A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Os 21 Concílios Universais da Igreja – Você conhece e sabe de que trataram?

Os 21 Concílios Universais da Igreja – Você conhece e sabe de que trataram?

Written By Beraká - o blog da família on sábado, 9 de maio de 2015 | 11:23




01.    NICEIA I -  20/05 A 25/07 de 325 – Papa Silvestre I (314´335) - Assunto principal: A confissão de fé contra Ario: igualdade de natureza do Filho com o Pai.

02. CONSTATINOPLA I - maio a junho de 381 - Papa: Dâmaso I (366´384) - Assunto principal: A confissão da divindade do Espírito Santo

03. EFESO - 22/06 a 17/07 de 431 - Papa: Celestino I (422´432)- Assunto principal: Cristo é uma só pessoa e duas natureza, a maternidade divina de Maria, contra Nestório, Maria, a mãe de Deus : THEOTOKOS

04. CALDEDONIA - 08/10 a 1º/11 de 451 - Papa: Leão I, O Grande (440´461) - Assunto principal: Reafirmação das duas naturezas na única pessoa de Cristo.

05. CONSTANTINOPLA II - 05/05 a 02/07 de 553 - Papa: Virgílio (537´555) Assunto principal: condenação dos Nestorianos: Uma heresia cristológica proposta por Nestório, Patriarca de Constantinopla (428 - 431 d.C.). A doutrina, que foi formada durante os estudos de Nestório sob Teodoro de Mopsuéstia na Escola de Antioquia, enfatiza a DESUNIÃO entre as naturezas humana e divina de Jesus. Os ensinamentos de Nestório o colocaram em conflito com alguns dos mais proeminentes líderes da igreja antiga, principalmente Cirilo de Alexandria, que criticou-o particularmente por negar o título Theotokos ("Mãe de Deus") para a Virgem Maria. Nestório e seus ensinamentos foram condenados como heréticos no Primeiro Concílio de Éfeso em 431 d.C. e no Concílio de Calcedônia em 451 d.C., o que acabou por provocar o cisma nestoriano, no qual as igrejas que apoiavam Nestório deixaram o corpo da Igreja

06. CONSTANTINOPLA III - 07/11 de 680 a 16/09 de 681 - Papa: Agato (678´681) e Leão II (662´663) Assunto principal: Condenação do monoteletismo: em Cristo há Realmente, duas vontades distintas.





07. NICEIA II - 24/09 a 23/10 de 787 - Papa: Adriano I (772´795)- Assunto principal: contra os inconoclastas: há sentido e liceidade na veneração de imagens.

08. CONSTANTINOPLA IV - 05/10 de 869 a 28/02 de 870 Papa: Nicolau I (858´867) e Adriano II (867´872) - Assunto principal: Extinção do cisma do patriarca Fócio

09. LATRÃO I - 18/03 a 06/04 de 1123 - Papa: Calixto II (1119´1124) Assunto principal: confirmação da Concordata de Worms : por vezes chamada de Pactum Calixtinum por historiadores papais, foi um tratado entre o Papa Calisto II e o Sacro Imperador Henrique V, celebrado em 23 de setembro de 1122, perto de Worms. Encerrou a primeira fase da Questão das Investiduras entre o Papado e o Sacro Império Romano. Reconheceu ao Imperador o direito de investir bispos com a autoridade secular ("pela lança") nos territórios que estes governassem, mas não com a autoridade sagrada ("pelo anel e báculo").

10. LATRÃO II - abril de 1139 - Papa: inocêncio II (1130´1143) Assunto principal: O cisma de Anacleto II

11. LATRÃO III - 05 a 19 de março de 1179 Papa: Alexandre III ( 1159´1181) - assunto principal: fixação da necessidade de dois terços dos votos na eleição do Papa

12. LATRÃO IV - 11 a 30 de novembro de 1215 - Papa: Inocêncio III (1198´1216) Assunto principal: confissão de fé contra os cataros; a transubstanciação na Eucaristia; a confissão e a comunhão anuais.

13. LYON I - 28/06 a 17/07 de 1245 - Papa: Inocêncio IV (1243´1254) - Assunto principal: deposição do imperador Frederico II

14. LYON II - 07/05 a 17/07 de 1274 - Papa: Gregório X (1271´1276) Assuntos principais: procedimentos referentes ao conclave; união com os gregos; cruzadas

15. VIENA - 16/10 de 1311 a 06/05 de 1312 - Papa: Clemente V (1305´1314) Assunto principal: Supressão da Ordem dos Templários; campanha de pobreza dos franciscanos; decretos de reforma

16. CONSTANÇA - 05/11 de 1414 a 22/04 de 1418 - Papas: situação de vários antipapas: resignação do Papa romano, Gregório XII (1405´1415);deposição do Papa conciliar, João XXIII (1410´1415) em 29/05/1415 ´ deposição do Papa avinhense, Benedito XIII (1394´1415) em 26/07/1417 ´ eleição de Martinho V em 11/11/1417 - Assuntos principais: extinção do Grande Cisma; condenação de João Hus, Decreto relativo à supremacia do concílio sobre o Papa e decreto relativo à periodicidade dos concílios; concordata com as cinco nações conciliaristas.

17. BASILEIA´FERRAR´FLORENÇA - em Basileia de 23/07/1431 a 07/05/1437 em Ferrara de 18/09/1437 a 1º/01/1438 em Florença de 16/07/1439 a ? em Roma, a partir de 25/04/1442 Papa: Eugênio IV (1431´1447) Assuntos principais: reunião com os gregos em 06/07/1439 com os armênios em 22/11/1439 com os jacobistas em 04/02/1442

18. LATRÃO V - 10/05/1512 a 16/03/1517 Papas: Júlio II (1503´1413) e Leão X (1513´1521) - Assunto principal: contra o concílio cismático de Pisa (1511-1512), decretos de reforma


19. TRENTO -  13/12/1545 a 04/12/1563 (em três períodos) Papas: Paulo II (1534´1549) ; Júlio III (1550´1555) e Pio IV (1559´1565) - Assuntos principais: contra a Reforma de Lutero; doutrina sobre a Escritura e a Tradição, o pecado original e a justificação, os sacramentos e a missa, a veneração dos santos, decretos de reforma.

20. VATICANO I - 08/12/1869 a 18/07/1870 Papa: Pio IX (1846´1878) Assuntos principais: definição da doutrina da fé católica, do primado e da infalibilidade do Papa

21. VATICANO II - 11/10/1962 a 07/12/1965 - Papas: João XXIII (1958´1963) e Paulo VI (1963´1978) Assuntos principais: “Procuremos apresentar aos homens de nosso tempo, íntegra e pura, a verdade de Deus de tal maneira que eles a possam compreender e a ela espontaneamente assentir. Pois somos Pastores...” (João XXIII aos padres conciliares, na homilia de abertura do concílio).

Obs.:Concílios da Igreja Indivisa (Aceitos pelos Ortodoxos):

50     C. de Jerusalém:        As leis judaicas e os cristãos.
325   1º C. de Niceia:  Contra o arianismo e definição do Credo.
381   1º Constantinopla:      Finalização do Credo
432   C. de Éfeso:       Contra o nestorianismo
451   C. de Calcedónia:       Contra o monofisitismo princípio da união hipostática
553   2º Constantinopla:      Contra os nestorianos
681   3º Constantinopla:      Contra o monotelitismo
767   2º C. de Niceia:  Legaliza veneração de imagens

*867 e 1064:Cismas entre as Igrejas Romana e Ortodoxas
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger