A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Apresentadora do telejornal SBT Brasil, Rachel Sheherazade apoia JUSTICEIROS e divide opiniões

Apresentadora do telejornal SBT Brasil, Rachel Sheherazade apoia JUSTICEIROS e divide opiniões

Written By Beraká - o blog da família on sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014 | 18:56




A jornalista Rachel Sheherazade que apresenta o “SBT Brasil” causou polêmica e dividiu opiniões nas redes sociais com um comentário a favor do grupo de pessoas que deteve um suspeito de assalto, o agrediram e prenderam a um poste com uma trava de bicicleta.

Em seu comentário no telejornal de terça-feira (04/02/2014) - Rachel disse que:

“A atitude do grupo de justiceiros era “compreensível...Num país que sofre de violência endêmica, a atitude dos vingadores é até compreensível", disse a jornalista. "O Estado é omisso, a polícia desmoralizada, a Justiça é falha. O que resta ao cidadão de bem, que ainda por cima foi desarmado? Se defender, é claro", acrescentou, para completar. "O contra-ataque aos bandidos é o que chamo de legítima defesa coletiva de uma sociedade sem Estado contra um estado de violência sem limite". 

Finalizando, ela ainda disse que:

“Quem defende o suspeito deveria "adotar um bandido...Aos defensores dos direitos humanos, que se apiedaram do marginalzinho preso no poste, lanço uma campanha: faça um favor ao Brasil, adote um bandido".



O discurso da apresentadora gerou inúmeras criticas nas redes sociais, e ela usou o seu Twitter para tentar se justificar da repercussão negativa.

Rachel criticou o "politicamente correto" e o jornalismo chapa branca:

"Gente boa, valeu pelo debate. Obrigada a vocês que não distorceram de forma desonesta minhas palavras e captaram a mensagem! Abaixo a censura!".



Depois de o Psol anunciar que irá protocolar no Ministério Público uma representação contra a apresentadora do telejornal SBT Brasil, Rachel Sheherazade, por supostamente "incitar" os crimes de tortura e linchamento, o deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC) usou a tribuna na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira para criticar a atitude do deputado Ivan Valente (Psol-RJ) e defender a jornalista.



A apresentadora se pronunciou favorável à ação dos responsáveis por prender um rapaz com três passagens pela polícia por roubo e furto em um poste, no bairro do Flamengo, no Rio de Janeiro.



"Uso desta tribuna para registrar minha preocupação com atitudes de alguns parlamentares desta Casa que pregam uma coisa e praticam o oposto, como pude comprovar ontem nesta tribuna o Exmo. Deputado Ivan Valente, do PSOL, ameaçando processar a jornalista Rachel Sherazade, do SBT, competente profissional com a qual às vezes mesmo não concordando com algumas de suas colocações, tenho por ela o mais profundo respeito pela maneira ponderada e isenta com a qual expõe suas opiniões...”Afirmou Feliciano, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.


Feliciano considerou a atuação de Valente diante do ocorrido como "censor" e de uma "torpe tentativa de intimidação"


"Como responsabilizar a jornalista???... ela não criou o fato, apenas informou, e manifestou com parcimônia o que todos nós sentimos uma insegurança generalizada, e ela apenas demonstrou compreensão pela atitude de pessoas ordeiras e de bem, que apenas extravasaram um sentimento que tem tomado grande parte da sociedade, já que autoridades legislativas não se preocupam em apresentar leis que realmente intimidem quem envereda para o crime, mas ao contrário, tentar atacar quem se indigna numa odiosa inversão de valores", declarou na tribuna.


O discurso do deputado federal evangélico foi postado na íntegra em seu site sob o título Liberdade de Expressão:


"Quando vejo um ancião mostrando sua verdadeira pele se travestindo de polícia, inclusive já enquadrando na delação a tipificação penal, atribuição essa, penso ser do delegado de polícia, sugiro que esse senhor complete o trabalho, dose a pena e execute mandando prender tão perigosa meliante. Em que mundo estamos vivendo com tanto estelionato intelectual, jogo de cena chamando pra si holofotes???? Sugiro reflexão para não tornarmos rasa nossa missão nessa casa, com denúncias espalhafatosas que sabe serem infundadas e que não perpassam a mais elementar análise jurídica. Agora aviso aos navegantes e pescadores de aquário, atribuir um crime a alguém que não o tenha cometido é calúnia, aí sim o feitiço pode virar contra o feiticeiro, como diz o velho adágio sem trocadilho", declarou.



Para completar, Feliciano disse que:

“É preciso indagar se é justo o uso de pesos e medidas diferentes na hora de ameaçar processo contra uma jornalista "que apenas cumpre seu dever de informar" e em relação a programas que apresentam matérias nocivas a "boa formação de crianças e jovens...”


“Várias vezes fui vítima de ataques gratuitos e caluniosos por parte de parlamentares desse partido, sempre me calei, mas, decidi me manifestar nesse momento para que esses senhores reflitam se alguém ainda dá crédito a essa falácia, como se fossem o último baluarte da moralidade de tão corretos, creio que tenham lugar garantido no céu, o de Dante é claro", completou.

VEJA O DISCURSO COMPLETO: 

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado Pastor Marco Feliciano Nós Confiamos em Deus


Pronunciamento realizado pelo Deputado Pastor Marco Feliciano, na Câmara dos Deputados. (06/02/2014).



Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Uso desta tribuna para registrar minha preocupação com atitudes de alguns parlamentares desta Casa que pregam uma coisa e praticam o oposto, como pude comprovar ontem nesta tribuna o Exmo. Deputado Ivan Valente, do PSOL, ameaçando processar a Jornalista Rachel Sherazade, do SBT, competente profissional com a qual às vezes mesmo não concordando com algumas de suas colocações, tenho por ela o mais profundo respeito pela maneira ponderada e isenta com a qual expõe suas opiniões. O motivo da manifestação do nobre colega foi a apresentação de uma reportagem em que o nobre Deputado, agora investido na função de censor, o que vejo como uma torpe tentativa de intimidação, de antemão interpretando o trabalho jornalístico que tem como fim a informação. 


Como responsabilizar a jornalista, ela não criou o fato, apenas informou, e manifestou com parcimônia o que todos nós sentimos uma insegurança generalizada, e ela apenas demonstrou compreensão pela atitude de pessoas ordeiras e de bem, que apenas extravasaram um sentimento que tem tomado grande parte da sociedade, já que autoridades legislativas não se preocupam em apresentar leis que realmente intimidem quem envereda para o crime, mas ao contrário, tentar atacar quem se indigna numa odiosa inversão de valores. 



Se sua Excelência está tão preocupado com o horário apropriado para exibição de matérias jornalísticas que não venham a constranger o público, espero a mesma atitude desse senhor em relação à programação das emissoras onde se vê cenas fortes de sexo na novela das seis, programas com cenas de violência em tempo real todos os dias em qualquer horário. 


Até hoje não vi nenhum comentário do nobre colega em relação aos atos praticado por membros de seu partido no Rio de Janeiro, fartamente noticiado pela imprensa em horário impróprio para menores, isso não configura apologia ao crime e sim se trata do próprio crime o que a meu ver é bem mais grave. O que me espanta é comprovar o velho adágio que diz que cabelo branco não é sinal de idoneidade, pois, certas qualidades de pessoas também envelhecem. 


Quando vejo um ancião mostrando sua verdadeira pele se travestindo de policia, inclusive já enquadrando na delação a tipificação penal, atribuição essa, penso ser do Delegado de Policia, sugiro que esse senhor complete o trabalho, dose a pena e execute mandando prender tão perigosa meliante. 



Em que mundo estamos vivendo com tanto estelionato intelectual, jogo de cena chamando pra si holofotes. Sugiro reflexão para não tornarmos rasa nossa missão nessa casa, com denúncias espalhafatosas que sabe serem infundadas e que não perpassam a mais elementar análise jurídica. Agora aviso aos navegantes e pescadores de aquário, atribuir um crime a alguém que não o tenha cometido é calunia, aí sim o feitiço pode virar contra o feiticeiro, como diz o velho adágio sem trocadilho.



Finalizo indagando se é justo que usemos dois pesos e duas medidas, uma para ameaçar com processo uma jornalista que apenas cumpre seu dever de informar, e outra, omissão a tantos outros programas que apresentam matérias nocivas a boa formação de crianças e jovens.


Varias vezes fui vítima de ataques gratuitos e caluniosos por parte de parlamentares desse partido, sempre me calei, mas, decidi me manifestar nesse momento para que esses senhores reflitam se alguém ainda da crédito a essa falácia, como se fossem o ultimo baluarte da moralidade de tão corretos, creio que tenham lugar garantido no céu, o de Dante é claro.



Muito Obrigado!




Assista a matéria e tire suas próprias conclusões:



FONTE:http://www.jb.com.br/pais/noticias/2014/02/06/marco-feliciano-defende-jornalista-que-elogiou-acao-de-justiceiros/
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger