos fariseus ao dizer “se estes se calarem, as pedras clamarão”, foi uma declaração enfática de sua divindade. Mas por outro lado, a resposta de Jesus não significava que Ele estava aprovando plenamente a reação da multidão.O povo acertava em reconhecer a posição messiânica de Jesus, mas por outro lado eles erravam terrivelmente em não entender a verdadeira natureza dessa posição. Os corações daquelas pessoas estavam tomados por ambições terrenas e nacionalistas, e rejeitaram o ministério do Salvador. Isto explica os versículos seguintes, onde é dito que quando Jesus se aproximou de Jerusalém, ele chorou. O mestre sabia o grave castigo que seria derramado sobre aquela cidade por causa do pecado de o haver rejeitado. Apesar de terem-no aclamado como Messias, aquelas pessoas não tinham alcançado a genuína percepção acerca da Pessoa do Filho de Deus. Saiba mais sobre por que Jesus chorou.Alguns estudiosos sugerem também, que de forma simbólica as pedras clamaram ao se partirem no momento da morte de Jesus (Mateus 27,11). Outros também veem na queda de Jerusalém uma forma e ocasião em que as pedras deram testemunho de sua divindade. Quando não ficou pedra sobre pedra, cumpriu a palavra de Jesus contra aquela cidade (Lucas 19,44).

 




CONCLUSÃO:











 

Não precisamos ser revoltados, paladinos e protagonistas de nossa própria justiça, querendo exerce-la com as as próprias mãos, mas também, não podemos ser conformados e cairmos no conformismo, ou indiferentismo, quando é outro que sofre injustiça. Por isso, a santa indignação precisa estar dentro do nosso coração. Não podemos nos conformar com as injustiças sociais e morais no mundo, de todas as ordens, natureza e maneiras. Deixo por fim com vocês uma  leitura bíblica do profeta Jeremias. Será que ela se parece com a situação atual? Veja, e conclua por si mesmo(a):





“Naqueles dias, disseram eles: Vinde para conspirarmos juntos contra Jeremias; um sacerdote não deixará morrer a lei; nem um sábio, o conselho; nem um profeta, a palavra. Vinde para o atacarmos com a língua, e não vamos prestar atenção a todas as suas palavras’. Atende-me, Senhor, ouve o que dizem meus adversários. Acaso pode-se retribuir o bem com o mal? Pois eles cavaram uma cova para mim. Lembra-te de que fui à tua presença, para interceder por eles e tentar afastar deles a tua ira.” (Jr 18,18-20)

 




*Francisco José Barros Araújo – Bacharel em Teologia pela Faculdade Católica do RN, conforme diploma Nº 31.636 do Processo Nº  003/17













..............................





Apostolado Berakash – A serviço da Verdade - Se você gosta de nossas publicações e caso queira saber mais sobre determinado tema, tirar dúvidas, ou até mesmo agendar palestras e cursos em sua Igreja, grupo de oração, paróquia, cidade, pastoral, e ou, movimento da Igreja, entre em contato conosco  pelo e-mail:






filhodedeusshalom@gmail.com

 

Curta este artigo :

Postar um comentário

Todos os comentários publicados não significam a adesão às ideias nelas contidas por parte deste apostolado, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados. Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

TRANSLATE

QUEM SOU EU?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado APOLOGÉTICO (de defesa da fé, conforme 1 Ped.3,15) promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Defendemos as verdade da fé contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Deus é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade. Este Deus adocicado, meloso, ingênuo, e sentimentalóide, é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomás de Aquino).Este apostolado tem interesse especial em Teologia, Política e Economia. A Economia e a Política são filhas da Filosofia que por sua vez é filha da Teologia que é a mãe de todas as ciências. “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

POSTAGENS MAIS LIDAS

SIGA-NOS E RECEBA AS NOVAS ATUALIZAÇÕES EM SEU CELULAR:

TOTAL DE ACESSOS NO MÊS

ÚLTIMOS 5 COMENTÁRIOS

ANUNCIE AQUI! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com

SÓ FALTA VOCÊ! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com

SÓ FALTA VOCÊ! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com
 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger