A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » VOCAÇÃO SHALOM UMA PROFECIA PARA O MUNDO

VOCAÇÃO SHALOM UMA PROFECIA PARA O MUNDO

Written By Beraká - o blog da família on segunda-feira, 11 de julho de 2011 | 17:56




“Se calarem a voz dos profetas, as pedras clamarão.”


O escrito “ OBRA NOVA” inicia-se com esta passagem profética revelada ao nosso fundador Moysés  Azevedo:





Isaias 43,19-21 : “Eis que vou fazer uma obra nova: ela está a começar agora, e vós não a vedes? Abrirei um caminho no deserto, rios em lugar seco. Glorificar-Me-ão as feras, os lobos e as avestruzes, porque farei brotar água no deserto e rios na terra seca para matar a sede do meu povo, do meu escolhido, o povo que formei para Mim, para que proclame o meu louvor...”




A profecia hebraica é o elemento que diferencia a religião israelita das outras religiões contemporâneas.

É também aquilo que deu a Israel uma perenidade e uma capacidade de sobrevivência que as outras religiões não possuíam.

Os profetas de Israel pertencem à categoria dos “portadores de palavra”.

Entre os povos e religiões vizinhos a Israel são encontrados homens com atividade semelhante à deles.

Mas em Israel os profetas se distinguem pelo conteúdo de sua mensagem.

Lá são considerados a “boca falante de Deus no mundo”, falam em nome do Único Deus a um povo eleito, com quem esse Deus fez aliança de amor.

A partir do século VII, o profetismo bíblico atinge seu apogeu. Deus se dirige a seu povo, ameaçado por imensas catástrofes que se avizinham, uma série de mensageiros que só desejam uma coisa: recolocar o povo no caminho reto da relação com seu Deus e na proximidade tangível e palpável de sua presença.

Não são adivinhos, não predizem o futuro.

Com uma sensibilidade refinada e um fogo de amor ardendo no peito, os profetas clamam para chamar a atenção do povo, a fim de que volte à Aliança.

Algumas linhas marcam o discurso de todos os profetas:


1)- A defesa da justiça e do direito em Israel;

2)- A  atitude crítica diante de práticas religiosas vazias que não têm correspondência com a vida; um particular interesse pela história que se torna, graças à intervenção profética, uma palavra de Deus;

3)- A  espera vigilante das ações divinas que revolucionarão o destino do povo.

4)- Os profetas não são chefes políticos revolucionários, nem ideólogos de partidos.

5)- Trazem, porém, a grande novidade do espiritualismo liberto de toda rigidez cultual.

6)- Dirigem-se a um povo para falar-lhe em nome de Deus. Não fazem teoria, nem enumeram atributos da divindade, mas têm por objetivo essencial colocar o povo no reto caminho da presença de Deus.

7)- Preparam o povo para a epifania do Senhor, que se aproxima e se revelará no mundo, dentro da história.

Assim foi e fez João Batista, o maior entre os filhos de mulher, de acordo com o Evangelho. 


Viu que Jesus de Nazaré era a própria presença de Deus no meio da história, na fragilidade da carne. 


E anunciou, e apontou: “Eis o cordeiro de Deus!” E pela força dessa notícia enfrentou poderes e reis, perdendo a vida por sua fidelidade e coragem.

Assim foi Jesus de Nazaré, o profeta por excelência, que dá sentido a toda profecia antes e depois de sua vinda. 


Mostrou a presença de Deus na humildade do amor que se aproxima dos últimos desse mundo, trazendo-lhes paz e vida em abundância.

Assim são os profetas de hoje, nossos contemporâneos, que erguem sua voz sem medo para denunciar injustiças e anunciar o caminho da verdadeira vida, que é próprio ressuscitado que passou pela Cruz.



Seria longo enumerar os profetas de hoje. São Protagonistas, estão na vanguarda, anunciam o novo da parte de Deus.

Todos os poderes constituídos os perseguiram  sem piedade. Queriam desesperadamente calar sua voz. No entanto, a voz e o ensinamento de todos e todas sobrevive, inspirando gerações e iluminando os caminhos da humanidade.



Com o nosso fundador Moisés Azevedo, no protagonismo deste Carisma, não foi diferente na sua epifania profética, num tempo em que a palavra de ordem era: " Quem sabe faz hora não espera acontecer", teologia criticada por Hans Urs Von Balhtazar em sua obra: Teologia da História.Um tempo onde se falar de Oração pessoal e experiência com Deus soava de forma herética na praxis dos círculos eclesiáticos daquele período conflituoso da ditadura. Por isto foi incompreendido, perseguido, humilhado e caluniado,mas  ele trazia a certeza profética da parte de Deus e isto era sua motivação.

Uma profecia para ser profecia precisa ser confirmada, a Igreja nos confirmou: "Vós sois  Igreja Missionária ".


Assim falou Mosenhor Hilko, presidente do Concelho Pontifício para os leigos em Roma,  durante a solenidade de nosso reconhecimento como Carisma da Igreja e a serviço da Igreja.



Que a figura e radicalidade de João Batista e todos os profetas de ontem e hoje, de ambos os sexos nos acompanhem para termos a força de assumir o compromisso profético a nós dado como graça pelo Batismo.

Não há que ter medo. Pois o próprio Evangelho diz que, se calarem a voz dos profetas, as pedras gritarão.


Diz uma linda canção cantada na  Comunidade Shalom :

"Deus abrirá uma via onde não parece ter,
como Ele fará não sei, mas um  novo caminho eu verei.
Deus me guiará, me terá bem junto a Si,
todos os dias amor e força Ele me dará, nova via abrirá..."

E outra que cantamos assim:

"Terminará o que começou;
Ele fará um novo acontecer, fará mesmo que eu não possa compreender.
Nascerá novo amanhã, eu já posso ver, 
sei que posso crer que nascerá novo viver,
Ele é fiel e suas promessas cumprirá..."

Sejamos gratos e fieis ao chamado " Irrevogável" daquele que nos chamou e nos predestinou desde toda eternidade, não por sermos os melhores, mas talvez até por sermos os piores, os vazos de argila, para ai manifestar a sua glória e seu poder, e desta forma, TODA OBRA PERTENCE ASSIM À AQUELE QUE NELAS TUDO REALIZOU; e se todo chamado de Deus é para sempre, só podemos dar uma  resposta a Ele que merece todo nosso louvor, PARA SEMPRE também.

Por tudo isto, olhando para a profecia e olhando para nossa história podemos cantar: " Somos nós este povo alcançados por tua luz, frutos da tua obra da Cruz. "


“LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO”


Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 2 Comentário. Deixe o seu!

Anônimo
17 de julho de 2011 12:39

SOU O "UM CARA AÍ" DO YAHOO TA?!!!

(e quem diria, o primeiro coment´rio será de um espírita) rsrsrs, mas tudo bem, vamos la...

Por que essa revolta contra os Espíritas?

Será que eles sentem a mesma coisa por você meu Irmão?
Chico Xavier foi um enviado do "Demônio", na sua opinião?

O que dizer das obras de caridade que nós realizamos? (eu, por exemplo, arrecado alimento para pessoas carentes em 2 domingos do mês)

Se você fala que é Espírita para um Irmão
Evangélico ele diz: Espírita? Você? (uma colega de classe me disse isso)... mas tudo bem, em meio à tantas Religiões, se você pararmos pra pensar, todas chegam à um só objetivo... Deus!


Lhe garanto, meu irmão, que em nosso Centro de Fraternidade, não falamos mal de nenhuma Religião que não seja Espírita,sinceramente, não sei pq tanto ódio? (não estou sendo irônico)

Pare pra pensar nos julgamentos que você está fazendo, isso é muito triste...


(Domingo passado, bati na porta de um Evangélico, arrecadando alimentos, ele veio me atendeu e, até doou 1 kg de feijão á nossa à nossa obra, ele falou um pouco sobre sua religião que conheço bem e sobre trechos da Bíblia... Lhe dei toda a atenção merecida, tanto que até nossa caravana virou a avenida, mas eu fiquei ali, sem criticá-lo, conversando civilizadamente por uns 10 minutos, lhe digo que senti um pouco de ofensa e de más vibrações em suas palavras, mas continuei ali, escutando o que ele tinha pra me falar, no final apertei as mãos dele e saí correndo para alcançar meus colegas da campanha...)

...portanto, meu irmão, Não Julgues o que não te incomoda e nem o que não te faz mal algum, digo à você que não foi nenhu8m tempo gasto, escrevendo isso que lhe escrevi Hoje, parece que foi uma Missão que Deus me deu nesta manhã de Domingo... rsrs

CONCORDO COM SUAS PALAVRAS FINAIS: “LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO”... Com toda a certeza do mundo.

OBS: Não precisa mostrar esse comentário á ninguém, apenas o guarde-o dentro do seu Coração e reflita.

Se vc quiser conversar mais sobre o assunto, estamos aí... vitorsoares1026@hotmail.com


Muito grato! Que a Paz do Nosso Mestre esteja com você!

25 de julho de 2011 11:03

Prezado Vitor Soares.


1. Se a alma humana se reencarna para pagar os pecados cometidos numa vida anterior, deve-se considerar a vida como uma punição, e não como um bem.

2. Se a alma se reencarna para pagar os pecados de uma vida anterior, dever-se-ia perguntar quando se iniciou esta série de reencarnações. Onde estava o homem quando pecou pela primeira vez? Tinha ele então corpo? Ou era puro espírito? Se tinha corpo, então já estava sendo castigado. Onde pecara antes? Só poderia ter pecado quando ainda era puro espírito. Como foi esse pecado?

3. Se a reencarnação fosse verdadeira, com o passar dos séculos haveria necessariamente uma diminuição dos seres humanos, pois que, à medida que se aperfeiçoassem, deixariam de se reencarnar. No limite, a humanidade estaria caminhando para a extinção. Ora, tal não acontece. Pelo contrário, a humanidade está crescendo em número. Logo, não existe a reencarnação.

4. Respondem os espíritas que Deus estaria criando continuamente novos espíritos. Mas então, esse Deus criaria sempre novos espíritos em pecado, que precisariam sempre se reencarnar. Jamais cria ele espíritos perfeitos?

5. Se a reencarnação dos espíritos é um castigo para eles, o ter corpo seria um mal para o espírito humano. Ora, ter corpo é necessário para o homem, cuja alma só pode conhecer através do uso dos sentidos. Haveria então uma contradição na natureza humana, o que é um absurdo, porque Deus tudo fez com bondade e ordem.


6. A reencarnação causa uma destruição da caridade. Se uma pessoa nasce em certa situação de necessidade, doente, ou em situação social inferior ou nociva -- como escrava, por exemplo, ou pária – nada se deveria fazer para ajudá-la, porque propiciar-lhe qualquer auxílio seria, de fato, burlar a justiça divina que determinou que ela nascesse em tal situação como justo castigo de seus pecados numa vida anterior. É por isso que na Índia, país em que se crê normalmente na reencarnação, praticamente ninguém se preocupa em auxiliar os infelizes párias. A reencarnação destrói a caridade. Portanto, é falsa.

7. A reencarnação causaria uma tendência à imoralidade e não um incentivo à virtude. Com efeito, se sabemos que temos só uma vida e que, ao fim dela, seremos julgados por Deus, procuramos converter-nos antes da morte. Como um aluno que tivesse a possibilidade de fazer milhares de provas de recuperação, para ser promovido, pouco se importaria em perder uma prova - pois poderia facilmente recuperar essa perda em provas futuras - assim também, havendo milhares de reencarnações, o homem seria levado a desleixar seu aprimoramento moral, porque confiaria em recuperar-se no futuro.

8. A doutrina da reencarnação conduz necessariamente à idéia gnóstica de que o homem é o redentor de si mesmo. Se isto fosse verdade, o Sacrifício de Cristo pela humanidade teria sido inútil, portanto o Espiritismo é PURA INVENÇÃO HUMANA.

Shalom !!!

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger