A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Papa Francisco é ecumênico e já se ajoelhou quando bispo,para receber oração de Pastores protestantes e tenta aproximar as igrejas católica e evangélica pelo diálogo e caridade fraterna

Papa Francisco é ecumênico e já se ajoelhou quando bispo,para receber oração de Pastores protestantes e tenta aproximar as igrejas católica e evangélica pelo diálogo e caridade fraterna

Written By Beraká - o blog da família on quinta-feira, 16 de maio de 2013 | 22:43







Em 2006, o jornal argentino La Nacion noticiou sobre um evento ecumênico com a presença de evangélicos pentecostais e católicos carismáticos, em que o então cardeal Bergoglio participou e recebeu oração de um pastor.



O texto da notícia diz que “o momento mais emocionante foi a recepção dada ao cardeal Jorge Bergoglio, que liderou uma breve saudação e perguntou, como de costume, se poderiam orar por ele.

 

 

Os pastores o levaram a sério, e o cardeal se ajoelhou e pediu a todos os presentes que orassem para que ‘uma das vozes proféticas da Nação’ tivesse abundância de sabedoria”.



Antes do evento, que reuniu sete mil católicos e evangélicos e contou com uma ministração do cantor gospel mexicano Marcos Witt, Bergoglio dizia que começava a ver uma “diversidade reconciliada” entre católicos e evangélicos.

 


O cardeal Jorge Mario Bergoglio, 76 anos, foi escolhido como o novo papa da Igreja Católica, na quarta votação do conclave realizado para substituir o agora papa emérito, Bento XVI.



Bergoglio, que é argentino de ascendência italiana, e escolheu o nome de papa Francisco I, e se pronunciou na Praça de São Pedro logo após o anúncio de sua escolha, pedindo que os fiéis orassem por ele, em silêncio.



Sua espontaneidade na cerimônia quebrou alguns protocolos pré-definidos pelo Vaticano, e comentou, em tom bem humorado:

 

 “Meus colegas cardeais foram buscar o novo papa lá no fim do novo mundo”.



Em sua história, Bergoglio possui fatos inusitados.

 

De acordo com o Wikipedia, foi o segundo cardeal mais votado no conclave que elegeu Joseph Ratzinger como papa em 2005.



Aliança Evangélica Mundial apoia o papa Francisco




O Papa Francisco se reuniu nesta quarta-feira com representantes de diferentes religiões e defendeu a sua “determinação em prosseguir o caminho do diálogo ecumênico”. 

Aliança Evangélica Mundial (WEA na sigla original) explicou em um comunicado que “saúda o compromisso do novo Papa pela justiça e pela paz, especialmente pelos que são perseguidos por causa do Evangelho e os que vivem à margem da sociedade.”


Geoff Tunicliffe, secretário-geral da Aliança Evangélica Mundial, disse que vai orar pelo novo papa “que assume a liderança da Igreja Católica em uma época cheia de desafios, mas também um momento de grandes oportunidades para ver e ouvir novamente a obra de Deus nas comunidades cristãs ao redor do mundo”.

A Aliança Evangélica Mundial também fez uma avaliação positiva da escolha.

“Papa Francisco tem um forte compromisso com a evangelização e o anúncio de Jesus”.


Com base na convivência do pastor Norberto Saracco, que conhece Bergoglio desde Buenos Aires, o atual pontífice sempre “teve boas relações com os evangélicos, além de ser um homem de oração e um defensor da Sociedade Bíblica”.

Segundo a Aliança, “Reconhecendo que existem vários graus de diferença entre católicos e evangélicos em todo o mundo, temos esperança que nossas negociações frutíferas com a Igreja Católica irão continuar”, continua o comunicado.


“Vivemos em uma época de grandes desafios para todas as comunidades cristãs”, acrescenta Geoff Tunnicliffe.Portanto, a necessidade de encontrar um terreno comum para diálogo e ação neste mundo são essenciais para as testemunhas fiéis de Jesus Cristo e do seu reino sobre a terra”.


Tunnicliffe espera se reunir em breve com Francisco:


“sabendo que apesar de nossas diferenças, podemos apoiar uns aos outros na oração… e que o Espírito Santo irá nos guiar e nos ajudar a discernir dentro de nossas comunidades distintas, que obras Deus têm preparado para nós”.



Em sua recente reunião com os representantes das outras grandes religiões do mundo, incluindo o secretário-geral da Aliança, o papa disse que:

“a Igreja Católica está ciente da importância da promoção da amizade e respeito entre homens e mulheres de várias tradições religiosas”.


Bergoglio pediu para:

“transmitir a minha cordial saudação às Igrejas e comunidades cristãs que vocês representam aqui, e orem por mim para que eu possa ser um pastor segundo o coração de Cristo”.


“Eu vejo um desejo de crescermos com mútua cooperação para o bem comum da humanidade”.


Francisco reafirmou a sua “determinação para seguir o caminho do diálogo ecumênico”. E disse ter ficado feliz pela presença de vários líderes cristãos em sua posse.


Bergoglio também elogiou a aproximação com a Igreja Ortodoxa. Para os judeus, disse que eles têm uma “ligação espiritual” com os cristãos.


Ao abordar os representantes muçulmanos, o novo papa disse que eles “adoram o Deus único, vivo e misericordioso, e o invocam nas suas orações”.

Francisco também disse estar preocupado com os não religiosos, agnósticos ou ateus:

“Temos de estar perto de homens e mulheres que, mesmo não reconhecendo nenhuma tradição religiosa, estão perto da verdade, da bondade e da beleza, que são a verdade, a bondade e a beleza de Deus.”


Confirmação do encontro pela Igreja Católica: zenit.org

Matéria original: La Nacion


Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger